MENU

Friday, 7 de August de 2009 - 19:48Stock Car

AH, AS ASSESSORIAS…

SÃO PAULO (sardinhas) – Essa corrida da Estoque em Salvador está sendo engraçadíssima. As dezenas de assessorias de imprensa mandam depoimentos entusiasmados dos pilotos, todos dizendo que a pista é ótima e que a Bahia é demais. A Bahia é demais. Mas a pista, não. Os pilotos, na verdade, estão é reclamando muito do traçado, que não permite ultrapassagens e tem duas chicanes de pneus chamadas pelo Antonio Pizzonia de “surreais”.

A orientação, no entanto, é “global”: pintar tudo de cor-de-rosa e não magoar ninguém. É o que veremos domingo na TV, todo mundo falando bem de tudo, do mar, do Farol da Barra, da Ivete, do acarajé, do ACM.

De qualquer maneira, acho positiva a realização de uma corrida desse porte no Nordeste. A pista ser uma bomba não é algo que me surpreenda. A Estoque há um bom tempo se preocupa muito mais com forma do que com conteúdo — não tem cabimento, por exemplo, descobrirem no dia do primeiro treino que são necessárias duas ridículas chicanes de pneus, que possivelmente serão retiradas amanhã; é despreparo puro.

Mas eu dizia que acho positiva a corrida lá, porque é sempre legal mesmo uma corrida de rua, em que pesem as bobagens dos organizadores (ingressos caros, “praça do telão”, circuito pequeno, entrada dos boxes ruim e tudo mais). Atrai público, chama a atenção das pessoas, agita a cidade. Tomara que dê tudo certo e que o despreparo mostrado na confecção do traçado não seja regra, e que pelo menos a segurança de todos seja preservada.

Sobre as assessorias, o esforço para emplacar matérias de seus clientes tem sido divertido. A última foi a do Popó Bueno, que vai correr com o capacete e o aerofólio pintados por Menelaw Sete, que de acordo com o release que recebi é conhecido como “Picasso brasileiro”. Hum… Será que don Pablo pintaria um capacete e uma asa? Mas ficaram bonitos, ambos, e se Menelaw está longe de ser um Picasso, seu trabalho é bem marcante, merece elogios. Gozado, mesmo, foi ver as aspas do artista no texto que recebi: “O Popó é um iluminado (…). Por isso, ele é muito querido aqui na Bahia” e etc.

Ai, ai, ai.

E a resposta… “Tenho um carinho todo especial pelos baianos. É um pessoal que eu gosto muito” e etc.

Popó não é querido na Bahia. Ninguém sabe quem é Popó na Bahia, exceto o boxeador. Aliás, largue os pilotos estoquianos no Pelourinho sem bonés e camisas cheias de patrocínios, que ninguém saberá quem são. Com camisas e bonés, saberão que não são nativos, ou turistas comuns. E que história é essa de “pessoal que eu gosto muito”? Baianos não são “um pessoal”. Os caras falam como se estivessem indo correr numa aldeia indígena na Amazônia peruana, como se nós, os do Sul Maravilha, devêssemos a todo instante demonstrar “nosso carinho por essa gente”.

Para com isso. O Nordeste está um milhão de anos à frente do nosso Sul Porcaria. Não precisa de elogios baratos.

76 comentários

  1. Mauricio C Lima says:

    Flavio Gomes, bom dia e parabéns pelo blog, achei muito bom mesmo.Com relação à prova da Stockcar em Salvador conforme o previsto foi um pouco sem graça , devido a falta de ultrapassagens, ao proprio carro da Stock (que é o primeiro v8 com som de maquina de costura que eu vi até hoje) e principalmente devido a largada ter sido com SC (o que na minha opinião achei um exagero) e o que é pior, em fila indiana??!! Bom, mas eles lá devem ter seus motivos.
    A minha grata surpresa foi a Stock Jr., uma prova disputada e cheia de emoção e não estou falando isso porque tinha baiano correndo , é porque foi boa mesmo , e como ronca gostoso aquele motorsinho Yamaha .
    No mais ,acho que os organizadores fizeram um trabalho fantástico, e não acho válido falarem mal do traçado pois não foi inventado , porque em corrida de rua usa-se o que ja existe, porem, acho que para os proximos anos algumas alterações importantes podem ser feitas para melhorar os poucos pontos de ultrapassagem e a segurança dos pilotos.
    Agora ,gostaria de fazer uma critica construtiva; porque quando falam algo com referencia à Bahia ou a Pernambuco ou ao Ceara só se referem como nordestinos, vamos parar com isso, Bahia é Bahia, Pernambuco é Pernambuco, Ceara é Ceara, todos povos maravilhosos e com sua propria cultura e suas diferenças.
    Ja pensou se as pessoas dos estados do Nordeste começassem a chamar paulistas, cariocas e mineiros de sudestinos , como se fosse um povo só??
    Um abraço

  2. Rosalvo Neto says:

    Onde assino o seu comentário Flávio?

    Mas não culpo a categoria Stock Car.

    Vejo os mesmos releases bestas na maioria das categorias.

    O mundo que vivemos hoje que é muito sem graça.

    Não sei se ando meio nostálgico atualmente, mas tudo que eu queria era poder tomar coca cola de garrafa com o gosto que tinha antigamente, namorar dentro de um carro sem ter medo de ser assaltado e assistir corrida de carro e achar que é esporte, não micareta!

  3. cr says:

    CORRIDA HORRIVEL E SEM GRAÇA. NOTA ZERO!!!

  4. rafael jorgens says:

    E Salvador tb tem muita mulher POPOzuda, além de lindas e muito inteligentes. Ah … as baianas …

  5. Guilherme says:

    Gostei muito do seu comentário sobre o nordeste e como nordestino e baiano fico bastante envaidecido com este tipo de comentário, faço apenas algumas ressalvas: O povo baiano ao contrario do que acham os nossos amigos de outro planeta gostam muito de automobismo e sofrem bastante com o descaso dos governantes com relação aos esportes autobilisticos, razão pela qual não temos até hoje um autódromo – somente promessas!. Segundo, tenho certeza de que os entusiastas do automobilismo daqui saberão reconhecer a maioria dos pilotos desta categoria, acho até que o Popó Bueno deva ser mais conhecido aqui nesta terra do que o próprio Menelaw citado acima. E por último gostaria de lembrar que estamos falando na terceira maior cidade do país.

  6. Nem todas .. mas concordo que a grande fatia de assessorias estão mesmo mandando algumas coisas “engraçadíssimas” quais não tem nada a ver com automobilismo ……… E o entusiasmo no texto é que faz-me rir.

  7. Z F1 Clássica says:

    Aquela trapizonga jamais será um Lada.
    E, sr Gomes, como o sr chamaria quem conseguiu fazer CACA e POPO?
    Cordial saudação e elogio pelo grande trabalho de sempre. O sr é um radiador para nossos combalidos e sofridos cérebros.

  8. Mirax says:

    E essa história de atrasado, é coisa de alienado. Atrasados em que sentido?.

    Só se for na política, onde o coronelismo “acabou” com todas o Nordeste. Apesar de vermos recentemente, nossos senadores mostrando o atraso em que vive a política no Brasil inteiro.

  9. Mirax says:

    Esse Sr. Antonio, é mais um que ouve de longa data, tenho consciência disso, que baiano é bem preguiçoso.

    Não temos culpa se nós conseguimos unir trabalho e diversão, vide diversos vendedores de cerveja, churrasquinhos, cachorro-quentes, etc., durante o carnaval, por exemplo, que estão trabalhando, ganhando seu dinheiro e curtindo a festa, por que não?.

    Não temos culpa se não precisamos acordar as 4 da manhã, pra pegar um ônibus e depois um metrô para chegar ao trabalho as 8 da manhã. Apesar de que Salvador, já está ficando com um trânsito travado, mas não se compara com São Paulo, por exemplo.

    Não temos culpa se temos uma das orlas mais bonitas do Brasil, e que é possível sair do trabalho e tomar um banho de mar, ao contrário dos paulistanos que a praia mais próxima fica em Santos, outra cidade.

    Não temos culpa se não somos “obrigados” a trabalhar de paletó e gravata e andar de forma sizuda pelas ruas.

    Obviamente, não somos exemplos de perfeição, temos nosso defeitos e nossas qualidades, assim como a cidade. Mas posso te garantir que a preguiça, não é um de nossos defeitos.

  10. petrafan says:

    quando conquistei meu primeiro emprego, não tinha carro e morava longe do trabalho. por isso, ocasionalmente pegava um táxi, fosse para fazer parte do trajeto, ou o trajeto inteiro de casa ao trabalho.
    uma vez, peguei um táxi com um motorista nascido no nordeste. e fiquei impressionado com a quantidade de palavrões com os quais ele se referia aos políticos do nordeste.
    palavras dele (excluídos os palavrões e os instintos mais primitivos): “sou nordestino e conheço muito bem como são a política e os políticos de lá. para mim, todos tinham que sumir e ser substituídos por políticos de São Paulo.”
    fiquei tão constrangido durante a conversa (ou melhor, monólogo dele) que me limitei a emitir um murmúrio ininteligível aqui e outro ali, de forma a não concordar nem discordar do que ele dizia.
    não faço idéia do que o levava a odiar tanto os polítiocos de sua região e preferir ver políticos de São Paulo no lugar deles.
    mas foi um grande alívio quando cheguei ao meu destino.
    nunca esqueci aquele dia.
    fica o registro.

  11. JP says:

    Considerações:
    1) O povo “Sudestino” e do Sul votam “tão bem” quanto o povo do Nordeste.
    Aqui no Vale do Paraíba paulista, o PSDB pinta e borda, as estradas estão esburacadas, presídios e mais presídios estão em construção. Tudo isso com o voto de pessoas das mais instruídas do pais. Só para lembrar, São José dos Campos tem uma das maiores concentrações de PHDs e Doutores do pais. São os mesmos que são reeleitos.

    2) Nurburgring também é um porre de pista.

  12. José Roberto Askinis says:

    FG,

    Creio que esta corrida da stock em Salvador vai ser meio como a F1 nos Estados Unidos, eles tentam, tentam, mas não pega.
    Por outro lado, se a gente olhar pro volei, as mudanças para tornar o jogo mais dinâmico e menos demorado(lembra do tempo da vantagem??) fez o jogo mais interessante, então se a Globo está investindo em diversificar, criar outros “autódromos” acho legal.
    O ruim disso é que ao que parece, os pilotos não são ouvidos, parece que as coisas são impostas pelo fator comercial, por exemplo quando ouvi, acho que foi o Ingo, disse que aquela inversão de grid foi uma ideia global, ai fiquei preocupado.

    Espero que a segurança esteja OK.

    abraços.

  13. Franco says:

    Olá FG,
    Nós Bahêanos conhecemos sim o Popó, irmão do Cacá e filho do Galvão.
    O chapéu novo do k-ra é 10 viu!!! Mucho lindo mermo.
    E ñ precisa ficar esnobando só pq vcs tem a tecnologia suficiente para ir à praia de caminhão e aki nós só vamos à pé.
    Sds,
    Franco.

  14. Marcos says:

    FG,

    Vc escreve bem demais!
    Viva o nordestão.

    Direto da capital federal.

  15. Eduardo says:

    Não concordo que o nordeste está anos luz a nossa frente, acho que nem de largada poderia fazer essa comparação.acabo de me mudar de volta pra SP ,estava morando na Bahia,e sei como as coisas andam atrasadas por lá..ja o restante do nordeste não posso comparar por não conhecer muito bem…abçs

  16. Zeuxis says:

    “Para com isso. O Nordeste está um milhão de anos à frente do nosso Sul Porcaria. Não precisa de elogios baratos.”

    Este foi o elogia mais barato que eu ja li ou ouvi, não é necessário mal dizer para elogiar algo ou alguém.

  17. DURVAL PEREIRA says:

    Entrei para comentar mas primeiro quero dizer que enquanto tiverem pessoas como Manoel e Roberto Torres devemos ter muito cuidado em Hitler não aparecer de novo.
    A Bahia não é melhor nem pior que ninguem, culturalmente podemos ser diferentes,ok mas na maioria das vezes sabemos receber e somos um povo amigavel, realmente depois de mais de 30 anos e sem locais adequados Salvador recebe provas de automobilismo, a luta da SELMA MORAIS foi muito grande e tá certo pode não ser no local ideal (UM AUTODROMO QUE AINDA NÃO TEMOS) mas, observamos essa tentativa como um embrião para coisas futuras, quando a corrida aconteceu no bairro do comércio (FORMULA RENAULT) não foi o local nem de longe bem escolhido.
    Não vou entrar nessa de enumerar figuras boas e ruins de nossas regiões,todos temos nossos pesos para o bem e para o mal sou BAIANO e me orgulho disso, mas me ORGULHO MUITO MAIS DE SER BRASILEIRO, aí sim, entro numa briga…

  18. Jean Paul Jones says:

    Eu concordo com o [email protected], se é que esse é seu nome, os desenhos nem são lá essas coisas, acho que alguns desenhos infantis são melhores.
    Eu não vi em nenhuma parte do texto FG falar bem do ACM. E mesmo que tivesse dito, despertando a ira de alguns como se os politicos do sudeste e do sul fossem os melhores do mundo.
    A porcalha é em todo o país, e não só ali ou acolá…

  19. RobertoPE says:

    Hahaha!! Certo, certíssimo!! Concordo com tudo, até os exageros. Outro dia recebemos no Recife uma consultora chique de sampa que perguntou se , tinha Itaú aqui !!!!!! Mandamos de volta e fizemos o trabalho nós mesmos. E a estoque… Bem que poderiam transformas aquele teatro em corrida de automóveis

  20. José Brabham says:

    Tomara que tirem as chincanes. Será uma pena se a corrida for ruim.
    Aconteceu o mesmo na F-Renault em 2005. No meu entender, as confederações deveriam fazer uma avaliação mais profunda do circuito antes de aprovar o traçado, e não deixar para a última hora. Quem entende de como deve ser a pista é o pessoal que corre, e eles é quem deveriam ter voz ativa e influenciar/propor mudanças que viabilizem um bom espetáculo… e com a devida antecedência.
    Sou de SSA e estou fora do país temporariamente. Sinto não participar da festa, mas sairia frustado (como saí em 2005) se a prova não for boa..

  21. jbchaves says:

    ” O nordestino é, antes de tudo, um forte”…pra tolerar essa praga de baboseiras que assola a estoque!

  22. Diego Souza says:

    Excetuando a parte em q vc diz q o nordeste está um milhão de anos na frente do sul, o resto concordo plenamente com vc, pois não acho q lá seja nenhuma aldeia indígena na Amazonia peruana, mas q estão atrasadissimos estão, sem sombra de dúvida, pela capacidade de gerar riquezas, pelo coronelismo q insiste em existir e q a população insiste em perpetuar, etc etc

    Abraço

    PS: Adoro seu trabalho, justamente por não falar o óbvio e o chatíssimo politicamente correto (o famoso padrão globo)

  23. LBM says:

    Se forem usar pista improvisada, melhor seria a de Jacarepaguá , que, pelo menos, é meia-boca,,,

  24. Cara, para falar a verdade, nem aqui acho que os caras seriam reconhecidos…..

    E os desenhos não são lá essa coisa não, parece até meio infantil as formas, vemos nos desenhos das crianças nas escolas, mas tem a grife do artista local, fazer o quê;…. é o mesmo que ir lá e pagar R$ 10,00 numa fitinha do Senhor do Bonfim no aeroporto e descobrir que é vendida por centavos nas portas das igrejas, ou que quase todo mundo que vai lá pagar um absurdo por um berinbau para trazer de recordação e deixar encostado em um cano da casa, depois, sem saber usar…..

  25. LENHA NA FOGUEIRA says:

    com o que estão dizendo da pista,será ? Que vai ter bandeiras amarelas suficientes?

  26. Danilo says:

    Foi um desabafo!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *