MENU

Tuesday, 18 de August de 2009 - 9:12Classic Cup

CLÁSSICOS EM RETRATOS (2)

SÃO PAULO (mais lições) – E mais um álbum de fotos de nosso lambe-lambre predileto, Rodrigo Ruiz, está aqui. Este é o da corrida de sábado, da Classic Cup, que traz ótimas imagens do imenso grid, da briga entre os quatro primeiros (Chamel, Gulla, Coelho e Malanga) que foi muito emocionante, e da pancada violentíssima que destruiu o carro verde de Malanga.

Acidente que poderia ter sido evitado se a FASP, nossa federação, fosse minimamente rigorosa no que diz respeito à vistoria dos carros e ao cumprimento do regulamento. Nada contra a segurança do automóvel verde. O fato de o piloto ter escapado sem maiores consequências prova que ele foi muito bem construído. O problema é que esse carro não é um clássico, é um protótipo de Força Livre. Basta ver a foto. Lembra um Puma? Remotamente.

O regulamento pede carros cujas carrocerias sejam fiéis ao modelo original. Proíbe asas. O automóvel verde não é um Puma. Sua carroceria não é de Puma. Vejam a frente que sai inteira, a ausência de faróis, a ação aerodinâmica dessa “saia” dianteira… A plataforma também não é de Puma, e o aerofólio traseiro é proibido. Se os comissários da FASP observassem o que dizem as regras que eles mesmos escreveram, esse carro não largaria, e o acidente não teria acontecido.

Ainda bem que Malanga se safou de novo (foi a segunda batida forte dele neste ano). E pelo estado em que o carro ficou, desconfio que não volta mais à pista. Um alívio “estético”, por assim dizer, porque ele não tem nada a ver com competição de clássicos. Se Malanga voltar a correr, espero que escolha um carro antigo de verdade.

42 comentários

  1. antonio stricagnolo filho says:

    Pois é,já pensei fazer uma casca de Malzoni com chassi tubular motor AP dianteiro (éclaro) e a caixa de cambio montada na traseira,obviamente para ter tração traseira e tambem melhorar a distribuição de peso,algo como a Fum Cup ai comentada pelo Felipe,mas aqui nessa terra dá para fazer isso? Quem quer pagar,patrocinar,sem contar que deve ser muuuito complicado instalar uma nova categoria.Em resumo quem não tem ,remenda e quem tem,bom, ai é uma outra historia e o automobilismo fica para uma outra vez!

  2. Flávio Spinelli,
    Como antigomobilista, realmente defendo a originalidade de qualquer carro, principalmente o Puma, que até 2004 vinha sendo descaracterizado, por conta da falta de informação. Hoje a situação mudou, e temos muitos Puma originais.
    No caso Malanga, ou melhor, na Categoria Clássicos, não vemos a originalidade sendo como principal atrativo. Originalidade nesse caso, no meu entender, seriam os veículos de competição como eram daquele tempo. Mas isso é impossível de realizar, porque existem carros de várias épocas e distintas categorias. Como uni-los em uma categoria atual e ser competitiva? Difícil. Se fossem criadas as mesmas categorias da época com as mesmas limitações até poderia ser, mas teria tantos participantes e cada categoria?
    Sendo assim, estou defendendo o meu ponto de vista em relação aquilo que está acontecendo, independente de ser o Malanga, que é meu amigo e andar de Puma, ou uma pessoa desconhecida que ande com outra marca.
    Veja o caso do meu amigo Rui Carlovicke, que fez um Puma para participar da categoria e não foi aceito. Apesar da carroceria com todas as principais características originais e motor boxer a ar, não pode correr por ter chassis tubular, proibido pela FASP.
    E como disse o Gustavo S., todos ali são transformer e não poderia ser diferente, pelas razões já citadas. Temos que dar benção aos céus que temos essa categoria seja com transformados, originais, os quase e tudo aquilo que aparecer dentro do regulamento, pior seria se não tivéssemos nada, como é de costume no Brasil.
    Veja o exemplo dos belgas com a categoria Fun Cup, dos fusquinhas, lá só a aparência é original e assim mesmo com muitas diferenças entre o Fusca que corre hoje e o Fusca que corria há 30 anos. A concepção mecânica é toda moderna, chassi tubular, motor Audi, etc. E a categoria é um sucesso na Europa, com mais de 150 inscritos na principal prova.
    Outro exemplo é essa categoria dos F1 do passado, com carros originais. Como pode conciliar March com Lotus, de anos e regulamentos diferentes? Acaba virando um show, tudo programado e combinado, ou seja, uma apresentação e não uma disputada corrida.
    Hoje, acredito que estamos mais para o lado dos belgas e com uma identidade própria. Um caminho que deve ser seguido, sempre com aperfeiçoamentos.

  3. rolistefas says:

    Só não entendi uma coisa : o que tem o acidente do Malanga a ver com o fato do carro dele estar dentro ou fora do regulamento ? Quer dizer que se o carro dele fosse um Puma “de verdade” o acidente não teria acontecido ? E que os demais carros “legais” da categoria não podem ter acidentes graves ? Acho estranho esse negócio de usar uma lógica torta ( se o carro não tivesse largado, não teria se acidentado ) para justificar a sua tese.

  4. Antonio Chambel says:

    Olá Flavio….concordo com tudo que vc falou e digo mais. Inclusive o carro do Gulla tem apendices aerodinâmicos que não tem nos Pumas originais tais como as abas de paralamas bem saltadas para fora e o aerofólio trazeiro que não tem nos Pumas originais tais como os excelentes Pumas de nºs 10, 23 e outros.
    Agora veja só: coloquei um um pequeno defletor na capota do meu Passat 57 e os caras (Gulla) reclamaram e me mandaram tirar para a próxima prova… vc acredita ? E os outros como ficam ? E o spoiler dianteiro da BMW do Luque ?
    Abraços

  5. Flávio Spinelli says:

    Bom dia!
    Fiquei admirado com o post do Felipe Nicoliello, pois ele defende com garras e dentes a originalidade dos nossos felinos(PUMAS), e aqui ele está defendendo uma transformação dessas.
    Abraço!

  6. antonio stricagnolo filho says:

    Não pode usar injeção mas pode usar motor AP? Então poderia ser chamada de Copa AP,ou Copa VW ou ate mesmo Copa Audi,porque não? Daqui a pouco vão colocar o cabeçote de 5 valvulas no bloco AP.Acho que o casco deveria ser mantido isto é,bloco, cabeçote,carcaça de cambio e dentro com preparação livre,quem quiser colocar 5 marchas no cambio Fusca,que faça,só que isso é mais dificil e o lado facil sempre ganha.Obs.:Nem tudo é custo,é possivel criar dentro de valores razoaveis e isso chama-se desenvolvimento,mas quem esta interessado?

  7. oriel says:

    fg, voce pegou a foto errada.
    com certeza é um carro da nascar.

    risosss

  8. Gustavo S. says:

    A única coisa que me incomoda é a implicância com o carro do Malanga quando temos aberrações semelhantes na pista. E tome receitinha de AP com aquelas bocas bizonhas na frente de lindas Brasilias e Corcéis, e tome cambio escalonado e assim a coisa segue.

    Transformer por transformer todos que andam na frente, na geral, são. A diferença é que o do Malanga é mais feio.

  9. EDU [email protected] says:

    Vamos á réplica:

    FG: me referia à D1B… os ponteiros andaram na casa de 2:08:500 (meu brother no Passat 30 e o Rafael do Passat 13) então é necessário um belo trabalho de braço e acerto para o #69 virar mais próximo dos ponteiros.. o que eu particularmente torço que aconteça, pois quanto mais disputada e aguerrida uma categoria, melhor…

    Rodrigo: não tenho procuração de ninguém e não fiquei absolutamente ofendido, mas o termo “Dick Vigarista” prá quem frequenta Interlagos é um pouco pesado, e apesar de nunca ter sequer conversado com o piloto do Puma, até onde eu sei o termo não se aplica a ele.

    Eu sou fanático por carros de corrida, não os de sonho, mas estes que podemos ver e tocar nos nossos finais de semana em Interlagos.

    Poder curtir estes carros e as “nossas” corridas é sempre um prazer e em hipótese alguma qualquer dos meus posts terá o objetivo de ir de encontro às opiniões de outros frequentadores/leitores do blog. Apenas procuro expressar, sem me fazer de dono da verdade, um ponto de vista coerente dentro da experiência de anos de pista (na Copa Fusca, Turismo N, Força Livre, Mil Milhas e em breve na própria Classic Cup).

  10. Se o Puma do Malanga não está em acordo com o regulamento, porque só agora metem o pau! Depois de tanto tempo ganhando corridas, foi campeão ano passado e ninguém lutou contra. No meu entendimento, se há muito tempo corre sem problemas, é porque está dentro do regulamento.
    Quanto à asa, se não pode pq deixam ele usar? Se pode, porque todos não usam?
    Espero que o “Alface” volte a brilhar nas pistas, seja feio ou bonito, mas é um Puma. Vou falar com ele para colocar os faróis com bolhas, originais Puma, dando o mesmo efeito aerodinâmico atual, só mudará a cara do carro, parecendo mais Puma. Se lembrarmos um pouco das antigas corridas brasileiras, era comum fecharem os faróis dos carros se não corressem em corrida noturna.
    FG, se o regulamento é bem específico, claro e de fácil entendimento, vale a exigência de seu cumprimento junto a FASP, ou para que esta entidade deixe o regulamento o mais claro possível, eximindo as dúvidas.
    http://www.pumaclassic.com.br

  11. marcelo chamma says:

    Como muitos ando de Puma motor AP. (numero 3, laranja)
    Carroceria limpa, original.
    Sem aparatos aerodinamicos, sem asas e cambio escalonado
    Até freio tambor ele leva
    Anda forte.Como andam fortes o 10 e o 23 com motor a ar.
    Uns mais na reta, outros no miolo.
    Dá um belo duelo.
    O meu , na mão de um piloto mais experiente, acompanha os “especiais” 7 e 51.
    O que fica patente é não precisa um carro especial cheio de “apendices” para andar.Precisa de piloto!
    Não existe no grid “Kids Vigaristas” e “Bonzinhos”
    Existem “Classic Drivers” e Egocentricos.
    “Classic Drivers” seguem o espirito do campeonato
    Egocentricos buscam somente o aplauso da plateia

  12. Victor says:

    Falam que o Puma é transformer. Exagêro, o carro usa suspensão de fusca na frente, chassis de VW. A única coisa que pode ter é um tratamanto aerodinâmico de bico e asas e motor AP. Não muito diferente dos outros, talvez mais bem feito ou mais exagerado.
    Se fosse para modificar mesmo tinha que por uma suspensão de triângulo na frente e na traseira e motor central.

  13. Vicente Temudo says:

    O numero 23 também é lindo. Corrida de clássicos para mim é isso, beleza dos carros.

  14. Vicente Temudo says:

    Coloco meu nome inteiro agora porque tem outro Vicente aqui. Acho o Puma fechado um carro lindo, pelas fotos tem o numero 10 que talvez seja o carro mais bonito do grid. Esse puma verde, pode andar rápido, mas é muito feio.

  15. Rodrigo Duarte says:

    Eric, não sei se você vai ler, mas nunca se sabe. Foi em Julho, não me lembro bem o dia, mas foi na segunda quinzena, eu ia viajar para BH e precisei estar cedinho em Congonhas, umas 7 horas, quando de repente fui comprar um cafézinho e te vi conversando com um cara. Tive vontade em te cumprimentar mas não quis interromper e eu estava com pouco tempo, de qualquer forma, fica como curiosidade. Abraços, a gente se ve nas próximas corridas (se bem que é complicado ir para Londrina, ao menos para mim).

  16. Irineu says:

    Tio Pirata,

    Eu sei bem a diferença entre pino de boliche e carro de corrida. Não saio fazendo strike a torto e a direito.

  17. Rodrigo Duarte says:

    Edu, eu só falei o que eu vi e observei, pessoalmente não tenho nada contra, mas não acho que o Malanga é tãããããão bem visto. Não sei os motivos, não o conheço (já vi ele, mas para conhecer uma pessoa, eu preciso muito mais do que simplesmente vê-la), pode ser antipático, pode ser por conta do carro transformer, sei lá. Mas eu observei isso, todos (ou a grande maioria) torcem pro Gulla. Essa é só minha opinião. Sobre o Dick Vigarista, foi só uma brincadeira e se na sua opinião ela foi de mal gosto, se ficou ofendido, peço desculpas.

  18. Pirata says:

    É…
    Se o Irineu correr, Vcs vão mesmo ter que mudar o conceito de “panca” !!! :)

    baideuêi, o “Bom” Velhinho sabe o que diz e faz o que diz, nas pistas.

    FG: Te dou razão.

  19. Irineu says:

    Flávio (o Almeida),

    Não me bota na fogueira! Não tenho nada que ver com a categoria, apesar de gostar muito de ver as baratas na pista, no vocêtubo e nos relatos que pingam nos blogs aquí a acolá.

    E se o assunto é originalidade de Puma, tem gente bem mais capacitada do que eu para dar palpite. Se bem que tem Puma andando na Classic que só é reconhecido como tal usando muito o poder da abstração.

    Mas se convidado para acelerar um, mesmo com motor AP, vou com prazer.

  20. EDU [email protected] says:

    Pô.. alguns comentários, principalmente de quem não conhece nada do que acontece na pista são injustos. O Puma 7 já vem sendo desenvolvido há muito tempo, já “andou” na Força Livre com asas e outros itens aerodinâmicos por falta de opção, etc.

    Como estava difícil para a concorrência vencer este carro, a pancada que o alijou do campeonato poderia ter deixado espaço para mais disputas, no entanto acabou servindo para passar o domínio para outro carro, que “anda muito de reta” mas é deficiente no miolo do circuito.

    A corrida foi belíssima, a disputa entre os 4 primeiros foi limpa (na maior parte do tempo), o que aconteceu é coisa de corrida (carro mais rápido que bate em carro mais lento) o Malanga assumiu o erro, e até onde eu sei, ninguem o vê como “Dick Vigarista”, mas sim como o “cara a ser batido” – sem trocadilho!

    FG: vais ter de tirar 8 segundos do #69 na marra para ficar competitivo…

    RESPOSTA DO FG:

    Ninguém se importa de perder. O que ninguém quer é um carro de outra categoria (andou na Força Livre, você mesmo diz) em meio a clássicos.

  21. Marcos Reis says:

    Relaxa que ele vai voltar com um carro ainda mais sinistro…

  22. ButecoRacing says:

    O ‘Puma’ do Malanga não é Puma e Lada não é carro. Pronto! Empatados. hehehehhehehe

  23. ALEX B. says:

    ops! “transformer” :)

  24. ALEX B. says:

    O MALAnga levou um baita susto, mas o trnasformer dele, babaus…
    Hoje tem LIMITE na ESPN Br. Na mesma bat-hora Gomov?

  25. says:

    Eric, Seguinte.
    Se o Malanga andou fora, ou se a “não a fasp”, mas sim os organizadores aceitaram o dim dim, dai é outro papo, não nos cabe, mas sim ao REGULAMENTO.
    Queria testemunhar que, após indo para o “HOSPITAL”, perguntei ao Malanga se estava bem, ele descendo do “Medical Car”.
    UM “repórter me indagou, que ele estava mancando”.
    Eric, a bandeira vermelha dá a vitoria para que estava na cronometragem oficial.
    Assunto resolvido, qdo. estávamos nos boxes vendo o carro do Malanga, o próprio estava já sob contrôle, e o Gulla comemorou.
    No meu conceito, é que se Piloto e Equipe largam, e a Diretoria de prova libera, se virem oras…..

  26. Rodrigo Duarte says:

    Não conheço o Malanga, mas sei que a torcida contra ele é tão grande, que ele está se tornando um Dick Vigarista da Classic Cup. Na outra batida dele, vibraram tanto quanto se fosse um gol de final de campeonato.

  27. petrafan says:

    protótipos clássicos heheheheheh

  28. Fabao says:

    cara que pancada!
    bom, realmente pelas fotos o puma passa meio longe dali, o carro eh bem modificado.

  29. Tarso Filho says:

    Agora está esclarecido.

    Quando vi a foto pensei que FG estava divulgando algum release do acessor de imprensa do Malanga.

  30. Cristiano Azevedo says:

    Ora, está na cara que é um Puma. Olha o adesivo na frente. rsrsrs.

  31. Roberto Martinez says:

    Seria só colocar uns slicks, a asa e estaria pronto para Força Livre…um carro para virar entre 1m52s e 1m54s…com duas baterias para andar…
    Quem gosta de mais veneno, tem opções mais adequadas.

  32. Pacheco says:

    As imagens da batida são impressionantes.

    Agora, se você diz que a culpa é da FASP, quem sou eu para duvidar? Mas, o piloto sabe com o que corre e como corre. Não estive em Interlagos, não posso afirmar, mas não teria havido uma dose de irresponsabilidade do Malanga?

  33. Eu tava esperando este post com angústia…
    Acho que o malanga volta e mais forte do que nunca…
    kkkkkkk. só pra atazanar

  34. YPVS says:

    Porra, a pancada foi muito sinistra mesmo. Deve ser bem difícil fazer esse bichinho correr de novo…

  35. É verdade Flávio, acompanho aqui pelo Blog as notícias sobre o carro do Malanga, a panca que ele deu esse ano, e agora essa. Acho que realmente isso poderia ter sido evitado, mas infelizmente, só depois que acontece uma “M” grande, é que os responsáveis resolvem considerar algumas observações e alertas que certamente já haviam recebido, e que provavelmente, do alto de vossas arrogâncias, ignoraram.
    Graças a Deus que o Malanga sai bem desse susto, porém, acredito que tenha perdido o carro mesmo.
    Que isso realmente sirva de lição.
    Forte abraço.

  36. Em 1º lugar, graças a Deus que o Malanga está bem.
    Mas ele bem que poderias mesmo colocar na pista um carro de verdade.
    Caía bem um Fiat Oggi… Igual ao que o Émerson correu aqui depois da F-1 se não me engano….

  37. Flavio Almeida says:

    FG, pergunte ao Irineu, grande conhecedor de Pumas se isso é um ou não, de toda forma garanto a vc que ele te explica todos os detalhes do Puma original ou não.

  38. Flavio Almeida says:

    Fg, claro que é um Puma…Puma Evolution 15.000…ou se preferir.Evo…XXXXXIVVVVV
    Não existe a categoria prototipos classicos//?/??

  39. maurobala says:

    que pancada !!!

  40. antonio stricagnolo filho says:

    Sera que tem pelo menos UMA coisa nesse Brasil que segue a lei ou regulamento ou que respeite alguma regra sequer? Tudo é sempre na mesma bagunça,e regras quando são criadas só tem por finalidade a cobrança de quebra-galhos.

  41. Eric says:

    Não defendendo ninguém mas…..transformer por transformer,existem outras semelhantes no grid…..

    A do Malanga é demais da conta…

  42. José Agart says:

    O regulamento tb abre excessão para um carro fabricado nos anos 1980 que não tem nada de clássico…e as bocas se calam….

    RESPOSTA DO FG:

    Não fale do que não conhece, garotão. O regulamento não fala em exceção para carros como o do Malanga. O regulamento fala em carrocerias iguais às originais. A dele não é. E abre exceções para alguns modelos originais quanto a ano de fabricação. E se você está falando do meu carro, ele não é dos anos 80. É dos 90. Mas um projeto de 1960. Algo que você, em sua ignorância, certamente desconhece. Além do mais, o que você tem a ver com isso? Faz um carro e coloca lá. Aí pode dar seus palpites.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *