MENU

domingo, 9 de novembro de 2014 - 15:58F-1

S DA SALVELINA (21)

dommassapodio

SÃO PAULO (foi bem) – Se Felipe Massa tivesse de escolher duas corridas para subir ao pódio em sua primeira temporada pela Williams, seriam Monza e Interlagos. Exatamente o que conseguiu. Na Itália, a simpatia dos torcedores da Ferrari por ele é enorme. Aqui, o piloto foi aclamado pelas arquibancadas cobertas na freada do S do Senna a cada ultrapassagem (nenhuma muito complicada, ou decisiva; mas fez algumas, e o povo se divertiu) e, ao final da corrida, festejado no pódio aos gritos de “olê, olê, olê, olê, Massa, Massa”.

Foi um pódio merecido e fácil, que poderia ter se complicado por dois erros do brasileiro. Quando fez a primeira parada nos boxes, apertou o botão do limitador mais de uma vez e ultrapassou o limite de velocidade permitido. Teve de pagar 5s de multa na segunda parada. No terceiro pit stop, Felipe simplesmente errou de box. O pessoal da McLaren estava esperando por Button, e seus macacões, em cinza claro, são semelhantes aos brancos da Williams. “Confundi a cor”, explicou. Mas os mecânicos do time co-irmão foram rápidos, saíram da frente e Felipe percebeu a trapalhada.

“Poderia ter perdido o pódio, principalmente pelo primeiro erro. Numa corrida dessas, é algo que pode te prejudicar muito.” A sorte de Massa foi que Bottas, o único com carro capaz de se aproximar dele, teve um desempenho fraco e, com problemas em uma parada, saiu da briga antes da metade da corrida. Terminou em décimo.

Massa também, como se diz, quebrou o protocolo no pódio. Na entrevista para Piquet, passou a responder em português porque estava “de saco cheio de inglês”. “Este lugar está dentro do meu coração. É uma pista maravilhosa, passei boa parte da minha vida aqui. Essa energia veio de vocês”, falou, apontando para os torcedores.

27 comentários

  1. Max Morais disse:

    Flávio, rapaz na foto deste post aparece atrás do Massa um cara de terno que sempre encontra-se nas imagens entregando toalhas, aguas e bonés da Pirelli pros pilotos atrás do podium. Também, como na foto, aprece entregando os troféus para as autoridades repassarem aos três primeiros colocados. Vejo esse cara em todas as transmissões de TV. Caramba esse cara viaja o mundo inteiro só para fazer isso. Emprego bom esse, né? kkkkkkkkkk

  2. MARCOS disse:

    quanto a Globo e a Petrobras pagaram para sacanearem o Bottas nos Pit e o carequinha chegar em terceiro?

  3. Jorge Santos disse:

    Desejo muito que na próxima temporada a Willians desenvolva ainda mais este carro e se aproxime ainda mais da Mercedes, e que a Red Bull, Ferrari e McLaren encostem também. Eu quero é competição.

  4. Se alguém fez uma macumba para o Massa vencer não deu certo, mas só deu certo em relação ao Bottas que tiraria o pódio do Massa que cometeu dois erros se estivesse grudado nele. O Massa deveria ficar quieto e procurar fazer o melhor possível para o ano que vem, pois esse negócio de título é meio complicado. A Williams evoluiu bem em relação à temporada sucateada do ano passado, mas é sempre uma incógnita porque vive numa gangorra desde o ano 2000, sempre subindo e descendo uma ladeira, isso quando não está descendo ladeira abaixo!

  5. Felipe Masr disse:

    Eu senti-me bem informado em saber que o troféu representava uma plataforma de petróleo. Soube aqui, no GP, claro. Será que eu identificaria se não tivesse sido informado antes? E vocês?

    Pergunta: qual porcentagem dos que assistiram sem prévia informação identificaram o que aquilo representava?

    Fica a questão…

  6. Felipe Masr disse:

    Não sei como foi permitido o Bottas guiar por tanto tempo com o cinto desafivelado. Como ficaria em caso de acidente? Afinal, costumam acontecer de forma imprevisível, e poderia ter ocorrido antes da próxima troca de pneus. É o tipo de coisa que quanto mais cedo resolver, menores são os riscos.

    Imagina de tivesse ocorrido um acidente com algum tipo de trauma justamente neste intervalo de ligeiro relapso com relação ao cinto? Iria dar uma confusão daquelas…

  7. Felipe Masr disse:

    O Felipe sempre fica algo nervoso quando corre aqui, querendo mostrar resultado para o pessoal de sua terra, e nesta termina por geralmente cometer algum deslize do tipo que é somente visto quando corre por estas bandas. A vontade é tão grande em fazer bonito para agradar o público que termina por tropeçar quando está andando -quem nunca?

    O Outro Felipe disse na transmissão que não irá ficar nada nervoso por aqui, que está preparado e tal. Tem cara de durão o garoto, jeito meio marrento, tipo vacilou-levou.
    Se tiver um carro rápido, para poder ser notado, parece ser do tipo que vai estar envolvido em polêmicas. Certamente será um nome a ser lido muitas vezes aqui no blog, assim como o Alonso…

    Abraços para os Felipes. Parabéns ao Massa!

  8. miltonjr disse:

    Flávio Gomes, você viu o filho do Felipe Massa, o “Felipinho” fazendo 45 com os dedos da mão, a melhor coisa do fim de semana!! Esse menino acabei de crer, que tem berço!! impressionante.

  9. Jose Castilho disse:

    Flávio – Não seria uma opção melhor usar os Pneus conforme planejado pela Pirelli ?

  10. Eduardo Schmidt disse:

    Foi muito bom ter visto ele no pódio, piloto sofrido, muitas críticas, mas na hora que vai bem o povo adora!!!

  11. Edgard disse:

    Digno de nota foi o chatão-mor torcendo para que o Bottas ficasse parado para sempre no boxe e assim não incomodasse mais o Massa na corrida. Convenhamos, se precisasse secar o companheiro de equipe para poder se dar bem…isso é o pachequismo descarado e imbecil em estado puro.
    Claro que o piloto não tem nada com isso, mas a partir desse momento, a corrida, que já era morna, perdeu toda a graça – cortei o som e mais um pouco, cochilei.

  12. Alex disse:

    Parece que pelo menos o Massa está motivado, mesmo em fim de carreira.
    O problema é que talvez ele não aguente a pressão de uma disputa por título.
    Torço para que a Williams brigue por vitórias ano que vem e o Massacrado faça tocar novamente nosso hino, depois de tantos anos.

  13. Sanzio disse:

    Tudo bem que é um evento global, faz parte do protocolo, coisa e tal… mas convenhamos que é sacanagem ser entrevistado por Nelson Piquet, no Brasil e não falar português. O Felipe fez o mesmo em 2012, quando também chegou em terceiro aqui.
    Enquanto colocarem um brasileiro de mestre de cerimônias, ele vai continuar quebrando esse protocolo. :-)

  14. Mauricio disse:

    Tudo muito bom, tudo muito bem… Mas os dois erros de Massa nos pits não são propriamente o que uma equipe espera quando contrata um piloto experiente.

  15. Cegueta disse:

    Pelo menos agora já sabemos a razão do Massa ter perdido a competitividade na Fórmula 1: o bicho está míope! Se o cara confunde as cores da equipe a 100 quilômetros por hora, como irá ter uma boa noção espacial durante a corrida? Levem o cara ao oftalmologista urgente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *