MENU

segunda-feira, 3 de abril de 2017 - 19:26Cinema, Foto do dia

FOTO (S) DO DIA

Estou há meses com estas fotos dos primeiros testes do Copersucar-Fittipaldi, todas de autoria do genial Claudio Larangeira. São imagens que farão parte do filme que está sendo produzido sobre a história da equipe. Espetaculares. Quanto ao filme, não sei em que pé está a produção. A ideia era estrear neste ano. Aguardamos informações.

35 comentários

  1. Alexandre Carvalho disse:

    Cabe aqui a pergunta: quando estiver pronto, esse filma vai ser lançado direto em DVD ou no Netflix ou chegará a ser exibido em alguns poucos cinemas? E digo poucos porque, considerando o tema em questão, o público será bem baixo e segmentado. É material de nicho.

  2. jefferson disse:

    Hoje varios carros entre o fd01 ao f5 estao apodrecendo sem previsao nenhuma de restauração no interior de sao paulo ,. ao lado deles o March que o jose carlos pace guiou em 1972 no brasil

  3. Reinaldo Bascchera disse:

    Santa Ignorância…..

  4. Marques Goron R. da Silva disse:

    Fernando, tu és um verdadeiro Tchaca…

  5. Ricardo Talarico disse:

    Resultados muito superiores aos de equipes como, Manor, Hispania, Forti Corse e até Minardi. Foi um projeto de sucesso, pois conquistou pódios, lançou pilotos (como o campeão Keke Rosberg) , projetistas (Adrian Newey), chefes de equipe (Jo Ramires) e muito, muito mais.
    Na Europa, não faltam carros da Fittipaldi nos eventos de clássicos.

  6. Gabriel P. disse:

    Nada como a história para nos demonstrar como boa parte da imprensa brasileira é burra, canalha e com complexo de vira latas há muito tempo.
    Para quem não sabe ou lembra, a equipe foi desmoralizada injustamente de todas as formas possíveis pela mídia da época, exatamente como fazem agora com a Petrobrás.
    A impressão é que a imprensa brasileira odeia o país e seu povo, pois basta aparecer algo no Brasil que possa ser referência mundial para ser destruído.

  7. pedro araujo disse:

    só brasileiro mesmo, pra tratar a copersucar/fittipaldi como fracasso

  8. Miguel disse:

    Chorei de emoção vendo essas fotos! Meu falecido pai me levou para ver esse teste aqui ao lado de casa em Interlagos.

  9. Farid Salim Junior disse:

    Que bom que esse filme possa esclarecer ao público, tudo o que a Equipe Coopersucar-Fittipaldi passou para fazer história na F1!
    Teve tudo para dar certo… Não deu.. Teve tudo para dar errado… Mas, escreveu seu nome na história do esporte mundial!
    Sofreram com a imprensa da época – quase totalmente contra a ditadura militar (que, através do patrocínio de uma cooperativa bancada pelo governo, sofreu críticas duras de todos os lados!). Sofreram com os humoristas, que só denegriam a imagem da equipe junto ao público, chamando o carro de açucareiro, ou de diabético, e, ainda criticavam o Emerson por entrar pra Equipe, desistindo de lutar por mais títulos, no auge da carreira, acusando-o de decadente… Enfim, um apedrejamento geral por um público já acostumado a se destacar na categoria.
    E, para os parâmetros de hoje, fizeram bonito! Os registros falam por si…
    Que o filme chegue às telas, que o Emerson se recupere da fase negra por que passa e, que finalmente o público entenda e aplauda essa iniciativa patriótica dos irmãos Fittipaldi!
    E, a propósito: o filme sobre o Anísio Campos ficou só no curta feito pela filha? Não seria aquele curta-metragem um teaser do filme documentário? Diga lá, Flávio…

  10. sinval disse:

    a questão do fracasso ,com certeza é perspectiva de quem olha.
    independente do sucesso ou do insucesso, se foi mal administrado ou com projetos nulos , se vier a fazer algum comparativo , preservando as condições da época , com o que se pode fazer hoje .
    na minha forma de ver não houve fracasso não, de todos os ex pilotos que formaram equipes , poucos conseguiram ir tao longe qto foi os Fittipaldi,
    merecem um filme sim , pois fazem filme por ai com apologia pra bandido e nao sentem vergonha.

  11. Danilo Candido disse:

    Taí a dificuldade do brasileiro médio: compreender que nem tudo aquilo cujos resultados – seja qual for a esfera – sejam acima da média possa ser classificado como “fracasso”…
    Ahhhh, a lobotomização….
    Talvez o filme sirva justamente para reafirmar o vanguardismo da Copersucar Fittipaldi.

  12. zempa disse:

    História do automobilismo nacional, imbecil.

  13. José Marinho disse:

    Fracasso amigo? Veja as estatisticas d F-1, essa equipe fez mais bonito que muitas que surgiram na mesma época, e também mais que equipes que surgiram recentemente.

  14. Bruno Cruz disse:

    Sei que não é o lugar e local ideias para tal, mas como sei de sua paixão pelos “Lada Laika” (saudades do saudoso Meianov), achei de muito bom gosto a matéria do site abaixo:

    http://bestcars.uol.com.br/bc/informe-se/passado/historia-lada-laika-um-seda-duradouro-de-breve-carreira-no-brasil/

  15. joel lima disse:

    Vendo-se com os olhos de hoje, é fácil crucificar Emerson, dizer que ele fez um besteira enorme, deixando de ganhar pelo menos mais um título para ser piloto e dono de uma equipe brasileira. Tentou – e só se vence ou se ganha tentando. O fim da equipe é um símbolo do próprio país = no final de 82, quando o Brasil já tinha quebrado economicamente – e só por causa dessa quebra é que os fdps dos militares resolveram passar o país para os civis. Aliás, 82 é um ano doído = a morte de Villeneuve, o acidente que tirou Pironi da F1, a derrota da seleção brasileira no Sarriá.

  16. Marcelo Herdy disse:

    Flávio boa tarde, estava vendo uns vídeos do u2 do início da década de 90 e me deparei com um documentário sobre a turnê Zoo TV, na parte 3 fala dos Trabants mostra a fábrica e tal, não sei se já assistiu isso mas fica o registro era uma excepcional época! Abraço ( segue a parte 3 onde ,ais aparecem os Trabis )
    https://youtu.be/WvkhGGejjSI

  17. Mario Aquino disse:

    Fracassado é aquele que nem tenta realizar.

  18. Tadeu galhote disse:

    eu tenho orgulhoso de ter visto in loco os carros da copersucar com Wilson , Emerson , INGO e rosberg. Até hoje uso camisetas daquela equipe . Pe a que naquela época tínhamos uma imprensa que não entendia metda nenhum e não o valor devido. Durante a sua existência a equipe conseguiu aproximadamente 100 pontos onde o sexto colocado marcava apenas um.

  19. Lincoln Falcão disse:

    Sei la´se sai hein?/!!!.. Emerson t
    á vendendo o almoço pra comprar a janta….

    • Mario Aquino disse:

      O que você sabe sobre o assunto?
      E se soubesse deveria preserva-lo e não ser indiscreto.
      Faltou no mínimo educação.

      • Alexandre Carvalho disse:

        O que ele mencionou não é segredo para ninguém e foi amplamente noticiado pela mídia no ano passado. Emerson está devendo o que pode e o que não pode (a ponto de ter seus carros de F1 recolhidos , com razão, como parte do pagamento aos credores), e com trocentos processos correndo na justiça. Aquela história de homem de sucesso no mundo dos negócios é pura enganação. Só acredita que não conhece bem o quão bom piloto é o Emerson como homem de negócios, hehehehe.

  20. charles disse:

    Desculpe a informação “meio off”, mas você e os leitores do blog precisam ver isso. Trata-se de um fusca – trailer, é informado que foi comercializado e era chamado de Bugaroo’ ou ‘Beetle Minihome. Já tinha visto um desses? Alguém tem maiores informações?
    Segue link:
    http://ig-wp-colunistas.s3.amazonaws.com/obutecodanet/wp-content/uploads/2017/04/03203524/volkswagen_01.jpg

  21. Luiz Antônio disse:

    Quem é o cara de camisa azul? Tem cara de nerd dos motores.

  22. Rafael Cejulio disse:

    Os caras realmente tiveram muita coragem, realizando o sonho de montar uma equipe na F1. Minha única dúvida, são alguns boatos sobre uma má gestão e desperdício de grana em cima de projetos que não eram finalizados.
    Mas sem dúvida nenhuma, entraram pra história da F1.

  23. Leandro disse:

    Não a vi nas pistas e sinceramente só recentemente no blog do Rodrigo Mattar pude conhecer mais desta equipe, acredito que houvesse um pouco mais de apoio, mais alguns anos de vida e ela teria certamente conquistado mais espaço na F-1.

  24. Zé Maria disse:

    Aguardando com ansiedade o filme, pelos pequenos teasers já exibidos, será imperdível!
    As fotos são parte do registro histórico do time, embora a do Emerson dentro do cockpit já seja no FD-04.
    A seguinte, mostra o FD-01 com a tomada de ar da Tyrrell 002 que era de propriedade dos irmãos e havia ficado no Brasil após aquela exposição na Praça Roosevelt/SP ao final de 72.
    A última foto mostra o Jo Ramirez de blusa preta e no fundo à direita o mecânico Darcy, parceiro desde sempre dos Fittipaldi e do Divila.

    • moisesimoes disse:

      - Valeu! A verdade é que esses caras foram fantásticos.
      Num país com amnésia esportiva e automobilística onde circuitos são destruídos ou mutilados e o povão é manobrado ao bel-prazer dessa mídia farsante que está aí, nada mais justo trazer à memória o pioneirismo deles. Olhando as fotos com atenção ao background da época e tudo que envolve, só vem uma palavra: Épico!

  25. irio alex disse:

    Primeiro motor carenado da F1, não foi?E aquele com patrocínio da Skol era lindo!

Deixe uma resposta para Zé Maria Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>