MENU

quarta-feira, 27 de agosto de 2014 - 19:09Gomes, Imprensa

ADMIRÁVEL

os100maisadmiradosSÃO PAULO (mundo novo) – Acabo de receber e-mail do “Jornalistas&Cia”, nossa bíblia eletrônica há muitos anos — da nossa classe, a dos escribas e faladores. E fiquei sabendo que estou numa lista que me deixou orgulhoso. De verdade.

É o seguinte… Foram atrás de cerca de dois mil executivos de comunicação corporativa de todo o país e pediram que cada um indicasse livremente os nomes dos cinco jornalistas que mais admiram no Brasil. Valia tudo, gente de jornal, internet, TV, rádio, revistas, assessorias de imprensa, código Morse e sinais de fumaça. No total, 705 colegas foram citados nessas listas. Aí eles pegaram os 246 que receberam mais indicações e desse grupo sairá a relação dos 100 mais admirados jornalistas brasileiros. Os mesmos executivos vão votar de novo, agora com peso para a ordem que eles escolherem. Está tudo explicadinho aqui.

Bati o olho na lista, porque o tal e-mail me avisou que eu estava nela. São apenas oito que militam no jornalismo esportivo, daí parte do meu orgulho — estou em ótima companhia ao lado do José Trajano (ESPN Brasil), do Lédio Carmona (SporTV), do Reginaldo Leme (TV Globo), do Juca Kfouri (UOL, “Folha” e ESPN Brasil), do Milton Neves (Rádio Bandeirantes), de Tiago Leifert (TV Globo) e de Tino Marcos (TV Globo). Pode ser que na lista dos 246 haja mais algum dos esportes, mas acho que não. Só se for alguém que eu não conheço direito e passei batido.

Curioso é que apareço apenas como jornalista do Grande Prêmio, que vem a ser meu site querido. Não sei se significa algo. Talvez os dois mil eleitores gostem de corridas.

A outra parte do orgulho advém do fato de que alguém lembrou de mim e me colocou ao lado de monstros como Roberto Cabrini, Carlos Heitor Cony, Zuenir Ventura, Ricardo Boechat, Cynara Menezes, Bob Fernandes e Janio de Freitas, entre muitos outros.

Claro que nem tudo são rosas. A lista também contempla certa escória do jornalismo ao lado de quem eu jamais gostaria de estar. Mas são ossos do ofício, creio.

Bom, era isso. Fiquei feliz.

68 comentários

  1. Christian S. disse:

    Uma lista destas sem o Fausto Macieira … é lastimável. Poucos conhecem tão a fundo o assunto no qual são especialistas. Mas para compensar hauauauau tem o Zeca Camargo e o Pedro Bial hahauauauaua (como assim?)

  2. J. disse:

    Parabéns! Também acho, merecido reconhecimento de trabalho honesto.

  3. Ron disse:

    Muito mais que merecido.
    Parabéns!

  4. Complimenti Flavio!!! Mega super hiper merecido.
    Acredito que um jornalista “não alinhado” como você entrar neste tipo de lista, é um pequeno sinal de que ainda “as coisas” podem mudar para melhor.
    O caminho é longo mas sem volta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *