VOU DE TÁXI

dodiafuscas222

SÃO PAULO (salvem, salvem) – Dois Fusquinhas resistem no serviço de táxi do Rio. No Alto da Boa Vista, estão há mais de 20 anos na labuta, mas sua história tem data marcada para acabar: 23 de dezembro, por conta de uma nova regra da Prefeitura para carros de praça.

OK, sou a favor de tudo que represente segurança e conforto para os usuários. Mas é preciso abrir exceções quando a situação é especial. Esses dois Fuscas não fazem mal a ninguém, não colocam passageiro algum em risco. São quase atrações turísticas. Quando seus motoristas se aposentarem, eles param junto — e eu compraria fácil; mas o certo seria mandá-los para algum museu.

Free Fusquinhas, então! Cariocas, se mexam!

Subscribe
Notify of
guest
31 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Fabiano
4 anos atrás

O Fusca sempre foi sinônimo de valentia e durabilidade . Saudades de quando era criança e as ruas eram repletas de Fusquinhas .

Anselmo Coyote
Anselmo Coyote
6 anos atrás

Vou de Uber.

Rodrigo Meira - Niterói RJ
Rodrigo Meira - Niterói RJ
6 anos atrás
humberto
humberto
6 anos atrás

Se em Nova York tem carruagem a cavalo, até Santos ainda tem bonde, porque não manter como atração turística? A “mudernidade” é legal mas tem um custo, o custo da tradição é incalculável!

Mario Mesquita
Mario Mesquita
6 anos atrás

Eles só andam em um trecho da Tijuca e Alto da Boa Vista.

São chamados de cabritinhos; Só sobraram dois? O ponto ficava cheio de fuscas…

Aqui na Ilha também tem uma linha chamada de cabritinho. Mas são Kombis, que também sobem as pirambeiras do bairro.

William Gimenes
William Gimenes
Reply to  Mario Mesquita
6 anos atrás

Verdade, antigamente só tinha Fuscas no ponto do Terminal da Usina. A maioria era Itamar, mas tinha pelo menos um 86. Isso em 2005.

William Gimenes
William Gimenes
Reply to  Jason Vôngoli
6 anos atrás

Esse aí tava na capa do O Fluminense há duas semanas. Pena que nunca vi esse rodando.

roger V
roger V
6 anos atrás

Fucas a parte (são ótimos)…. a lei não exige que os táxis(utilização comercial) tenham equipamentos obrigatórios pelo Código Nacional de Transito vigente, como air-bag, cintos de três pontos etc etc?

Kuka Lienert
Kuka Lienert
6 anos atrás

Agree… manteria os fusquinhas trabalhando e o usuário do serviço de taxi tem a livre escolha de utilizá-los ou não!! Simples assim!

Bruno Lombardi
6 anos atrás

Seria deprimente trocar um Fusca por desses carros horrorosos da Chevrolet, como aquele que parece um rabecão e do qual não lembro o nome nunca. A ´prefeitura do Rio PRECISA abrir essa exceção.

MARIO AQUINO
MARIO AQUINO
6 anos atrás

Está cometendo duas infrações:

Dirigindo de sandálias de dedo e dirigindo trajando roupas inadequadas (camisa aberta) e está não somente dirigindo como trabalhando sem profissionalismo nenhum.
E antes de mais nada pode começar a dizer que o mundo está ficando muito chato, mas no Rio tem uns motoristas de taxi que são muito folgados e malandros.

Mario Mesquita
Mario Mesquita
Reply to  MARIO AQUINO
6 anos atrás

Hum, olha o moralista…

Quando ia à São Paulo também me deparei com alguns safados que manchavam a categoria, com trajetos além da conta e outras coisas.

Uma vez do aeroporto até a Paulista a corrida deu quase o dobro. Sem problema, paguei o valor de sempre. O cara queria armar uma confusão. Chamei ele pra fora do carro e ameacei chamar a polícia. Ele meteu o pé, não era bobo… Pilantra tem em todo lugar.

Fábio
Fábio
Reply to  Mario Mesquita
6 anos atrás

Então ele estaria cometendo três infrações, na ótica do nosso amigo Mario Aquino: dirigindo de chinelo, com a camisa aberta (não vi a abertura mencionada) e, a maior de todas, está dirigindo em pé, do lado de fora do carro. :0

O sósia do Lima Duarte não está dirigindo, camarada! Além disso, se ele entrar no carro e tirar o chinelo pra dirigir descalço, não estará cometendo infração alguma!

Gastão
Gastão
6 anos atrás

Legal mas se queremos falar de record, vejam isto:

http://1homemnacidade.blogs.sapo.pt/216409.html

O carro esteve trabalhando até 1996. Mais de 2 milhões de quilómetros.

leohora
leohora
6 anos atrás
Issac Nemach
Issac Nemach
6 anos atrás

O aparecimento do Uber decretou a sentença de morte dos fusquinhas.

Flavio Bragatto
Flavio Bragatto
6 anos atrás

Em Amparo-SP na ultima vez que eu fui (uns 4 anos atrás), tinha um Ford Corcel 4 portas. Arrisco em dizer que era 76, pela grade frontal.

Bom, quanto ao Fusca, eu acho válido que os taxistas ainda os utilizem por puro diletantismo.

Mas é economicamente inviável. Gastão, poluente, sem condições de conforto compatíveis e inúmeros problemas.

Sejamos justos: O Fusca não tem o que quebrar, logo, a manutenção é baixa, porém muito mais frequente. Agora, tirando nós, frequentadores deste blog, quem é que escolheria andar de Fusca-taxi, por opção.

Tá na hora desses dois comprarem um Gol 4 portas.

Bruno Cardoso
Bruno Cardoso
6 anos atrás

Em Niterói/RJ, um taxi VW 1600 (Zé do caixão) ainda pode ser visto pelas ruas, mas só até outubro:
http://www.ofluminense.com.br/pt-br/cidades/niter%C3%B3i-d%C3%A1-adeus-uma-de-suas-rel%C3%ADquias

Alexandre
Alexandre
Reply to  Bruno Cardoso
6 anos atrás

Bruno que bom que trouxe essa informação. Pensei que ninguém iria posta-la

Flavio
Flavio
Reply to  Bruno Cardoso
6 anos atrás

Esse Zé do Caixão infelizmente também está com os dias contados na minha Niterói. Tem clientela. Parece que também farão um abaixo-assinado para que continue. Tomara que consiga.

Henrique
Henrique
6 anos atrás

Detalhe importante é qual tipo de serviço esses Fuscas fazem! A região tem muitas ladeiras íngremes e de paralelepípedos. Em dias de chuva, pouca coisa consegue acompanhar o ritmo desses Fusquinhas por ali. É tão particular o uso desses táxis que eles foram sobrevivendo com o tempo. Mas, pelo visto, a hora deles também chegou.

Roberto Fróes
Roberto Fróes
Reply to  Henrique
6 anos atrás

Henrique está certíssimo!
Esses carros não circulam no resto da cidade! Apenas naquelas íngremes ladeiras de paralelepípedos existentes no início da subida do Alto da Boa Vista.
Viagens curtas – dificilmente mais de 2 km, ida e volta.- apenas naquelas ruas, em que só são usadas a 1ª e a 2ª marchas.
Há muitos anos que os taxis antigos não podem mais circular, mas esses Fuscas foram a exceção, tiveram autorização especial, pois os carros modernos simplesmente…
Não aguentavam!
É muito fácil sentar-se num gabinete, escrever qualquer merda num papel e decretar: CUMPRA-SE…

Squa
Squa
6 anos atrás

Só precisa avisar o tiozinho que é proibido dirigir de havaianas

Ivo Meirelis
Ivo Meirelis
Reply to  Squa
6 anos atrás

Mas ele não está dirigindo.

Squa
Squa
Reply to  Ivo Meirelis
6 anos atrás

Verdade. Entre uma corrida e outra ele tira o sapato e coloca a chinelo. Ah, faça-me o favor.

Roberto Fróes
Roberto Fróes
Reply to  Ivo Meirelis
6 anos atrás

Squa, não se paute pelos outros, ou melhor, não aplique aos outros a SUA maneira de ser ou pensar…
Qual o problema do cara tirar as havaianas quando entra no carro?
Quando eu tinha Passat TS, na época sem ar condicionado, fiz uma viagem de mais de 6 mil km assim, do Rio para o Nordeste, ida e volta, exatamente assim!
Dirigia de short, com uma sapatilha velhíssima, de pano, e quando parava nos postos colocava uma dessas sandálias havaianas (detesto) apenas para não entrar no banheiro e pisar no mijo alheio.
“Ah, faça-me o favor…”
Qual o favor?

Banana Joe
Banana Joe
Reply to  Squa
6 anos atrás

Se não me engano não é proibido dirigir descalço ( se a regra mudou, por favor me informem, não estou sabendo).
Basta ele tirar o chinelo pra pilotar o Bizoro e pode rodar tranquilo por aí, dentro da lei.

roger V
roger V
Reply to  Squa
6 anos atrás

Mas de pés descalços pode não é?
– Ou não?

Roberto Fróes
Roberto Fróes
Reply to  roger V
6 anos atrás

É proibido dirigir descalço, com esse tipo de chinelo, e até mesmo sem camisa.
É o ranço de um regulamento arcaico, que mesmo tendo “evoluído”, tem coisas que são mantidas porquê – tão arcaicas – ninguém nem se lembra mais do motivo de sua existência. Então não mexe, deixa como está… (se todos pensássemos assim, ainda estaríamos vivendo nas cavernas…)
A única proibição dessas que falei, a ter sentido, é justamente a da sandália havaiana ou qualquer tipo de calçado solto no calcanhar. Numa freada de emergência, a sandália solta-se do pé e atrapalha tudo…
O resto é coisa de Matusalém (vocês conhecem esse cara? O Google conhece!)
Vamos lá:
Dirigir descalço – o chão dos carros de antigamente, logo atrás dos motores, e com isolantes térmicos totalmente ineficientes, e em carros todos estrangeiros, despreparados para o nosso clima, tinham os pisos extremamente quentes, e os pedais mais ainda!

E dirigir sem camisa? Essa é inacreditável!
O problema aí é “decência”, “bons costumes” ou “imoralidade”…
Dá para acreditar?

Wagner Bastos
Wagner Bastos
Reply to  roger V
6 anos atrás

Segundo o site abaixo é permitido dirigir descalço e sem camisa, que era o que eu sabia.
http://robertoparentoni.jusbrasil.com.br/artigos/121939791/dirigir-descalco-e-proibido