MENU

segunda-feira, 3 de agosto de 2009 - 3:10Automobilismo brasileiro

TODOS SALVOS

SÃO PAULO (felizmente) – Chico Longo e Daniel Serra, com uma Ferrari, venceram os 500 Km de Interlagos neste domingo. A prova foi interrompida a três voltas do fim por conta de um grave acidente no Café. Felizmente ninguém se machucou com gravidade. Relata o assessor de imprensa da prova, Américo Teixeira Jr.: “Nonô Figueiredo, com o Porsche 911 GT3 RSR, vinha perseguindo o líder Daniel Serra, que estava cerca de 2s à frente. Na Curva do Café, quando fazia ultrapassagem sobre o Spyder de Claudemir Barros, então retardatário, houve um choque entre ambos. Enquanto Nonô se dirigia para os boxes com o pneu traseiro direito furado e a estrutura do Porsche comprometida, Barros batia violentamente nas defensas da parte externa da pista. Ao retornar desgovernado, foi colhido pela Ferrari F430 Challenge de Pedro Queirolo, da FG Racing, que ainda conseguiu desviar para evitar um choque lateral de altas proporções, embora não tenha conseguido evitar a batida. Apesar de as conseqüências não terem sido graves – Barros teve um corte na língua e uma luxação no pescoço – a quantidade de destroços e a necessidade de resgatar o piloto imediatamente fizeram com que o diretor de prova Ernesto Costa e Silva determinasse a bandeira vermelha. Dessa forma, foi validado o resultado da 113ª volta como final.”

Foi uma festa bonita, com sol, muita gente nos boxes, muitos carros raros e espetaculares que´puderam dar uma voltinha em Interlagos, mas apenas 27 no grid dos 500 Km e pouca gente nas arquibancadas, como sempre. Os que foram, acredito, gostaram do programa. Eu não fiquei até o fim, mas enquanto estive lá torci por este solitário Volvo de Geciel de Andrade e Ricardo Landi. Terminou em 12º na geral e primeiro na sua categoria, a IV. Um carro lindo, apesar dos tempos na casa dos 2min00s, que é o que viram os mais rápidos na nossa Classic Cup.

Não há nenhuma crítica ou ironia aqui, é apenas a constatação de que um mesmo grid pode ter carros que viram 1min30s, como os ponteiros dos 500 Km, correndo com outros 30s mais lentos — como era o #96. Basta haver cuidado na pista e todo mundo consegue se divertir. Parabéns à turma do Volvo, pois, que mostrou espírito esportivo e persistência.

27 comentários

  1. Orlando Salomone disse:

    Assisti esta prova, foi muito legal ver as Ferrari, Porsche, Ford GT, etc. Quanto ao Volvo, tive a nítida impressão que estava na pista só para publicidade, dava p’ra virar bem mais rápido. No entanto, o carro era muito bem montado, lindo. A panca no final da prova foi assustadora, vi da sacada no “S” do Senna. O piloto da Ferrari conseguiu um milagre de não bater em cheio, pois tirar o pé com o motor enchendo e segurar o carro não é fácil.

  2. FRANCISCO disse:

    Vi um desses na rua outro dia desses, no Leblon.

  3. MSM disse:

    Acho os carros da Volvo muito classudos, inclusive esse C30. No ano passado e enste ano apareceram no WTCC, mas apenas para fazer testes, pena que não entram na categoria de vez. Já vi 2 desses de perto e a frente clássica com a traseira estilosa é muito bonita.

  4. Carlos disse:

    Pra mim a vitória foi da Maserati light do Valter Rossete e Betinho Gresse, quarto lugar, na frente de varios carros com maior potêcia…

  5. LUIZ FORJAZ disse:

    Flavio cuidado com o termo “so uma luxação”
    Luxação e uma desarticulação,portanto algo muito graves as vezes pior que fratura. Provalvelmente ele teve uma contusão na cervical.
    Se informe sobre estes termos pois a maior parte da midia os usa de forma errada e a população vai junto.abs

  6. Roberto Martinez disse:

    Dú (um pouco atrasado),
    42s porque validaram a volta anterior devido a bandeira vermelha. No momento do acidente, quase cruzando outra volta, eu estava bem mais perto, lembrando que o carro da frente se arrastava e eu tirava uns 25 s por volta… coisas de corrida…

  7. Raphael MB Sotero disse:

    Poxa vida…eu aqui em Natal morrendo de inveja de vcs paulistanos com essas corridas em Interlagos,muitas vezes com entrada franca…e as corridas aí,com arquibancada vazia.

    Adoraria estar aí,no lugar de vcs.

  8. M............. disse:

    A equipe EUROBIKE é sem dúvida uma das melhores e super competentes. Já ao piloto RIcardo Landi, posso dizer que é de extremo profissionalismo e ele realmente é apaixonado pelo que faz. Estão de parabéns!!!

  9. Jaison disse:

    Linda essa VOLVO C30! sempre gostei deste suecos…

  10. Eric disse:

    E respondendo a dúvidas….o scoop no teto é para ventilar a cabine.

  11. Eric disse:

    Ontem foi especial mesmo o dia…de manhã corri com o 64 na regularidade,depois no meio dos milionários,me enfiei numa Maserati Spyder de cabelo ao vento e ainda tinha Classic Cup e depois 500 km.

    Um domingo especial.Valeu de verdade…..apesar dos probleminhas né….

  12. marcelo disse:

    Vai ter Volvo Cup em 2010?

  13. EDU H@RMEL disse:

    O mais legal neste Volvo é saber que estão desenvolvendo uma categoria com (ou para estes) estes carros no sul… e prá quem reclama de monomarcas: ainda bem que existem opções e que ao menos uma fábrica (que nem está instalada no país) está investindo em um automobilismo acessível.

  14. Bruno disse:

    Lindo o carro, ótima iniciativa de colocar um Volvo outra vez em provas, mas convenhamos que o desempenho dele está ridículo, principalmente pelo porte de sua equipe. Ouvi dizer que está com mais de 200cv, e fazendo esses tempos de volta? Eu estava na pista e ele virava por volta de 2min 9s. A relação do câmbio é brincadeira, toda errada, ele colocava a última marcha na frente da arquibancada comberta e o giro caía muito, nem parece um carro de corrida.

  15. Bom, gostei do Volvo, mas cabe lembrar que é 2.0 aspirado. E outra, se inscreveram três carros na IV, largaram dois, e só o volvo chegou. Mas a pintura ficou muito bonita mesmo, só não entendi o scoop no teto.

  16. YPVS disse:

    Torcendo por um Ford Focus?

  17. CorredorX disse:

    Vc é o proprietário da FG racing?

  18. Roberto Martinez disse:

    Quanto ao acidente no final, por pouco não bati no protótipo acidentado. Consegui frear forte e desviar. Apenas atropelei um pedaço de carro na pista. A Ferrari que vinha atrás não conseguiu parar a tempo e bateu forte. O importante é que ninguém se feriu gravemente.
    Com isso veio a bandeira vermelha que impediu de chegarmos (Eu e o Carlão) em terceiro na categoria III (protótipos nacionais até 2L), pois o carro da frente se arrastava pela pista, com problemas.
    Problemas , aliás, que vivemos toda corrida ( e final de semana) com câmbio e embreagem:
    -Primeiras voltas, com câmbio ok, mas a terceira escapando, portanto , tinha que fazer a 2º perna do S Senna e o Lago com uma mão no volante e outra segurando a alavanca em 3º. ( Nas outras curvas, a terceira é de passagem, não tendo problemas).
    -Depois a segunda não engatava mais. Tudo que se faz em segunda de protótipo, fazíamos de terceira , segurando a alavanca (Todo S Senna, Lago, todo miolo do laranjinha a junção).
    Ficou super cansativo e difícil . A mão esquerda começou “formigar” . Trocamos de piloto e o Carlão segurou a peteca.
    -Quando retornei ao carro pra terminar, só restavam a quarta e quinta marchas. Descobri então que era mais fácil e rápido fazer tudo assim , mas com as duas mão ao volante e desenhando bem o traçado, do que a manobra anterior.
    O legal foi chegar, com todos os problemas e esbarrando num trofeuzinho de 3º .
    Valeu Carlão e equipe (Netinho e Baiano)

  19. Leonardo disse:

    Muito bacana e muito lindo o Volvo.

    É um 2.0, e se não tiver alteração no motor, tem 146cv. Concerteza teve um alivio de peso mas mesmo assim ainda é peso pesado.
    Achei bom o desempenho.

  20. JackSpeed disse:

    Ferrari vencendo corridas e humilhando os fuscas é normal,tiveram uns fuscas que tomaram um nabo de trocentas voltas,ô concorrência fraquinha.

  21. moacir disse:

    enquanto isso, aqui no sul esperamos pelo Velopark, pois Tarumã segue rumo à fossilização. E daí tem uma corrida de 500 Km aí em São paulo, com ingresso por comida, e pouca gente vai. Se vcs aí em Sampa ñ gostam, mandem o autódromo pra nós, hehehe! (inveja…)

  22. Raul de Souza disse:

    Apenas aproveitando a deixa do piloto do C30, o pai do Geciel é Carlinhos de Andrade. O responsável por 9 gerações do MC Tubarão (está no parachoque do carrinho ali na foto). Um protótipo muito interessante das pistas gaúchas. Algumas informações aqui: http://www.mccompeticoes.com.br

  23. Fabao disse:

    um grid menor e com carros melhores, mais resistentes e se possivel com melhor desempenho nao eh uma boa?
    lembro de algumas provas de endurance q corria qualquer coisa… era uma trabalheira para os fiscais….

  24. Marcelo Liberatori disse:

    FG Racing? De Ferrari? Hahaha!!!

  25. Maurício MV. disse:

    O Volvo ficou lindo preparado para briga.

  26. neanderthal disse:

    A mesma coisa nas diferenças de tempos entre os vários carros acontecia nas Mil Milhas com o regulamento de Força Livre, também sem nenhum acidente gravíssimo em pista, que eu me lembre.
    E nenhuma equipe ou piloto estrangeiros se queixava, de modo geral. Ao contrário, havia a impressão de que curtiam bem a prova.

    O grid ainda pequeno mas obviamente melhor que o de 18 carros que largaram numa edição uns 4 anos atrás. Pena não pude ir ontem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>