BALANCÊ | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

terça-feira, 19 de agosto de 2008 - 3:12Pequim 2008

BALANCÊ

PEQUIM (céu azul de novo) - Depois de algum tempo num país, a gente começa a estabelecer pequenas rotinas. As pessoas não vivem sem rotinas, elas nos dão uma sensação de continuidade, de ordem nas coisas. É importante ter uma sequência ao levantar: escovar os dentes, passar um café, fazer uma torrada, tomar o banho, sair. Só assim se pode começar um dia decente.

Aqui, a minha inclui a leitura diária dos jornais na van que nos leva ao Parque Olímpico. Fico sabendo as novidades da cidade, da política, do esporte e das novelas.

E enquanto meu dia começa aqui, o seu termina aí — caso você esteja no Brasil, claro; outro dia descobri que este blog tem leitores até em Hong Kong e Cingapura, o que me fez lembrar imediatamente de Confúcio e sua clássica frase a Gah-Fang-Yotung quando de sua marcha para o norte, o fiel discípulo aterrorizado com a fama dos guardas da fronteira mongol. Ao notar o pavor nos olhos de Gah-Fang-Yotung, Confúcio foi tomado de grande inspiração, suspirou e declamou que “(…) nunca há razões para o medo entre povos de uma nação e outra, o mundo é uma aldeia global e, como filhos de Buda, somos todos irmãos”, e dizendo isso pegou o passaporte de seu embornal, abriu na quinta página, cheia de carimbos, e exclamou: “Puta merda, esquecemos de tirar o visto”.

Mas eu dizia que o dia acaba de um lado e começa do outro, e todo dia de manhã, depois do café, das torradas, do banho e dos jornais, faço um balanço medalhístico para saber a quantas anda a antiga URSS, e sempre descubro alguma coisa curiosa. Como, por exemplo, que…

…66 países já ganharam medalhas em Pequim entre os 204 que inscreveram delegações…

…no total, foram distribuídas 584 medalhas (186 de ouro, 187 de prata e 211 de bronze)…

…dos 66 “medalhados”, 21 países ganharam só uminha…

…Cuba e Bielo-Rússia, com 11 no total, estão atrás da Geórgia e da Etiópia, que têm apenas três, porque possuem menos ouros…

…só 16 países ganharam mais do que duas medalhas de ouro, e 17 ganharam apenas uma…

…o Brasil está em 38º no quadro de medalhas que usa o ouro como parâmetro de classificação, e em 22º quando considerado o total de medalhas conquistadas…

…China e EUA têm, juntos, 139 medalhas até agora, 23,8% do total…

…as repúblicas da antiga URSS somam 87 medalhas, sendo 18 de ouro, 27 de prata e 42 de bronze…

…e, por fim, como mostra a foto ao lado, do computador que traz todos os resultados e estatísticas e biografias e o diabo a quatro (por isso que nós, jornalistas, passamos sempre a impressão de que sabemos tudo…), o Comitê Olímpico Internacional não chama os países de “países”, mas sim de “NOCs”, Comitês Olímpicos Nacionais, e por isso suspeito que esta competição não acontece entre países diferentes, e sim entre comitês diferentes, que podem formar as equipes que bem entenderem, e é por isso que tem chinês jogando ping-pong pelo Congo e brasileiro defendendo a Geórgia no vôlei de praia, ninguém está nem aí.

4 comentários

  1. Chizuru disse:

    Na linha do post… não vai mostrar o seu cafofo aí na China, não? Estou supercuriosa pra saber como o tal do Palm Springs é.

    Dá essa colher de chá verde pra gente, vai FG?

  2. Karen-SP disse:

    “O Brasil está em primeiro lugar no quadro de medalhas.
    dos países da América do Sul que falam português”

    Autor desconhecido.

  3. Eric disse:

    Hummmm……Nick B. e o Flávio sabem ler mandarim???

    Very strange……

  4. Nick B. disse:

    Oi, Fla.
    Interessante a matéria do jornal que você está lendo, falando da decepção do povo chinês com a contusão de sua maior estrela do atletismo, o velocista Liu Xiang.

    Como eu li a matéria?
    Ora, dei um zoom na foto do Fla!

    Bitocas.

    Nick B.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>