MEMÓRIAS DE JULES

SÃO PAULO (não é fácil) – Adrian Sutil foi o piloto que viu mais de perto o que aconteceu com Bianchi em Suzuka no ano passado. Neste fim de semana, terá a dura tarefa ver seus colegas passarem pelo local do acidente algumas dezenas de vezes. Vai ser impossível não lembrar.

Adrian estava parado no local, onde seu carro ficou depois de escapar da pista molhada, esperando a corrida acabar. O trator que o carro de Jules atingiu estava justamente removendo o Sauber do alemão. “Mudou minha vida”, disse o atual piloto-reserva da Williams.

Posso imaginar. Se alguém soube, desde o início, que Bianchi não iria sobreviver, este foi Sutil. Que nunca quis falar muito longamente sobre o assunto.

A lembrança do jovem francês, que morreu nove meses depois da batida, será muito forte no Japão.

bianchi2014suz

Comentários