GIRA MONDO, GIRA

SÃO PAULO – Nasci em 15 de julho de 1964. Portanto, depois do golpe que instalou a ditadura militar no Brasil. Vivi, na adolescência, a distensão iniciada por Geisel. Na juventude, o fim do regime, a luta pelas Diretas, a morte de Tancredo, os anos Sarney, a eleição e a deposição de Collor, a dignidade de Itamar, a farra privatista de FHC, a chegada dos trabalhadores ao poder.

Vivi, desde o início de 2003, num país melhor, num lugar em que pela primeira vez o andar de cima olhou para baixo.

Isso tudo acabou neste 31 de agosto cinzento e deprimente. É nisso que o Brasil se transformou: num país cinzento e deprimente. E, aos 52 anos de idade, vivi algo que jamais imaginei que poderia viver. Um golpe de Estado que derrubou uma presidenta honrada e eleita democraticamente.

Um país que apontou a proa para a modernidade, para buscar a redução da desigualdade, para atender às minorias, para oferecer oportunidades a quem nunca teve, mudou de rumo.

A direção é a pior possível. Perceber que o Brasil voltou às mãos de quem sempre se valeu da miséria alheia para enriquecer e subjugar os mais frágeis é algo que entristece profundamente aqueles que têm algum caráter humanista e solidário.

Tristeza talvez seja a única palavra que defina o que sinto agora. Meus filhos estão prestes a entrar na sua vida adulta num país que guinou violentamente para o conservadorismo, que sucumbiu ao poder de uma elite econômica, midiática, industrial e jurídica, elite que nunca engoliu um retirante operário como seu presidente. E que não pensou duas vezes para sabotar um projeto de país não combina com suas ambições e sua ganância desmedida.

Dias horríveis vêm pela frente. Os últimos dois anos serviram para revelar personalidades, trouxeram à tona uma clara divisão de pensamentos e visões de mundo.

Me decepcionei amargamente com amigos, colegas e parentes. E com centenas, milhares de desconhecidos. Saber, com nitidez, que pertencemos a lados tão distintos é algo doloroso. Não me refiro, aqui, a ideologias ou preferências partidárias. Seria reducionista pensar desse jeito.

Trata-se, sim, de escolher com quem ficar. Com quem alimenta o ódio de classe, exerce o preconceito e a misoginia, perpetra o desprezo, perpetua a ignorância, pratica o obscurantismo?

Jamais. Jamais.

Olhem para os lados. Vejam quem se decidiu por qual lado neste embate escancarado. Observem bem aqueles que discursam raivosamente contra aquilo que se fez no Brasil nos últimos 13 anos. Reparem na ira, no rancor, na fúria, na agressividade das palavras, das atitudes, do olhar.

As feridas abertas nos últimos meses não vão ser fechadas tão logo.

Este país se tornou um péssimo lugar para viver. Talvez tenha sido pior, em passado já levemente remoto. Mas de alguma forma, em algum momento, tivemos a impressão de que uma flor poderia brotar deste solo árido e lanhado. O sangue de muita gente precisou verter para que chegássemos a algo próximo de uma nação digna e decente.

Receio que tenha sido inútil. Porque aqueles que tinham inventado a tristeza, em vez de desinventar, reinventaram.

Subscribe
Notify of
guest

326 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Pedro Jungbluth
Pedro Jungbluth
7 anos atrás

O impeachment cria um precedente terrível!

Agora qualquer um que apresentar um pedido de impeachment, ele for acatado pelo presidente da câmara, for aprovado pela comissão da câmara, aprovado em votação no plenário, ter rito autorizado pelo STF, ter base jurídica aprovada pelo senado, pela comissão do senado, com julgamento autorizado com votação simples pelo senado, com pleno espaço de defesa respeitado e depois só aprovado após votação da maioria do senado presidida pelo presidente do STF, cumprindo todos os quesitos exigidos pela constituição, vai poder tirar o presidente!
“Ah, mas não aceito a base jurídica” paciência, ela foi aprovada em todas as instâncias exigidas por lei, a opinião de alguns juristas é equilibrada pela de outras, de um crime previsto na lei, portanto a opinião de que “não vale” não tem muito sentido. Processos são assim, uns perdem e outros ganham.

Acho que a visão reducionista e raivosa, apesar de ser comum na política brasileira, é o mote principal do PT, sempre foi. Acho que quem está do lado da verdade não sai apontando dedos.

Começa por essa narrativa mentirosa que o Brasil só melhorou depois de 2003.

O Brasil vem sim melhorando, desde a nova constituição de 1988, e por muitas conquistas dos brasileiros, apesar de uma política contaminada por um partidarismo corporativista.
Evoluímos em ética, a passos lentos mais constantes.
Só que o que vimos em 2014 foi um regresso muito grande. A quebra da ética eleitoral, a mentira e a enganação pelo desespero de ganhar uma eleição, algo que nem mesmos canalhas da estirpe de Serra e Alckmin fizeram quando se candidataram ao pleito contra o PT.

Lógico que ocorre então um rebote. O Conservadorismo ataca, ao encontrar fraqueza no liberalismo. Mas não podemos culpar a reação pela a ação. Se hoje o conservadorismo, e até o fascismo, tem tanto poder, é porque a esquerda quis enfiar goela abaixo sem discussão sua agenda ao invés de seguir o fluxo natural do país. Quiseram ser mais importantes do que país.

