MOTOLAND | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

terça-feira, 14 de setembro de 2010 - 19:14Motoland

MOTOLAND

SÃO PAULO (inacreditável) – O André Passatowski foi quem mandou a dica, pelo Twitter. Em abril deste ano morreu o dono de uma loja de motos em Aalst, na Bélgica, e descobriram que o cabra guardava 11 Norton Commando 1975 zerinho, tudo na caixa! Isso fora o resto, como motos de corrida, outras restauradas, outras para restaurar, e peças, peças e mais peças. Dizem que o cara era casca, não vendia nada, péssimo para negociar.

Foi tudo leiloado. As Norton saíram por cerca de 23 mil doletas cada. Zero, na caixa… Putz grila. Tá caro, não.

Falando em duas rodas, assistam ao “Limite” hoje na ESPN Brasil. Vai ao ar a primeira parte da matéria que fiz com Don Diego Moreno Escalona, com suas histórias incríveis e motocicletas inacreditáveis.

14 comentários

  1. Carlos Trivellato disse:

    Ao longo de muitos anos, fui mais um desses entusiastas por coisas antigas como motocicletas, carros, Jeeps e camionetes. Também vi coisas como essas motos e atitudes como a do cara que jogou a lampada no chão. Tudo isso até o dia em que conclui que ninguém é melhor que ninguém e nenhuma porcaria velha vale um constrangimento. Sou muito mais feliz desde então.

  2. Boca disse:

    Flavio,
    há dois tópicos abaixo vc diz que antiguidades não têm preço. Um cara pede o valor e quem quiser comprar que pechinche ou pague. E agora vem dizer que achou caro?!?

    • Flavio Gomes disse:

      Primeiro que eu não disse que achei caro. Disse exatamente o contrário. “Tá caro, não”. Não disse “Tá caro, não?”. A pontuação deve ser lida, também. Depois que o fato de achar que as coisas não têm preço definido não significa que eu não possa achar as coisas caras ou baratas.

  3. Mauro Rodrigues Junior disse:

    Incrível como tem gente EGOÍSTA neste mundo…
    Este cara ficou a vida inteira guardando estas RELÍQUIAS só para ele e nem se importou em tirar da embalagem. Muito egoísta.

    Bem feito!! Espero que quem comprar as motos deixe-as montadas e fique empinando a máquina em cima do túmulo do dito cujo (com direito a zerinho e tudo)!!!

  4. Flavio Bragatto disse:

    Vige! Motocas zero e na caixa não é coisa que se vê todos os dias! 23 chinelos americanos por cada uma é uma pechincha!

  5. disse:

    Deve ter cada coisa encaixotada por ai..
    O ronco das GT 750 reduzindo para fazer a um e dois era alucinante.

  6. Orlando Salomone disse:

    Estórias como esta me deixam arrepiado. É como encontrar a caverna do tesouro. Há muitos anos atrás, estava na loja do seu Luis Latorre, e chegou um cara pedindo uma lâmpada de farol de Ducatti, se não me engano. O seu Luis pegou a lâmpada e falou o preço. O rapaz reclamou que estava caro, e o Luis simplesmente abriu a mão e deixou a lâmpada cair no chão. “Que pena, era a última”, disse. Achou que era parente desse belga aí.

  7. Paulo Franco disse:

    Putz, só vi agora!
    Foi-se a matéria com Don Dieguito.

  8. Don Victor disse:

    Lembra mto o cidadão que tinha um concessionário Fiat na escandinávia…

  9. Ozamis disse:

    Que xaropão do KCT…..esse idiota devia achar que caixão tem gaveta.

  10. Victor disse:

    Por mim continuavam na caixa, essas Nortons já tem o motor inclinado e usam anéis de nylon, pois o virabrequim joga óleo demais nas camisas, o que não acontecia com o motor vertical. Depois de 5 mil km abrem o bico e queimam mais óleo que gasolina. As que vieram para cá foram parar no lixo. Nunca foram competitivas e por isso o cara deve ter guardado.
    Para quem quiser comprar uma nova elas são fabricadasaté hoje com o nome de Norvil na Inglaterra.

  11. Gustavo disse:

    Zeradas, na caixa. Que sonho…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>