MENU

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012 - 17:28Nas asas

MINUTO DE SILÊNCIO

SÃO PAULO (não acredito) – Para informar que depois de 66 anos voando, a companhia húngara Malév anunciou hoje sua insolvência e parou de operar todos seus voos a partir de Budapeste.

A companhia já foi estatal, privada, multinacional, e hoje é de novo controlada pelo goberno da Hungria. Jamais vou compreender os meandros da economia globalizada que extingue até uma empresa que pertence a um país. Mas jamais, da mesma forma, vou me conformar com a frieza com que essas coisas são tratadas.

Voe para o paraíso, minha querida Malév, com suas lindas aeromoças de vestidos curtos, pernas longas, batom carmim e cabelos negros. Voe para o paraíso com o inigualável charme do Leste, em suas aeronaves soviéticas que carregaram nossos camaradas por décadas a fio.

Nunca vou me esquecer do velho terminal 1 do aeroporto de Ferihegy  — palavra que eu julgava querer dizer “aeroporto”, mas nada mais era que uma corruptela de “montanhas de Ferenc”, sendo “Feri” um apelido carinhoso para Ferenc, e “hegy”a palavra para “montanhas”, já que aquelas terras pertenciam a Ferenc Mayerffy no século 19 e a colina foi removida para a construção do aeroporto nos anos 40). Me interesso por nomes de aeroportos, por isso não me julguem.

O terminal antigo, meio cinzento, escuro, com balcões de madeira e espiões por todos os lados. Eu, pelo menos, via espiões por todos os lados. A fila do visto, os dólares trocados por forints, o primeiro Lada alugado de um sujeito que me levou à periferia de Budapeste para entregar o carro diante de pagamento cash, os moleques orelhudos, os acrílicos coloridos.

O mundo perde a graça a cada dia que passa.

27 comentários

  1. Jacaré & Capivara do Tietê disse:

    Coisas voadoras da Hungria:
    A Malev e suas aeromoças,
    o Béla Lugosi de Vampiro e,
    o cachorro levado pelo vendaval na cidade de Gesztered, encontrado a 32km de casa.
    Coisas voadoras do Brasil:
    A voadora da Dona Máxima
    Todo chute em briga de saci.
    A voadora do dono do blog no maluco do Opala tunado!!!

  2. Luke disse:

    Voei de Malev de Budapest a Praga em outubro de 2010. O avião era um 737 meio caidinho, lembrava aqueles da Vasp nos seus últimos anos de vida, mas o serviço foi simpático e agradável. Aliás, a mesma impressão que tive dos húngaros em Budapest. Vai deixar saudades, pelo menos eu posso dizer que um dia voei de Malev!

  3. Joao Costa disse:

    Pra que Paris? Do jeito que voce fala do leste, da mais vontade de conhecer a Hungria. Voce deveria receber um titulo honorario desses paises pela divulgacao. Se for depender de filmes Americanos para enchergar a Russia e cia estamos fritos.. abs

  4. Apesar de sua informação da “frota de aviões sovieticos” o modelo que aparece na foto é um Fooker 100 ( o mesmo utilizado pela Tam por vários anos) de fabricação Holandesa e não Russa.

    Gosto da forma como retrata as notícias (o mode de escrever… sem cerimóias).

    Temos também algo em comum… carros antigos ( uns chamam de carros velhos… eu prefiro Clássicos !!)
    fotos dos mesmos no meu end. do Facebook.

    Abraços.
    Hernández

  5. Heron Heinz disse:

    quase concordo contigo… mas o mundo ganha graça de novo quando pessoas legais não nos deixam esquecer lugares, idéias, lembranças legais, gracias pelas crônicas, Flavio!

  6. G. B. disse:

    Falas de aviões soviéticos e colocas um Fokker 70 para ilustrar o post? É um avião adorável, mas bem mais exóticos são os soviéticos, de fato…

  7. Nelson disse:

    depois que a pan am com seus clippers pioneiros na travessia do atlantico,seus elegantes constelations, a nossa simpatica pannair por politicagem,aterrisaram,vasp,varig e MALEVOLAS de plantão não dou a mínima…..pode me esculachar mas as 2 foram gloriosas!!!!

  8. eufrasino disse:

    Poderia ter colocado as fotos da aeromoça tu sempre coloca foto de mulher mesmo aqui

  9. Luciano disse:

    Nossa! E agora? O que temos a ver com isso? Tadinhos… Agora voltemos ao que interessa, automobilismo…

  10. José Brabham disse:

    O “Céu” das empresas aéreas está ficando bem interessante: PanAm, TWA, Varig e agora Malév… (e o lindo azul da KLM e as cores fortes da Iberia subiram no telhado…)
    Sempre gostei de aeroportos e aviões, mas como disse o colega acima, o mundo está ficando muito igual, e, hoje em dia, gastar tempo em observar o pátio de um aeroporto durante uma conexão está perdendo a graça…

  11. Ettine disse:

    Hahaha, já pensou o seu blog atraves de telegrafo?

  12. Gabriel Cunha disse:

    Tristeza.
    Meu pai voou na VASP, somente. Aposentou nela. Ver uma companhia aerea, com anos de historia, se dissolver, infelizmente nunca foi novidade. Tem um monte de gente com historia pra contar.

  13. Renato B. Santiago disse:

    O mundo tá ficando muito muito pequeno! É como visitar shopping… em qualquer lugar do Brasil shopping é igual… shopping é a coisa mais chata do mundo!

  14. Beto disse:

    FG,
    Você está ficando velho e saudosista.
    Pense por outro lado. Agora você viaja de GOL (que deu sumiço na VARIG), comendo deliciosas barrinhas de cereal, tomando refrigerante quente e ajudando o Constatino a correr de Estoque (como você mesmo diz).
    Veja que mundo maravilhoso estamos.

    • rodrigo mota disse:

      mas paga passagens mais baratas e tem mais vôos…

      preferes o que?

      é melhor um serviço mais simples mas que permita que todo mundo possa voar do que transformar 737s em limousines com preços astronomicos para vôos de 45 minutos…

      e o brasileiro tem sorte. tem sorte que não cobram despacho de segunda mala em vôos domésticos, tem sorte que a barrinha de cereal é de graça, tem sorte que ainda tem algum espaço na poltrona…

      não reclama não. o dia em que o “padrão ryanair” chegar no Brasil com passagens a 40 ou 50 reais no trecho Rio-SP-Rio mas que até a água é paga e o espaço é inexistente você vai sentir falta da barrinha de cereal :)

      • Beto disse:

        Não estou dizendo que o modelo antigo é bom, tanto que não sobreviveram. Mas aqui somos desrespeitados e ainda achamos bonito como você diz. Nossos aeroportos são um lixo, 80% dos voôs saem atrasados e o pior é que ainda achamos as passagens da GOL, AZUL e TAM baratas. Baratas aonde? R$ 350,00 por um voô SP – Rio. Que venha o modelo Ryanair, pagamos por tudo, mas, a passagem realmente é barata.

      • rodrigo mota disse:

        é. mas veja bem. para o modelo “Ryanair” e EUA dar certo precisa ocorrer o seguinte:

        1) os aeroportos precisam ser muito maiores, um aeroporto internacional com somente 2 pistas é uma vergonha. qualquer aeroporto internacional nos EUA tem no mínimo 3 pistas, do mesmo tamanho e com ILS em todas elas. terminais de passageiros a perder de vista e pátios enormes…

        2) tirando Sao Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte não temos cidades com mais de 1 aeroporto. assim sendo se você vai para Curitiba ou Porto Alegre você precisa descer no internacional e pagar uma taxa absurda por um serviço inexistente. precisamos ter mais de 1 aeroporto por cidade. um grande com capacidade para vôos longos e outro menor, mais simples, mas que tenha taxas aeroportuarias menores e resultem em tarias menores…

        3) menos mimo com o passageiro mas com um tratamento descente. eu entendo que comer no avião é bom, mas vôos de 45 minutos não justificam um banquete. um copo de refrigerante é mais que o suficiente. vôos domesticos longos/internacionais justificam uma refeição. que não precisa ser de luxo, apenas em nível compatível com a duração do vôo. se quiser uma comida mais elaborada, compre a parte…

        4) volta da primeira classe em vôos domestico, quem quiser mais luxo pague diferenciado e tenha mais privilégios. quem quiser pagar pouco vá na economica…

        5) eu digo que se a Ryanair viesse ao Brasil os preços iriam baixar e muito, o preço somente da passagem no SP-Rio chegaria a 50 R$, mas você não poderia fazer check-in (teria de ser web check-in), nem despachar mala, nem tem serviço de bordo etc. tudo isso é pago separado. mas você que vai viajar a negócios só com sua mala de mão iria ser um cliente frequente…

  15. EduardoRS disse:

    Foram trocar Tupolevs por Boeings, deu nisso.
    Uma pena, sempre é triste ver uma cia aérea clássica encerrando operações.

  16. Flavio disse:

    Flavio, meu xará, sei que o assunto nada têm haver com os belos aviões do Leste, mas, como sei que aprecia carros que marcaram gerações, o que meu conterrâneo pretende fazer com o opala, 1977, que fora do pai, é uma aberração!
    Eis a história:

    http://eptv.globo.com/piracicaba/variedades/NOT,1,5,391768,Dono+de+carro+contornado+por+asfalto+faz+campanha+para+ir+ao+Caldeirao.aspx

    Alguém sabe de um meio a convencer esse sujeito a não fazer uma aberração de tunar um carro tão especial, e que, pela matéria requer pouco mais que uma retífica de motor?

    Abraço

    Flavio Camilo

  17. Antonio disse:

    Daria pra postar umas fotos das aeromoças também??

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>