O PT tinha a faca e o queijo na mão para ter feito parte da evolução do Brasil, mas quis tudo para si. E na falta disso, é a velha tática da terra queimada. Melhor um país podre e miserável, já que fora do poder petista. Isso mostra que esse partido ao contrário de outros não participou da evolução brasileira não.

Pedro Guilherme Jungbluth
Pedro Guilherme Jungbluth
Reply to  Flavio Gomes
7 anos atrás

Li um texto aí. Achei bonito, vou reproduzir:

“Me decepcionei amargamente com amigos, colegas e parentes. E com centenas, milhares de desconhecidos. Saber, com nitidez, que pertencemos a lados tão distintos é algo doloroso. Não me refiro, aqui, a ideologias ou preferências partidárias. Seria reducionista pensar desse jeito.

Trata-se, sim, de escolher com quem ficar. Com quem alimenta o ódio de classe, exerce o preconceito e a misoginia, perpetra o desprezo, perpetua a ignorância, pratica o obscurantismo?”

Pena que esse texto não é a sua convicção. Você ama o reducionismo, o ódio de classe, o desprezo. E ama também a hipocrisia ao colocar um texto assim tão distante de suas convicções verdadeiras.

Respondo o mesmo, jamais, jamais. Eu frequentava isso aqui todo dia. Mas tem uma hora que a gente precisa decidir não nadar no esgoto para não se contaminar.

mario aquino
mario aquino
7 anos atrás

É neste site de esportes que procuro orientação politica, são raras as opiniões lançadas, mas quando é lançada. vale a pena Aqui encontramos a contraditória.

Eduardo Britto
Eduardo Britto
7 anos atrás

Sou um ano e meio mais velho do que você, ou seja, temos a mesma idade. Será que você foi mais lulista que eu? Já casado há seis anos, a única vez que não dormi com minha mulher foi para tomar um ônibus e ir voltar no Lula numa distante cidade do interior, onde estava meu título naquele distante 1989… Etc, etc, etc, exultei quando em 2002 ele venceu as eleições presidenciais, na 4ª tentativa… Mas já ali havia a sombra do caso Celso Daniel (que eu conhecia bem, aluno devoto do professor de Economia Urbana naquela PUC que também revelaria Aloisio Mercadante e outros…). E essa sombra só cresceu. A decepção junto… Era muita areia pro caminhãozinho do cara! Não basta charme e carisma… A coisa é mais complexa… E quando colocou uma inepta para dirigir o bólido, ele derrapou e foi direto para o muro, bateu, acabou! Agora o regra três tá rebocando o carro pros boxes, enquanto a corrida continua. Tente voltar às pistas em 2018!

Christian
Christian
7 anos atrás

O PT sabia com quem estava lidando, não tomou as precauções devidas e deu no que deu. Sempre votei na esquerda, em Brizola, Lula e Dilma, mas a Dilma, demonstrou um amadorismo inacreditável, manter o Pateta do Cardoso como Ministro da Justiça, deixando a Farsa a Jato correr solta ? Demonstrou-se a mais pura frouxidão ! Não se trata bandido de colarinho branco com carinho, não se trata golpista com democracia, essa gente, só entende na porrada ! Foi o que faltou, porrada muita porrada !

Luiz (o outro)
Luiz (o outro)
7 anos atrás

Perfeito o texto! É lamentável ver a quantidade de imbecis que não enxergam que a crise econômica foi em grande parte agravada pela instabilidade política. Mas esperar o quê desses analfabetos funcionais?

Estevão
Estevão
7 anos atrás

Eu me considero uma pessoa de esquerda. Sou a favor de cotas, por exemplo. Só isso, do ponto de vista dos conservadores, já me deixa na condição de morar em Cuba. Porém, quanto ao rito do impeachment em si, tenho uma opinião diferente da tese do golpe.

O PT enviou pedido atrás de pedido de impeachment tentando derrubar o FHC, Não conseguiu. Pelo simples fato de que ele (FHC) tinha uma base aliada sólida. Dilma não tinha. Se fosse o Lula tenho certeza que teria, como sempre teve. Lula é agregador e ótimo articulador. Dilma não.

Agora vem a pergunta: se o PT tivesse conseguido derrubar FHC, teria sido golpe também? Acho que sim né?

Responder que “Dilma não cometeu crime e é inocente”, oras, desde quando culpa derruba presidente? Se derrubasse, Lula teria caído com o mensalão. “Mas Lula não sabia”. Ok, então FHC também não.

Deveria, porém, não importa se tal presidente é ou não culpado. Se sabia ou não de alguma coisa. O que vale é o jogo político. E desta vez, o PT perdeu. E feio.

PS.: não acredito no governo Temer. Só acho que a mídia vai pegar bem mais leve com ele do que pegava com a Dilma.

JEFFERSON FERNANDO
JEFFERSON FERNANDO
7 anos atrás

Concordo plenamente com você! Eu o acompanho diariamente pelo rádio fox, dá pena de ver o bando de alienados que te fazem críticas. Abraços.

Klaus
Klaus
7 anos atrás

Parabéns pela coragem!
Nos resta: LUTAR!
Manifestarmos, pacificamente, em nosso dia-a-dia. Não baixarmos a cabeça aos fascistas que tentam agredir, verbal e fisicamente, que pensa diferente.
É como dizem: “GOLPISTAS, FASCISTAS, NÃO PASSARÃO!”

Mario Hahn
Mario Hahn
7 anos atrás

Realmente triste, apesar de muitas vezes demonstrar extrema incompetência, o PT ainda tem vontade de distribuir renda e melhorar a vida dos trabalhadores, e isso posso aceitar, mas o pior agora está por vir, com o fim dos direitos trabalhistas e o “FGTS na aposentadoria”. O empresário odiar o PT eu entendo, mas para um sujeito como eu, que melhorou de vida com o Lula, consegui comprar uma casa e um carro graças as iniciativas do PT, não entendo esse ódio… realmente não entendo!!!

Luis Victor
Luis Victor
7 anos atrás

Bravo e triste. Sem mais…

Carlone Papa
Carlone Papa
7 anos atrás

Nao vejo esse glamour nem nobreza em nada que se refira ao governo passado, Muito pelo contrario. Fracassados e tristes por conta propria.
Jogaram tudo no lixo. Karma.

Andre Otaviano
Andre Otaviano
7 anos atrás

Triste mas verdadeiro!!! Mas a luta continua!

Daniel Lima
Daniel Lima
7 anos atrás

Horrível.

Cenzi
Cenzi
7 anos atrás

Ontem à noite, lendo uma biografia de Abraham Lincoln, deparei-me com a seguinte passagem: “Para Lincoln, a luta para salvar a União continua um propósito ainda maior do que o de abolir a escravidão, que afinal de contas era autorizada pela própria Constituição que ele tinha jurado defender. ‘Considero que a ideia central que permeia essa luta’, disse ele a Hay no início de maio, ‘é a necessidade que se abateu sobre nós de provar que o governo popular não é um absurdo. Precisamos resolver agora a questão de saber se, num governo livre, a minoria tem o direito de derrubar o governo sempre que desejar. Um fracasso nosso serviria para provar a incapacidade do povo para se governar'”.

Pedro
Pedro
7 anos atrás

Flavio Gomes, sempre curti muito acompanhar voce em suas tribunas nas radios, na Espn-Brasil agora na FOX , parei de assistir voce no foxsoportradio em virtude de seus colegas de bancada algumas manifestações deles chegam ser desrespeitosas com quem pensa diferente deles. peço desculpas por não mais estar junto com voce lá mas estarei aqui no seu site e twitter lendo suas opiniões e pensamentos.

Joe
Joe
7 anos atrás

Eu acho que seria mais inteligente parar de propagar esta estupidez nós x eles, direita x esquerda, foco social x foco econômico. O que desejo é um país equilibrado, de nada adianta foco social e virar venezuela, ou foco na elite e continuar um país cheio de fome e insegurança, irrelevante e estagnado. A cobrança não deve ser em manter (ou não) A ou B, ambos eram companheiros de governo até bem pouco tempo,. Bobos somos nós que estamos divididos enquanto a classe politica se une e reparte poder e dinheiro, com eventuais brigas como esta que acabamos de assistir. Só eu achei estranho se juntarem no final e tirar o cargo mas não os direitos políticos? Ou todo o estardalhaço com a Lava Jato, diversas pessoas presas, empresas pedindo desculpas públicas e nem um único político ativo preso, de qualquer partido, apesar das múltiplas denúncias ?

Marcus Piffer
Marcus Piffer
Reply to  Joe
7 anos atrás

Essa é a melhor opinião de todas, enquanto estamos brigando e acreditando no lado A ou no lado B eles estão rindo da nossa cara, como demonstrado em uma foto onde estão Dilma, Aécio e Lewandowski rindo juntos.

Edu Zeiro
Edu Zeiro
Reply to  Marcus Piffer
7 anos atrás

Prezados, os que estão rindo de nós são os usurpadores do poder, os mesmos que adoram aqueles que pensam como vocês, não escolhem um lado, se alienam e não reagem a uma barbaridade como essa, enfraquecendo a resistência a tudo de ruim que pode vir por aí. Quando acordarem, meus caros, pode ser tarde demais. Tem que ser desde já: FORA TEMER! FORA GOLPISTAS! ELEIÇÕES GERAIS JÁ!

Gabriel
Gabriel
7 anos atrás

Abrir espaço para o debate de um tema tão delicado neste momento é uma atitude nobre e é interessante ver os diferentes pontos de vista, mesmo que concorde ou discorde de alguns. Mas a melhor parte mesmo é procurar os comentários em negrito rs.

Thiago Azevedo
Thiago Azevedo
7 anos atrás

Acho que o vacilo do PT foi a falta de coerência em se unir aos partidos mais podres: PMDB, PP… E em muitos momentos agiu como eles.
Me incomoda muito ver o povo até satisfeito em ver o Temer e a caterva no poder. O Brasil passará por muitos maus momentos ainda. Acho que temos o nosso pior congresso da história.

Ricardo Soares
Ricardo Soares
7 anos atrás

:'(

leandro oliveira
leandro oliveira
7 anos atrás

É o mundo ficando mais chato, intolerante e egoísta …
Como dizia Cazuza: a burguesia fede !

Luiz (o outro)
Luiz (o outro)
Reply to  leandro oliveira
7 anos atrás

Muito bem lembrado.

Bruno Abila
7 anos atrás

Sem dúvida alguma, um dia triste para a nação. O Brasileiro não tem nada a comemorar. O Brasil deu um passo atrás. Agora precisamos de tempo e torcer para que apareça uma nova liderança no país.

Uma nova liderança, que acredita ser possível fazer o bem, sem precisar se aliar ao mal.

O PT chegou arrasando em 2003, maioria absoluta no Congresso. Nada fez. Apenas assistiu a máquina rodando, com a commodities lá em cima. Apoiou uma pessoa totalmente despreparada, sem carisma, para dar continuidade ao projeto. Esta então, achou que se associar a bandidos de colarinho branco e mentir para seus eleitores descaradamente, seria a saída. O resultado está aí: triste dia.

Muchacho
Muchacho
Reply to  Bruno Abila
7 anos atrás

Amigo, vc está equivocado com sua frase: “O PT chegou arrasando em 2003, maioria absoluta no Congresso”. O PT nunca teve mais que 18% das cadeiras, mesmo inflado com a entrada de alguns pilantras de última hora, que nunca foram de esquerda, como o Dep.Andre Vargas do PR.
O partido caiu por que tentou ser republicano e garantir a governabilidade. A máquina nos 3 poderes, sempre foi recheada de tucanos, reacionários, conservadores e corruptores, que na primeira oportunidade derrubariam qq governo popular. A lição para esquerda é que na próxima vez tem que governar com o povo e para isso precisa de muita educação, cultura e politização.

Luiz (o outro)
Luiz (o outro)
Reply to  Muchacho
7 anos atrás

Perfeito!

Lince
Lince
Reply to  Muchacho
7 anos atrás

Você está mal informado, o André Vargas se filiou ao PT em 1990. Foi presidente do partido no Paraná de 1998 a 2002 e eleito vereador em Londrina. Ele não inflou de última hora como você afirma ele sempre foi petista. Concordo que era um pilantra mas um pilantra do PT assim como José Dirceu, Josão Vaccari, etc. O problema dos petistas e achar que no partido só tem pessoas honestas e comprometidas com o povo. Em todos os partidos tem gente que está lá apenas por interesses.

Pablo
Pablo
7 anos atrás

A única coisa que posso discordar desse texto é o fato de falar que isso tudo foi um golpe. Golpe foi o que aconteceu em 1964, o que aconteceu no Paraguai recentemente e o que quase aconteceu na Turquia esse ano. Diria que o que houve aqui foi uma enorme conspiração orquestrada por aqueles que perderam em 2014, um congresso extremamente conservador e um partido que não queria ter um “vice decorativo” no governo. Dilma e o PT cometeram erros? sim, isso não tem como negar, mas o erro maior é ter perdido apoio do congresso, que passou 2015 inteiro votando pautas-bomba, e que não fez um julgamento técnico e sim político. Agora é aguentar esses reacionários ou comemorando ou reclamando do fato de Dilma não ter sido impedida de ocupar cargos públicos por 8 anos falando que o PT abriu precedente e que isso será usado caso Eduardo Cunha venha a ser cassado.
Vi muita gente falando em rasgar o título de eleitor, vi um colega de faculdade fazer um vídeo queimando o título dele já que depois do que aconteceu ontem ele não vale mais nada, até penso em fazer isso também, já que eleição no Brasil você não vota no melhor candidato e sim no menos pior, mas aí lembro que preciso dele pra arranjar emprego e pra tirar passaporte pra um dia poder zarpar daqui

Dilor
Dilor
7 anos atrás

Flavio, não tenho dom ou talento para escrever. Obrigado por expressar exatamente o que penso e sinto. Dia triste e melancólico.

FRaeder
FRaeder
7 anos atrás

Quando o PT se aliou ao PMDB, queria o que? Bancada, pura e simplesmente…nada ideológico ou coisa que o valha!. Mas como quem “cria cobra em casa um dia é picado”…agora tomou!

Edu Zeiro
Edu Zeiro
Reply to  FRaeder
7 anos atrás

Tomamos todos, meu amigo, tomamos todos…

FRaeder
FRaeder
7 anos atrás

Todo esse extenso texto, escrito com o talento que lhe é peculiar, Sr. Flavio, pode ser traduzido por um simples: #FG&Renan…tâmojunto

Rodrigo Streithorst
Rodrigo Streithorst
7 anos atrás

É tão bom viver do mundo de faz de conta! A verdade é que não vai mudar grande coisa. Saíram os bandidos de chinelo e entram os bandidos de bico fino. Nem tanto ao céu bem tanto a terra Flávio Gomes.

Marcos
Marcos
7 anos atrás

Pode parecer simplista, mas temo que o país precise renascer das cinzas. Parece que a luta armada é a saída, porém com novas armas. Mais modernas; mais eficazes e mais neutralizadoras.

Sergio
Sergio
7 anos atrás

perfeito Flavinho, a cada dia que passa mais eu te admiro.

Celio ferreira
Celio ferreira
7 anos atrás

Sim FG e para estrear o novo governo, vai aumentar o salário minimo em 7,48%
enquanto que a inflação é 9,36. % . Durante 13 anos o PT deu a inflação e um
aumento real baseado no PIB, Isso vem corroborar com o seu texto que anos
difíceis virão. Eu poderia listar aquí tudo o que foi feito em prol dos pobres:
Pró-une, Fies , Farmacia popular , Minha casa minha gente etc.. etc,,, Mas o centro
direita no poder , é o povo mais pobre, ( apenas pra informar eu tenho 12 anos a mais
do que vc de vida, portanto acompanhei a História e sei do que vc está falando)

Lince
Lince
Reply to  Celio ferreira
7 anos atrás

Mas se o PIB é negativo como pode dar aumento real para o SM? A culpa não é do novo governo mas sim do anterior.

Marcos
Marcos
7 anos atrás

O pior foi ver hoje a capa dos jornais.
No principal de Curitiba, a manchete foi “Pra frente Brasil!”.
Quase vomitei.

Silvio Silva
Silvio Silva
Reply to  Marcos
7 anos atrás

Eu também.

Luis
Luis
Reply to  Marcos
7 anos atrás

Não li a manchete, – nem a lerei, mas não é irônico, senão verdadeiramente triste, que esta turma que nos pôs diante do abismo agora proclama ” Para frente Brasil”…

Jr.
Jr.
7 anos atrás

Vem logo meteoro…

Joca
Joca
7 anos atrás

Ser contra o governo Dilma, não significa ser a favor do governo Temer. O povo é todo cidadão de uma nação seja pobre ou rico. Não creio que o governo do PT tenha favorecido as classes menos favorecidas, continuamos sem escolas, sem hospitais e sem segurança as obrigações básicas de qualquer governo e isso não ocorreu nos últimos meses. Governo é gestão publica baseado na constituição para um bem comum do estado, o governo tem que servir o povo, não o contrário. O PT tem fazer o que sempre fez de melhor, oposição a qualquer governo. Acredito que o regime comunista não funciona, pelo menos na minha ignorância, não sei apontar alguma pais que tenha tido sucesso assim como o populismo.

Ninguém
Ninguém
Reply to  Joca
7 anos atrás

Você aparentemente desconhece que a responsabilidade básica por saúde, educação e segurança é de governos estaduais e municipais. A atuação do governo federal nessas áreas é limitada, mas nada disso impediu que o governo federal criasse inúmeros programas e iniciativas nesses setores (principalmente saúde e educação). Dois dos maiores exemplos são o Programa Mais Médicos e as centenas de escolas técnicas federais. Tirando a polícia federal, a área de segurança é da alçada exclusiva dos governos estaduais (PMs e policia civil) e municipais (guardas municipais). Recomendo que procure se informar melhor sobre o comunismo. O PT está anos-luz de ser comunista.

Alguns dados básicos podem ser encontrados aqui: https://leonardoboff.wordpress.com/2014/09/10/dados-dos-governos-anteriores-e-do-governo-do-pt%EF%BB%BF/

Joca
Joca
Reply to  Ninguém
7 anos atrás

É uma pena que pessoas ainda não tenham apreendido a ler ou compreender, Segurança e edução é sim dever do governo federal, por isso temos ministério da educação, policia federal e etc. Não conheço centenas de escolas técnicas federais, cite 10. Nunca disse que o PT é comunista falei sobre um regime no qual não é dividindo que se multiplica. Volte a escola.

Edu Zeiro
Edu Zeiro
Reply to  Ninguém
7 anos atrás

Joca, não precisa insultar. O colega falou em “responsabilidade básica” e ele, constitucionalmente, está corretíssimo. Educação, até o ensino médio é de responsabilidade dos governos estaduais e municipais. O que não impede o governo federal de atuar nessas áreas.

Pedro Sousa
Pedro Sousa
7 anos atrás

Muito bom , Flávio! Só tenho uma discordância semântica. Acho que foi uma farsa, não é um golpe, mas no fundo não muda nada.

Claudio Bassi
Claudio Bassi
7 anos atrás

Canalhas! Canalhas! Canalhas!Canalhas!

Marcio
Marcio
7 anos atrás

Flávio, parabéns pelo texto; compartilho dos mesmos sentimentos e confesso que agora com 35 anos e uma filha de 5, me pergunto o que fazer. Sério. Muito sério. Sou engenheiro, pós graduado, ainda continuo empregado, e essas características não me iludem – sei que estamos vivendo algo inimaginável, e independente de poder aquisitivo ou ilusória faixa social, me pergunto onde tudo isso vai parar. Infelizmente vamos (na sua grande maioria) perder muito; mas acredito que base será mais penalizada pelo que esta por vir: as alterações de CLT, aposentadoria, SUS, “bolsas”, médicos, etc. Abraço e boa sorte à todos.

Paulo Pinto
7 anos atrás

A “vitória dos vencidos”. A classe política, derrotada nas urnas, soube arquitetar de forma magistral e teatral, um golpe de mestre (apelidado assim por quem já comentou neste post), que mudará a vida e a expectativa dos brasileiros a partir das Reformas da Previdência e Trabalhista. E como diz a Bíblia, isto é apenas o princípio das dores.

carlos lima
carlos lima
7 anos atrás

Caro escriba, o poeta Torquato Neto tinha toda razão, “aqui é o fim do mundo”!

O leitor, também entristecido, agradece pelo texto lúcido, corajoso, verdadeiro.

Bravo!

Andre
Andre
7 anos atrás

Entraremos numa era de retrocesso social.
O país agora é governado por um partido que, historicamente, assalta os cofres públicos, e que impedirá a cassação do Sr. Eduardo Cunha, com o apoio do PSDB – o defensor da moralidade e da ética.
Ouvir o Sr. Ronaldo Caiado dizer que a corrupção acabou com a saída do PT, apenas retrata o que pensam muitos por aí. Pura ingenuidade de uma parcela da população que é massa de manobra.
Pagaremos um preço muito caro.

Anselmo Coyote
Anselmo Coyote
Reply to  Andre
7 anos atrás

Concordo com tudo e sobre um aspecto tenho certeza que sua afirmação nunca será 100% correta. Não há ingênuos nesse negócio (“Brasil, qual é o seu negócio?”). Há cães raivosos e sedentos de sangue e dinheiro, dispostos a tudo.
Abs.

Itamar
Itamar
7 anos atrás

Uma coisa que está no texto é o que eu sempre achei: “nunca engoliu um retirante operário como seu presidente”. O que vejo de colegas e conhecidos que batiam panela e fizeram festa ontem é exatamente isso: não engoliram ter como presidente, um homem que falava errado, que foi operário e tem um dedo a menos, que foi recebido pelo mundo todo de braços abertos. Agora querem-no na cadeia, apenas para alimentar sua sede de vingança. Triste, muito triste.

Daniel Alferes
Daniel Alferes
Reply to  Itamar
7 anos atrás

Ele ser corrupto, ou não, não interessa nada portanto…
Engraçado!

Marcos Becker
Marcos Becker
Reply to  Daniel Alferes
7 anos atrás

Se tens provas aponte-as, caso contrário fique com a tua “grande” sapiência para ti mesmo.

Edu Zeiro
Edu Zeiro
Reply to  Daniel Alferes
7 anos atrás

Alferes, alferes, quem foi traído? Quem foi enforcado? Pare de repetir capas de revistas e manchetes de jornais vinculados ao golpe.

Bene
Bene
7 anos atrás

Parabens ao Tedson e ao Adriano por sua coragem de publicar neste blog, em espaço reservado a amigos do FG

Marlon
Marlon
7 anos atrás

Olá Flavio

Antes achava estranho um blog automobilístico falar de politica. Hoje, pelos fatos ocorridos, comungo com essa iniciativa de que blogueiro tem mais é que expressar sua opinião, independente do foco ao qual o blog se destina. Alias, isso não é nada comercial. Foda-se o lado comercial. Não concordo em absolutamente nada do que esta escrito. Ontem, meu coração se endureceu por um detalhe. Nitidamente houve uma manobra piedosa em relação a Dilma. Enquanto o fato não se consumava, os senadores que defendiam Dilma vieram todos mansos tentando livrar a Dilma da inabilitação. Foi proclamar o resultado que já começou discursos de ódio e de vingança. Pois bem. Esse fato só mostrou o que realmente importa neste jogo. Se puder estar lá, pulo até de prédio sem colchão……. mas não…. Flávio, o que esta em jogo é e sempre foi voto, não seres humanos. E os que estão lá hoje, seja de que lado for, estão acima de nós votos ou seres humanos. Alias, não sei mais o que sou. Esse jogo, enquanto existir vida na Terra, será assim. Porque? Não sei. Não vou perder tempo defendendo o que tu não acreditas porque é assim que funciona. Nada mais do que um jogo. Hoje ganhou o melhor time. Se não fosse melhor, não tinha ganhado. Perdeu quem merecia perder. Alias, perdeu com gol contra ainda. a grama, as traves, as linhas estarão sempre ali enquanto houver linha. Não adianta apelar para a História, para as conquistas. É só um jogo. Tem gente que não gosta de futebol. Gosta de F1, de badmigton, (credo). É só um jogo Flavio. E temos que agradecer a Deus cada segundo pela vida que Ele nos deu. Esse sim é o grande Juiz. Isso sim que eu acredito e que não tem lado. E esse é o grande lance. Eu não gostava desse time que perdeu. Estou contente agora porque esse time que ganhou tem condições de ver porque o outro time perdeu e mudar algumas jogadas. Agora se não fizerem nada de diferente, virá um time melhor e levará a outra fase do torneio. E assim vai. Nós, a nós Flavio é só escolher se somos voto eletronico ou de papel…..

Edu Zeiro
Edu Zeiro
Reply to  Marlon
7 anos atrás

Perdão, amigo, é sua opinião, mas na minha você parece mais cego que a menina que a PM paulista agrediu.

Marino
Marino
7 anos atrás

Tava faltando um “GiraMondo” nesse circo todo que armaram para esta semana. E com texto MAIUSCULO para variar. Demais FG. Parabéns Nasci um pouco antes de voce. Em 1958, aquele ano que alguém escreveu que “não deveria terminar”. Mas dez anos depois, em 1968 – o Ano que não terminou, segundo o grande Zuenir Ventura – o pau quebrava por aqui, alguns familiares e amigos presos, outros enquadrados na lei de segurança nacional, e por aí vai. Tinhamos sonhos, ideais, queriamos um futuro melhor. E hoje? o que essa geração que “caça” bicho virtual, participa de “reality show” e não tem idéia do que é um LIVRO busca? Tá estranho esse mundo viu…Numa dessas colunas suas, falando sobre confrontos na Paulista, black blocs, etc. voce fechou o texto com a seguinte frase: “O Brasil é um país violento e indecente. Um país é feito pelas pessoas que nele vivem. O Brasil é indecente porque somos indecentes.” É isso. infelizmente!!! muito obrigado pelo seu blog. Abraços!

Sergio Miami
Sergio Miami
7 anos atrás

Flavio, excelente texto dentro da sua visão de mundo, mas como tudo virou o ciclo e caiu, voltará novamente possivelmente sim numa determinada circunstância qualquer no futuro. Fato é que nem a Dilma, nem o PT souberam lidar com situações de aperto econômico. Fácil distribuir renda onde há renda, difícil é fazê-lo quando a renda some e foi o que aconteceu. Houve crise, sim houve mas muito maior aqui do que em qualquer outro lugar, outros países da America Latina continuaram crescendo mesmo sendo apoiados em commodities agrícolas e minerais como Chile, Peru e Colombia, que, sem dúvida têm economias bem menos diversificadas que a nossa, assim eles seriam tragados mais fortemente se a retórica da crise internacional fosse assim válida. Voce disse uma vez que o grande erro do PT foi alinhar-se com gente que não devia, bem nisso tinha total razão, pois foram esses os primeiros a pular fora, lembro também de dizer que o PT deveria ter rompido com todo mundo.. pois bem se assim tivesse feito não teria caído ontem, teria caído a talvez 12 anos atrás. Dilma aliás nem bem petista é, já que veio das hordas do PDT e foi “draftada” pelo Lula. Fica comigo a impressão de que toda esse lenga lenga de defesa da democracia só é válida se ganham, se perdem é golpe, retrocesso e não uma saudável recomeço de ciclos. Em tempo Flavio, notou como em quase todas as capitais os candidatos do PT deixam as estrelas bem pequeninas?, a do Haddad é minúscula, o vermelho quase sumiu… isso que dizer alguma coisa… O Sol nasceu hoje e continuará nascendo todos os dias.. o país é feito por nós, não precisamos de líderes, precisamos é de administradores desse colossal e quase sempre inútil Estado Brasileiro.. sou liberal sim sou.. sou coxinha, talvez…mas sou trabalhador como você e da grande maioria dos seus leitores. Um abraço e vamos para a próxima…

Carlos
Carlos
7 anos atrás

“Trata-se, sim, de escolher com quem ficar. Com quem alimenta o ódio de classe, exerce o preconceito e a misoginia, perpetra o desprezo, perpetua a ignorância, pratica o obscurantismo?”
Ódio de classe, Flávio? Será que já não está na hora de mudar um pouco esse discurso surrado? Será que não está na hora desse partido fazer um mea culpa e pedir desculpas a sociedade por aquilo que não fizeram? É, isso mesmo, por aquilo que deixaram de fazer. Corrupção, roubalheira e outras práticas indevidas já são velhas conhecidas, faltou o novo, a alternativa, a saída para “isso tudo que está aí”. Onde foi parar esse discurso?
Esses caras são uma fraude, uma brincadeira de mau gosto, aproveitadores da boa fé de uma surrada fatia de nossa população. Fique tranquilo pois não farão falta alguma.

RecrutaZero
RecrutaZero
7 anos atrás

E para distrair o povo, a notícia mais lida nestes dias tristes: A separação do casal 20 da manipuladora Globo. Como já dizia Zé Ramalho, E e ô, vida de gado. Povo marcado, povo feliz! Estou de luto, pois o modelo mais próximo da utópica democracia, morreu no Brasil.

Flavio
Flavio
7 anos atrás

Xará, é sempre gratificante lembrar que estamos do mesmo lado. Não tá fácil!

William
William
7 anos atrás

Flávio, sou leitor assíduo do seu blog praticamente desde o início desse espaço. Sempre acompanhei com interesse e com algum distanciamento suas posições políticas, o distanciamento é resultante principalmente de uma questão geracional. Eu e meus colegas, todos na faixa dos 30 e poucos, aprendemos a desconfiar do PT.
As pessoas da minha geração não viram às Diretas Já, nós não assistimos a construção de um partido de massa progressista. Nós não identificamos o PT como o partido construtor de um Brasil pautado pela justiça social simplesmente porque não nos apegamos a uma história pregressa que muitas das vezes servia de sustentação aos militantes petistas que encontrávamos pela vida, seja como professores, colegas de trabalho ou aqueles amigos mais velhos de alguma maneira nos transmitiam um pouco das memórias do que era viver em um país sem democracia.
Para nós o PT não era símbolo da democracia e da justiça social simplesmente porque quando participei de greves e de manifestações políticas era contra as decisões do governo petista que lutávamos.
O PT tirou milhões da miséria, mas ao mesmo tempo abriu espaço para multinacionais jogar a pá de cal na educação financiadas pelo FIES e PROUNI. O PT pouco fez pela saúde ao mesmo tempo que permitiu e financiou através do SUS o enriquecimento dos planos de saúde que oferecem serviços cada vez piores. O governo do PT simplesmente não fez o mínimo movimento no sentido de resolver o grave problema do sistema carcerário, lugar de horrores e desumanização…
Eu sempre estive na oposição ao PT simplesmente porque meu voto sempre foi a favor de políticas sociais reais.
Para nós o ano de 2016 tem muito menos de golpismo e muito mais de farsesco. Assisti o desenrolar de um processo que talvez culmine com o descrédito total desse sistema político que está corroído até a medula e que cada dia é menos representativo.
É preciso deixar claro quem são os reais donos do poder no Brasil, é preciso demonstrar enfaticamente que a justiça, que a economia, que todos os direitos são controlados por uma elite muito pequena que não viu o seu poder ameaçado de maneira alguma nos últimos anos.
É preciso ter em mente que não existe espaço para acordo de classes nesse país!
Flávio, te convido a radicalizar sua visão política. A história não terminou ainda! Aqui no Brasil nós temos uma grande tarefa que presidente nenhum vai dar conta. A mudança tem que ser de baixo pra cima. Se existe algo que eu aprendi na história é que o momento de crise é o momento onde as estruturas de dominação estão mais frágeis e sujeitas às mudanças. Todas as revoluções e transformações substanciais que povos mais desenvolvidos que o nosso viveram ocorreram exatamente no momento onde as forças do conservadorismo foram obrigadas a desmantelar as estruturas políticas e sociais que oferecem a falsa sensação de normalidade.
A partir de agora a normalidade está em questão no Brasil. A partir de agora é possível pensar em mudanças substanciais de fato!
Mas pra isso é preciso inconformismo. Essa é uma qualidade da qual você esbanja! Chega de choro e vamos pra luta!

Silvio Silva
Silvio Silva
Reply to  William
7 anos atrás

Você acha que vai mudar? Esse PMDB é governo desde de 1985. Você acha que a Lava Jato vai chegar a fundo neles? Quando vazou conversas do Renan, do Sarney dizendo que o “Michel” precisa parar isso, em algum momento acreditou que aqueles que tomaram o poder deixarão investigar como a que saiu deixou, até dentro do partido dela? Doce ilusão! Se abrir a caixa-preta de todos os partidos que passaram no poder, verão que o PT foi apenas um réles batedor de carteira perto do PMDB (com 3 presidentes sem nenhum voto e que está no governo deste 1985), PSDB (privatizações (ou entrega do patrimônio construído com dinheiro público e entregue a preço de banana, pela República de Bananas?), PROER, salvamento do banco do sogro do filho do FHC). Alguém em sã consciência e com o verdadeiro sentido de justiça tem alguma vã ilusão? Desculpe, eu desisti.

Vitor
Vitor
Reply to  William
7 anos atrás

Concordo com voce

Luis
Luis
7 anos atrás

A esquerda perdeu porque não falava mais a linguagem do povo, tanto que a narrativa de golpe não foi feita para convencer a opinião pública, mas sim para radicalizar os simpatizantes. No final das contas, fico triste em ver muitos partidos de esquerda que deveriam estar denunciando o PT e dizendo “não compactuamos com a bandidagem” e tentando salvar a retórica da esquerda que foi destruída com o fisiologismo corrupto do partido dos trabalhadores, comprando a falsa narrativa do “golpe”, O PT não está mais em contato com o povo, e criou-se uma rejeição que agora qualquer pauta social será vista negativamente por um bom tempo. E ainda assim tem gente que defende. O PT retirou as cores vermelha e disfarçou a estrela em muitos dos materiais de propaganda política. E tem gente que defende.
Quero deixar claro que não coloco o Flávio Gomes nesse bolo. O Flávio é militante do PCdoB, o partido só ganhou estando com o PT e com este impeachment o PCdoB realmente perdeu, então apesar dos pesares ele está com uma postura de militante e eu não perco tempo discutindo com militante.

Edu Zeiro
Edu Zeiro
Reply to  Luis
7 anos atrás

E você, representante do povo, por favor nos indique então o caminho.

Vitor
Vitor
Reply to  Edu Zeiro
7 anos atrás

Concordo com você Luis.

moisesimoes
moisesimoes
7 anos atrás

– O prazer no rosto dos apresentadores da emissora que apoiou a ditadura é o resumo da vergonha nacional. William Wack, a noite inventando o verbo “empichou” foi a cereja podre do bolo, em vez de proporcionar pelo menos uma reflexão sobre o contexto político no Brasil.
Mas depois que a gente olha pra trás e vê as capas da “veja”, por exemplo, nada mais surpreende.
E eles insistem em afirmar que, por ser constitucional, impeachment não é golpe. Imbecis, é claro que não.
O golpe foi político e ideológico. E o senado e a câmara nao entendem a diferença entre, corruptos, corruptores e corruptíveis. E não tem moral pra julgar.
O curioso é que, diferente de outros movimentos e vitórias democráticas, poucas marionetes saíram comemorando com a camisa da seleção brasileira pelas ruas. No palanque da “vitória”, a mídia golpista demonstrou mais uma vez sua peculiar omissão deixando os fantoches sozinhos no palco.

Quejo
Quejo
7 anos atrás

Agora essa gente que tirou a Dilma e voltou a ser “de Governo” vai querer tirar o atraso de 13 anos em 2 anos e meio… Preparem-se.