MENU

Sunday, 14 de September de 2008 - 17:23GP2

GP2: BALANÇO DO ANO

SÃO PAULO (e agora?) – Terminou a quarta temporada da GP2, com a vitória do italiano David Valsecchi na corrida curta de Monza, hoje. Giorgio Pantano, que se sagrara campeão na véspera, terminou em quinto. O vice ficou com Bruno Senna, que não pontuou, mas contou com uma punição a Lucas di Grassi — 11º colocado na prova — para assegurar a segunda posição no campeonato.

Pantano fechou o ano com 76 pontos, contra 64 de Bruno, 63 de Di Grassi e 62 de Romain Grosjean — os dois últimos, vinculados à Renault. Mais três brasileiros correram neste ano: Diego Nunes (fez três pontos), Carlos Iaconelli e Alberto Valério (ambos ficaram no zero).

Bruno já anda falando em correr na GP2 de novo, se não arrumar nada na F-1. Lucas precisa dar um passo à frente, mas é difícil imaginar qual será. Dúvidas povoam as cabeças desses meninos. Quanto aos outros, Nunes, Iaconelli e Valério, gastaram dinheiro à toa.

18 comentários

  1. Italo Azevedo says:

    O quer dizer o sobrenome Di Grassi ? O garoto mostrou que é bom, correu seis corridas a menos e ainda chegou em terceiro no campeonato, mas na torcida dos brasileiros e na hora da ser elevado à F1 o sobrenome do 1º sobrinho vai valer mais que os resultados. E olha que Di Grassi ainda foi punido em duas provas, inclusive na última.
    Qual sobrenome vale mais ? Senna ou Di Grassi ?
    É esperar pra ver

  2. dado andrade says:

    O Bruno e o Nelsinho sao dois caras muito chatos.Vivem reclamando de tudo e prometendo que na proxima corrida vao barbarisar etc…Nao acredito que tenha alguma equipe na F 1 que de um carro em 2009 para o Bruno,como acredito que acabou a paciencia do Briatore com o Nelsinho.Brasileiro,hoje,com meritos para ser titular na F 1 soh o Di Grassi.Eh o que eu acho.Abs. Dado Andrade.

  3. Thiago says:

    E-mail de resposta da Sportv por não terem passado a corrida que definiu o campeonato.
    Caro Thiago, a grade de programação está em constante mudança, verifique a grade de programação em http://www.sportv.com.br.
    um abraço.

    Passaram o ano todo, na corrida da decisão, não passaram…

    Sem comentários.

  4. Hélio says:

    O Diego Nunes não é filho do Wanderley Nunes (que é pai do Pedro Enrique, da F-3 Sul-Americana). Mas acho que os dois têm potencial para fazer alguma coisa no automobilismo. Como gosto de corridas, estou de olho na molecada que está surgindo. Estes dois parecem bons. Vamos ver.

  5. Alex says:

    o Diego Nunes é filho do Wandetley Nunes, que é considerado o melhor cabeleireiro do país, além disso, ele parece ter um empresário bom… Não me surpreenderia em vê-lo numa equipe grande ano que vem…

  6. VEBER says:

    pra mim o melhor piloto da categoria foi o Lucas,,, vejam mesmo não participando de 06 corridas ficou próximo do campeão e a um ponto do vice,,,, alias o Bruno precisa de pelo menos mais 1 ano na GP2 e precisar dar um jeito de ser mais rápido e conssistente senão não terá um bom futuro

  7. Roberto Martinez says:

    Concordo com o Ron Dennis: Não vejo nenhum “craque” nessa safra. Só vi alguns “volantes cabeça de área” esforçados.
    Quanto ao B.Senna, se conseguir algo na F1 como piloto de testes , não deveria abandonar a GP2 em 2009.

  8. Glaucio Branco says:

    Sobre o Di Htassi.. acho que nao seria maluquice ele estreau na Red Bull ainda este ano. Nem que seka somente para a Renault testa=lo em F-1.
    Vejam bem ,ele é pilot da renault, voltou para a GP2 sob patrocionios Renault, fez um Otimo campeonato,o David vai se aposentar..
    A Rrd Bull anda de motor renault, e os boatos de DC para antes do final do ano..
    Para o Di Grassi seria otimo andar pelo menos um Final de Semana num F1..
    pode ser sonha… mas quem sabe

  9. revelador says:

    Diego Nunes tem PAItrocinio forte, é só olhar a carenagem….
    Qto ao resto é complicado mesmo hein, falta lugar na F1, por isso sou a favor da renovação: TCHAU rubens, heidfeld, webber, coulthard, fisico, trulli…….

  10. Alexandre says:

    Vejamos os fatos:

    O Di Grassi foi excepcional, mas essa foi sua 03ª temporada, afinal, ele já havia andado de Durango e Art Grand Prix. O Bruno Senna teve sua 02ª temporada e o Pantano, além de F3000 e F1, fazia a sua 04ª temporada (em suma:correu todos os anos da GP2). Portanto, no meu modo de ver, os nomes do ano foram: Grosjean (estreante), Alvaro Parente (estreante na fraquíssima SuperNova) e Buemi (não é estreante, mas carregou a inconstante Arden nas costas).

  11. Tiago S. says:

    Olha eu acho que os dois tem que tentar algo na F1, o Lucas de preferencia como titular, o Bruno tem que arrumar pelo menos um piloto de testes, mas, paralelamente continuar competindo na GP2.
    Não porque são brasileiros e tal, mas porque dos que estão disputando a GP2 acho que são os únicos mais bem preparados.
    O resto precisa de um aninho, mais tem uma turminha ai da F1 que tem que pendurar o capacete logo e dar espaço pra essa geração.
    Rubinho, Fisico, Trulli, Button que não ta velho mais já não serve pra F1, entre outros.

  12. MSM says:

    O Pantano ganhou o campeonato, mas é o mais fraco do que o Bruno, Di Grassi e Grojean. Se o Bruno não for para a Toro Rosso no ano que vem, é melhor continuar na GP2 e pegar mais Km; já o Di Grassi, apesar do ótimo desempenho, não terá chance na Renault, para não ficar parado, poderia correr na A1 GP para desenvolver mais a carreira e tentar voltar em 2010 na F1.

  13. Salomonyous says:

    To torcendo pro Di Grassi, se ele arrumar uma vaga vai ser por méritos e não por sobrenome. A Renault deveria dispensar o Nelsinho e botar o Di Grassi pra correr nas ultimas corridas.

  14. Leonardo de Souza says:

    Flávio, Esta foi a primeira temporada do Carlos Iaconeli, do Alberto Valerio e do Diego Nunes, não acho que eles gastaram dinheiro a toa como você disse, eles precisam de experiência e correr na GP2 pode ajudar eles caso tentem correr em outras categorias como a Indy.

  15. André Casaroli says:

    Desses três brasileiros que você citou, Gomes, só o Diego Nunes pode pensar em alguma coisa fora do Brasil. Cogitam que ele pode garantir uma vaga numa equipe maior em 2009.

    Já o resto é tudo pescoço.

  16. EdisPJ says:

    Uma pena que o Di Grassi não correu todo o campeonato…mesmo assim, com 6 provas a menos, mostrou muito mais competência do que outros, mais badalados, o primeiro-sobrinho e o francês xodó, por exemplo…

  17. Márcio Rocha says:

    Bruno, em um ano de altos e baixos, ainda pareçe um pouco precoçe para a F1. Deveria andar mais um ano na GP2, e se puder testar para alguma equipe, mesmo que os testes sejam escassos, qualquer familiaridade com um F1 será benvinda para ele.

  18. cruz says:

    que gastaram, gastaram, mas aonde gastar se aqui não tem categorias decentes de monopostos? bem que esses meninos poderiam ter mais tempo pra se provarem, testarem adquirirem experiência se tivessem corridas aqui, sem a pressão de resultados rápidos e outras dificuldades. daqui a pouco acaba a safra de pilotos de monopostos brasileiros, vamos torcer pros colombianos e venezuelanos…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *