DE MANHÃ, RICARDINHO

SÃO PAULO (um que merece) – E na manhã cinzenta de domingo, em Interlagos, Ricardo Maurício ganhou a sétima etapa da Estoque, corrida cheia de choques e batidas, levando para casa o prêmio de um milhão de dinheiros nacionais. Ricardinho é um baita piloto, legal que tenha levado a bolada para casa. Como sempre, seria legal ver aqui depoimentos dos blogueiros que foram ver a prova. O clique abaixo é do gorducho Bruno Terena.

Comentários

  • Eu fui, assisti a corrida das arquibancadas em frente a entrada dos boxes. Gostei da corrida, disputada no meião, Popó e o piloto com patrocínio da Sascar correram lado a lado o tempo inteiro, por exemplo. Algumas coisas me chamaram atenção: 1°: O pior narrador do mundo é o estoque, ele fica comandando o evento pelo microfone o tempo inteiro, quem tá lá pra ver a corrida tem o direito de não ouvir bronca dele nas equipes, nos vips, nos pilotos…
    2°: Como eu não via nada que acontecia no S, a cada volta passava mais um carro aos pedaços na reta que eu não sabia como tinha ficado daquele jeito, nas outras corridas da categoria que fui (sempre em Campo Grande) isso existiu, mas não nessa intensidade. Não seria hora de sentar e conversar com as feras, afinal, carro de corrida custa bastante, né?
    3°: Alguém já reparou no barulho que os carrinhos da Copa Montana fazem, não que todos os carros devam ser elegantemente silenciosos, como o Peugeot 908, mas as pick ups berram demais, era impossível assistir a corrida das arquibancadas cobertas sem protetor auricular.
    4° Enquanto rolava a corrida da V8, várias pessoas faziam test-drives com o Mini, ou seja, foram pra uma corrida pra não ve-la! Vai entender…
    5° Indo embora, fiquei uns 5 minutos admirando o traçado antigo, as curvas 1 e 2, a longa reta oposta… Realmente, Interlagos já foi um dos melhores traçados do mundo, comparado a Laguna Seca, Spa, Nordschleife, Suzuka…

  • Bem q o pradre benzeu o cara antes da corrida…parece q funcionou…
    E a filha do Paulão…q gatinha…
    Tb fiquei impressionado com o quão frágeis são os carros…
    e não entendi a desqualificação do Xandy Negrão…o Zonta tem os seus padrinhos…

  • Eu estive no autodromo na quinta, e assisti a prova ontém, os meritos da vitoria foram do Meinha chefe de equipe do Ricardo, por ter colocado menos combustivel e ganhado a posição nos boxes, a prova era do Marcos Gomes, foi arriscado mas valeu, na subida da junção já deu falta, podem ver os video.

  • Grande piloto , merecido prêmio!
    E…Emerson esta correto!
    -O automobilismo realmente é um esporte muito estranho em várias frentes… (tenho 50 anos e sempre me sinto um furão, penetra, sem-banheiro, sem-estacionamento, sem-informação). Acaba virando coisa de ‘brother’ ! Ou você é convidado com todas as honras ou esta a mercê do acaso!
    (falar nisto tem um flanelinha ali na frente das bilheterias que AFRONTA o cidadão quando não leva os 30 contos que ele VENDE o espaço da vaga!!!) Cade a porra dos policiais ali do batalhão da esquina???

  • Acho que assistimos provas/corridas diferentes…
    Considerando que dos 34 carros que largaram, chegaram 21 na mesma volta,3 com uma volta a menos,5 pararam por quebra mecanica, 1 excluido desportivamente e 4 por batidas/choques.

  • Bom, assiti pela TV (sim, a Globo passou tudo) e o que posso dizer é que essa Stock é ridicula. Primeiro, algumas arquibancadas praticamente vazias (essa não era a principal prova do colendário?) indicando que a ocupação parecia estar em cerca de 70%. Pouquissimo se levarmos a “importância” da categoria e da etapa. Além disso, carros que perdiam portas, o assoalho pedaços saindo voando… São feitos de papelão esses carros? E a regra do Safety Car é mais estranha ainda: Quando se tem um pneu furado, não se pode trocar nenhum outro ou leva punição… ou seja, não se pode levar vantagem. Mas quando entra o safety car, todos podiam entrar e fazer seus trabalhos, independente da posição de pista. Pelo menos foi isso que entendi/vi na transmissão. Não seria mais justo juntar todo mundo antes de abrir o pit? Não sei pq ainda assito isso… Quanto mais veja a Nascar, mais me apaixono. Não quero comparar, mas essa Stock podia ser melhor organizada antes de distribuir a grana. Mas no fim, o Ricardo Mauricio mereceu mesmo, grande piloto.

  • Passei na porta do autodromo por volta das 10:30h e o que vi foi muitos carros da cet e muito pouco movimento, e muito flanelinhas como no post acima, um esquema parecido com o da formula 1 para quase nenhum publico, é assim que nosso suado dinheiro é gasto???????

    • Nao, nosso suado dinheiro é gasto quando a CEF dá um prêmio de 1.000.000,00 reias a um piloto e enquanto isso, vc paga seu financiamento da casa própria , em parcelas altíssimas e com certeza, injustas……….

    • Carlos,
      O custo do serviço extra do DSV, conforme lei municipal, é pago pelo promotor do evento, isto se aplica a qualquer evento seja esportivo, cultural, etc.

      Ao comentario abaixo, que critica a CAIXA, informo que o premio da prova foi pago pela GOODYEAR, que assinou o evento.

  • Vi pela TV.
    Realmente, muitos toques, nada anormal para uma prova de turismo com 30 e tantos carros no grid.
    Muito legal que ele tenha levado o prêmio, também acho que o menino guia bastante, e a atitude dele foi muito bacana, 50% pra ele e 50% para ser dividido entre todos os membros da equipe.

  • Boa corrida com pista um pouco escorregadia, Pizzonia andando bem, Xandinho forçando a barra, Ricardo Mauricio muito preciso, azar do Valdeno, Max e Burti, Na copa montana bom pega entre W Justino e R? Leite, batida forte no S do Senna em Marco Cozzi e um frio horroroso

  • Ontem assisti a Nascar em Atlanta… esses dias foi em Montreal, onde se bateram iguais a uns loucos e em nenhum momento vi assoalho ou porta de carros voando! A V8 é uma vergonha. Não queria nem comparar com a DTM, mas os carros tem uns recursos aerodinamicos ou esteticos que valem a comparação, e lá também não tem “pedacera” de carro voando pra tudo que é lado.
    Vamos bem desse jeito!

  • Estive em Interlagos sim, neste Domingo. Ou melhor: naquele chão sagrado do Automobilismo mundial. Vi aqueles trechos não mais usados, como aa Curvas 1 e 2, e o retão, que só de pensar arrepia. Assisti toda a programação do Domingo e teve momentos legais, porém a Stock Car não é uma categoria, digamos, LEGAL PRA CARAMBA. Houve muitos Safety Car, o que pra min, foi só um artificio pra tentar manter a disputa mais “emocionante”. O locutor oficil é uma mala sem alça. Havia mais gente VIP do que qualquer outra coisa. Gente que nem gosta e nem sabe o que são corridas. E as arquibqncadas vazias durante a maior parte do Domingo, só durante a prova principal teve publico, sendo que quase todos, são de ingressos de patrocinadores. Pagar pra entrar ??? Quase ninguem. Enfim, um show artificial, sem muita competição e sem publico. Nosso automobilismo merece mais. Maso Ricardo foi bem mesmo na prova. Assim como o M. Gomes.

  • Acho um absurdo um evento que, em tese, depois da formula 1, é o mais importante do autodromo nessa temporada, não possuir estacionamento oficial, pois fora a entrada dos credenciados do portão 7, inexiste estacionamento para o evento, nem sequer orientação da Cet para algum lugar alternativo, sendo que os espectadores ficam a merce dos flanelinhas qe cobram 50 reais para que permitam estacionar em alguma garagem alheia, é triste comparecer a um evento que distribui R$ 1.000.000,00 e sequer oferece algum conforto para o publico que não tem padrinhos para conseguir uma credencial de estacionamento do portão 7.