MENU

Tuesday, 30 de November de 2010 - 19:38Autódromos

INCLINOU, COMPLICOU

SÃO PAULO (trampo duro) – Está fácil recapear Daytona? Serão 50 mil toneladas de asfalto na pista que recebeu sua última capa em 1978. Quem enviou a foto e o link (tem até um vídeo, bem legal) foi o Carlos Bragatto.

50 comentários

  1. Sergio says:

    Para obter-se 50 toneladas de asfalto, são necessários 5 mil toneladas de CAP (Cimento asfáltico de petróleo), popular betume em 200 carretas. Alem do espalhamento em vibroacabadora, tem o trabalho dos rolos compactadores. Sem duvida, uma obra desafiadora.

  2. elnino says:

    veja o video….sem palavras

  3. Gustavo Forte says:

    Viu a Kombi verde dando suporte?

  4. rubem rodriguez gonzalez says:

    Não ví o vídeo, mas pela foto o negócio é feito na base do “armengue”, não parece ter capeadora específica para esse tipo de obra, é tudo amarrado, enganchado e ancorado com cabos de aço e tratores do lado superior segurando tudo, de outro lado um guindaste vai manobrando a calha alimentadora e assim vai indo o processo.
    Não disse que o resultado será ruim, afinal quem está fazendo pressuponho que entenda bastante do riscado, afinal o que há de mais legal nos EUA é o fato que existem especialistas para tudo que vc possa imaginar, e é claro que deve exisitir um cento de PhD e centenas de tecnicos e operários especializados apenas nessa atividade. Mas o fato de não existir um equipamento específico leva a crêr que a tarefa fica muito mais lenta e complicada.

    • Cleiton Pessoa says:

      Talvez fique mais complicada. Mas acredito que já estão escolados em como se fazer asfalto decente em autódromos, pelo ao menos nas autopistas não pude reclamar de nada.

  5. Casino says:

    Tem gente que torce o nariz pra corrida em oval, mas não pode negar a qualidade do trampo dos caras pra manter a pista perfeita.

  6. Ricardo Bigliazzi says:

    Os americanos são muito melhores… rs!!

    Interessante como se faz uma pista com curvas inclinadas… eu também sou um dos que nunca pensaram sobre a trabalheira que dá para fazer uma pista dessas.

    Segue o jogo.

    Imperador

  7. Valente says:

    Acesse o link que o Flávio postou. Lá aparece a mesma foto e logo abaixo tem o vídeo.

  8. ALEX B. says:

    Creeedddo! Que mao de obra! Deve ter saido os tubos!

  9. Arthur - Santos says:

    Flavio cade o link????po fiquei curioso pra ver
    Abraço

  10. André, o Amaral says:

    Cadê o link?

  11. chandler says:

    Porque vocês do GrandePremio menosprezam a maior categoria Norte-Americana que é a NASCAR?
    ao mesmo tempo em que costumam falar bem de uma categoria fracassada nos EUA que é a Indy? que os americanos sequer lembram que ainda existe?
    Preconceito ou nacionalismo (porque na Indy tem brasileiros)

  12. Creio que a tecologia de asfaltamento de autódromos deste nível, quanto à base, seja próxima à utilizada em aeroportos, claro, sem a mesma necessidade de resistência ao peso.

  13. Antonio says:

    Nossa… acho que eu nunca tinha reparado que a pista é tão inclinada…

  14. Maxwell Barbosa Medeiros says:

    Não sei quanto a vocês, mas eu gostei muito da foto. É daquelas situações que você nunca se pergunta como se faz isso ou aquilo.

  15. sandro says:

    Flavio, até onde sabemos a Indy em São Paulo foi pra 1º de maio, o traçado será a mesmo? Será feito um recapeamento da pista? ou ninguém se pronuncia ?

  16. Anderson says:

    FG, bom dia! Qual o link do vídeo? Abs.

  17. Cesarov Emiliov says:

    Enquanto isso em solo paulistano, o asfalto das nas ruas nao dura nem 6 meses… (tou meio amargurado, (re)abriram 2 crateras na mesma rua aqui do lado de casa, e uma terceira esta em rápido desenvolvimento. A maravilhosa prefeitura “remendou” as 2 (re)abertas e alargou a terceira com os caminhões… Daqui a 3 meses eles voltam para perpetuar o ciclo!)

  18. Tiago says:

    Para tudo existe uma solução no google tem imagens antigas de recapeamento de lá. cadê o link do video?
    abraço

  19. Haroldo says:

    Flávio, ontem infelizmente não vi o NO LIMITE e provavelmente perdi uma das maiores pérolas que vcs já mostraram, o vídeo do CANALHA 20 anos mais novo!!! Por favor, post ele aqui!!

  20. Vander Romanini says:

    Flavio, cadê o link do vídeo?

  21. vitão says:

    e lembrando que as 500 milhas deste ano foi interrompida 2 vezes para repar a pista . já ouviu a história de trocar o pneu com o carro andando ? pois é , foi quase isso.

  22. marcio riva says:

    Daytona realmente precisava de uma reforma no asfalto, na ultima daytona 500 houve uma longa bandeira vermelha por causa de um buraco, mas convesso que quando vi as primeiras fotos do velho asfalto cheio de linhas pretas de remendos tampando as rachaduras sendo retirados fiquei um pouco nostalgico ao perceber que não veria mais aquela cena dos carros passando a quase 200mph naquelas curvas onduladas toda riscadinha de preto. Só para constar, a maioria dos pilotos era contra a reforma porque o asfalto ondulado e velho era mais seletivo e o melhores pilotos e carros bem ajustados se sobressaiam.

  23. Iug says:

    Enquanto isso no rodoanel, inaugurado em abril, já precisa de um asfalto novo….

  24. BOZO says:

    Imagine o consórcio da marginal Tietê fazendo isso ahahah!
    aqui nem no plano fica bom, aliás, plano pra eles é meio CURVO ahaha!

  25. Rodrigo Duarte says:

    Flavio, talvés não seja apropriado comentar, mas me peguei vibrando hoje na Avenida Jabaquara ao ver o 69 em cima de um guincho, junto com aquele Passat azul do Tranjan, acho que número 44. Me fez ir muito mais bem humorado pra casa, depois de um dia de trabalho.

  26. Rafael says:

    Já era hora! Esse ano abriu um buraco na pista no meio da corrida da NASCAR!

  27. pedro afonso scucuglia says:

    eu tinha falado concreto, mas é asfalto. Mesmo assim é coisa!

  28. pedro afonso scucuglia says:

    Ou asfalto, que seja.

  29. pedro afonso scucuglia says:

    50 mil toneladas de concreto… Né muito não? Cá comigo, isso daria pra concretar uma barragem do tamanho de Itaipu… É concreto pra carai!

  30. galileu says:

    brincadeira! bela foto, parabens

  31. Thiago da Matta says:

    Flávio, o apelido do Nick do Xandel é Nickelodeon! o mesmo nome do canal infantil. Por isso que o apelido foi dado pela filha dele.

  32. Ze Rodrigo says:

    Não deve ser fácil… :-)

  33. says:

    Ai uma coisa que nunca havia imaginado.

  34. Luis Antonio says:

    “… Fosca-se !!!…”

  35. Rodrigo Moraes says:

    Como diriam em Minas, quédi o link?

  36. Filipe says:

    E cadê o vídeo?

  37. vitão says:

    se hoje está complicado, imagina nos anos 50 :

    http://www.caranddriver.com/features/08q1/between_a_cathouse_and_a_dog_track-feature

    veja as fotos originais e leia sobre o puteiro ( pode escrever puteiro?) que ainda funciona ao lado da pista ( e por isso dizem que o velho Francis era um bom FDP) .

  38. Phillipe says:

    Estamos sem link. Se for uma reportagem que vi no Jalopnik, é bem interessante mesmo.

  39. Aléssio Marinho says:

    Com essa vala no meio da pista, será que a empreiteira não vai deixar uma imenda daquelas bem feitas da Belém-Brasília?

    • galileu says:

      aqui no brasil varonil, tivemos a construção da reta infinita da GM lá em cruz alta sp. quem nunca viu, vaim aí a pista é um circulo com inclinação, (não sei o angulo), e quanto mais alto se anda mais veloz vai o carro, dizem os pilotos de testes da GM que no alto chega-se a largar o volante e o carro continua como se estivesse em linha reta.

  40. Pedro Costa says:

    Era bem mais fácil com aqueles trabucos de LESTE QUE VC GOSTA TANTO.

    AHAHAH!!

    Um abraço.

    Pedro

  41. tplayer says:

    Como os caminhões americanos são bonitos.

  42. Eduardo Gasparrini says:

    Qual seria o link? Teria como passar?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *