LEGIÃO URBANA | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

sexta-feira, 19 de agosto de 2016 - 20:45Legião urbana

LEGIÃO URBANA

Picape Matra, cabine dupla. É tudo que posso dizer. Das coisas mais raras que já vi nas ruas da cidade. Vocês, que entendem, falem dela!

ATUALIZANDO…

Como ninguém falou nada, vejam aqui a história desta Matra que, ao contrário do que alguém possa ter imaginado, nada tem da França. 

18 comentários

  1. Marcus Quintanilha disse:

    A idéia do empresario era fazer com que os orfãos da Toyota Bandeirante que acabara de sair de linha tivessem uma opção “moderna e confortável ” para o uso no trabalho rural.
    Se aproveitou de vários subsídios concedidos pelo então governador Jayme Lerner qual anunciava que está fabrica seria a revolução do norte pioneiro.
    Basicamente usava o conjunto motor e câmbio da Ford Ranger, o motor era o Maxxion-Rover de 115cv.
    Moro na região e não se via nenhuma rodando por aqui,passando em frente da fabrica poderia ver alguma unidades sendo montadas de maneira artesanal e diziam que lotes eram vendidos para concessionárias do estado de Goias.
    O proprietário também tinha uma empresa de biodiesel na cidade de Cornélio Procópio em frente ao aeroporto municipal localizado as margens da Br 369. Ali sempre via duas unidades trabalhando ambas na cor vermelha.
    Li em alguma revista da época que eram bastante problemáticas principalmente em relação a resistência do chassis,transmissão e parte elétrica.
    A marca como não tinha rede própria as pick-ups eram vendidas em concessionárias de tratores e implementos agricolas.

  2. Marcelo disse:

    Um BR-800 metido a Hummer

  3. Ricardo disse:

    Morei em Ibaiti na minha adolescência, a montadora era um mistério (pelo menos para garotos de 12 anos, hehe), porque apareciam muito poucos carros no pátio! Passei agora há pouco pelo local onde era a fábrica, hoje é partilhado entre uma oficina especializada em cardãs, uma fábrica de móveis e uma transportadora.

  4. ANTONIO disse:

    Eu vi uma dessa próximo do extra da av interlagos, é gigante…..

  5. JONAS disse:

    Um amigo tem uma guardada na garagem, novíssima. Diesel.

  6. Valério Paiva disse:

    A Matra pertencia ao Nivaldo Trama, que morreu em 2009 e que foi dono da da FASP – Faculdades Associadas de São Paulo e foi presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Biodiesel.
    Só não sei se ele foi o mesmo Nivaldo Trama que pilotou na Divisão 3 na década de 70.

  7. Pedro Assis disse:

    Acho que daria para colocar a tag “ESQUISITICES” nisso daí, não?

  8. Flavio Bragatto disse:

    Tinha uma Cabine simples no OLX pra vender, tem uns 2 meses que vi.
    Acredito que ainda esteja lá.

  9. EDER CASAGRANDE disse:

    Eu teria uma!!! Simplesmente incrível.

  10. Mauro Brisola disse:

    Só para complementar: o nome MATRA foi usado primeiro pela empresa instalada em Florianópolis no final dos anos 80. Como contração de “máquinas de transportes”. Eu era estudante de engenharia na época e estive em uma visita na fase embrionária da empresa. A ideia era fabricar caminhões e quem estava por trás da empreitada havia trabalhado na Agrale.

  11. Fernando disse:

    Acho lamentável não termos fabricantes locais interessados em produzir veículos simples e robustos com vocação para o trabalho, inclusive no segmento inferior como as pequenas pick-ups chinesas. Este segmento é desprezado pelas grandes indústrias de automóveis que querem nos vender verdadeiras traquitanas tecnológicas a preços absurdos.

  12. Renato de Mello Machado disse:

    Teria fácil, na época eu até olhei, mas confesso quê já tinha me esquecido dela.

  13. Gustavo disse:

    Esse carro fica estacionado todos os dias perto da minha casa, todos os dias quando vou correr passo por ele, e sempre passo olhando. Posso ajudar a achar o dono, se precisar.

  14. Fernando disse:

    Eu lembro dessa pocape. Na época teria preç muito bom . Uns 40k numa época em que um s10 cabine simples a gasolina custava uns 50k.
    Essa Matra foi a mesma empresa que fabricou no começo dos anos 90 um caminhão médio com desenho meio copiado dos Scania quadrado.
    O dono acho que se chamava Nivaldo Trama – Matra era um anagrama com o sobrenome do sujeito. Um latifundiário com investimentos em uma universidade particular cujo nome esqueci.
    Era qusase um caminhão pequeno com a cabine avançada e chassis de longarinas retas. Acho que apenas a revista MotorShow fez uma reportagem pequena sobre o modelo.
    Parece que a produção tres anos mas o modelo chegou a sofrer algumas alteração importante ao incorporar uma cabine mais larga. O Modelo fotografado ja é desta segunda fase.
    Ha muito tempo encontrei uma entrevista bem curta com o dono dizendo que havia parado a produção para aperfeiçoar o produto – eu acho que a parada o ocorreu por falta de cascalho. O cara chegou a afirmar que haveria uma versão furgão do modelo.
    Uma noticia da gazeta do povo afirma que vendeu o ferramental em 2004 para um grpo amazonense que levou o ferramental para manaus.
    Depois disto não encontrei mais notícias.

    Eu achava bastante simpática essa picape com pinta de Unimog magricela. Mais um que ficou pelo caminho.

  15. Nicolas disse:

    Fabuloso! Essas raridades me atraem muito. Jamais tinha visto uma Picape Matra Cabine Dupla. Peças raras, como Tempra SW, o tal Astra 95, 2.0 e pequeninho, importado; Dodge Stealth 1993, Meganes frente antiga 2003 (o último que saiu daquele jeito), Fiat 147 Spazio 1986 (último ano), Santanas 2006 (último ano que saiu), SPs2, Polaras, Karman Ghia, Kombi cabine dupla, Renault Laguna (carrão!), Laguna Nevada, Marea 2007 (último ano dela), Twingos 2003, todos trazem atrás de si uma história, quem sabe o “tchau’ da despedida, e por isso mesmo e por histórias como essas, ou de sobreviventes nas ruas como essa Picape Matra, que tornam esse blog sensacional… destas raridades já consegui “saborear” e ter quatro delas: Twingo, Laguna, Polara e um inesquecivel Oggi 1985, que tive que vender em uma semana ameaçado que fui de se não vender ter que dormir na casinha do cachorro… essa Matra da foto é a campeã de todas as raridades…

  16. Wilson disse:

    Flavio, a Matra era fabricada em Ibaití a 150 km aqui de Londrina, era em fibra, usava um motor diesel ( talvez MWM) cambio Clark, eixo e diferencial Dana.
    Estive na linha de montagem, o ano acho que 1998.
    Valeu
    Wilson

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>