SOBRE ONTEM À TARDE

SÃO PAULO(a vida, ah, a vida…) – Buenas, macacada.

Foi uma grande decisão, um grande título. Claro que sempre fica faltando um monte de coisa para dizer, então vamos ao glorioso rescaldo de Abu Dhabi para vocês comentarem à exaustão:

– A Mercedes estabeleceu um novo recorde de vitórias para uma temporada, com a 16ª obtida ontem. Superou McLaren (1988) e Ferrari (2002 e 2004), que ganharam 15 vezes. Mas a marca, proporcionalmente, é inferior a duas dessas. Em 1988, a McLaren venceu 15 de 16, o que dá 93,75% das corridas disputadas naquele ano. Em 2002, a Ferrari teve 88,2% de vitórias (15 em 17). Em 2004 foram 15 de 18, um aproveitamento de 83,3%, ligeiramente inferior ao da Mercedes neste ano, que ganhou 16 de 19 (84,2%).

– “Se o rei falou, deve ser verdade. O rei tem sempre razão”, disse Fernando Alonso sobre a indiscrição do ex-rei Juan Carlos, que andou comentando aqui e ali que o súdito já assinou com a McLaren. O asturiano, que fez seu último GP pela Ferrari, mencionou o ex-companheiro Massa para justificar a saída. Para ele, Felipe foi buscar vida fora de Maranello e encontrou na Williams. “É isso que eu quero”, falou.

– E não é que deu? A vaquinha eletrônica da Caterham bateu em exatos 2.354.334 libras do total pretendido de 2.350.000 dinheiros esterlinos. Foram 6.466 doadores, o que significa que em média cada um doou ao time 364 libras — o equivalente a quase 1.500 reais. Ô gente generosa…

“É só o começo”, comemorou Massa ontem, feliz da vida com o segundo lugar. “A vitória nunca esteve realmente ao nosso alcance, mas ficamos perto. Só de poder disputar com a Mercedes é um sinal do que faremos no ano que vem”, falou o brasileiro. A Williams terminou o Mundial em terceiro lugar, na frente das gigantes McLaren e Ferrari. Voltou a ser grande. Ano passado, fora nona colocada. Um salto e tanto. Felipe, como disse Alonso, encontrou vida longe da Ferrari.

dositedolewis

– E os dois meninos, quem diria, disputaram ponto a ponto um título mundial de F-1. “É o melhor dia da minha vida”, falou Hamilton ontem. “Ele mereceu”, elogiou Rosberg, um perdedor digno e honesto. Foi em 2008 que os dois foram ao pódio pela primeira vez. Lewis em primeiro com a McLaren, Nico em terceiro com a Williams. Depois da corrida, na Austrália, Hamilton telefonou para o amigo. “Cara, você viu? Nós dois no pódio, e na F-1!”, espantou-se. A história dessa amizade, que eu juro que gostaria que fosse retomada, porque amizade de criança é algo sagrado, está neste belo texto da BBC, com ótimas fotos.

– A Red Bull tinha liberado Vettel para testar com a Ferrari nesta semana em Abu Dhabi. Depois, voltou atrás. Medo, talvez, de o alemão revelar algum segredo para seus novos patrões. A história está aqui. Bobagem. Não tem muita coisa do carro deste ano que Sebastian possa levar para Maranello.

– A pontuação dobrada na última corrida, aberração que espero que seja eliminada no ano que vem, não mudou muito a classificação do campeonato. Apenas Pérez se beneficiou. Ganhou duas posições na classificação geral, de 12º para décimo. Invenção desnecessária, pois, que tem um único potencial: perpetrar injustiças.

– A conquista de Hamilton, a dignidade de Rosberg, o bom resultado de Massa e a temporada de 2015 são tema do “Bom Dia, GP!” de hoje, que já está no ar.

Comentários

  • A Mercedes deu um belo exemplo de Domínio, além de uma excelente disputa aberta entre seus pilotos saindo algumas faíscas num fogo amigo é verdade, mas com um saldo positivo no final. O Titulo do Hamilton foi merecido porque ele é muito mais agressivo do que o Rosberg que tentou derrota-lo num jogo de xadrez político e cerebral. O Titulo só seria justo pro Rosberg se o Hamilton fizesse uma burrada bem grande na decisão do campeonato, mas o Hamilton acabou fazendo o contrário mostrando toda sua superioridade e pericia em todos os momentos da corrida que foi a sua melhor do ano. Parabéns Lewis, você só perderia esse Título pra você mesmo!

  • Muito bem, Hamilton, Mercedes… Mas vamos também aqui lembrar do que era Mercedes antes e o que virou ela depois dos testes secretos com a Pirelli. Já era rápida e simplesmente parou de devorar pneus, foi juntar com o melhor motor e correr pro abraço.

  • Será que o Felipe Massa não tem realmente condições de ser campeão?
    Vamos analisar a tabela de resultados de 2008:
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Temporada_de_F%C3%B3rmula_1_de_2008#Resultados

    Kimi Räikkönen tinha o mesmo carro que o Felipe. Em números:
    Felipe ganhou 6 (10 pódios – 6 pole positions)
    Kimi ganhou 2 (9 pódios – 2 pole positions)

    A tabela está aí (link). Comparem outros dados, outros pilotos; divirtam-se.

    Aposto que muitos diriam que se fosse o Kimi com um carro bom, este teria condições de ser campeão.

    Comemoram o vice do Nico, mas não comemoram o vice do Felipe. E o Felipe tinha como companheiro de equipe o campeão mundial do ano anterior, pela Ferrari, “só isso”.

    Vejam como foi em 2007:
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Temporada_de_F%C3%B3rmula_1_de_2007#Resultados
    Comparem os resultados entre os pilotos (vitórias, pódios, pole positions).
    Os números estão aí. Competitivos.

    Dois ótimos anos para o Felipe. Acho que com um carro bom, boa equipe (e boa sorte), ele pode fazer novamente.

    Ah, mas a mola em 2009…
    Ah, vá amolar outro.

    Boa sorte para o Felipe Massa.

  • SE não liberar as equipes para mexer nos motores, ano que vem , será
    tudo a mesma coisa, pois Ferrari, e Renault, claramente não tem força .
    A unica esperança é que os Japas tenham feito um canhão para a mac laren.
    AH sim , pelo menos em ronco a Honda já sai ganhando.

  • Ano muito bom para: Williams, Mercedes, Hamilton, Rosberg, Massa, Bottas, Ricciardo, Kvyat, Magnussen;
    Ano muito ruim para: Lotus, Caterham, Marussia, Sauber, Force India, Sutil, Vergne, Maldonado, Grosjean, Button, Bianchi, Kobayashi.

  • O leitor agradece pela leitura do ótimo texto e cumprimenta o escriba pela verve.
    O destaque nos hiperlinks é o texto da BBC, realmente belo.
    O trabalho, do blog e do Grande Prêmio, na cobertura da temporada 2014, da F-1., esteve e continuará brilhante.
    Bravo!

  • Segundo piloto (e perde no duelo pole e vitórias) numa equipe com um bom carro, o único carro que pode teoricamente alcançar o carro campeão da temporada numa corrida.
    Foi assim para Massa SEMPRE na Ferrari e foi este ano na Williams. Não é o Alonso, hoje é o Bottas. Como antes foram o Schumacher, o Raikkonen.
    Ok, eram campeões no seu “auge”. Mas deles para o Bottas…há muita diferença.
    Não é mais rápido que o companheiro. Não foi este ano. Na maioria dos GPs.
    Não teve um carro ruim nas mãos (comparado com o restante do grid) desde que chegou á Ferrari. Tem/teve o segundo melhor carro do grid nas mãos.
    Em que posição chegou no Mundial de pilotos? Atrás de Ricciardo e Bottas, presumo. Não vence uma corrida desde “aquela” em Interlagos, 2008.
    Agora, vem com esse blablablá de “recomeço”, que está “tudo diferente”?
    Diferente em quê? Continua segundo piloto, e continua prometendo o que não tem capacidade para entregar…Um título. Uma ilusão.
    Não mudou nada, na pratica. E pior: anda alimentando essa ilusão, esse pachequismo. A cada dia que passa, mas barrichello ele se parece.
    Se não falasse nada, não incentivasse tanta bobeira, melhor nos pareceria, mais credibilidade teria em troca.
    Fala menos e pisa mais fundo Felipe Massa!

    • Concordo plenamente com você,item por item.
      Más deve ter gente que talvez queira esperar mais DEZENOVE TEMPORADAS para ver que eram só promessas infundadas,na boa ,desculpem a grosseria más : PILOTO BUNDÃO , JAMAIS SERÁ CAMPEÃO !

    • Massa foi campeão em 2008. A corrida manipulada em Singapura que não permitiu que o título fosse oficial. Massa fez uma temporada de campeão em 2008. Não quetenha sido campeão moral. Corrida manipulada de forma confessa teria que ser anulada. Massa o verdadeiro campeão de 2008.

      • O que teria que ser anulada era a vitória de Alonso. Os demais competidores (que não tiveram nada a ver com a tramoia) teriam que galgar uma posição no tal GP.

        Hamilton continuaria campeão.

        Anular a prova seria uma “brasileirada”.

    • Menos azedume, amigo…

      Felipe teve todo um primeiro semestre péssimo, mas, temos que admitir: vem evoluindo corrida a corrida.
      ontem, foi o velho Massa combativo de antes de 2009.

      E, até onde sei, só ficou atras do Bottas em classificação quando errou. e em corrida, só foi mais lento no gp do Barhein. das que completaram, geralmente estava próximo (quando atrás), ou muito á frente do finlandês.

      Mas, pra uma equipe media, ambos foram muito bem. Agora é acertar a mão no carro do próximo ano, pra que as vitorias apareçam, finalmente…

    • Parabéns pela brilhante observação. O Zacarias não é nada mais do que o Pé-de-Chinelo foi; um fanfarrão!!!!
      Quando não corre direito a culpa é dos outros, quando acerta diz que é um recomeço.
      Espero que tenha a hombridade de não repetir o que Barrica fica fazendo, desejando um final ao que já acabou antes de começar. Este mês ele queria correr pela Catheram, por exemplo…..

    • Contra o Raikkonen, em 2008, ele venceu 6 corridas contra 2, conseguiu 6 poles contra 2 e acabou com 23 pontos a mais que o finlandês. Em 2009, o Massa tava andando na frente do Raikkonen até o acidente na Hungria (tava com 22 pontos contra 10 do companheiro de equipe).
      Em 2007, Massa fez 6 poles contra 3 do Kimi, mas perdeu em número de vitórias (3×6) e acabou 16 pontos atrás.

      Em 2014, ele teve muitos problemas a mais que o Bottas (acidentes na largada como em Melbourne, pitsopts ridiculamente lentos, etc). Quando os dois andaram juntos, sem contra tempos, o Massa não foi tão pior assim.

      Eu não acho que o Massa vai ser campeão – por mim o tempo dele já passou. Mas é preciso reconhecer que ele não é tão horrível quanto tu faz parecer…

  • O Nico foi um competidor digno, se descontarmos o totó que ele deu em SPA. Mas na última prova ele foi um esportista.
    E qual o problema de levar informações técnicas para a Ferrari ? eles não vão entender mesmo……

  • Sensacional a história dos de amizade do Lewis e Nico e:

    “It’s September and Hamilton has just won the Italian Grand Prix, with Rosberg second. Hamilton is understandably delighted, especially after the Spa episode, while Rosberg is happy to take the positives from finishing second.
    Was it the same when they were kids? “Nico accepted finishing second in a race but Lewis always wanted to win,” said Chiesa. “He didn’t like to finish second. He was always fighting to win.

    “Because Lewis knew he was the best, he wanted to be the best. For him to finish second in a race is really bad, he would be really upset. He would cry. That has happened many times, when he doesn’t win.”

    Sensacional.

  • tambem reparei a bandeira da finlandia, por isso que os alemaes nao o levam muito a serio, a proposito, tá tudo bem flavio? vc nao foi ao programa hoje e o benja disse que vc tava com problemas, tomara que nao seja nada!

