MENU

domingo, 13 de outubro de 2013 - 5:13F-1

JAPAN POP SHOW (3)

jps3SÃO PAULO (olha o sol aí!) – Bem, vamos olhar para o lado positivo das coisas. Foi uma corrida legal, taticamente, com três “players”, como gostam de dizer aqui na comunidade. A saber, Vettel, Webber e Grosjean. A Red Bull saiu com possibilidade de usar duas táticas diferentes para seus pilotos. Tião para duas paradas, adiando ao máximo a segunda — claro que isso dependeria das circunstâncias da prova. Nosso hoje sorridente Canguru para três, para tentar um sprint final com pneus médios. Mas também dependia das circunstâncias. Se fosse possível, terminaria a corrida com dois, mesmo. E Grojã com dois pit stops previstos, numa estratégia mais convencional, que começou a funcionar com uma excepcional largada, mas não resistiu no final.

Vettel ganhou. Numerinhos: quinta seguida, nona no ano, 35ª na carreira. Palmas para ele, que ele merece. Abriu 90 pontos de Alonso, 297 a 207, e para ser campeão na Índia não precisa de muita coisa. Se chegar na frente do espanhol, babau. Se Alonso vencer ou chegar em segundo, façam as contas. Que são desnecessárias, a essa altura do campeonato. O tetra cantado há séculos é só uma questão de tempo.

Não viu a corrida?

Foi assim.

Grojã pulou de quarto para primeiro na primeira curva. Para variar, Webber não largou bem. Vettel, mais ou menos. Fechou a primeira volta em terceiro, seguido por Rosberguinho, Massa e Alonso. Hamilton rasgou um pneu na asa de Sebastian, o carro ficou todo detonado e ele acabou abandonando na nona volta. Massa e Alonso era algo interessante. O brasileiro iria abrir para o futuro ex-companheiro? Não abriu. Teve um rádio estranho da Ferrari, “strategy A, now, please”, foi o que ouvi. O “now” demorou. Só na 20ª volta Fernandinho deixou Felipe para trás. Depois da prova, Massa disse que não obedeceu a ordem dada várias voltas antes.

Agora é tarde para insubordinações, eu diria.

Mas, cá entre nós, ali não valia muita coisa. Voltemos aos “players”, então.

Webber foi o primeiro dos três a parar, na volta 12. Grosjean, na 13. Vettel, na 15. Noves fora, tudo igual depois da primeira janela, exceção feita a Hülkenberg, que ganhou as posições dos dois ferraristas e apareceu em sexto.

O melhor momento da corrida, no segundo escalão, aconteceu aí. Da 20ª à 24ª volta, depois que Alonso passou Massa, um trenzinho puxado pelos dois vermelhos trouxe para a festa Guti-Guti, Raikkonen, Pérez e Rosberguinho, que pagara um drive-through porque a Mercedes o liberou de um pit stop de forma, hum, um tanto precipitada. Quase bateu no mexicano maclariano nos boxes, possibilidade de uma merda federal. Um pouco mais à frente de todos, o incrível Hulk. Passa daqui, passa dali, as coisas se acomodaram.

Voltemos aos “players” (estou odiando essas aspas; serão eliminadas na próxima utilização do termo coxinha). Na volta 26, o marsupial rubrotaurino para de novo. Sai dos boxes em terceiro, a 15s de Grojã. Opa. Aí tem. Parou muito cedo. Não aguenta até o fim, óbvio. Vai para três paradas. Pode dar certo. O final vai ser alucinante, pensei cá com os botões do meu pijama.

Grojã começa a perder rendimento. Vettel vai chegando. Box para a Lotus, na 30ª volta. Webber passa, claro. Fica em segundo. Mas terá de parar de novo. Aí neguinho começa a fazer contas. Quando o Vettel parar, Grojã volta a ficar na frente dele, certo? Certo. Então, para logo, rapaz.

E foi aí que Tiãozinho deu o pulo do gato. Foi esticando o stint, esticando, esticando, até a volta 38. Voltaria atrás, sim. Dos dois, Webber e Grosjean. Mas o primeiro teria de parar de novo. E o segundo teria pneus oito voltas mais velhos. Não demorou muito para a estratégia se pagar. Na volta 41, Sebastian foi para cima de Romain e passou sem grande dificuldade. Webber estava 15s à frente. Com aqueles pneus trocados na volta 26, não terminaria a corrida nem por decreto papal. Parou na 43, calçou médios e teríamos, pois, dez voltas beleza pura, com o australiano voando para alcançar os dois. Vettel liderava, 3s3 à frente de Grosjean, que tinha 4s7 para Markão.

Mas não deu para ele. Porque quando nosso querido canguru finalmente chegou no francês da Lotus, na volta 47, tentou e não passou. Na seguinte, de novo. Na outra, necas. Mais uma, e picas. Com isso, Vettel abria mais de 7s para a dupla que andava coladinha. Webber só foi passar Grosjean na 52ª, e aí Inês era morta.

E assim nossos players foram para o pódio nessa ordem: Vettel, Webber (a 7s129) e Grosjean. Os coadjuvantes da brincadeira se divertiram, até. Nas últimas voltas, Alonso e Raikkonen passaram Hülkenberg, que chegou em sexto — mais um grande resultado, que só melhora sua posição na briga por uma vaga na Lotus. Gutiérrez segurou bem Rosberg e foi o sétimo, marcando seus primeiros pontos na F-1. Depois do alemão da Mercedes veio Button, que na última volta passou Massa, que tinha despencado depois de um drive-through por excesso de velocidade nos boxes.

E foi assim. Quem aguentou a madrugada viu um bom GP em Suzuka. O público no autódromo, enorme, também gostou. Eu gostei mais ou menos, queria ver o pobre Webber ganhando uma.

Não houve hostilidades entre os mecânicos de Tião e os do Canguru, porém. Foram vistos comemorando a dobradinha depois da corrida, brindando com cerveja quente e energéticos gelados. Parece que só tinha uma geladeira, e essa ficou para a turma do tetracampeão. Que não bebem, não fumam e não fazem sexo. Todos engomadinhos. Mas não dá para negar. Sabem como ganhar títulos.

168 comentários

  1. Para mim,Vettel já é campeão. Basta ao Alonso , parabenizá-lo! kkkkk

  2. wagner disse:

    Para ser o melhor de todos os tempos não basta apenas sentar num carro e correr rápido. Schumacher foi o maior e melhor de todos porque além de ser impecável na pista aceitou o desafio de pegar uma equipe jogada as traças e torna-la campeão. Para isso ele foi um verdadeiro líder fora das pistas e todos a sua volta, desde Brawn aos mecânicos e aos faxineiros trabalhavam com dedicação e o idolatravam. Nos fins de semana ele era o único piloto que ficava nos sábados até a noite com os mecânicos. Por isso os melhores quiseram trabalhar com ele. Os melhores se cercam dos melhores. Vettel aprendeu com o mestre. Poucos pilotos tem a capacidade de transformar não só o seu carro, mas ir além e transformar uma equipe inteira. Schumi fez isso e hoje Vettel também. Não adianta chorar Alonsistas.

    • Allez Alonso! disse:

      Essa lengalenga de sempre. Shumacher foi contratado a peso de ouro e levou todo mundo da Benneton com ele, Brawn, Byrne e Todt, mesmo assim foram quatro anos de jejum e muita grana em jogo, testavam 24 hrs por dia. Vettel não transformou nada, quem fez o que a red bull é hoje foram Dietrich Mateschitz e Adrian Newey. Um com a grana o outro com o talento. Vettel senta a bunda no carro e acelera, não há mais testes, ou o carro é bom ou ficam na tentativa e erro tentando melhora-lo a cada gp. Não por acaso, o maior salário na rbr é do projetista, esse sim a maior estrela. Me responda o que aconteceu com Shumacher na Mercedes? Perdeu a majestade? Claro que não! O carro não era bom, só isso. Poucos pilotos conseguem tirar mais do carro que o que ele efetivamente produz. Pelo retrospecto do Vettel, esse não é o caso dele:
      http://www.grandepremio.com.br/f1/noticias/whitmarsh-admite-que-perder-alonso-foi-um-erro-e-nega-negociacao-mas-diz-mclaren-gostaria-de-te-lo

      • Wander Vernillo disse:

        Erro muito maior, foi do Alonso, que por não suportar um piloto a sua altura (Hamilton) na mesma equipe, abriu mão da chance de voltar a ser campeão, pela melhor equipe (Mclaren) em 2007 e 2008 , pra ir tirar leite de pedra na decadente Renult. Esse titulo que poderia ter ganho (talvez dois) tá fazendo falta no retrospecto do espanhol. Por falar em retrospecto, você conhece outro piloto com retrospecto melhor que o Vettel, quatro títulos em seis temporadas, além de pole e vitória, únicas da Toro Rosso. Também acho, que essa de dizer que Newey tem o maior salário da Red Bull é chute seu para desmerecer o Vettel. Para desespero da Alonsada, o jovem Sebastião vai sentar a bunda no carro e acelerar muiiiiiiito por mais uns dez anos.

      • Allez Alonso! disse:

        Os únicos pilotos que começaram na f1 em time de ponta foram Hamilton e Vettel. Alonso saiu da Mclaren e teve seus motivos, querer condenar o cara sem saber os detalhes é burrice, ainda mais que Ron não dá mais as caras por lá. Os resultados na Toro foram com um carro assinado por Newey, se Vettel é tão bom deveria ter ganhado corridas com a Bmw Sauber. Não preciso chutar nada, pesquise na internet e tire suas próprias conclusões, depois se tiver tempo coloco os links.

      • Paulo Pinto disse:

        Por mais dez anos? A Alonsada (gostei) vai pirar!

  3. VODKA FINLÄNDIA disse:

    ==========================
    GALVÃO, O BUENO
    ==========================

    “…aaaamigo da Globo, gente, eu vejo agora o Felipe com o macacão Preto e Dourado da Lotus, neste GP da Austrália de 2014 e começo a me emocionar. Eu olho para um lado e vejo o Luciano Burti com os olhos marejados, no outro lado o Barrichello, grande Rubinho, que já foi aos boxes da Lotus dar seu apoio pessoal ao Felipe…
    Me faz lembrar as corridas gloriosas de um mito que usou esse macacão. E o Felipe parece renovado, gente, sem aquela pressão da cúpula da Ferrari… prepare seu coração, amigo da Globo, pois iremos sentir fortes emoções agora com Felipe Massa…do Brasil (BRA-SIL-IL-IL-IL-IL) na Lotus.
    É nítido o sentimento de um recomeço para o Felipe, aqui na Austrália ele fez uma coisa que há tempos não víamos nos Circuitos: trouxe a família inteira: a Rafa, o Felipinho e o Papa Massa, o Felipe voltou a ter aquele brilho em seus olhos, e olha que nos treinos de sexta o Felipe colocou 0,005 segundos em cima do Grojean, seu novo companheiro, tá com a faca nos dentes Felipe Massa…

  4. ms disse:

    Sejamos justos com Grosjean…… nestes ultimos tempos na F1 não é qualquer piloto (não sendo retardatário….) que pode se dar ao luxo de olhar para seu espelho retrovisor e dar de cara com a RBR de Sebastian Vettel …aliás acho que Grosjean deve ter ficado tão lisonjeado com a situação que resolveu até dar uma aliviada pra ultrapassagem de Vettel se compararmos com a pedreira que Webber teve que escalar para também ultrapassá-lo….

    • ms disse:

      tenho outra hipótese pra explicar pq Grosjean não criou maiores obstáculos pra ultrapassagem de Vettel……o cara se borrou nas calças quando viu a bico da RBR do tetracampeão no rabo de sua Lotus….. em verdade fez algo muito comum, diria até banal, existente no reino animal (não devemos esquecer que tb pertencemos a este reino ….) basta observar quando um cachorro ou qualquer outro animal se depara com outro bem maior e mais forte…..invariavelmente coloca o famoso rabo entre as pernas, não dá combate e sai de fininho… foi exatamente o que Grosjean fez…..

  5. Kiko disse:

    Kimi não tá andando nada, tá levando peia até do GrossoJean, vai pagar um mico pior do que o Massa na Ferrari. Essa Lotus é bem melhor do que parece, qualquer piloto mais qualificado estaria lá na ponta, disputando diretamente com o Vettel. Bom, na verdade até o GrossoJean está disputando com a Red Bull….

  6. João Ferreira disse:

    Foi mesmo, mas tomara que as estratégias de 2 ou 3 pits fiquem ainda mais equilibradas, possibilitando corridas legais e que os pilotos tenham que escolher estas variações para além das ultrapassagens, tenhamos corridas mais inteligentes e com uma variação maior de vencedores.

  7. gera disse:

    Ficar acordado de madrugada pra ver o Massa fazer cagada, não tem preço…
    Desisto.

  8. disse:

    Fiquemos atentos as declarações do Eddie Jordan e sua peruca. Tem sido o porta voz não oficial da boataria que vira realidade. Massa vai ter de arrumar um belo patrocinador, pois a disputa está boa.

  9. Celio Ferreira disse:

    TA NA HORA DE REFORMAR SUZUKA. IGUAL A INTERLAGOS , E ARRUMAREM UMPONTO DE UTRAPASSAGEM DECENTE.

    • Fabio Amparo disse:

      Vai ver você não viu nenhuma corrida por lá, e não sabe que existe o fim da reta, a chicane antes da reta, a curva 130R….

      Um circuito com mais pontos de ultrapassagem do que isso só os ovais, que não passam de 4.

  10. Allez Alonso! disse:

    Alonso se tornou o maior pontuador de todos os tempos:
    http://www.f1technical.net/news/18856

  11. PedroL disse:

    Interessante os comentários a cerca do Felipe Massa, se ele cumpre as ordens da equipe descem a lenha, se ele não as cumpre, idem.
    Massa fez uma boa corrida, largou pela 6ª vez no ano à frente de Alonso, agora está 9 a 6 a favor do espanhol, andou 20 voltas sem ser incomodado pelo mesmo, quando pegaram trafego fatalmente perdeu a posição, poderia ter brigado, porém manteve a linha e deixou Alonso passar sem dificuldades.
    Mesmo assim, andou próximo do espanhol até o drive-through que acabou com sua corrida.

  12. Roberto disse:

    Só tenho duas observações.
    A estratégia da Red Bull era muito clara, colocar Vettel na ponta e Webber em segundo. Webber declarou que a estratégia dele foi mudada pela equipe no momento após a primeira parada, quando perceberam que Seb nao ganhou terreno, porém Vettel seguiu sempre com a mesma estratégia desde o começo da corrida. Quer dizer, a variante na estratégia do Webber foi para dar passo a Vettel uma vez que ele nao conseguiu ganha a posição na largada.
    Massa nao ofereceu combate a Alonso durante a ultrapassagem, como todos fazem, tentar proteger a trajetória futura interior. Quer dizer ele nao abriu, mas também nao ofereceu resistência e se alguém puder rever a ultrapassagem, ele já vem olhando pelo espelho para acompanhar por onde Alonso vai passar. Se ele quisesse fechar o caminho, deixando o lado contrario, podia ter feito perfeitamente. E do jeito que ele vinha na curva antes da reta, ainda cabia a famosa segunda freiada no meio da curva, para desestabilizar o que vem atras e evitar que já entre grudado no começo da reta.

  13. Cacá Camargo disse:

    Rubinho não esta mais nas transmissões???

  14. Livan Pereira disse:

    Pra mim o Massa tá parecendo menino mimado fazendo isso.

    E nem sou um grande entendedor das regras de “etiqueta” da F1, mas acho que essa “demonstração de coragem” dele pode pesar contra, ainda mais pra um cara que está desempregado e procurando uma nova equipe para 2014

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>