MENU

terça-feira, 2 de outubro de 2012 - 15:55Brasil, Tecnologia

MISTÉRIO NO SUL

SÃO PAULO (bá, que coisa!) – Foi o Maurício Henkel quem mandou a notícia. Vocês já tinham ouvido falar de um tal Projeto Chambrin? A história é ótima. Nos anos 70, um engenheiro francês de nome Jean Pierre Chambrin desenvolveu uma tecnologia de motor a água e álcool que revolucionaria o mundo, e o governo do Rio Grande do Sul cedeu a ele uma oficina no Corpo de Bombeiros de Porto Alegre para que levasse os estudos adiante. Em 1982, segundo consta, o governo federal mandou lacrar tudo. O homem morreu alguns anos depois. Está tudo neste link aqui do “Zero Hora”. E neste aqui do “Correio do Povo”, com mais detalhes.

O que teria acontecido? Será que Chambrin descobriu como fazer um carro andar a água e o governo militar da época resolveu dar um basta no negócio por pressão da OPEP? Sei lá. Só sei que um Corcel estava sendo usado para os testes, esse aí da foto do Fernando Gomes, do “ZH”. O Corcel parece que vai para o museu dos bombeiros.

Foto Fernando Gomes/Zero Hora

Vocês aí do Sul, contem mais!

ATUALIZANDO…

Contaram. Este link aqui explica quase tudo em detalhes. Resta o mistério do fim das experiências…

43 comentários

  1. Alberto disse:

    Meu avô trabalhou no projeto desse motor, em paralelo com o desenvolvimento do motor movido a álcool. Ele tinha em casa vários documentos de como foi fabricado o motor. Mas também comentava que não seria comercialmente viável, porque precisaria de água SUPER pura, sem resíduos ou qualquer mistura, caso contrário com o tempo o motor sempre precisaria de limpeza especial. Por fim, era mais caro do que um motor a álcool ou gasolina.

  2. Álvaro Azevedo disse:

    Esse é o primórdio do AQUAMÓVEL da estrela anos 80, sabia que havia algo atrás daquele brinquedo.

  3. Alexandre - BH disse:

    Após cumprir os 30 anos, a pena máxima no Brasil, o último preso político está livre.

  4. Alvaro disse:

    Legal o Corcel 4 portas a água

  5. Ulisses disse:

    Conhecia uma história semelhante de um mecânico da cidade de Leme, interior de SP, que fez um Passat andar com água nos anos 70, fala-se que ele e o carro também sumiram, despareceram, deixando esposa e filhos. Mas, acho que é mais uma lenda urbana.
    Essa história do Eng. Chambrin parece ser, pelo menos, fartamente documentada.

  6. Alessandro disse:

    Então isso explica um carro na mesma situação que está atirado na PUC/RS… Está lá em uma garagem perto da Fundação.
    A lenda urbana é verdadeira…

  7. Wendell Fiorin disse:

    Carro Movido a Água HHO – Hidrogênio
    http://www.carroaagua.com.br/

  8. Bruno disse:

    “Parte dos equipamentos pertence à BM e o restante poderá ser doado para estudos na Universidade Federal do Rio Grande do Sul.” Se eles quiserem me dar o Corcel, eu fico muito satisfeito!

  9. MoVilla disse:

    Gomes,
    Sensacional esse post e os links subsequentes.
    Puta garimpagem de uma faceta da nossa memória automobilística!
    Fica a pergunta: onde estariam guardados os eatudos do Chambrim?

  10. Fabio disse:

    Nessas coisas que o Brazil afunda cada vez mais.
    Eu gostaria de ver um carro que fosse realmente Brasileiro ou parte dele como o Troller.
    Com a quantidade de carros que o Brasil tem, eu acho que deveria ter um carro com marca brasileira, mesmo que este seja da WV como fabricante, como o SKoda da Republica Tcheca que e feito pela WV.
    Quando era mais novo eu escutava que nenhuma empresa da carros dava certo, porque as empresas maiores impediam o fornecimento de pecas por empresas menores aos fabricantes.
    Provavelmete issso e verdade.
    Lembro tambem que o governo sempre dava beneficio as grandes empresas de carros, como agua e luz de graca, talves terreno e impostos reduzidos…
    Agora me pergunto…..se eu for abrir uma empresa, alguem ajuda na conta de agua e luz?
    Pois ‘e….. nao ajuda.

    • Marcelo Witt disse:

      Se quiser abrir uma empresa e ganhar incentivos, procure em São Bento do Sul/SC. Aqui temos uma política de incentivos bem interessante. Já teve muita empresa benenficiada com bem mais do que água e luz !!! E nenhuma fabrica carros, OK! Um abraço!

  11. Alexandre Zamariolli disse:

    Aos interessados: acessem o acervo digital da Quatro Rodas(http://quatrorodas.abril.com.br/acervodigital/home.aspx) e procurem a edição de janeiro de 1981, páginas 6 a 9.

  12. Maurício MV. disse:

    Se não estou enganado, foi tema de uma reportagem no Fantástico na época.

  13. Etel disse:

    FG, vc que é “assim” com a DILMA, divulga isso! Mostra para o governo do PT, como fazer este bem pra nos brasileiros e para o mundo também, principalmente porque a PETROBRAS, vende gasolina pura para a ARGENTiNA a R$ 0,75 o litro!!!!
    Amo seus texto, vc é o mestre maior!!! Abraços.

  14. Clésio Luiz disse:

    Carro movido a água não funciona. Simples assim. Se os donos do petróleo sabotam qualquer alternativa ao mesmo, porque existe carro movido a álcool? Ou a diesel vegetal? Ou carros elétricos, que estão aí a décadas?

    O que acontece é que de vez em quando aparecem alguns espertalhões querendo montar um esquema. Quando confrontados por gente que realmente pode verificar se o carro funciona a água, eles somem.

    vejam esse link aqui com mais detalhes sobre o assunto, e os últimos malas que tentaram ganhar fama com esse santo graal: http://jalopnik.com/water_powered-car/

    • Machinist disse:

      Carros a álcool, a diesel vegetal e elétricos entre outros só existem e são comercializados porque:
      – A criação deles foi financiada e/ou aprovada pelos governos onde existem;
      – O combustível utilizado necessita de processo de fabricação e pontos de venda, o que gera tributos em todas as fases ao governo que liberou tais veículos, desde a sua captura como matéria prima até o produto acabado no ponto de venda.

      Agora imagine um carro movido a água. Dá pra pegar água na torneira, no riacho, e até no mar. Basta dar uma fervida, ou destilar via energia solar, e voillá.. combustível de graça (ou quase), não poluente, e abundante. Como se sustentaria um governo de uma sociedade, que tem como o maior pagador de tributos uma indústria e toda a cadeia produtiva/comercial envolvida direta e indiretamente com petróleo, álcool entre outros?
      A indústria do petróleo é a maior indústria do mundo…
      Ameace-a quebrar com um mecanismo simples, ao qual ela não terá controle….

      Espero ter explicado meu ponto-de-vista.
      Desculpe-me se falei besteira.

    • Leo disse:

      Nesse caso é até possível pois ele não rodava 100% água, e sim numa mistura com etanol, que segundo um dos textos, geraria hidrogênio através de uma reação química com a alta temperatura do escapamento.

  15. Jason Vôngoli disse:

    Isso lembra o causo do cara da Ilha do Governador que inventou o Opala movido a água nos anos 70.
    Claro que os homens malvados da Opep (ou das multinacionais do petróleo?) sumiram com o genial brasileiro…

  16. Martim disse:

    A equação é simples:
    Água do Guaíba com óleo derramado pelos navios+álcool= BUUUUMMMMM

  17. Diego Antelo disse:

    Aproveito pra lançar outra pergunta: Onde foi parar o Elko, projeto de motor dos anos 80 que andaria com qualquer coisa que colocasse nele, seja álcool, gasolina, querosene, óleo de cozinha, cachaça, etc. e tal ?

  18. disse:

    Mas pode ter sido quando o Brasil proibiu as importações. Ele não plantam cana. Iriam vender para quem e abastecer como?

  19. Luciano Santos disse:

    Flavio,

    Neste link tem a matéria completa que saiu na Zero-Hora este ano: http://frentedosoficiaissuperioresdabm.blogspot.com.br/2011/10/projeto-chambrin.html

  20. Eric disse:

    Era o promórdio do Aquaplay…a Estrela roubou!!!!!!!!!

  21. Luiz Fernando Pereira disse:

    Não é exatamente sobre este assunto, mas tem bastante a ver. Lembro-me de que em meados da década de 80 saiu uma matéria na Quatro Rodas sobre o projeto do “motor Elko”, que funcionava com diversos combustíveis – inclusive óleo de soja – e que seria algo revolucionário.
    Depois, nunca mais ouvi falar do assunto. Alguém se lembra disso? Sabe que fim teve a história?

  22. totiy disse:

    Curioso é que mesmo lacrado e vigiado roubaram tudo! iso que estava “guardado” num quartel de PMS…

  23. Ricardo Otto disse:

    Gaúchos inventaram o primeiro carro a água do mundo…

  24. Marcelo disse:

    Meu pai já conta esta história devem fazer pelo menos 20 anos, deve ter um fundo de verdade nisso tudo. Com certeza o governo não iria querer perder o controle sobre o petróleo, ou melhor, sobre o monte de dinheiro que ganham com isso só de impostos.

  25. jovino disse:

    Flávio, lembro-me perfeitamente que, num programa do Flávio Cavalcanti, apareceu um senhor lá, se não me falha a memória, com um fusca movido a água e o funcionou lá ao vivo e a cores. Depois, fiquei sabendo que ele desapareceu ou morreu, mas este projeto, nunca mais ouvi falar. Que tem coisa aí, isto tem…
    Jovino

  26. Zeno disse:

    ué…, nosso alcool não tem água? acho que o projeto foi pra frente sim…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *