MAGIARES (2) | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

sexta-feira, 24 de julho de 2009 - 16:09F-1

MAGIARES (2)

SÃO PAULO (nem todo Flavio é legal…) – Nelsinho descascou Briatore hoje, em entrevista depois dos treinos em Hungaroring. Disse que o dirigente não entende “porra nenhuma”, que é seu manager, mas “pisa na minha cabeça”, que “não tem amigos”, só “pensa em negócios, em quanto vai ganhar”, que “é difícil correr numa equipe que tem Fernando e Flavio”, que Alonso “é espetacular”, que se mudar de equipe e pegar pela frente um piloto comum, “talvez minha confiança volte”, e por aí foi. Pouco antes, Briatore havia descascado Nelsinho, a quem deve demitir depois do GP da Hungria.

Acho que agora o Galvão pode cravar…

Brincadeira à parte, e em que pesem as deficiências de Piquet-pimpolho, é evidente que a porta pela qual entrou na F-1 não foi das mais amistosas e tranquilas. Talvez tivesse sido muito melhor para ele se o tal contrato de dez anos com a Williams, que Piquet-pai inventou um dia que existia, existisse mesmo. A Williams é, por assim dizer, mais “friendly”.

Agora, a questão não é mais discutir se Nelsinho fica ou sai da Renault. Me parece que as coisas estão definidas, um chefe não fala tão mal de um funcionário, e vice-versa (tem hífen, isso?), se pretendem continuar juntos. A questão, agora, é: o que será de Nelsinho? Ele tem lugar na F-1?

Olhando a situação pelo lado otimista para ele, num universo de pilotos com pouca cancha de F-1, ele tem quase dois anos, andou por três times (fez testes na BAR e na Williams…), carrega um sobrenome famoso e não seria uma tragédia tê-lo em alguma equipe sem aspirações imediatas. Olhando pelo lado pessimista, a falta de performance em quase dois anos (e que Piquet não se iluda, ninguém se importa se ele tinha carro igual ao de Alonso ou não, o que fica é a folha de tempos), os muitos erros em treinos e corridas e o boca-a-boca do paddock entre mecânicos e engenheiros podem fazer com que qualquer um pense muitas vezes antes de lhe dar uma nova chance.

O futuro de Piquet-pimpolho será a próxima novela das sete para meu Brasil brasileiro.

57 comentários

  1. Duque disse:

    Já cansei de dizer, mas repito: Nelson Angelo Piquet não tem talento natural para ser piloto !!! Nunca foi veloz e seu primeiro treino com um F-1, numa Williams, foi um fracasso total, ficando sempre um segundo atrás do Nico Rosberg, com o mesmo carro !!! Todo ser humano é metade o código genético do pai e metade o código genético da mãe !!! E a mãe do pimpolho nunca sentou num cockpit de carro de corrida !!! Lembram-se do Edinho, o filho do PELÉ ??? Pois é, virou goleiro, porque a mãe dele, a Rose, nunca deu um bico numa bola de futebol !!! Nelson Angelo Piquet terá o mesmo destino de Luciano Burti, Cristiano da Matta, Christian Fittipaldi, Tarso Marques, Ricardo Zonta, Enrico Bernoldi, Roberto Pupo Moreno e outros meteoros que passaram pela F-1, sem serem notados !!! Só vejo uma saída para o Piquet Junior: a chatíssima STOCK CAR brasileira !!!

  2. A. CESAR PARDINI disse:

    Pena que o Nelsinho esperneou muito tarde. Se ele tivesse feito isso a mais tempo, teria tido resultados melhores. A categoria não permite caras “bonzinhos”. Tem que ter determinação, vontade, e principalmente coragem para afrontar quem quer que seja. Quem quer respeito, impõe. Mas a juventude dele explica isso. Tudo que Nelsinho falar de ruim do Briatore acabará tendo credibilidade, porque o “mercado” conhece o tipo. Até o Bruce Willis foi destratado no restaurante do Briatore. A midia nunca abordou o assunto como deveria, mas está na hora de mandar essa anta egocêntrica para o zoológico. Não é isso Sr. Carlos Ghosn ?

  3. luisfernando disse:

    gostei da sinceridade do nelsinho,mais não vai adiantar nada o que vale em f-1 é chegar na frente do companheiro de equipe.ele já corre faz dois anos e nada fez de especial.

  4. OO2 na Hungria disse:

    O nome Piquet realmente cega os “leitores”, e também provoca alergias, dá uma coçeira danada nas viúvas e nas schumaquetes, que saem escrevendo bobagens atrás de bobagens.

    O Briaporre não descobriu ninguém, dá oportunidade a todo mundo, e queima todo mundo, Alonso existia e mostrou alguma coisa na Minardi. Quem diria? Numa Minardi. Schumacher foi uma imposição de patrocinadores, que sendo competente se estabeleceu contando com um dirigente trapaceiro (o Briaporre) que lhe deu um carro ilegal (com controle de tração).

    Quer falar mal fala, mas não precisa agitar pompom para um trapaceiro como o Flávio “não sabe porra nenhuma” Briatore.

  5. Harry disse:

    Oi FG,
    Gostaria que Piquetzinho continuasse na F1, então, Williams já!
    “Queimem os Meganès!” e “Clios”.
    Abs
    Harry

  6. Venax disse:

    Nelsinho é culpado pelo Massa não ser campeão o ano passado. Ele bateu de propósito para o cara da Ferrari apertar o pirulito antes da hora … O fato do Massa ter quebrado várias vezes não muda nada.

    Ele também é responsável pela gripe suina no Brasil, pela crise econômica, pela queda na bolsa, pela crise no senado, pelo Brasil perder a Copa de 50 e por ai vai …

  7. Vina disse:

    Flávio, segundo o Blog do Victal, o Galvão não vai cravar agora a demissão do Nelsinho por uma razão bem simples: já tinha cravado. O fato é que, aparentemente, o Nelsinho foi “desdemitido”.
    Não estou defendendo o Galvão – até porque concordo plenamente com você que ele não é assessor de imprensa da Renault. Não pode dar notícia “oficial” de nada – mas merece um comentário nesse Blog ou no Grande Prêmio que ele estava correto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>