ENCHE O TANQUE

Às vezes alguns seguidores deste blog disparam suas câmeras e meio sem querer as fotos ficam muito boas, com luz caprichada, ângulos certeiros, sombras pertinentes… Parecem até fotógrafos de verdade. Essa aí embaixo ficou muito boa. Veio acompanhada de um e-mail, que está logo depois.

Caro Flavio, aqui está mais um posto para você. Fica em um lugar chamado Lanteuil, no departamento de la Corrèze, no sudoeste da França (não sei se isso faz alguma diferença significativa). O café é bom, mas o jornal que eu estava procurando tinha acabado (o famoso “ter, tem, mas no momento esta em falta”). Um abraço! J.R.Duran

É claro que ficou no ar a dúvida: qual jornal o viajante estava querendo ler numa manhã de primavera francesa? “Le Monde”? “L’Équipe”? “Le Figaro”? O “Libé”? Ou “L’Humanité”, pasquim vermelho, comunista, globalista e marxista-leninista?

Saberemos quando ele encontrar, no próximo café. Ainda assim, resta outra questão… O que faz o blogueiro por aquelas paragens? Lanteuil fica no meio do caminho entre Limoges e Toulouse. Suponho que ele esteja indo em direção ao sul, e não o contrário. O destino seria Andorra? Ou um desvio até as muralhas de Carcassonne? Lourdes, talvez, uma viagem de cunho religioso? Quiçá uma incursão ao País Basco, um pouco mais adiante?

Muito suspeito, nosso colaborador.

Subscribe
Notify of
guest

13 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Pinho - Bauru, SP
Pinho - Bauru, SP
1 mês atrás

Esse fotógrafo tem futuro!

Paulo Travaglini
Paulo Travaglini
1 mês atrás

Délicieux

Edissom
Edissom
1 mês atrás

Parece ter algum talento com fotografia esse tal de J.R.Duran…..

Diogo
Diogo
Reply to  Edissom
1 mês atrás

Acho que vi umas fotos desse cara fotografando vales e colinas, montes, ficaram interessantes….Não, não, devo ter me enganado esse aí parece mais amador. Deve ser outro.

Rodrigo Rocha
Rodrigo Rocha
1 mês atrás

“Parecem até fotógrafos de verdade” kkkkkk

Tales Bonato
Tales Bonato
1 mês atrás

Posts deste teu seguidor sempre me provocam saudades de coelhinhas.

Last edited 1 mês atrás by Tales Bonato
Diego Gomes
Diego Gomes
1 mês atrás

Com a licença de desviar do assunto principal da postagem (mas ao menos servir para aumentar o tal do ‘engajamento’), fui dar uma conferida no tal jornal L’Humanité, e num ótimo exemplo da “esquerda” européia de hoje em dia, eles são visivelmente pró-Ucrânia, ao ponto de redigirem esta pérola que parece até uma piada sarcástica:

“Para justificar a invasão da Ucrânia, o presidente russo Vladimir Putin insiste na necessidade de ‘desnazificar’ o país. Apesar da tolerância das autoridades às mobilizações neonazistas, da integração de batalhões extremistas ao exército e das leis de descomunização, nada permite afirmar que o regime tenha se nazificado.”

Parabéns ao escriba, pela análise infinitamente melhor do conflito do que esses “comunistas”. E parabéns também ao autor da foto, que poderia até faturar uns trocados com umas fotografias dessas, viu…

Hilton Vaz Pezzoni
Hilton Vaz Pezzoni
1 mês atrás

‘Bela fotinho, Fernandinho’, parafraseando comercial famoso de idos anos com o grande Nello…..

Fernando do Amaral
Fernando do Amaral
1 mês atrás

Situar os lugares é quase imprescindível, permite viajar junto imaginando; e a curiosidade leva a pesquisar nomes ditos na descrição e os localizar num mapa; talvez estivesse indo até a Catalunha (nativo de lá, seria?). Da imagem: “Nervol” é a bandeira do posto? Valeu!

O crítico
O crítico
1 mês atrás

Vendo a foto eu fico a me perguntar onde será que colocaram o tanque que abastece as bombas?

Gustavo Serpa
Gustavo Serpa
1 mês atrás

Um fotógrafo profissional e locais tradicionais sempre rendem boas fotos.

Lagerbeer
Lagerbeer
1 mês atrás

JR Duran ja deve estar de saco cheio de ouvir isso … mas alguns de seus seu trabalhos do passado me remete a boas lembranças adolescentes…

Guilherme Corrêa
Guilherme Corrêa
1 mês atrás

Esse colaborador leva jeito p a fotografia.
Tem futuro o rapaz. Não deve ser um Playboy qualquer.
É muito mais q isso, com certeza.

Last edited 1 mês atrás by Guilherme Corrêa