  • Interessante é que no texto fala em recorde da Mercedes em número de vitórias absolutas e se faz a justa ressalva de que, proporcionalmente, a Maclaren em 1988 e a Ferrari em 2002 foram mais vitoriosas. Mas quando se fala de pilotos, e não estou falando do Flavio Gomes, embora não o exclua completamente; o pessoal usa números absolutos para determinar o maior de todos os tempos, ou que o piloto “x” é melhor que o “y” porque teve mais vitórias ou títulos. Que eu saiba, até o momento presente, qual é o maior vencedor e recordista de todos os tempos? O Sebastian Vettel, provavelmente. Se ele parar agora, seja por força maior ou vontade própria, seria o maior de todos os tempos em termos proporcionais. Veja como tanto os números absolutos, quanto os relativos, nos levam a enganos, não é? Sebastian Vettel é um piloto fora de série? Tenho minhas dúvidas. Para mim, o melhor piloto, o mais brilhante, de 1994 para cá chama-se Fernando Alonso. Não pelos números, mas pelo que faz na pista. E ele vai fazer muito mais, aguardem…

  • A FIA na ânsia de aumentar a audiência das corridas tem apelado para essas regras um tanto quanto ridículas.

    Não duvido deles deixarem a pontuação dobrada por mais um ano apenas para ter certeza se a regra não funcionou neste ano em função da superioridade das Mercedes.

    Absurdos existem em qualquer lugar, mas na FIA é quase regra geral.

    Abs,

  • Oi Flávio,

    Permita-me discordar da sua avaliação para o ano que vem no bom dia GP de hoje. Na minha modesta opinião, o Ricciardo conseguiu mostrar que o Vettel não é tudo o que se imaginava e que só foi tetracampeão com um carro infinitamente superior e correndo contra um companheiro fraco como o Webber (que nunca fez nada de digno de registro na F-1). Não me entenda mal, não estou dizendo que o Vettel seja ruim, só não é imbatível e tão diferenciado assim como se apregoava anteriormente. Nesse ano ele encontrou um adversário duro, tanto técnica quanto mentalmente e foi relegado a uma condição de coadjuvante, méritos para o Ricciardo. Por isso o Vettel resolveu tentar novos ares onde a concorrência seja menor, e foi bastante ousado, pois a Ferrari está no meio de uma reestruturação, tentando se reencontrar com as vitórias e com os títulos. Pra mim, o que ainda é incerto é o quanto o Kvyat poderá fazer na irmã maior, mas ainda assim, acho que as duplas Vettel/Webber e Ricciardo/Kvyat se equivalem. Também não concordo que a Williams possa não ter pilotos bons o suficiente para brigar pelo campeonato do ano que vem, a F-1 já comprovou que qualquer um dos pilotos do grid pode ser campeão se tiver um carro à altura. Felipe teve uma primeira metade da temporada bastante complicada, com erros dele e da equipe, assim como uma série problemas técnicos, mas se impôs a medida que o final do ano foi chegando. Ele tem tudo para lutar para o título do ano que vem, se a Williams conseguir manter o crescimento na próxima temporada. Ele só não foi campeão em 2008 por culpa da incompetência da própria Ferrari, que cometeu erros bobos que custaram pontos valiosos que fizeram falta no final da temporada. O Massa do final da temporada está muito mais próximo do Massa de 2008 do que do Massa de 2013 que foi dispensado da Ferrari.
    já o Bottas, que conseguiu extrair mais do carro na primeira metade do campeonato e por causa disso, ficou a frente de Massa no campeonato, provou ser um bom piloto e que suporta bem a pressão, acho que tem tudo para ser campeão um dia. Aproveito e deixo aqui uma pergunta para sua reflexão e comentário sobre a situação de Fernando Alonso na fórmula 1: Será que o temperamento do Alonso não está finalmente atrapalhando a carreira dele? Ele nunca conseguiu trabalhar em harmonia com um companheiro de equipe forte e arrumou encrenca em todas as equipes nas quais trabalhou, porque tem um estilo centralizador e exige vantagens em relação aos companheiros de equipe, apesar de ser, na minha opinião, o piloto mais completo em atividade. Acho que é por isso que ele tinha opções tão limitadas ao optar por sair da Ferrari, foi obrigado a se ligar longamente a McLaren, que não se sabe como vai se sair a partir do ano que vem com os novos motores da Honda. Abraços, Fernando Cauduro.

    • Concordo quanto ao Alonso. Tanto que Mercedes e Williams já falaram que não tem interesse nele. Ele pode ser mais piloto que o Hamilton (o que é discutível, com carros de ponta), mas o Hamilton traz muito mais resultado, e tem muito mais chance de sucesso em uma equipe do que ele.

      • A melhor comparação entre pilotos é quando estão na mesma equipe, pois em regra estão com o mesmo equipamento.
        Alonso e Hamilton já estiveram na mesma equipe, apesar de reconhecer que Alonso tem uma boa leitura da corrida, não aposto minhas fichas que ele é superior a Hamilton.
        Resumindo, para mim existem 3 pilotos top: Alonso , Hamilton e Vettel que juntos possuem mais de 100 vitórias na F-1.

      • Depois dessa temporada onde o Ricciardo surrou o Vettel sem a menor piedade, tu ainda achas que ele é top 3? O Ricciardo, que não cometeu nenhum erro durante a temporada inteira, ganhou corridas quando teve equipamento e não deu a menor chance para o Vettel, porque ele não está na tua lista? Por não ser campeão mundial? O Vettel é bom, mas não é tão diferenciado assim…ele ganhou os títulos dele com o melhor carro disparado e correu contra o Webber. Assim que pegou um osso duro, pegou suas coisinhas e vazou da RBR.

      • Qual a culpa que Hamilton ou a McLaren tiveram na tramoia de Cingapura?
        Alonso e a Renault é que deveriam ser desclassificados do GP, subindo uma posição os demais resultados.

        Hamilton continuaria campeão, só que com mais folga.
        Isto sim, seria justo.

  • A Mercedes está de parabéns!!! A estrela de três pontas brilha no lugar mais alto!!!

    Conquistou o Título de Construtores, Lewis Hamilton conquistou o título de pilotos, com Nico Rosberg sendo o segundo e, mais importante de tudo, deixou os dois pilotos da equipe disputarem NA PISTA o título, diferentemente da Se Ferrari e da Red Buxa. Vitórias sem “Fernando is faster than you” e sem “Mult21”.

    Espero que essas duas últimas aprendam alguma coisa com a Mercedes: já que carro decente não souberam fazer, que, pelo menos, tenham os dois pilotos em condições iguais de disputa!!!

    Que venha 2015!!!

  • Na verdade o proposito dos pontos dobrados não seria o de perpetrar injustiças mas sim o de manter as chances do campeonato abertas até a ultima corrida.
    A questão é mercadológica e não esportiva, mas não podemos fingir que tal questão não existe, pois assim correríamos o risco de não ter mais F1 e nem porra nenhuma que preste na TV

  • FG, Vettel tomou duas multas por exceder a velocidade no pit esse fim de semana em Abu, mas foi filmado a 350 de Ferrari em vias públicas. Não seria hora de deixar as pistas e preservar o nome e os números? Parece que agora ele só quer correr onde não deve, nos boxes e na rua!

  • A pontuação dobrada foi terrível pro Kimi, vergonhoso 12o lugar, ficou na frente das Toro, da Lotus e das nanicas. Acho bom Vettel arregaçar as mangas..
    Me ocorreu uma dúvida, Vettel que tinha as cores da latinha de xixi no capacete desde o kart vai correr com que cores no capacete? Difícil pensar em cores do capacete pra ele, já que sempre foi empregado do mesmo time, sempre com azul e prata no casco. Acho que será vermelho e branco, como a Marlboro.
    Vergne deveria continuar, assim como Button. Na torcida.
    Acho que vou fazer um crowdfunding pra voltar a correr de kart, acho que uns 100k dá pra fazer uma temporada inteira com brasileiro, equipamento de ponta, claro! Prometo levar todos que contribuírem comigo até a f1 ou a wec…

  • Corrida maomenu chata. Nao teve a tal FORTES EMOÇÕES prometidas antes da corrida pelo sr. GB. O titulo ficou na mao de quem deveria vencer. Teria sido antes se não fossem os infortuitos na vida do Hamilton. Massa fez uma boa corrida. A segunda posicao caiu-lhe no colo depois que entrou um virus no sistema da Mercedes de NICO e este comecou a se arrastar na pista. Nao fosse por isso, perigava dormir e bater o carro de tanta monotomia. Alias, por falar em Massa, somente na cabeça de Galvao Bueno e Cia. que ele conseguiria dar 10 VOLTAS DE CLASSIFICAO num pneu que nao durava 6.
    Sobre a tal vaquinha da Caterham, patza que pariu. Gastaram uma nota pra botar aquela tranqueira na pista? Seis voltas e ja tavam tomando bandeira azul na pista…

  • Torci para o Nico, deu Hamilton, paciência. Muito legal ele dar parabéns para o campeão, reconhecendo sua conquista, ano que vem virá ainda mais forte. Massa andou bem, mas Bottas no geral foi melhor. Ricciardo pra mim foi o melhor piloto, animado e sempre com um sorrisão, a F1 tava precisando de um cara assim.

  • A única coisa triste foi ver Rosberg se arrastando na última etapa, já pensaram se fosse com Hamilton? Pena que o campeonato teve que ser decidido assim pelas quebras, mas é automobilismo não é mesmo? De qualquer forma, desde Senna e Prost não víamos companheiros de equipe tão equilibrados numa briga valente pelo título, a temporada do ano que vem vai ser outra de tirar o fôlego!!!! Rosberg sabe que pode bater Hamilton…o desempenho que Rosberg apresentou nas classificações eliminou todos os jornalistas e demais entendidos que Hamilton era o piloto do grid com “mais velocidade pura”…

    • Bem, eu vi outra corrida, outro campeonato. No meu quebra nenhuma decidiu nada. Se não estou enganado Hamilton estava liderando a prova quando Rosberg quebrou, já era campeão quando o azar caiu no colo do mais honrado segundo colocado que já vi, Rosberg.

      “Mais velocidade pura”, concordo, Rosberg se dá muito melhor quando corre sozinho apenas contra um relógio, muito pilotos tem essa capacidade, Prost, Schumacher, Senna, foram ótimos em “velocidade pura”, os relógios não tem a menor chance contra eles. Alguns tem também a capacidade de correr e vencer os outros pilotos, além do relógio, conseguem correr junto com outros pilotos, e vencer. Vários pilotos correndo juntos uns contra os outros, o nome disto é corrida, e é isso que vale, e é disto que gostamos. Eu também gosto de bons relógios.

  • Ora, ora então Machu Pichu foi pra rua. Fez um trabalho tão bom, mas tão bom que não só foi mandado embora da equipe, mas não tem espaço em mais nada da marca.

    Tudo por conta da questão da renovação do Alonso.

    Pra mim, ficou na cara que a Ferrari queria manter o espanhol. Agora nessa hora, ninguém que é sair por baixo. Vendo que Matiacci tinha feito besteira, a Ferrari foi atrás do Vettel.

    Por que não foi antes ?, ora porque os resultados do ano falam por si só. Vettel é muito bom piloto, mas se Alonso tirando leite de pedra se mata para ser sexto, quinto ele não faria melhor. Em condições normais, deve sucumbir até para Kimi.

    Outra coisa, a situação na Ferrari vai piorar. Da mesma forma que deixaram Aldo Costa ir embora e deixar que ele fosse pra Mercedes (advinha pra quê ?, isso mesmo desenvolver o motor alemão, Alonso está saindo e levando os mais qualificados profissionais de Maranello.

    Assim, ou Vettel convence Newey a ir para a Ferrari ou vai precisar de muita, mas muita paciência…

  • Sobre a Willians é preciso conter um pouco essa empolgação, pois, é bom lembrar que ela só conseguiu andar no mesmo ritmo das Mercedes por dois fatores: O traçado do circuito favorecia o carro e a temperatura da pista era baixa, sem esses fatores a Willians continuaria a mesma de sempre. Para melhorar e andar junto das Mercedes, a equipe precisa melhorar muito o conjunto aerodinâmico do carro para 2015.

  • Burrice da Red Bull, o que o Vettel sabe de informações ele vai levar com ele, independente de poder testar este ano ainda a Ferrari ou não. Ou a memória dele só é ativada quando senta num carro?hehe

  • Eu acho que o campeonato do ano que vem podia ter muitas coisas novas que não elevariam os custos e tornariam a F1 muito mais legal pro publico, existe alguma possibilidade de fazermos um abaixo-assinado que chegue a ser visualizado por grandes (tipo, sei lá… querer chegar no tio Bernie é utopia, mas…)

    Minha lista de mudanças pro ano que vem:

    -Aumentar o número de motores e câmbios.
    -Relações poderiam ser alteradas para todos os circuitos (aproveitando assim, o potencial dos novos motores).
    -exatamente no meio da temporada uma corrida especial onde equipes que desejassem pudessem colocar um terceiro carro e essa corrida, ter pontuação dobrada.
    -Promoções para o publico que vai ao autódromo (por exemplo, passeio no carro de três lugares).
    -Deixar as disputas por posições rolarem solta sem comissários ficarem punindo tudo.
    -Preços mais acessíveis de ingressos (não sei quem controla isso)
    -Divisão de grana justa pras equipes

    A única coisa que não sei como palpitar é sobre como melhorar o barulho dos motores, e aí ? alguém tem mais sugestões legais pra colocar?

    Será que conseguiríamos fazer isso chegar a alguém?

    Abração

    • Para diminuir custos, poderia diminuir o número de mecânicos que podem tocar no carro, igual a Nascar. Com isto aumentaria o tempo de parada no box, mas seria igual para todos.
      Proibir as dicas de rádio;
      Diminuir o número de pneus por carro, afinal em tempo de ecologia o que é queimado de borracha é uma estupidez.
      Parabéns ao Nico Rosberg que com dignidade foi até o fim.

      • Não teria efeito algum limitar o número de pessoas que tocam no carro durante um pit stop. Todos que estão ali são funcionários da equipe e exercem outras funções devidamente programadas e analisadas durante o final de semana, a parada de boxes é o minimo. Levar alguém para o outro lado do mundo só para o cara apertar uma roda seria um suicídio financeiro.

        Fora isso, o que se gasta para levar pessoas para as corridas é muito pequeno se comparado ao que se gasta com as complexas partes da unidade de força deste ano, uma tecnologia completamente nova e em fase de desenvolvimento, logo, extremamente cara.

  • E após 6 temporadas históricas na RedBull, onde bateu todos os récordes de precocidade, Ve44el resolveu tirar 3 anos Sebáticos e ficar milionário na Ferrari, no maior contrato da história da F1.

    Não sem antes sapecar o Viceonso por 6 anos seguidos and counting….

    Posições no campeonato de 2009 a 2014:

    Ve44el
    2º/1º/1º/1º/1º/5º

    Viceonso
    8º/2º/4º/2º/2º/6º

    Imagina a dor de cotovelo do Choronso!!!

    Aceita que dói menos.

    Allez Sado!

  • Não sei se vocês perceberam, mas para “minimizar” o problema dos motores com ronco de enceradeira, a Globo resolveu deixar o volume do ambiente (dos carros) mais alto que dos microfones da cabine, tinha momentos que quase não se ouvia os narradores.

    • Sobre o a saída do Alonso, não consegui deixar de observar que tanto Massa quanto Barrichelo, em fim de carreira, ambos depois, de fracasso na Ferrari foram para equipes que surpreenderam e lhes deram sobrevida.

    • Creio que uma grande parte dos telespectadores gostaria que isto se tornasse uma regra ,que pouco se ouvisse as baboseiras , deslumbres e ilações do narrador mor(As vezes penso que o salário dos narradores e apresentadores da platinada é auferido mediante a capacidade de falar besteiras por minuto ,quanto mais besteiras , babaquices e demonstrações explicitas de falta de educação , maior o salário).

  • Também espero o fim desta maluquice de pontuação dobrada na última prova. Um piloto perder o campeonato com praticamente o dobro de vitórias do campeão e ainda chegando em terceiro na última prova é coisa de regulamento absurdo.

    Aposta: Hamilton será tri antes de Alonso!