MENU

quarta-feira, 30 de setembro de 2015 - 17:40F-1

JÁ PODE LEVAR MULTA

maxcartaSÃO PAULO (parabéns) – Max Verstappen faz 18 anos hoje. E tirou a carteira de motorista, finalmente! O cara é piloto de F-1 e até ontem não podia guiar na rua…

Eu fui um dos maiores críticos de sua contratação pela Toro Rosso. Achava o moleque jovem demais, quase uma irresponsabilidade.

Ainda acho que um menino de 17 anos não deveria correr na mais importante categoria do automobilismo mundial. Mas esse garoto é um fenômeno.

Vocês se lembram de alguém tão novo e tão talentoso?

63 comentários

  1. Helio disse:

    Sim. Mais impressionante , Vettel.

    • Thiago Moyses disse:

      Vettel entrou novo, mas não tão impressionante. E vale lembrar que o Vettel levou mais corridas para ser campeão que o Alonso por exemplo. 4 campeonatos completos. Alonso levou 3 e um pouco, com algumas corridas em seu primeiro ano, e ainda com um ano sem correr. Alonso e Vettel impressionaram quando eram estreantes na Fórmula 1, eu comentei inclusive na época que seriam campeões, e fui feliz na análise. Button me impressionou ainda novo, numa corrida que precisava inclinar a cabeça para respirar por causa de um problema no capacete, e mesmo assim disputando ferozmente posições com o Alonso, além de ter vencido com uma BAR na era Schumacher que dominava tudo. Hamilton sempre correu de carrão, não dá para avaliar de forma igual, mas impressionou de correr de igual para igual com o piloto que tinha aposentado Schumacher. Vestarpen, na minha opinião, é o mais impressionante que já vi. No primeiro ano já mostrou maturidade, corrida a corrida. Já mostrou personalidade ao dizer Não para uma ordem de equipe. Já mostrou muito talento em ultrapassagens sensacionais e arriscando sempre, dando show. Se bobear esse garoto pode acabar ganhando tudo futuramente.

  2. Mello disse:

    Ainda bem que ele completou 18 antes do GP do Brasil, se não correria o risco de ter que assistir a corrida dos boxes. Algum juiz inventaria alguma “vulnerabilidade” do cidadão “de menor”.
    Acho um erro permitir que menores de 18 e sem experiência em categorias de acesso tenham a “Superlicença”.
    Não adianta querer passar do ensino fundamental direto para a faculdade. Tem que passar antes pelo ensino médio para aprender a ser gente.

    • Riba disse:

      KKKK. Pior Melo isso já aconteceu no Brasil na fórmula Chevrolet senão me engano. Uma autoridade não queria deixar os pilotos de menor correrem num circuito de rua, os pilotos correram com mandato de segurança a cidade acho que era Vitoria

  3. Paulo disse:

    Na idade dele não lembro, apesar de que nas categorias de base temos vários exemplos.

    Com tenra idade a gente tem vários que vingaram na F1 (Vettel, Kimi, Alonso..)

  4. Luciano disse:

    O que importa é a experiência como piloto.
    Se o sujeito começa no kart com 4 anos, com 18 anos ele já tem 14 anos de experiência em competições automobilísticas. Max .Verstappen começou no kart aos 4 anos, então tem 14 anos de experiência! Parem de chamar de moleque, o cara já tem 14 anos de experiência! Se o sujeito começa no automobilismo com 17 anos, com 18 ele tem apenas 1 ano de experiência. O que conta são os anos de experiência que o piloto tem. Além do mais está no seu DNA correr, seu pai Jos Verstappen disputou 8 temporadas de Fórmula 1, sua mãe, Sophie Kumpen, correu de kart, seu avô Paul Kumpen competiu em provas de endurance, e seu tio Anthony Kunpen participou de corridas do FIA GT e nas 24 Horas de Le Mans. fonte:https://pt.wikipedia.org/wiki/Max_Verstappen

  5. Antonio disse:

    Tão novo e tão talentoso? Fácil!
    PELÉ.

  6. John Player disse:

    Pelo menos já é maduro o suficiente para dizer NÃO, e não tem jeito de quem será um adulto banana pilotando um F1…

  7. Clayton Araujo disse:

    Queria ver pilotar assim nos carros de F1 dos anos 80 que não tinham tanta eletrônica e sim cambio manual duro e volante pesado além de muita potência no motor. O “cabra” tinha que ter força pra segurar e talento ao mesmo tempo pra virar tempos aceitáveis. Lembro que tinham muitos carros, muitas equipes, mas muitos não se classificavam para a corrida.

  8. joao disse:

    f1 nao e coisa de moleque esse bostinha so conseguiu ate agora porque estao uns carrinhos com pouca potencia e muita coisa para nao andarem nada gostaria de ver se faria algo de bom com os f1 de antigamente com 1200 cv e uns 32 33 pilotos para classificar

    • luigi disse:

      Se 750 Hp que é a potência do motor do carro dele for pouca potência , eu não sei o que é potência ,no tempo do Emerson e inicio da carreira de Piquet as potências de F 1, giravam em torno dos 460 a 580 Hp só no final dos anos 70 , com desenvolvimento das molas de válvulas pneumáticas que permitiram altos giros sem flutuação que nos motores turbo,é que as potências chegaram a ser de mais de 1000 Hp (a Brabham B M W de Piquet em classificação poderia chegar a 1200 HP e isto com um bloco de 4 Cil. Straight, derivado dos de produção) e o motor mais potente não era um de F1 e sim o dos Porsches 917/30 spyder Can-Am com 1580 Hp (1180 KW) da equipe SUNOCO/Penske isto em 1973 que entre seus pilotos tinha Mark Donohue e George Follmer.
      Se você já dirigiu um carro com mais de 450 Hp mesmo que seja um pesado Gt, sem controle de tração e na chuva (piso de pouca aderência) ,sem perder o controle ,ai você esta habilitado a chamar o garoto até da forma ,elegante ,inteligente e educada a qual se referiu a ele ,do contrario não tem know-how para tecer tal tipo de comentário. Pode-se até não gostar de algum piloto por antipatia pessoal ,mas questionar habilidades,só quem tem a TELEMETRIA na mão é que tem argumentos sólidos para saber quem realmente é melhor e porque ,o restante é pura especulação de torcedor, simpático ou não a este ou aquele .

    • Marques Goron R. da Silva disse:

      Tem gente que acorda de manhã e pensa: Hoje vou escrever uma grande merda!

    • Felipe Fugazi disse:

      Tem gente que não sabe lidar bem com frustração.

  9. Gus disse:

    Sempre me lembro de Magnussem (sic?) nas categorias de promoção; era rapidíssimo em qualquer condição; Pizzonia também tinha pinta de fenômeno…

  10. Fernando Kesnault disse:

    Me lembro de Mike Thackwell…era novo e talentoso mas houve um “boicote” contra ele…

  11. Edson disse:

    Um que recebeu as mesmas criticas na sua estreia, criticas essas vindas até mesmo de Michael Schumacher, foi o Kimi Raikkonen…
    Nesse vídeo o Kimi e sua McLaren:
    https://youtu.be/Z0957XokSpg
    Obrigado Flavio!!!

  12. dyego disse:

    Tão novo como ele, não..
    Na minha opinião, até hoje o mais jovem e mais forte que havia visto foi o Hamilton.

    • Thiago Moyses disse:

      Estreou em carro bom, o melhor do ano, e só andou com carro de ponta. Vettel e Alonso estrearam em carros fracos e impressionaram mesmo assim. Vestarpen parece ser o mais talentoso destes todos.

  13. Apm disse:

    Lembro de um que assombrou a Europa no início da carreira :Senna.

  14. TSC disse:

    A sorte dele (e dos outros) foi este atual motor “de GP2″, se fosse na época dos v-10 as coisas seriam mais complicadas!

  15. Rogerio Kezerle disse:

    Na formula 1 não. Acho que o que mais se aproximou dele em materia de idade e talento foi o Vettel??? Se não me engano estreou com 19….

    Vamos ver onde ele chega, mas talento não lhe falta.

  16. Marcos Aldred Ramacciotti disse:

    Me lembro quando o Cristian Fittipaldi foi tirar sua carteira de motorista e na época falam que a dele já estava pronta. Lembrando que nas categorias de base ele fez bonito.

  17. Fernando do Amaral disse:

    Vi um argentino chamado Matias Russo disputando F3 Sudam, no Brasil, com 15 anos de idade; depois fez carreira na Europa disputando em carros de GT e Protótipos tipo LeMans. Venceu algumas em GTs.

    Na F1 houve o mexicano Ricardo Rodriguez, que estreou na F1 convidado por Enzo Ferrari para Monza 1961, e marcou o segundo melhor tempo para o grid. Ficou alternando a liderança da prova com Phil Hill e Ginther (todos em Ferraris Sharknose) até uma falha mecanica forçar o abandono.
    Em 62 disputou mais alguns GPs, não todos da temporada pois Ferrari o achava jovem demais, com uma pilotagem um tanto ‘crua’ , arrojada e um tanto perigosa, por motivo da inexperiencia , não da habilidade.
    Foi quarto colocado em Spa-Francorchamps e sexto no Nürburgring – abandonos em Zandvoort e em Monza; em Monaco teve de ceder deu carro a Willy Mairesse, que ia largar na segunda fila – Rodriguez tinha assinalado somente o 15º tempo.
    Mas naquele ano venceu a Targa Florio pela Ferrari, partilhando a pilotagem com Mairesse e Gendebien – e jå tinha sido segundo na 24 Horas de Le Mans 1960 , dividindo uma Testa Rossa da equipe NART com o belga André Pilette.
    Morreu em violento acidente causado por quebra da suspensão traseira da frágil Lotus 18 que ia utilizar (Ferrari não mandou carros para América do Norte aquele ano, achou não compensava os premios de largada da corridas programadas lá, e liberou Rodriguez para correr para Rob Walker), na curva Peraltada da pista da Cidade do México, num dos treinos para o GP do México – extra-campeonato – em novembro de 1962; tinha 20 anos de idade.

    Verstapen filho por certo é talentoso e muito veloz, mas me parece precisará mudar, ao menos um tanto, sua atitude ‘ blitzkrieg ‘ para conseguir conquistar um titulo de campeão na F1.
    Vi Jules Bianchi por duas ocasiões correndo na F3 Euro em 2009 (venceu numa delas, no Algarve) e também foi caracteristicamente rápido e muito arrojado nas pistas.
    Há que ter um pouco de contenção na impetuosidade – e não parece que, no caso do holandes, o pai de uma tal orientação ao rapaz.

    • Fernando do Amaral disse:

      Ops, faltou dizer que Rodriguez tinha 18 anos quando estreou em Monza-61.
      É o mais jovem, até hoje, a ter largado numa primeira fila num GP oficial de F1.

      • Fernando do Amaral disse:

        Ops de novo…tinha 19, não 18. Foi mal.

        Havia tentado se inscrever para Le Mans em 1958 junto com seu irmão Pedro mas foi recusado , por contar apenas 16 anos de idade, abaixo do mínimo aceito pelo regulamento – ano seguinte sim a dupla disputou a prova.

      • Paulo Pinto disse:

        Antes do Verstappinho, o piloto mais jovem na F-1 era Jaime Auguersuari. com 19 anos, 4 meses e 3 dias.
        Pilotou, também, para a Toro Rosso.

      • Fernando do Amaral disse:

        É vero.
        A semelhança entre Verstappen e Rodriguez é a velocidade impressionante assim que sentaram num F1, recém saídos da adolescência, por assim dizer.

        Por falar em Toro Rosso, foi com eles que Vettel se fez o mais jovem a vencer um GP oficial, se eu não estiver errado…

  18. Eduardo disse:

    Comparo o Vespa com o jovem Vettel,ambos confiantes no seu talento más conscientes do que estão fazendo

  19. Eduardo disse:

    Assisti poucas provas de F3 mas me impressionei demais principalmente duas,uma que começou com pista molhada e ele mostrou precisão habilidade e inteligência para aniquilar seus concorrentes e outra que ganhou a segunda colocação na linha de chegada,na F1 desde o começo mostrou muito consentrado bem longe desta imagem de inconsequente que tentaram vender,para mim vale mais os muitos elogios de sua equipe do que críticas de jornalistas e ex pilotos ciumentos

  20. Camila disse:

    O kimi era um pouco mais velho quando entrou, certo? E era sensacional!

  21. Weber disse:

    Não me lembro da idade do Kimi quando entrou na F1, mas na época também era considerado muito novo (e talentoso).

  22. Chupez Alonso disse:

    Só em ultrapassar o Viceonso corrida após corrida (e por fora!), já valeu a contratação.

    • Paulo Pinto disse:

      Os Deuses da Velocidade foram terrivelmente caprichosos com Alonso. O espanhol jamais imaginaria que ainda seria humilhado por um “dimenor”.

      Depois dessa, só aposentando.

      • Ricardo disse:

        Pode misturar os espíritos do Senna, Fangio, Jim Clark, Peterson, Villeneuve e colocar no cockpit da McLaren que vai levar por fora de qualquer um que não for da Marussia.

  23. marcos disse:

    com certeza deve ter aos montes por ai. Mais difícil que achar alguém com talento e 17 anos é achar uma empresa disposta a bancar a brincadeira. Na f1 de hj não acho que o campeonato perderia em qualidade técnica se todos do grip tivessem entre 17 e 19 anos. Só garimpar por ai que tem muita gente boa.

  24. Agora já pode sair cantando por aí “Imagina nóis de Megane ou de 1.100″. Para quem não entendeu a referência, segue o link para o vídeo (veja por sua conta e risco): https://www.youtube.com/watch?v=cAf5BmVTXpY

  25. Farid Salim Junior disse:

    Lembro do Mike Tackwell, que com 17 anos de idade, barbarizou na F3 da Inglaterra.
    Antes dele, houve o sumido Maurizio Flaminni – que, aos 19 anos, brigou muito com o Alex Dias Ribeiro na F3 e na F2, dando uma tremenda canseira no campeão Bruno Giacomelli.

  26. Celio Ferreira disse:

    A observação mais significativa sobre o assunto falou André Jung, como está
    fácil guiar um F1 hoje fisicamente falando , a prova disso é um menino de 17 anos
    pilota um carro de ponta hoje . Nos anos 60,70,80,90, os pilotos terminavam
    uma corrida extenuados . Sera que o Vestapinho aguentaria.

  27. Squa disse:

    Na minha opinião o lance não esta no grande talento desse piloto, mas sim no que disse Lauda, que o piloto não se assusta com o F1. Qquer um mais ou menos talentoso, se tiver num carro bom, já chega virando tempo.

  28. Ricardo disse:

    Talentoso?! Exagero.

  29. Tito disse:

    Vettel. Tinha 19 anos quando fez sua primeira corrida, pela BMW Sauber, terminando em 8º.

  30. Eduardo disse:

    Ó jovem holandês é uma exceção mas julgar e condenar antes como tentaram fazer não só com ele mas com outros pilotos como Haikkonem é errado,hoje a preparação física e técnica é maior que no passado em que ninguém fazia preparação física antes de chegar a F1 e as corridas de F3 inglesa duravam 20 minutos,maturidade na pista alguns atingem rapidamente enquanto outros nem depois de 20 anos

  31. pedro ar disse:

    Com 17 anos todo ser humano ainda está muito imaturo para muitas atividades, mas este garoto vem se mostrando a exceção à regra, “o ponto fora da curva” desde seus primeiros testes, exibindo eficiencia suficiente para guiar com talento o bólido da principal categoria do automobilismo mundial, numa evolução visível e inegável. Tem um enorme potencial para ser trabalhado e um futuro promissor a sua frente, daqui á cinco anos terá uma experiência e habilidade invejável e estará com a idade que a maioria dos pilotos chega a F1, colocando-o num patamar único e que dificilmente será alcançado. Minha única preocupação é que a singularidade desse menino possa mudar os critérios que avaliam quando um piloto esta pronto para participar deste circo com segurança. Não se pode esquecer jamais toda a seriedade e profissionalismo necessária na escolha de um ser humano com plena capacidade de administrar eficientemente em suas mãos, um dos mais admiráveis ícones tecnológico da raça humana, surpreendem e maravilham os que o acompanham, mas também machucam e ferem mortalmente seus principais atores e os que podem estar por perto em momentos lamentavelmente inesquecíveis. O ano de 2015 poderá ser lembrado também pelo ano que um garoto quebrou paradigmas e que a relatividade das coisas ficou ainda mais evidente.

  32. pedro ar disse:

    Com 17 anos todo ser humano ainda é muito imaturo para muitas atividades, mas este garoto vem se mostrando a exceção à regra, “o ponto fora da curva” desde seus primeiros testes, exibindo eficiência suficiente para guiar com talento o bólido da principal categoria do automobilismo mundial, numa evolução visível e inegável. Tem um enorme potencial para ser trabalhado e um futuro promissor a sua frente, daqui á cinco anos terá uma experiência e habilidade invejável e estará com a idade que a maioria dos pilotos chega a F1, colocando-o num patamar único e que dificilmente será alcançado. Minha única preocupação é que a singularidade desse menino possa mudar os critérios que avaliam quando um piloto esta pronto para participar deste circo com segurança. Não se pode esquecer jamais toda a seriedade e profissionalismo na escolha de um ser humano com plena capacidade de administrar eficientemente em suas mãos, um dos mais admiráveis ícones tecnológico da raça humana, surpreendem e maravilham os que o acompanham, mas também machuca e fere mortalmente seus principais atores e os que podem estar por perto em momentos lamentavelmente inesquecíveis. O ano de 2015 poderá ser lembrado também pelo ano que um garoto quebrou paradigmas e que a relatividade das coisas ficou ainda mais evidente.

  33. Davi de Oliveira disse:

    Ele deverá um grande piloto, mas deveria ter mais 2 ou 3 anos em categorias menores antes de subir a F1

    Fora outros pilotos da Red Bull que se mostram mais prontos para entrar na F1, como Antônio Felix da Costa, que simplesmente foi relegado a outro patamar, correndo hoje no DTM e na F-e.

  34. Ainda acho que há 10 anos o negócio seria mais complicado para o Verstappinho.

  35. Riba disse:

    Mike Thackwell piloto neozelandês que disputou a F3 inglesa com 17 anos em 1979, naquela época não se via pilotos com essa idade em carros
    Outro exemplo foi na fórmula Ford brasileira em 1985 seu campeão foi um gaúcho que estreou naquele ano com 17 anos vencendo as 2 primeiras etapas , seu nome Serge Buchcreaser(acho que é esse seu sobrenome), também não se via menor pilotar carros.

  36. Gabriel P. disse:

    Concordo com Flávio.
    O cara com menos de 18 anos pode até ser um bom piloto, mas não tem maturidade suficiente para enfrentar situações de risco e em vários países, nem ser responsabilizado pode.
    E carro de corrida não é nenhum brinquedo sem risco de morte ou matar alguém.

  37. Rafael Mafra disse:

    Novo e talentoso na F1 não lembro, mas o Pietro fittipaldi fez super bonito na Nascar.

    • Ricardo disse:

      Desculpa, mas dizer que o Pietro andou na Nascar foi meio exagero, né? O que ele disputou foi um campeonato de alguma cidade lá. Mais ou menos como tem campeonato no Brasil com Ômega velho da Stock. Nascar tem 3 categorias, e o Pietro não disputou nenhuma delas. Ele ganhou o campeonato dele, é verdade, mas lá tem muito amador disputando esses regionais. Pra saber se o cara realmente é bom, tem que colocar ele na peneira contra os caras que querem seguir o mesmo rumo, que é o topo do automobilismo, seja em rali, formula ou turismo.

Deixe uma resposta para marcos Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>