MENU

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009 - 11:31Grande Prêmio

GRANDE MORENO

GUARUJÁ (o operário) – Está simplesmente espetacular a Grande Entrevista com Roberto Moreno, manchete de hoje no Grande Prêmio. O papo com Victor Martins será publicado em duas partes, hoje e amanhã. Mal posso esperar pela segunda. Na verdade, não vou esperar. Como sou dono do site e chefe do Victor, pedirei a ele que me mande, e lerei antes que vocês… Alguma vantagem preciso ter, não?

Na entrevista, Moreno conta detalhes de sua carreira que eu nunca tinha lido/ouvido em lugar algum. Absolutamente sensacionais. Desconfio que é a melhor entrevista da nossa série até agora. Não percam.

Roberto é um cara formidável, com quem convivi bastante nos anos 80/90, quando ele estava na F-1. Passou por momentos muito difíceis quando da saída da Benetton, o que gerou até alguns atritos entre ele e alguns jornalistas, eu no meio.

Mas já se vão quase 18 anos daquilo. Voltamos a nos falar várias vezes. Não ficou ressentimento algum, nem haveria sentido nisso. Da minha parte, o que aumentou nesse tempo todo foi a admiração por sua perseverança, técnica, talento e conduta.

Ah, a caricatura, muito legal, é de Marcel Marchesi.

76 comentários

  1. Bruno disse:

    E o melhor de tudo, é um cara feliz e que gosta do que faz, mesmo se arrastando com os piores carros. Lembro dele andando pelo pit nos instantes anteriores a largada do GP Brasil de peruca, se não me engano. Nunca teve nenhum meio de comunicação, grande empresas, lobistas do automobilismo por trás para alcançar as coisas na carreira.

    Interessante foi a história da Eurobrun, pra falar a verdade tem lógica, se ganha por exemplo 20 mil dólares do patrocinador para participar de determinada etapa, pra que gastar mais se classificando. Hoje reclamamos que as montadoras estão mais preocupadas com o balanço das vendas do que os resultados nas pistas, mais esse exemplo da Eurobrun já mostra como as coisas já foram piores e mais amadoras.

    Concordo com o leitor que diz que se um piloto tivesse o direito de dizer que era “Só um brasileirinho nesse mundo todo”, com certeza seria o Moreno.

  2. Gabriel Izar disse:

    Camarada Gomes, não tive a menor intenção de ofender a você, seu blog, o Grande Prêmio, o Victor Martins ou seja lá quem for. Apenas comentei que achei muito legal a postura do site da presidência da república que publica 100% das entrevistas do presidente na íntegra, sem cortes e sem edição Tudo exatamente como aconteceu. E achei que seria muito, mas muito legal mesmo, ouvir as entrevistas dos pilotos, ouvir a emoção em suas vozes ao descrever uma ultrapassagem, por exemplo. Peço desculpas se meu comentário foi infeliz, mas foi com a melhor das boas intenções. De verdade.

    RESPOSTA DO FG:

    Entendido, Gabriel.

  3. Rodrigo Duarte disse:

    Simplesmente sensacional, muito legal. Ainda não tive tempo de ler a parte 2, mas tá show de bola, parabéns. Fiquei feliz em sugerir esta entrevista um tempo atrás e, sem saber de nada, no dia seguinte você anunciou que o Moreno seria entrevistado. Isso foi quando fizeram a entrevista com o Raul Boesel. Parabéns, isso é um tesouro, uma jóia, essa entrevista tem que ser muito bem guardada para o resto da vida.

  4. Alvyr Lima Jr. disse:

    Sempre fui fã do Moreno, acompanhei suas corridas na F-2, F-3000 (fantástico campeão) e F-1.
    Não sei se ele vai se referir na 2a parte da entrevista, mas está faltando contar suas grandes vitórias na Austrália, no início dos anos 80, correndo de Ralt contra Alan Jones, Nelson Piquet, Jacques Laffite e outros pilotos “meia-boca” daquela época….

  5. dado andrade disse:

    Sem duvida a melhor da serie.Serviu tambem para tampar a boca de muita gente,eu inclusive,que comentava bobagens sobre ele,sem absoluto conhecimento de nada.Sds Dado Andrade.

  6. Paulo Franco disse:

    Agora, já li os comentários.
    E… peraí!
    Um mago da F-1, Barnard, o convida para pilotar seus carros.
    Outro mago de tudo que tem rodinhas e motor, o grande Ricardo Divila, descreve aqui a ajuda na F-2 , diz que Moreno tecnicamente é fera, etc e tal…
    Então, o Moreno é “braço duro”, né??
    Paulo Franco

  7. Emerson disse:

    Entrevista emocionante com Roberto Moreno. Comentários de Divila e Ceregatti. Acompanho este sítio desde a época do antigo WU, e fazer parte disso, mesmo como espectador distante, não tem preço.

  8. Christian S disse:

    Alguns anos atrás em um outro post neste blog eu disse o que repetirei abaixo:

    O Moreno é (não era: É) o mais completo piloto que o Brasil já teve.

  9. Paulo Franco disse:

    Depois eu leio os comentários dos outros…
    Moreno é o melhor!
    O “Baixo” é o melhor coração brasileiro que já pilotou sob as nossas cores!
    Aquele pódium no Japão, as lágrimas, inesquecível!
    Gostaria de saber mais sobre uma prova, acho que de F3 ou F3000, que ele fez em Enna-Pergusa. Li que ele ganhou com o carro sem freios!
    Por que essas reportagens são tão curtas?
    Obrigado pelas suas corridas, Moreno!
    Valeu pela entrevista, FG e equipe!
    Paulo Franco

  10. Glauber disse:

    Show de bola
    Parabéns pela entrevista
    Só confirmou o Moreno que a gente já conhecia: humilde, batalhador e talentoso. De certa forma folclórico, mas é o cara.
    A história da Reynard no ano que ele arrebentou e foi campeão de F-3000 foi demais. Dispensa qualquer comentário, assim como toda a entrevista. Que venha logo a 2a parte!
    Só gostaria de saber da galeria de fotos duas coisas: aquela batida que estão socorrendo ele no carro amarelo e quem eles estão homenageando naquele cemitério.

  11. Mauricio Henkel disse:

    Nunca vou esquecer a dobradinha Piquet – 1°/ Moreno – 2° pela Benneton. Não me lembro que prova foi (Japão?). Foi um dos momentos mais emocionantes da F1. Sou super fã do Piquet, mas naquela prova torci pelo Moreno. Grande cara!

  12. Doutor Marin disse:

    Camarada Gomes

    Essa entrevista já é a melhor da série!!!

    O Moreno é um super piloto, que recebe um reconhecimento maior lá fora que aqui no Brasil.

    O Super Sub ganhou este apelido em terras Norte Mexicanas, pois fazia qualquer tipo de carro virar tempos melhores na sua mão que seus pilotos titulares conseguiam!!!

    Sugestão: Vamos fazer um abaixo assinado exigindo um livro com suas histórias, ok?

  13. toyço disse:

    ta ai um piloto espetacular que poderia ter feito muito nas pistas… mas infelizmente nao esteve no lugar certo na hora certa durante a sua careira

  14. Mario Aquino disse:

    E ainda tem blogueiro que diz “Acho um puta braço duro”, o cara teve relacionamento com todo o universo do automobilismo, do Japão, EUA, Cingapura, Inglaterra, Itália, e conheceu todos os grandes do esporte, e foi aprovado por todos os grandes, e vem um bunda suja falar uma coisa desta, façame o favor.

  15. Café com F1 disse:

    (Antes de mais nada, não fui eu que propôs acima….rs)
    Não duvido da transparência de ninguém do Grande Prêmio! Tive o prazer de observar como eles trabalham em Floripa, na corrida das estrelas, e são todos feras (Victor, Evenlyn, Marcos e Vicária (Que ainda estava no GP, eu acho))….mas adoraria os áudios das entrevistas, como uma fonte a mais de se ter a notícia!
    Abraços e estou ansioso pela segunda parte!

  16. Minoru disse:

    O Moreno é em piloto que sempre admirei e que tem algo que não se vê mais nesta nova geração “videogame”: Bunda!
    Chamá-lo de braço duro como alguém o fez aí acima é mera demonstração de ignorância!

    Moreno é 10!

  17. Bernardo disse:

    sempre gostei muito da simpatia e da forma como pilota dele, mas não imaginava que ele tinha tanta raça assim!!!
    Grande pessoa. Só não teve muita sorte!!

    abraço pra todos

  18. Bela entrevista Flavio, o MORENO merece nosso respeito sempre por tudo que fez e é, um grande Homem e Piloto.
    Lembro me quando ele foi Vice-Campeão da Formula 2,
    (O Campeão foi o Mike Thakwel, seria isso? não me lembro bem) correndo com um Ralt Honda de fabrica, ele tinha tudo pra ser o primeiro piloto ano seguinte e brilhar, mas o Bernie com suas trapalhadas matou a Formula 2 e os sonhos do Moreno. Fiquei tão mal com a indiferença que os melhores equipes tratavam o Baxo que tive a ingenuidade de escrever uma carta pra Equipe TOLEMAN em 1985, quando o Senna saiu, pedindo que o contratassem pois ele daria muito bem conta do recado, lógico, todos sabem que ele não foi pra Toleman,mas o incrivel disso é que recebi um grande envelope com uma carta em papel de seda timbrado com um brasão no centro, li com meu inglês peculiar, mas minha tristeza se abateu, a Toleman foi educada me repondendo, mas a resposta era negativa, guardei a por muito tempo, depois de tanta angustia ela sumiu.
    A dobradinha com o Piquet no Japão foi fantastica e seu grande momento na F1 correndo com Benetton.
    Abraço a todos, feliz 2009.

  19. Gervásio disse:

    Caraca!! Meus parabéns ao Grande Prêmio, só voçes mesmo para proporcionar essas entrevistas fantásticas. Isso sim é jornalismo esportivo de primeira, sem cortes, sem enrolação, tudo na cara dura.
    Mandem a segunda parte logo!!

  20. Parabens , o acompanhei a trajetória dele na Cart e IRL, sempre entrando em equipes ruins e sempre melhorando o carro , teve uma corrida no oval que o cara tinha o pior carro e conseguiu guiar na frente até que faltando duas voltas a porra do motor vai ´pro saco, como ele ficou decepcionado naquela corrida ,quem narrava era o Luciano do vale que não acreditou na falta de sorte do moreno ,o premio da corrida era de $ 500 mil dolares o que garantia o moreno pro resto da temporada.

  21. Stephan disse:

    Eu conheci ROberto Pupo Moreno em Montreal qunaod esta estave correndo na F-3000 e ganhou o campeonate de sobra contra Michael Andretti na epoca. Estavamos numa Kombi que servia de navete para os reporteres entre o hotel e a pista na ilha de Notre Dame. Reginaldo Leme, Alavaro Teixeira (era meu vizinho no Rio!) e outros mais o Pupo na Kombi com uma inglesa que enchia o saco dele (Maria Gasolina, atras dos pilotos) e a gente fazendo farra com ele na Kombi. Boms tempos. Depois tive o provilegio de celbrar com ele a vitoria de Piquet quando estava na Lotus (aquela corrida que o Mansell abondonou na ultima volta) e o Pupo tembem subiu no podio. Tomar Champagne com Luciano Benneton, Piquet, Moreno, Regi e curriola, fizemos um carnaval la em Montreal .. que prestigio.. bons tempos… Grande Piloto!

  22. Ivan Violin disse:

    Olá. Sobre a entrevista nota 1000. Sobre o Moreno 1000 elevado a não sei quanto. Brigar como ele brigou só para sentar nos carros, e depois fazer tempo? anda a 300 por hora? O meu dia a dia na empresa ficou magrinho, magrinho. Eu brigo com alguns, e depois vou pilotar……. teclado ….. Tenho um poster que tem uma Benetton, Piquet e Moreno juntos.

  23. Milton disse:

    HUMANO.

    Um cara como nós… tocava pacas andou de carros que a gente nem imaginava que tinha andado(muitos de nós, pelo menos…), mas que nunca deixou de ser humano. Com problemas, com chances na vida, com vitórias e derrotas…
    Faz falta pilotos assim… pilotos que nos identificamos ao ler alguma entrevista.
    Um que também é assim é o Gil de Ferran…Simples.

  24. Luiz Fernando disse:

    FG, não me lembro se foi 91 ou 92, nessa época eu tinha, na verdade tenho um grande amigo e o pai dele era presidente da Phillips Morris (Marlboro) e sempre nos sábados que antecediam as corridas de F1 ele fazia um churrasco em sua casa, maravilhoso como todo bom gaúcho faz, e o Moreno estava presente em um desses, no fim da noite ele estava sem carro e eu e meu amigo fomos levar ele em um Flat no Morumbi – The Hill, to velho mais a cabeça ainda funciona…rs, e no caminho ele foi explicando para nós o quanto era ruim dirigir um F1, tudo duro, direção, embreagem e etc, foi uma aula e tanto, no dia seguinte já no autodromo ele continuou com a aula sobre F1, desde este acontecido eu tenho uma tremenda admiração por ele, um cara mega simpatico e humilde.
    Moreno, parabéns por tudo que vc fez pelo nosso esporte favorito.

    Luffe

  25. Rodrigo Meira - Niterói RJ disse:

    Já era fã do moreno, mas quando ele corria pela equipe VISTEON da CART e na Revista Racing saiu uma matéria onde um reporter enviou diversas cartas para alguns pilotos brasileiros da F1 e da CART, eu acabei enviando uma carta para o Moreno.

    O cara me respondeu com um postal autografado e um boné da equipe dele.

    Muito bacana.

    GEnte fina, no qual tb já tive o prazer de netrevistá-lo no autódromo do RJ.

  26. Jeba disse:

    Admiro muito o Moreno pela sua garra, persistência e amor ao esporte. Já tive a oportunidade de competir com ele em algumas corridas de kart aqui em Brasília, e inclusive de ultrapassá-lo na pista, o que é motivo de grande orgulho pra mim! Valeu Moreno!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>