MENU

quinta-feira, 13 de novembro de 2014 - 17:57F-1

SCHUMI, 20

1994_Schumacher

SÃO PAULO (o cara)Foi num dia 13 de novembro, em 1994, que Michael Schumacher conquistou seu primeiro título mundial. Para chegar lá, na temporada mais triste da F-1 moderna, o alemão não pensou duas vezes quando viu a taça escapar de suas mãos no fim do GP da Austrália, em Adelaide. Depois de lamber o muro e ficar com o carro todo torto, Michael viu Damon Hill se aproximando rapidamente. Ia passar. A porta foi fechada, a batida foi inevitável, e o abandono o deixou por alguns minutos angustiado, encostado num poste.

Mas a suspensão de Hill entortou, e não teve jeito. O inglês da Williams abandonou, também. Placar final: 92 a 91 para Schumacher, então da Benetton.

Michael tinha suas razões para mandar o espírito esportivo às favas em 1994. Se sentiu muito prejudicado com o rigor da FIA, que o suspendeu de duas corridas por conta de uma desobediência em Silverstone. Fora punido com um stop & go, e não cumpriu. A direção de prova desclassificou o piloto e o tirou dos dois GPs seguintes. Na Bélgica, por irregularidades no carro, também foi desclassificado. Resultado: das 16 etapas daquele campeonato, foi eliminado de quatro. Teve de conquistar o título em 12 corridas, contra as 16 que Hill teve a chance de pontuar.

Há quem acuse a Benetton de ter roubado descaradamente naquele ano, disfarçando sistemas eletrônicos banidos no final da temporada anterior e também trapaceando nos reabastecimentos. É tudo verdade. Mas, em 1994, todo mundo roubou. A FIA não estava preparada para detectar traquinagens cibernéticas e as equipes grandes usaram e abusaram das falcatruas. Falo disso no “Bom Dia, GP!” de hoje.

Dali em diante, Schumacher ficou com a fama de mau esportista. Injusta. Todo mundo, em algum momento, aprontou na F-1. Como se diz, não há santos nas pistas. Muito menos entre aqueles que se tornaram vitoriosos.

171 comentários

  1. nelson weiss disse:

    Schummy foi o mais perseguido piloto de todos os tempos. Fizeram de tudo para lhe tirar pontos e diminuir a sua superioridade. Tiraram pontos, desclassificaram em corridas, tiraram pontos de um ano, trocaram pneus, rodas, tudo para ele parar de vencer, mas nada adiantou, ele era mesmo muito superior ao resto. Só para não esquecer: aposentou um tri campeão em seu ano de estréia, matou de raiva o Semi Deus no seu primeiro ano completo(92) ainda chegando na frente no campeonato. Realmente, os seguidores de GALVÃO e companhia não podem gostar dele.

    • Razor disse:

      Se ele era tão superior, mas TÃO superior mesmo, porque tinha que se esconder atrás de contratos para não ter concorrência dentro da sua equipe? Tinha medo de rodas-presas como Verstappen? Medo de Johhny Herbert com as duas pernas quebradas sendo posto dentro do carro? De Irvine? De Barrichello? Medo de Rubens Barrichello!!!??? Peraí…peraí…tem alguma coisa errada nisso!
      Vamos ver como esse ser superior se sai quando o outro piloto da mesma equipe pôde disputar contra ele: Nico Rosberg dá-lhe três anos de surra!
      ESSE é o ser tão superior, Herr Weiss?
      Não, não era não.
      Superiores eram os pneus da Bridgestone entre 1999 e 2004.

  2. Michael Schumacher substituiu Alain Prost rapidinho como rival de Senna surpreendendo todo mundo, até o próprio Senna. Como o Senna acabou morrendo logo no início do campeonato, então o despreparado Damon Hill que era um segundo piloto subalterno herda a Williams de forma inesperada tendo que aprender pegar a equipe na mão logo de cara numa situação um pouco parecida com a de seu pai em 1968 que herdou a Lotus do falecido Jim Clark. O Damon Hill só teve essa chance de lutar com o Schumacher devido suas quatro punições no ano que coincidentemente resultaram em quatro vitórias pro Hill. Na decisão o Schumacher largou bem liderando a corrida até errar e bater desesperadamente no Hill que se tivesse pisado no freio seria o campeão. O Schumacher saiu do carro chorando e pensando que estava derrotado, mas logo recebia o aviso do abandono de Hill que estava com sua barra de suspensão do seu lado esquerdo torta. Depois disso tudo o Schumacher torna-se o primeiro campeão alemão da F1 em 45 campeonatos.

  3. tonirico disse:

    A fama de mau esportista não é injusta pois ele jogou o carro contra o villeneuve depois da mesma maneira.

    • nelson weiss disse:

      Mas perdeu todos os pontos, já um tri campeão jogou o carro em cima do outro, confessou isso e aconteceu o que? ficou como campeão, nem um pontinho perdeu, e é considerado um exemplo de esportista. ARGHHHHH

  4. Danilo A. disse:

    Não se tolera jogar o carro em cima do adversário, em qualquer circunstância. Pior ainda se for pra ganhar um título. Não é injusto dizer que Schumacher foi um péssimo esportista.

  5. Brabham-5 disse:

    Parabéns ao MAIOR PILOTO DA HISTÓRIA DA F1 MODERNA.
    O maior campeão: 7 TÍTULOS.
    Pulverizador de recordes.
    Chupem viúvas.
    Que se danem os mimimis e as murmurações de recalque.

    #keepfightingschumi!

  6. Luiz G disse:

    Depois de quase 90 comentários, não há mais nada a ser dito….
    …Mas só pra participar:

    Também acho que Schumacher ficou com uma fama pior do que merecia…mas sempre lamentei o Hill ter pago o pato de toda bagunça da temporada.

    Acho que teria sido mais interessante ele ter ganho aquele título e Schumacher ser bi-campeão em 95 e 96.

    Por outro lado, a postura cavalheiresca de Hill após a batida e a conquista de um título 2 anos depois, escreveu Damon Hill em letras maiúsculas na história deste esporte.

  7. Johelmyr disse:

    “Há quem acuse a Benetton de ter roubado descaradamente naquele ano, disfarçando sistemas eletrônicos banidos no final da temporada anterior e também trapaceando nos reabastecimentos. É tudo verdade. Mas, em 1994, todo mundo roubou.”

    1 – Não há mais acusação. Foi comprovado e punido. Houve comprovação do crime.

    2 – Ferrari, Mclaren, Williams e todas as outras estavam fora do regulamento? Quem organizou essa merda??? A CBF??? O Congresso Brasileiro???

  8. Mauricio disse:

    Exagerada talvez. Injusta não.

  9. Luiz disse:

    Se sentiu muito prejudicado com o rigor da FIA? O que mais me chateia foi o fato do Ayrton ter morrido tentando vencer um caro “ilegal”, e da babaquisse do Frank Williams de nao ter colocado uma reclamacao junto a FIA, coisa que o Ayrton pediu a ele fazer!!!!

    • Christian - Do Niva disse:

      E quem disse que a Willians não tinha suas ilegalidades?

      • Roberto disse:

        E quem disse que tinha ilegalidades? O fato é que o carro de Schumacher tinha irregularidades, que foram detectadas e punidas. A Williams não foi sequer acusada de coisa alguma. Fazer acusações com base em “talvez” é má fé.

      • Razor disse:

        A Williams corria com direção hidráulica, coisa que era proibida pelo regulamento naqueles dias. Ferrari e Benetton também tinham direção hidráulica.

    • Luiz Morais disse:

      O Ayrton não morreu por tentar superar um carro ilegal. Ele morreu por ter mandado alterar a barra de direção do carro dele, por ter abusado na retomada da corrida com os pneus muito frios ainda e para sua informação, o capacete do Ayrton estava fora de norma pesando 1kg a menos do que os homologados, pois ele sentia dores no pescoço. Portanto a culpa não foi da Williams, nem da Benetton e nem de ninguém, foi mera casualidade, ineliz, mas casualidade.

  10. Daniel disse:

    Há muitos “Dicks” por aí, Schumacher foi apenas mais um. Senna, Piquet, Prost, Alonso, Nelsinho, Nico… a lista é grande. Fora do esporte é ainda maior: Lula, Dilma, Dirceu, Genoíno, Delúbio… mas sempre há alguém pronto a defendê-los.

    • Roberto disse:

      Não senhor. Ele foi o PAI dos vigaristas. Passou de todos os limites. Ficar acusando os outros para minimizar o que Schumacher fez é a tática usada por todos que o idolatram. Se todos eram vigaristas “por igual”, por que Schumacher sempre é o mais citado nesse quesito? Por que os que são fãs dele sempre precisam fazer ressalvas para defender um piloto que, com sete títulos, não teria motivos para ser questionado?

      • Paulo Pinto disse:

        Sua afirmação não tem valor sem o teste de DNA.

      • José disse:

        Schumacher é sempre o mais citado, no Brasil, em rasão da curta memória dos brasileiros! A “desinformação” da Globo (Galvão e Reginaldo) contribuem para isso!
        Diga apenas uma atitude do Schumacher que o Senna não tenha na sua carreira! Senna foi tão Dick quanto Schumcher, mas no Brasil, sempre se encontra uma desculpa para justificar as atitudes do brasileiro e condenar apenas as atitudes do alemão! Por aqui, não basta dizer que Senna, Piquet, Emerson, Fangio, Alonso, Vettel, Schumacher, Rosberg (pai), Prost e tantos outros foram excelentes pilotos, tem que desmerecer o talento e os feitos de todos para exaltar o brasileiro! É ridículo!

    • Edu disse:

      Assim como há sempre alguém pronto a atacá-los, com provas ou não, né Daniel? Em tempo: foi pra rua hoje, pedir o golpe?

  11. hermann disse:

    Vi o video,, legal,, é de fato uma boa recordação, Só vi o Senna o Prost e o Schumacher jogarem deliberadamente o carro para cima de outro piloto diretamente, mas lembro tambem que num GP em 1998, ou 99 com chuva o Coultard freiou estancou o carro bem na frente do Schumi que encheu a traseira do Mclaren, o o alemão disputava o campeonato com o Mika Hakkinen.
    Discordo que o Schumacher foi o maior pilotos de todos os tempos, nem os números apontam isso . Schumi ganhou 7 titulos, disputou 307 GPs, ganhou 91, 29,6%, fez 68 poles, 22%. O Fangio ganhou 5 titulos, disputou 51 GPs, ganhou 24, 47%, fez 29 poles, 57%,

  12. Paulo disse:

    Essa dele de 1994 eu vi como normal (dentro dos critérios de normalidade na F1)

    Agora a batida de 1997 no VIlleneuve, ali sim foi demais. .

  13. GUS disse:

    A verdade é que o alemão foi muito superior em 1994, com ou sem as falcatruas iniciais, o cara dominava…mesmo Senna, com a versão B do Williams (com Schumi correndo todas as provas, claro), passaria muito, mas muito trabalho se não tivesse morrido. Seria um campeonato grandioso, e nunca saberemos como terminaria…
    O campeonato foi para as mãos de quem merecia, do melhor piloto – desclassificar o infeliz por causa de um prancha com 0,5 mm a menos foi um pouco demais né?

    • Roberto disse:

      Não fez uma ultrapassagem sobre o Senna em 1994, e só passou o Senna nos boxes em interlagos pois a bomba de combustível estava fora do regulamento para acelerar o abastecimento. E Schumacher também não fez nenhuma pole. A primeira pole dele foi exatamente depois que Senna morreu.

  14. Rafael Chinini disse:

    sem querer ser aquele chato fã do Senna, mas fico pensando se o Hill ficou a 1 ponto do Schumi, o que o Senna faria no resto da temporada. pq a Williams claramente melhorou depois.

  15. Roberto disse:

    “Fechada de porta”? O alface bateu no muro e com o carro estropiado esperou o Hill passar e jogou o carro nele. Pelamor…

  16. Pedro Fonseca disse:

    Essa foi a melhor temporada da carreira do Schumacher na Fórmula 1. Independente de ter sido ajudado por algumas safadezas da Benetton, o alemão guiou demais. Dominou de forma absurda as corridas do início da temporada (a única que talvez ele teria mais trabalho seria em San Marino, mas aconteceu o que aconteceu e depois do ocorrido ele dominou também essa prova). E mesmo na Espanha, onde não venceu, ele foi brilhante.

  17. Chupez Alonso disse:

    Schumacher é o maior vigarista da história da F1. E o segundo (mais um Vice!) é o Alonso. Não é mera coincidência os dois serem crias do Briatore.

    Diz-me com quem andas e eu dir-te-ei quem és.

  18. Sieg disse:

    O cara tem de ser muito bom pra ficar de fora de quatro corridas e chegar ao final com (uma ligeira) vantagem pra ser campeão. Mas eu suponho que, no fim das contas, se ele fosse um jovem piloto hoje, talvez não tivesse tanto sucesso: hoje não se pode gastar dias e dias treinando e desenvolvendo equipamento.

    • Allez Alonso! disse:

      Não se engane com esse alemães na f1. Ganharam ou com carros irregulares, ou com carros muito superiores aos outros. Quando têm concorrência direta, costumam jogar o carro pra cima dos outros pilotos, como fez Rosberg esse ano. É a escola alemã na f1, Verstapen já havia denunciado o carro irregular do alemão em 94.
      http://www.gpupdate.net/en/f1-news/272516/

    • José disse:

      Engraçado, Senna foi tri com o melhor carro do grid nas mãos, que foi desenvolvido pelo Prost. Engraçado ver como vcs esquecem do tempo que a Ferrari ficou sem ganhar um título! Engraçado como vcs esquecem que o Schumacher trabalhou durante quatro temporadas para desenvolver o carro! Fazer um curso de mecânica para poder conversar melhor com os engenheiros e mecânicos e, consequentemente, desenvolver melhor o carro não conta! Ser o primeiro a chegar e o último a sair nos testes tb não. A Ferrari deve ter ficado na fila, apenas para que o filho de um zelado do kartodromo de Kerpen fosse hepta campeão e adquirisse a fama que adquiriu! A teoria tem muito fundamento!

      • Razor disse:

        Você tem razão, Senna foi campeão com carros excelentes. 1988 foi um campeonato apenas entre ele e Prost, e ele venceu – assim como Prost o venceu no ano seguinte (com ou sem a batida de Suzuka).
        Mas em 1990 a Ferrari foi forte concorrente e, na segunda metade de 1991 o melhor carro era a Williams FW-14 (mas que ainda quebrava muito).
        Só discordo de que foi o Prost quem acertou o carro de 90 e 91.

        Quanto à Ferrari, não me lembro do Schumacher ter desenhado o carro para eles…e quatro dos títulos dele são mais por obra da Bridgestone do que da própria Ferrari. Ou do braço do alemão.

        Talvez resida aí a única diferença entre Senna e Schumacher: enquanto Senna enfrentou um campeão em igualdade de tratamento dentro da equipe, Michael sempre se escondeu atrás de contratos para não disputar corridas contra seu companheiro de equipe. Em 1988, Senna bateu Alain Prost. Schumacher ganhou de quem em 2002 e 2004? Correu sózinho, por covardia de enfrentar Barrichello…

      • Roberto disse:

        Ninguém está dizendo que Schumacher foi um piloto fraco. Ele, apenas, era mau esportista. E a quantidade de títulos também foi um pouco distorcida porque ficou sem nenhum piloto de seu nível desde 1994. veja o exemplo de Vettel. Quatro títulos seguidos, e quando a coisa apertou um pouco, tomou uma “lavada” do companheiro. E foi embora para a Ferrari!

  19. Fontana o poderoso disse:

    Claro, Senna e Prost viviam brincando de jogar o carro um no outro nos finais de campeonato. Schumacher fez o mesmo com o Hill, e o burro do Hill ao invés de pisar nos freios e evitar a colisão, bateu e perdeu o título. Hill poderia ter o mesmo número de títulos de Alonso se tivesse sido mais inteligente.

  20. Everson Bento disse:

    Não se esqueçam também uma vez em Monâco, no qualifying, quando dick vigarista ficou com o carro atravessado na curva, e alegou que havia tido um problema mecânico, quando na verdade, ele havia parado propositalmente para prejudicar o Alonso, que vinha em volta rápida, e, foi até punido por isso. Óbvio, não existem ” Santos” na F1, mas com certeza, o Dick é Rei nesse quesito da pilantragem.

  21. cfmorais disse:

    Schumi claramente jogou o carro contra Hill após sair da pista. Teria que ser punido e perder o campeonato. Mas tendo Briatore como chefe de equipe …

    O duplazinha. Talvez só superada por Briatore e Alonso.

  22. Segafredo disse:

    O pior campeão que a F1 teve…………coxinha, mau caráter, arrogante, etc….Mas a vida tratou de lhe colocar no devido lugar e agora nem os seus nrs. mentirosos podem ajudar!

  23. Essa corrida foi palco também da última pole, da última vitória e, consequentemente, do último pódio de Nigel Mansell na Fórmula 1.

  24. Roberto disse:

    Naquele ano, todo mundo aprontou. Mas um aprontou mais que os outros: Schumacher. O maior mau caráter da história da F1. Se tivesse que matar alguém dentro da pista, como quase fez com o Barrichello, jogando-o contra o muro em 2010, ele mataria, como de fato assumiu o risco de fazê-lo. Ele aprontou nessa, mas não só nessa, em muitas outras também. E quem jogou o carro em cima do Hill foi ele, e não os outros pilotos que teriam “aprontado” tanto quanto. Se todos são canalhas, um é mais canalha que os outros. Chega a ser inacreditável, no mínimo, alguém dizer que ele ficou com a fama de mau esportista injustamente. Tem que gostar muito do cara, para não enxergar o óbvio. Schumaquear, o verbo que poderia ser criado, com justiça, para significar atitudes anti-desportivas e destrutivas; atitudes vazias de caráter. Sem mais.

  25. Mano disse:

    Entendo que um erro não justifica outro … Não foi um ato isolado do Schumacher … Minha opinião …

  26. Carlos Tavares disse:

    O melhor piloto que o mundo já viu. Lenda. Danke, Michael.

  27. hausensson disse:

    Não foi jogo sujo. pra mim, foi jogo duro. Uma Catimba, talvez….

    Todos pilotos competitivos que querem muito ganhar o titulo jogam duro tambem!

    Hoje vemos o Rosberg fazer isso.( e eu não duvido do Hamilton fazer tb em Abu Dhabi).

    E a maior glória da carreira de um piloto, e talvez a unica chance, Ninguém quer perder uma chance dessas.

    Não condeno Schumacher. Talvez, no lugar dele eu fizesse o mesmo…

  28. Mauricio P. disse:

    Como assim tinha suas razões? Tinha sido punido ora por uma coisa ora por outra. Além do que, não nos esqueçamos que Flávio Briatore era chefão da Beneton assim como era da Renault no caso Cingapura. Se ele tinha razão pra fazer o que fez e em outras tantas vezes tbm, vamos dar um “viva” à vigarisse.

  29. Marques disse:

    Hahahaha todos roubaram…. Pobre Schumacher…. Ele roubou sim, trapaceou, e foi bem suspenso pela FIA. Isso não diminui o piloto que foi. Assim como o que Senna e Prost fizeram anos antes não os diminuíram. Reclamas incessantemente (com razão) das frescuras em torno de Senna mas tem comportamento idêntico quando se trata do alemão. E a fama de mau esportista não tem a ver só com esse episódio… 1997 e 2006 são outros exemplos.

  30. Paulo Z disse:

    Eu lembro dos meus tios ligando em casa de madrugada pro meu pai, depois da batida….puuuuuuuuuuutos da vida! rsrsrs

  31. Nico disse:

    Hill abalroou Schumacher.
    Exatamente como Mansell fez com Senna em Estoril 1989.
    Exatamente como o próprio Hill havia feito com Häkkinen em Monaco 1994.
    Exatamente como Hill fez com Irvine em Aida 1995.
    ABALROAMENTO: quando aquele que está atrás, e portanto é o único que pode causar ou evitar a batida, não freia o suficiente para evitar o choque.
    Mas Hill pagou na hora pelo erro.

  32. Pablo disse:

    Considero injusto também esse apelido de Dick Vigarista ao Schumacher. Mas os mesmos que o condenam por isso, idolatram um certo alguém que já fez o mesmo antes..
    Além da data marcante do primeiro título do maior da história da F1 (não adianta contestar, os números estão aí pra isso), vale ressaltar também que essas punições contestáveis da FIA já não são de hoje, como essa que o Schumacher levou na época… Tomar um Stop-and-go só pq chegou a passar o Hill na VOLTA DE APRESENTAÇÃO? Absurdo

    • rogerio florencio disse:

      Se fazia parte da regra e se o piloto descumpriu essa a regra, não deveria ser punido? Ou não deveria ser punido porque era o Schumacher? E se fosse o Frentzen? Deveria ser punido?

  33. Eduardo_SC disse:

    Eu nunca vou esquecer o quão putcho fiquei nessa madrugada. Fiquei alguns anos muito putcho vendo o Schumacher ganhar os pontos, os títulos que “deveriam” ser de Senna. Mas cheguei ‘a conclusão que não. Seria um título no máximo, o de 95, Resignado depois da aposentadoria de Schumacher, comecei a gostar mais dele e quando voltou a correr mais ainda. Permaneceram as coisas boas.

      • Eduardo-SC disse:

        Basta ter bom senso. Em 94 Senna estava 40 pontos atrás. Hill pontuou em todas e foi daquele jeito no final do ano. Em 95 Hill não levou por que era muito ruim, apesar do motor Renault da Benetton. Em 96 Senna deixou claro que ia para a Ferrari e todo mundo sabe que nesse ano nem Schumacher conseguiu dar jeito naquele carro, pelo menos até 2000. Até aí eu acredito que Senna já estaria bem sacudo para continuar. É apenas um “exercício”, não é exoterismo. Agora curioso como os mais ” novinhos” , que não assistiram corridas nas décadas de 80/90, têm perspectivas distorcidas sem nunca terem presenciado as conjecturas da época. Ou até estavam, mas de chupeta na boca.

      • Segafredo disse:

        Amigo Eduardo…..não era 40 pts atrás e sim 20! Imola foi a 3a corrida, na qual, concerteza Ayrton faria(não fosse a gambiarra) 10pts…..

        ……acho que vc não acompanhou de perto como menciona!

    • Razor disse:

      Acho meio difícil o Senna ter deixado claro em 1996 que iria para a Ferrari…

  34. Thiago disse:

    Schumacher mau esportista.

    • Nico disse:

      Talvez para Você Senna seja um bom exemplo. Suzuka 1990

      • Robertom disse:

        A vingança foi um prato comido frio…

      • Roberto disse:

        Senna fez em 1990 o que tinha que ter feito em resposta à FIA e ao Prost. Se não o tivesse feito, teria ficado desmoralizado. E ele não “jogou o carro” para cima do Prost. Ele não tirou o pé, sabendo que o Prost tinha mais a perder do que ele, Senna. E Prost ignorou isso e fez a curva normalmente.

      • Razor disse:

        Acho curioso os fãs do Dick Vigaristas concluírem que, se o cara não gosta do Queixudo então obrigatóriamente é uma Viúva.
        Schumacher nunca foi o grande adversário do Senna.
        Senna disputou a F-1 contra Prost e Piquet.
        Schumacher ainda mal tinha começado a disputar o título quando Senna morreu.
        De verdade, eles só se enfrentaram em 1994 – por suas corridas! E numa delas Senna foi posto para fora da disputa na largada. . . ou seja, os dois só disputaram diretamente o GP do Brasil.
        Muito pouco para Michael Schumacher poder ser posto como o grande rival do Senna.
        Senna mal tomou conhecimento dele!

  35. Rogerio Florencio disse:

    Então o legal é dizer os nomes dos pilotos que são exemplos de maus esportistas, Aquela seleta classe de pilotos que fazia qualquer falcatrua para ganhar uma taça. Pilotos do calibre de Senna, Prost e, inclusive, Schumacher. Com as regras atuais, Prost seria tri, Senna bi, Schumacher hexa ou penta, sei lá, também não importa. Com a F1 atual a impressão que fica é que esses ex=pilotos não despertam muita saudade dos poucos espeectadores.

  36. Paulo Pinto disse:

    Há vinte anos, nesta data:

    Damon Hill enfiou o carro da Williams onde não cabia.
    Schumacher foi “batizado” injustamente de Dick Vigarista.
    O Herdeiro de Fangio dava início ao maior reinado da Fórmula-1.

  37. Luis disse:

    Flávio

    ocorreu algum erro aqui no blog.
    Fiz um comentário(Nome Luis) e após clicar em Publicar comentário, a tela que apareceu foi a do usuário Pacheco e o comentário dele aguardando moderação..

    segue o link para imagem capturada da minha tela e publicada no imgur
    http://i.imgur.com/Oud6IZv.png

  38. Razor disse:

    Fama INJUSTA de mau esportista? Ah vai pastar, Flavio!
    Se tivesse ficado só nessa, vá lá, é fama injusta…mas e contra o Villeneuve? E contra o próprio irmão em Mônaco? E contra o Hakkinnen em Macau? Webber (ou terá sido o Coulthard) na Austrália 2004? O cara é o verdadeiro Dick Vigarista! Nunca pensou duas vezes em jogar o carro contra um adversário – sem avaliar os riscos de suas manobras para ele, para o outro piloto e para os fiscais e torcedores que poderiam ser atingidos pelos respingos de suas *erdas.
    Como piloto bissexto, vc deve saber a diferença entre uma fechada de porta e de dar uma batida proposital. E acho bom você se posicionar, senão seus colegas de pista vão começar a achar que podem te jogar pra fora da pista e depois dizer que foi uma “fechadinha de porta”…e aí você não vai achar engraçado.

  39. Luis disse:

    Aquela batida no carro de Hill foi muito pior do que as duas batidas entre Senna e Prost.

    O cara bateu e depois fez a patifaria contra o Hill.
    http://www.youtube.com/watch?v=uV4FFTHjS0c apartir de 2:00

  40. Pacheco disse:

    Pois então. Schumacher era o Schumacher, um piloto de grande talento em formação, ainda muito jovem em 1994. Mas o Briatore e o Walkinshaw… não dá para dizer que fossem pessoas imbuídas de grande espírito esportivo, dá?

  41. Valerio disse:

    É o autêntico rouba mas faz, alguns relevam,

  42. José Brabham disse:

    Discordo. Os únicos que aprontaram desse jeito aí de Schumacher (diretamente no seu adversário direto no final do campeonato) foram o próprio, Senna e Prost.

  43. Wagner Almeida disse:

    Dick Viga… sem mais…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>