MENU

quinta-feira, 22 de dezembro de 2005 - 16:24F-1

Aposto uma maria-mole

Com essa notícia de que a Mild Seven está indo embora da F-1, acho que fecha-se o ciclo. A Renault se manda mesmo no fim do ano que vem. Aposto uma maria-mole e uma paçoca.

Sim, eu sei que as marcas de cigarro estão todas tirando o time, etc. Mas é que é muita coisa ao mesmo tempo. Primeiro, Alonso avisa um ano antes que vai para a McLaren. Depois, ninguém na Renault se importa. Depois, começam a surgir especulações sobre sua saída e ninguém fala nada. Por fim, a Mild Seven.

Já vi esse filme.

14 comentários

  1. Q. Abranches disse:

    A Renault não apenas continua na F1 como também estuda a possibilidade de incluir a Nissan na parada…. Dando todo o suporte técnico da Renault Sport!

  2. PedroJungbluth disse:

    Não tem como culpar as montadoras. Elas são as únicas que mantém equipes na F1, as independentes não chegam perto em investimento.
    Mas gastar 500, 600 milhões por ano é complicado, como Mosley falou, isso é metade (as vezes mais) que o faturamento anual dessas montadoras.

    Sem redução de custo (que passa por uma administração nova da FIA) e maior repasse dos rendimentos da F1 para as equipes, a F1 como conhecemos não vai mais existir.

  3. Rangel disse:

    Talvez exista muito alarde por nada, a Renault se mostra preocupada em não gastar demais, manter Alonso não será uma tarefa barata, Flávio Briatore está apostando muito em Kovalainem e acha que ele substituirá Alonso a altura, o tempo dirá.

  4. Leandro Angelo disse:

    Eu estava ouvindo a CBN e num comentario do Celso Itibere ele comentou que o Carlos Ghosn vai larçar 1 pacotaço de medidas par cortar custos, alavancar vendas e melhorar a rentabilidade da Renault.
    Esse movimento todo, nesse momento, pode estar indicando que a equipe de F1 está com data certa para morrer ou mudar de mãos.
    Dessa forma vencendo ou não, Mad Max estava certo, bastou 1 ou 2 balanços negativos que as montadores se mandam da F1…

  5. PedroJungbluth disse:

    Flávio, vc mesmo no texto percebeu. Todas as marcas de cigarro vão sair.

    Isso não significa nada, já era previsto e esperado.

  6. Michel disse:

    A Renault pode até pular fora, mas a estrutura vai ser vendida para alguém.

    Tomara que seja algum maluco muito rico e independente.

  7. Phillipe Viana disse:

    A Renault já fez isso uma vez nos anos 70: correu em Le Mans até ganhar, quando ganhou saiu fora…

  8. zezinho disse:

    mas o que é incabível, e já foi falado N vezes aqui, é termos a cada par de anos uma mudança drástica no regulamento técnico… aí não há bolso que aguente

  9. zezinho disse:

    O pacotão do Tio Max é um tanto exagerado…

    Ainda não tive nenhuma conclusão a respeito, mas só tenho medo que corte o barato (as coisas legais) da F1…

    Se o novo pacto de concordia aumentar a margem de participação das equipes, o orçamento até poderia estar na casa dos 100, 150 milhoes de dolares… Isso soa razoável

  10. Veberlei disse:

    Por isso mesmo esse pacotão da F-1 e do Mosley tem que funcionar e não é em 2008, mas em 2007, pq como todos sabem as grandes marcas só ficarão na categoria enquanto for interessante para elas, não se preocupam com o esporte, de repente saiem e tchau, a Formula 1 não pode ficar a merce disso, tem que ser mais barata a acessivel a mais equipes, F-1 avante, show

  11. Mr Mojo Risin' disse:

    E o Staff da Renault (benetton)?
    Vai todo mundo pra rua??

    E agora Flav?

  12. Léo Guaitolini disse:

    É bom Dr. Trulli colocar as suas barbas de molho!

  13. Junior disse:

    Eu sei o problema da Renault: MEDO!

  14. zezinho disse:

    E pra onde vai Flavio Briatore?

    Vira um novo David Richards e cria uma outra equipe?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *