MENU

quarta-feira, 6 de abril de 2011 - 18:06Dica do dia, Gira mondo

DICA DO DIA

“Onde as crianças do mundo dormem”, um projeto fotográfico do queniano James Mollison. Vejam e reflitam. Enviada pelo Rubem Gonzalez. A foto que ilustra este post é de um imigrante romeno sem-teto em Roma.

15 comentários

  1. Alessandro disse:

    Completamente envergonhado de reclamar do que quer que seja.

  2. andré frej disse:

    Parabéns pelo post, Flávio.

    Vale ressaltar que as crianças palestinas não dormem, assustadas com os constantes bombardeios realizados pela artilharia aérea judaico-israelense.

    Triste mundo em que vivemos.

  3. JC Simonassi disse:

    Esse é um mundo de m…. mesmo !!!!

    E um babaca como o Richard Branson (no post anterior) gastando os tubos com seus brinquedinhos idiotas !!!!

    Que mundo é esse ???

  4. Jefe Rodolfo Silva disse:

    Eu vejo coisas assim o tempo todo. Não é o capitalismo o culpado por isso. O capitalismo gera empregos, financia pesquisas, fez mais coisas em 100 anos do que outros modelos econômicos em todos os anos passados da humanidade. O capitalismo é um modelo justo que permite o crescimento de povos, empresas e nações. O problema é o filho-da-putismo de governos por todo o mundo. Filhos da puta que governam e não tem a sensibilidade humana para evitar cenas como essas. Enquanto pessoas de bem não estiverem no poder, os filhos das putas nos governos continuaram ignorando a coisa mais importante do mundo: as pessoas. Nada contras as putas, elas não tem culpa. Vivem ocupadas pra sustentar esses filhos da puta que tomam o poder. Ó, seus filhos da puta nos governos, comecem a honrar o trabalho de suas mães, aí começaram a ter respeito pelo próximo.

    • rubem rodriguez gonzalez disse:

      Cara já pensei bem diferente de você e hoje apesar de continuar sendo escencialmente socialista concordo contigo que a grande mazela do mundo são os políticos, o outro dia em uma reunião de empresários aqui em Itaboraí -que passa por um boom imobiliário- todos eram unânimes que teriam que fazer os investimentos em infra-estrutura na região dos seus empreendimentos , pois se dependessem do poder público nada seria feito.
      É verdade que esses empresários são ricos, mas e o secretário de obras que ganha 10 mil por mês e está milionário? e o deputado federal da região que possui dois helicopteros, apesar da origem paupérrima?
      Cada dia me concientizo mais que o ser humano não têm salvação e muito menos têm algo de humano….

  5. Ricardo Bigliazzi disse:

    A gente fica muito mal acostumado em São Paulo… e olha que tem gente que reclama pacas de nosso canto… no ano passado levei a Familia para passar Férias na Bahia… num dos dias fomos para “Mangue Seco” divisa entre Bahia e Sergipe… para chegar ao local precisamos entrar um pouco no Estado do Sergipe… nesse momento vimos uma das cenas mais marcantes de minha vida… eram verdadeiras “ocas” de palha a beira de estrada… não muito diferentes do que vemos em Biafra ou outro Pais paupérrimo pelo mundo. Estava parando para tirar uma foto, quando a minha esposa me impediu… ela disse que bastava o que estavamos vendo para que ficasse registrado em nossa memória.

    Sempre conto essa história para todo mundo.

    Imperador

    • Walter - Poa RS disse:

      Saindo de Maceio, tanto para o sul como para o norte, nas estradas estaduais AL 101, eu e minha esposa vimos verdadeiras vilas com estas casas de palha e barro. No primeiro momento acreditamos que estivessem abandonadas, pois é quase impossível acreditar que alguém habita aquilo, porém logo vimos pessos transitando por ali, entrando e saindo das choupanas. É incrivel e inacreditavel.

      Porém, quando foi visitar o centro de Maceio e o palácio do governo estadual, hoje museu, fique talvez até mais espantado, pois a três quadras do dito palácio as ruas são de chão batido e existe um lixão por cima de uns trilhos o cheiro é insuportável, a miséria faz parte da paisagem.

  6. Cléber Porto disse:

    Se falasse que era o Schumacher quando criança eu acreditava…

  7. Rafael Rodrigues disse:

    Maldito capitalismo.

    “milhões de crianças passarão a noite de hoje ao relento, com frio e com fome”

    Nenhuma delas é cubana.

  8. Hamilton_k disse:

    Esta nem é de longe a mais chocante das fotos deste livro. No link que o Flavio colocou dá para lê-lo inteiro em versão digital.

    Tem até a imagem de uma garota de 13 anos, do Rio de Janeiro, que está grávida pela terceira vez (sim, terceira).

    Certamente algum gaiato irá ver uma semelhança no figurino do garotinho com o do personagem Pacífico, do Ronald Golias.

    Mas não há nenhum motivo para rir de nada, e sim para refletir e tentar dormir à noite, com tantas distorções e disparidades econômicas, políticas, religiosas, que destroem a infância de milhões de crianças no mundo.

  9. Rodrigo Assis disse:

    Gomes 69,
    Esse é o primeiro mundo. Eu, não tenho nem palavras para dizer sobre esse tipo de coisa.Tristeza, mais nada.

  10. Phil Ulyanov disse:

    Uma publicação espetacular, enquanto isso um monte de gente fica se irritando lendo vejas e afins…

  11. rubem rodriguez gonzalez disse:

    Sabia que um cara como você se sensibilizaria com esse trabalho que achei de uma profundidade social que nos faz refletir se estamos realmente no caminho certo.
    Com a sua sensibilidade você foi logo na ferida e mostrou um branco caucasiano europeu que em tese pertence ao primeiro mundo e dos enfocados no ensaio é o mais “fudido” de todos…… a miséria realmente está globalizada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *