MENU

sexta-feira, 10 de setembro de 2010 - 0:46F-1

MONZA

SÃO PAULO (outra era) – Hoje, dia 10, faz 49 anos que morreu Wolfgang Von Trips na Parabólica, em Monza. Sua Ferrari foi tocada pela Lotus de Jim Clark na segunda volta e voou sobre os espectadores. Onze morreram na hora. Mais quatro no hospital. Von Trips era um ídolo em seu país. Há quem diga que foi melhor que Schumacher, o melhor dos alemães na F-1. Também nesta semana, mais um aniversário de morte em Monza: em 1970, o austríaco (na verdade alemão nascido em Mainz, de pais austríacos) Jochen Rindt bateu na Parabólica e não resistiu aos ferimentos. Foi o primeiro e único campeão póstumo da história.

Monza matou muita gente.

76 comentários

  1. Aqui vou eu de novo. Concordo com um comentário anterior: alambrado de galinheiro o que tinha ali.

  2. Zéca disse:

    Interlagos final dos anos 50 e início dos anos 60. Acampávamos no interior do circuito e dávamos a volta completa à pé nas margens da pista. Atravessávamos várias vêzes. Para boas fotos amadoras íamos dentro do asfalto. Nas corridas de longa duração, en geral à noite saíamos de Vemaguet do acampamento, nos misturávamos aos carros competindo, comprávamos pão e linguiça e voltávamos ao acampamento, novamente embolados com a competição. Riscos, riscos e mais riscos e total ineficiência de organização ou policiamento. Acreditem e perguntem aos sessentões.
    Este é o comentário número 50 deste assunto. Eu providenciei a saída da coincidência macabra de 49 comentários para 49 anos da tragédia.
    Requiem

  3. Eu não tenho mais dúvida alguma de que o grande alemão da F-1 seria o Stefan Bellof. Mas tá valendo, sem esse negócio de ficar santificando morto também. Schummy foi o cara e nada tira isso dele.

  4. Fernando Kesnault disse:

    Na realidade morreram 72 pessoas em Monza: 38 espectadores, 32 pilotos, 1 mecânico e 1 bombeiro.

  5. Alan Bandeira Preta! disse:

    É exatamente por isso que as pistas Tilkianas são extremamente seguras e totalmente enfadonhas.

    A categoria teria uma imagem horrorosa se este tipo de coisas ainda existissem. Quem iria querer patrocinar um esporte fatal?

  6. Mac disse:

    “Todo mundo que morre é melhor que o vivo Gomes, só que ninguém quer ficar no lugar do morto”

    Wolfgang Alexander Albert Eduard Maximilian Reichsgraf Berghe von Trips

    Dizem que no mesmo dia de sua morte ele iria pegar um avião junto com um ex-companheiro rumo aos Estados Unidos e o mesmo caiu e explodiu na Escócia. Trips em 61 ia para a quinta temporada na F1, apanhou muito nos 3 primeiros anos. Mas em seu país o esportista é eternamente lembrado, Trips tem até um museu e estátua na Alemanha! Curioso, Emerson Fittipaldi foi o único a fazer história pelo Brasil(foi o primeiro a ser campeão, um sonho muito longe na época), Emerson sequer tem nome em pista no Brasil, baita injustiça!!! Mas é como eu digo sempre, se não for assim não é Brasil(as famílias de Emerson, Piquet e Senna também não iam ser muito a favor a idéia de um museu, com tanta violência no país, com certeza as relíquias dos pilotos iam ser roubadas! Na época da morte do Senna roubaram até a placa no túmulo do piloto, nem a bandeira da estátua do Senna na capital em SP ficou para contar a história…Vexame total!

    Estátua de Von Trips em Kerpen-Horrem http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Wolfgang_von_Trips.jpg

    As posições de Trips na Formula 1, em termos de Formula 1 ficou muito longe do Schumacher.

    14º em 57, 4 pontos(Campeão-Fangio,40 pontos)
    11º em 58, 9 pontos(Campeão-Hawthorn,42 pontos)
    23º em 59, 0 pontos(Campeão-J.Brabham,31 pontos)
    7º em 60, 10 pontos(Campeão-J.Brabham,43 pontos)
    2º em 61, 33 pontos(Campeão-P.Hill,34 pontos)

    E em 61 A Ferrari dominou a temporada com P.Hill e Von Trips, a Ferrari tinha o melhor carro da temporada, Moss(Lotus) disputou “por fora” o título. Apenas os cinco melhores resultados durante a temporada eram somados na classificação final do campeonato.

    Vencedores em 1961:
    MON-Stirling Moss-Lotus
    HOL-Von trips-Ferrari
    BEL-Phil Hill-Ferrari
    FRA-G.Baghetti-Ferrari
    ING-Von trips-Ferrari
    ALE-Stirling Moss-Lotus
    ITA-Phil Hill-Ferrari
    USA-Innes Ireland-Lotus

    Mundial de pilotos em 1961:
    1-Phil Hill,34 pontos(Campeão)
    2-Von Trips,33
    3-S. Moss,21
    4-Dan Gurney,21
    5-Richie Ginther,16
    6-Innes Ireland, 12
    7-Jim Clark, 11

  7. Paulo Franco disse:

    Nooossaa!!
    O que é isso!
    Nunca tinha visto este acidente.
    Imaginava que não houvesse nenhuma imagem deste acidente ou talvez fosse algo como as de Jochen Rindt, meio nubladas…
    Impressiona muito!
    Pena que não ter fones aqui.
    Um monte de mortos espalhados na beira da pista e eles não pararam a corrida!
    Era uma época bem Punk, mesmo!
    Graças a Deus e aos esforços da antiga GPDA, as coisas estão melhores agora.
    Von Trips era alto e uma das coisas mais chatas hoje em dia, é que pilotos altos não são muito bem aceitos na F1.
    Webber é alto, mas deve fazer uma dieta de modelo dos anos 60 para se manter leve e entrar no cockpit.
    Seria bom se o peso mínimo dos carros incluísse o do piloto.

  8. mario aquino disse:

    Estes carros tinham o cheiro da morte, aceleravam muito como se nota no vídeo, mas tinham a constituição de uma casca de ovo.
    Coisa de macho.

  9. ACG disse:

    Vale lembrar aqui no blog a trajetória do Jochen Rindt, seu brilhante campeonato de 70 e a importância dele na carreira do Emerson. Tudo haver com os quarenta anos da primeira vitória do Emerson que consolidou este título póstumo. Ambos pilotos excepcionais.

    • vitão disse:

      segundo Stewart , de quem era amigo, que decidiu lutar por mais segunrança de pois dos acidentes de Piers Courage e de Rindt, este último tocava muito, mas fazia as curvas com uma tangência meio esquisita.

  10. Maran disse:

    Lamentável mesmo. Atualmente é impensável aquele amontoado de gente em pé na parte externa da curva de um circuito, embora situação semelhante se repete em muitos ralis do mundo até os dias de hoje.

  11. Renato Stavis disse:

    Senti muito pela morte do Ronnie Peterson, que saiu de Monza consciente, gesticulando, e morreu no dia seguinte, de embolia.

  12. Miguel Direito disse:

    Depois de ver estes F1 tão “arcaicos”, lembrei-me de dar uma de Rianov Albinov e enviar-lhe um link de um sitre com todos os f1 desde 1948 até hoje, com análises técnicas http://f1-images.de/index.htm decerto conhecerá, mas assim sempre fica…

  13. Rosemeyer disse:

    Triste.Dos alemães sempre gostei de Rosemeyer e Wolffgang,tragicamente mortos muito cedo.Talvez na epoca ,fosse o unico que poderia fazer frente a Clark,seguramente ,um dos virtuoses da historia.

  14. Gustavo disse:

    Aí Gomes, sobre o Jochen Rindt tá pra sair isso aqui:

    http://www.youtube.com/watch?v=YP4Yh0OBz8o

    parece que vai ser uma boa, não?

  15. Giovenardi disse:

    A lendária história do circuito de Monza
    Fotos, mapas, histórias, etc ..
    http://ultrapassagem.wordpress.com/2010/09/09/a-lendaria-historia-do-circuito-de-monza/

  16. O que mais me impressiona é que a corrida continuou, mesmo durante o resgate dos acidentados.

  17. Mauricio disse:

    E o Emerson, ao vencer o GP de Watkins Glen, garantiu o título póstumo de Rindt.

  18. João Vitor disse:

    Quem matou Von Trips e a galera não foi Monza e sim o toque com Clark, assim como o Rindt foi uma barra de torção ou alguma coisa assim.

    Sempre há um novo ponto de vista.

  19. Adriano Migliozzi disse:

    para certos, é mais fácil dizer que von trips foi melhor que schumacher do que senna…

  20. Ricardo Silva disse:

    É por isso que a competição tem que ser de pilotos e não de equipes. Por que no final do dia são eles que arriscaram suas vidas para ganhar corridas.
    Expectador não é piloto para morrer assistindo corrida.
    Mas o piloto quem que saber conviver com a morte na pista. É por isso que gostamos deles por que eles dirigem por que nós motoristas de rua prendemos a respiração em situações que eles vivem no dia a dia. É a habilidade deles.

    Piquet gostava de dirigir em pistas de alta velocidade. Onde os homens se separam dos meninos por executar manobras que se derem errado podem lhe custar a vida.

    A morte faz parte de toda atividade onde alguém decide assumir riscos. Parece que na Fórmula 1, ultra segura onde pilotos tem que pedir desculpas por soltar pum, eles esqueceram da morte como parte da vida das corridas.

  21. TOM SEM FREIO disse:

    Essa era a formula um antiga. Infelizmente, nessa época se morria, por falta de segurança. Mas nao venham falarm em imagens fortes, porque vemos coisas piores no dia a dia.

  22. Mauro disse:

    Esta é a parte triste do esporte. Assim como aconteceu com o japonês, moleque novo, perder a vida pelo esporte. Podem falar o que quiserem, mas os melhores pilotos são os da época passada, pois não tinham segurança nenhuma. Eles andavam com a cara e a coragem.

  23. Celso Guzella disse:

    Nessa aí ,ameaçaram prender o Jim Clark em 1962 alegando culpa intencional no acidente.Pode ver toda a história nessa série que a BBC4 lançou a respeito da vida do Jim Clark(meu ídolo)Começa por esse link a seguirhttp:

    //www.youtube.com/results?search_query=the+quiet+champion&aq=f

  24. Edison Guerra disse:

    Hoje,dia 10,faz também 38 anos da vitória de Emerson e da conquista do primeiro campeonato,na mesma pista.

  25. rafael pipoca na praia disse:

    Um monte de mortos e os cavalos querendo correr. Bando de desajustados.

  26. Ricardo Nigro disse:

    Flávio, se perguntar não ofende, a corrida ainda seguiu?

  27. Rodrigo disse:

    Foi em Monza, hoje, 10 de setembro, 38 anos atras que o Emerson foi campeão, não se esqueça disso….

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Grande_Pr%C3%AAmio_da_It%C3%A1lia_de_1972_%28F%C3%B3rmula_1%29

  28. roberto disse:

    O mais impressionante é que a corrida não foi interrompida, e os pilotos não pararam para ajudar , mostra que naquela época os pilotos e dirigentes cag… e andavam para todos, o ego e individualismo desta corja sempre foi o mesmo.

  29. Ronei Rech disse:

    Se nao me engano o aviao que ele ia pegar a noite p/ voltar p/ casa caiu e morreram todos a bordo. De qualquer forma seria o utimo dia dele.

  30. Rodrigo disse:

    Amanhã faz 32 anos da morte de Ronnie Peterson, na mesma pista de Monza.

  31. Alessandro Neri disse:

    Flavio , se nao me engano o acidente fatal do peterson foi tbm em um 10 de setembro. Em 1978. Peterson faleceu alguns dias depois no hospital. Mas estamos falando de um outro tempo no automobilismo. De uma outra monza. Desafiadora e perigosa. E de verdadeiros super-herois e homens que desafiavam a morte em um esporte que apaixonava. Ah que saudades dessa F1…. com riscos e desafios e que somente homens com habilidades e coragem unicas faziam parte. não essa molecada de hoje teleguiados por algum engenheiro nos boxes , e qdo chove mto largam atrás do safety-car ( Japão 2007 uma das maiores vergonhas da história da F1 , uma afronta com pilotos que já enfrentaram e pereceram no “RING” com fog e baixa visibilidade) , circuitos com areas de escape de asfalto e por aí vai. não vou nem mencionar a vergonheira que é a F1 atual com relação a ética e esportividade. abs e sou um fã seu incondicional.

  32. Eric disse:

    Matou também Ronnie Peterson, na largada.

    Dizem que foi culpa do Patrese, que não aliviou o pé, bateu no Hunt e fud…com tudo.

  33. silvio macedo disse:

    Ronnie Peterson tb morreu depois de um acidente lá, salvo engano.

  34. Paulo Passamani disse:

    Lembro vagamente da manchete de O Globo, no dia 6 de setembro de 1970. ” Morreu Rindt……..70″

  35. Andre Camara disse:

    Esse acidente do rindt não foi aquele que é por muitos o mais sinistro da história da F1?

  36. Lucas Carioli disse:

    Amanha, dia 11, pode incluir na lista o fantástico Ronnie Peterson.

  37. Sandro disse:

    Monza 1978: R.I.P. Ronnie Peterson.

  38. Don Victor disse:

    Essa maldita monza sempre ocorrendo no meu aniversário… poootz… qto a morte do trips eu ja sabia, mas o duro é ver todo ano monza no 10 set.

  39. Orlando Salomone disse:

    E, se não me engano, Saarinen também foi campeão póstumo.

  40. Orlando Salomone disse:

    Em 1973, no Mundial de motociclismo, após a prova da 250, em que houve um acidente que deixou muito óleo na pista, os dirigentes (p’ra variar) não tomaram as devidas medidas de segurança e autorizaram a largada da 350. Na primeira curva, morreram Jarno Saarinen e Renzo Pazollini, o primeiro, líder do campeonato àquela altura.

  41. Jayme disse:

    As cenas são de uma crueza impressionante, e também o fato da corrida não ter sido interrompida com uns animais passando a toda ao lado dos socorristas retirando o corpo do piloto morto. Tétrico.

  42. Jayme disse:

    Já que é para homenagear os mortos, não deixemos de mencionar Ronnie Peterson companheiro de Emerson que também morreu em Monza.

  43. Guzz disse:

    Realmente são imagens impressionantes, corpos empilhados pelo chão, a corrida seguindo sem interrupção…

    Hoje há quem reclame da entrada de um carro de segurança, mas vendo imagens assim que se pensa no limite entre a emoção e a segurança.

  44. pedroca el diablo disse:

    achei q vc ia falar sobre algum monza hatch ou 4 portas

  45. Bruno Abila disse:

    Imagens fortes.

    Parecem ate daquele filme, que foi exibido uma vez na mostra internacional de Cinema em Sp, em 2008. O filme era ” Fangio, uma vida a 300 km/h”, rarissimo, foi distribuido apenas na argentina e no Panama, onde foi produzido.

    Se nao me engano, so maiores de 18 anos podiam assistir esse filme. Um dia eu encontro em DVD ou VHS.

  46. antonio seabra disse:

    Nunca tinha visto um video deste acidente. Realmente impressionante. E lastimavel.

  47. Rovilson Portela disse:

    Impressionante a imagem do acidente. Sempre ouço amigos dizendo que a F1 de hoje tem “segurança demais”, que “diminui a emoção”, mas vendo essa imagem compreendo o quanto estão errados…

    Ah! Estou arrumando as malas e fazendo uma revisão no NIVA pra ir acompanhar a Classic Cup em Londrina, se outros blogueiros forem de carro também, quem sabe não organizamos um comboio?

    Abraços

  48. AS disse:

    Katz !! Vc está com alguma premonição ? Bate na madeira 3 vezes véi…

  49. Charlinho Tavares disse:

    Puxa vida, que vídeo sinistro, e triste. Essas corridas das antigas, ao que parece,não eram cadeira elétrica só para os pilotos, ficar no alambrado também era risco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>