MENU

Sunday, 22 de September de 2019 - 11:27F-1

PURE THINGS (2): PANELA VELHA

sind192

Vettel: vitória bonita depois de 392 dias de jejum

RIO (uiuiui) – Escrevi ontem que o embate Leclerc x Vettel (novo x velho, futuro x passado, juventude x experiência) seria o melhor deste restinho de campeonato, que já está decidido a favor de Hamilton.

E será mesmo. Como o GP de Singapura demonstrou hoje, com a surpreendente — e muito bonita — vitória de Sebastian, voltando a ganhar uma corrida depois de 392 dias. A última tinha sido na Bélgica no ano passado. Foi a 53ª de sua carreira e quinta em Marina Bay.

O alemão conseguiu o resultado graças a uma pilotagem muito agressiva e à parada nos boxes uma volta antes de seu jovem companheiro. E foi essa parada que despertou a ira do monegasco, que tem se demonstrado um mau perdedor. Charlinho, em que pese a aparência de bom moço e menino de família, está construindo um perfil antipático junto aos seus pares. Me parece um pouco cedo para dar piti como deu em Singapura. É preciso saber perder.

Explicando. Leclerc era o pole, largou muito bem e controlava a corrida com competência até a janela de pit stops. Mantinha-se à frente de Hamilton, o segundo colocado, oscilando a vantagem entre 0s8 e 1s5. Lewis não tentava nada muito heroico. Iria tentar ganhar a posição na parada. O jogo de gato e rato de Mercedes e Ferrari — quem parasse antes possivelmente teria alguma vantagem — ignorava Vettel, que vinha em terceiro.

Na volta 19, no entanto, a equipe italiana chamou o alemão de surpresa, para protegê-lo de Verstappen — já que a Red Bull tirou seus pneus da garagem para receber o holandês. “Foi na curva 21, no fim da volta, e eu fui”, contou Tião Italiano. A cartada foi decisiva. A ideia era, além de defendê-lo de Max, fazer o que se chama de “undercut” em Hamilton, e ganhar a segunda posição parando antes que o inglês. Assim, uma dobradinha vermelha passaria a ser bastante provável se Lewis demorasse muito para trocar seus pneus.

Na volta de saída dos boxes, Sebastian colou o pé no porão e acelerou feito um desesperado para começar a descontar a vantagem que Hamilton tinha construído. Esse era o objetivo. Leclerc parou na volta seguinte, dentro do previsto. E quando retornou à pista, qual não foi sua surpresa ao ver Vettel rasgando a reta dos boxes para ganhar também a sua posição? Detalhe não pouco importante: Vettel foi 1s mais rápido que Charlinho na “out lap”. Foi aí que ganhou a corrida.

sind198

Hamilton: decisão errada da Mercedes o afastou do pódio

Naquele momento, ao ficar na pista por uma decisão equivocada da Mercedes, Hamilton perdeu a chance de tentar a vitória e até de brigar pelo pódio. Ele só viria para os boxes na volta 26, quando já era tarde demais. Perdera duas posições, para Vettel e Verstappen, e ali ficaria até o fim da prova, num discretíssimo quarto lugar.

Quando todo mundo parou — alguns demoraram bastante, a ponto de Giovinazzi liderar a corrida por quatro voltas, algo que não acontecia com um carro da Alfa Romeo desde o GP da Bélgica de 1983 com Andrea de Cesaris –, Vettel já estava na liderança, que assumira na volta 31 com bastante sacrifício. Tendo Leclerc na cola, teve de se livrar do tráfego formado justamente pelos pilotos que adiaram seus pit stops quase “ad eternum”. E nessas manobras, driblando um aqui, tocando rodas com outro ali e arriscando o pescoço acolá, foi passando gente até abrir mais de 6s sobre seu parceiro.

Sebastian estava, como se diz, com sangue nos olhos. Com a vantagem que tinha, podia sonhar com o fim do mais que incômodo jejum de vitórias. Mas, considerando os infortúnios pelos quais passou no último ano, era melhor não comemorar nada antes da hora. Leclerc começou a descontar a diferença, mas timidamente. Até que, na volta 36, os 6s erigidos à custa de muito suor e sangue viraram fumaça. Grosjean forçou uma ultrapassagem sobre Russell e o inglês enfiou a Williams no muro, causando o primeiro safety-car da corrida. Foi, só para registrar, o primeiro abandono da Williams no ano. O carro é horrível, mas pelo menos não quebra.

Vettel deve ter ficado bem puto dentro do macacão. Um esforço desgraçado para abrir de Charlinho e vem um Grojã da vida estragar tudo. E foi nesse período de safety-car que o garoto criado nas comunidades carentes de Monte Carlo começou a dar piti. Inconformado por ter perdido a posição para Vettel, passou a questionar a equipe pelo rádio. “Não entendi o que aconteceu. A gente fala depois da corrida, mas quero deixar claro o que estou sentindo”, reclamou. Foram quatro voltas choramingando, até a relargada, na 40ª.

Sebastian não quis nem saber. Experiente e malandro, controlou o ritmo do pelotão para evitar qualquer ataque e saiu em disparada quando as bandeiras verdes foram mostradas. Leclerc veio na cola. Mas nem deu tempo de saber se iria tentar algo. Pérez quebrou, largou o carro num lugar perigoso e o safety-car entrou de novo, na volta 44. Ótima oportunidade para Charles retomar a conversa que havia sido abruptamente interrompida pela relargada. “Então, como eu dizia…”, começou, mas a equipe resolveu cortar suas asinhas. “Charles, traga o carro para casa”, falou seu engenheiro. Fosse eu, com minha classe habitual, diria: “Moleque, não enche o saco. O cara te passou, engole o choro e não faz nenhuma merda”. Só que ele continuou a falar. “Não vou fazer nada estúpido, esse não é meu objetivo, mas não é justo”, continuou.

sind196

Charles atrás, reclamando pelo rádio: “Quero deixar claro o que estou sentindo”

Minha namorada, do alto de sua sabedoria talhada no sertão do Ceará e de sua predileção por Vettel, a quem considera “um nenenzinho iti malia”, que não não sei direito o que é, decretou do travesseiro ao lado, com muita propriedade: “Esse moço vive se vitimizando, é um vagabundo!”.

Concordei inteiramente com a primeira parte. O vagabundo ficou por conta dela e não sou de ficar xingando ninguém, sou muito polido. “Um chorão”, atenuei. Chorão não é tão forte quanto vagabundo.

Foram mais quatro voltas sob regime de safety-car e na nova relargada ficou claro que “trazer o carro para casa” era a ordem para não tentar nenhuma bobagem. Bufando, Leclerc ficou na dele, até porque Verstappen, em terceiro, acomodou-se com o pódio iminente e não atacou o ferrarista. Hamilton também, em quarto, achou melhor ficar onde estava. Houve mais um safety-car, na volta 50, para tirar o carro de Raikkonen da pista, acertado por Kvyat. Nas últimas dez voltas, Vettel apenas se preocupou em não cometer erros, para finalmente receber a quadriculada em primeiro. Fazia tempo. A seca durou 22 GPs. Terminou, enfim.

Atento aos detalhes, notei o mal-estar de Leclerc no pódio. Não sorriu, não jogou champanhe em Vettel, não fez festa e deixou o companheiro comemorando sozinho. E olha que a Ferrari não fazia uma dobradinha desde o GP da Hungria de 2017, além de não vencer três seguidas desde 2008. A sequência, 11 anos atrás, foi de quatro vitórias — Malásia, Bahrein, Espanha e Turquia, duas de Raikkonen e duas de Massa.

sind199f

No pódio: sorriso de Vettel e contrariedade de Leclerc

Nas entrevistas, o monegasco não escondeu sua contrariedade. Se disse “feliz” pelo 1-2, mas “desapontado” por não ter sido ele o vencedor. “Fiz o que combinamos antes da largada. Não acelerei antes da parada para não desgastar os pneus, esse era o combinado. Não faz sentido um ‘undercut’ entre carros da mesma equipe, não esperava que ele me passasse. Se isso foi necessário para garantir a dobradinha, a equipe terá de me mostrar. Preciso de explicações do time, quero entender o que aconteceu.”

Vettel não estava nem aí. “Estou mais feliz que aliviado”, disse ao repórter Guilherme Pereira, da TV Globo. “Foi uma surpresa sermos tão competitivos aqui.” Sobre Leclerc, não falou nada. Alias, nada também falou Leclerc pelo rádio quando cumprimentado pelo chefe Mattia Binotto pelo segundo lugar. Apenas balançou a cabeça negativamente.

É muito melindre. Amanhã a gente aprofunda o tema. Por enquanto, fiquemos com a classificação final: Vettel, Leclerc e Verstappen no pódio, Hamilton, Bottas, Albon, Norris, Gasly, Hülkenberg e Giovinazzi na zona de pontos. Não foi um corridão, mas a atuação de Vettel e as polêmicas decorrentes do neo-chiliquento Charlinho garantem assunto para o resto da semana. A súbita queda da Mercedes, também. Uma única vitória nas últimas cinco corridas acendem o sinal de alerta na equipe. O título está garantido — Hamilton tem 96 pontos de vantagem sobre Leclerc e Verstappen, que aparecem em terceiro e quarto. E são 65 sobre Bottas, o vice-líder. Por mais que as três vitórias seguidas indiquem uma melhora significativa da Ferrari, é possível afirmar que a reação veio tarde demais.

Mas antes tarde do que nunca. As últimas seis provas do Mundial serão legais, como têm sido muitas neste ano.

281 comentários

  1. Alfredinho says:

    Vettel mostrou ao garnisé, que acabou de chegar, quem manda no galinheiro.

    • ms says:

      faz me rir caro colega….a fila já andou já faz um bom tempo e só vc ainda não percebeu…….agora o manda-chuva do pedaço atende pelo nome de Charles Leclerc…..

      • Alfredinho says:

        Você não está de todo errado, mas ainda é cedo para Leclerc liderar o time.
        Olhe bem o que aconteceu na Red Bull. Ricciardo passou a liderar o time e a equipe não conseguiu faturar um título que fosse.

      • Tag-Heuer says:

        O farsante alemão está a frente da Ferrari desde 2015 e nem disputar o título até o final ele conseguiu…….Alonso o fez em duas ocasiões quando lá esteve.

  2. Garagista says:

    A equipe Mercedes está dando mole! Se o hexa de Hamilton é questão de tempo, o vice de Bottas corre perigo!
    Hamilton deveria ter deixado Bottas passar em Singapura, para que o companheiro pudesse levar mais uns pontinhos, já que a distância deles era pouco mais de 1 segundo e o concorrente mais próximo se encontrava a mais de 5 segundos!

    Se a Mercedes continuar assim, será o terceiro ano em que a equipe campeã não fará dobradinha no Mundial de Pilotos.

  3. ms says:

    está mais do que claro que hamiltom nas próximas provas assim como aconteceu nesta não vai correr riscos desnecessários e se for o caso vai gastar com cuidado “toda a gordura” (pontos) que acumulou nesta temporada pra conquista do hexacampeonato deixando que seus adversários se matem pelo segundo lugar

    • Garagista says:

      O problema não é deixar os adversários se matarem pelo vice, é ver seu companheiro se matando desnecessariamente pelo vice, quando o inglês poderia ceder posições para Bottas.
      Veja o exemplo de Singapura. Ele poderia ter deixado Bottas passar, já que a distância entre ambos era pouco mais de 1 segundo. e o adversário mais próximo estava a mais de 5 segundos.
      A equipe Mercedes, que já conta com Hamilton hexa, deveria focar em Bottas neste final de campeonato.

      • ms says:

        não é bem assim…….è como dizem no futebol….. o jogo só acaba depois que o juiz apita……ou seja enquanto hamiltom não tiver conquistado os pontos necessários pra vencer o campeonato, toda equipe mercedez vai se desdobrar dando prioridade ao piloto inglês e esta realidade todos os pilotos conhecem e sabem que apesar de todo o “glamour” a vida na F1 tem um lado muito duro e que sempre em torno de noventa por cento dos pilotos sempre serão meros coadjuvantes dos demais……

  4. ms says:

    demorôôô pra conseguir vencer outra corrida hein tetracampeão….ainda assim foi preciso a parada de charles leclerc nos boxes pra conquistar sua vitória……

    • Vai Vettel! says:

      Vettel mandou dizer para a viúva-alonsete que esta foi a sua 53ª vitória na Fórmula-1.
      Significa que ele se encontra em terceiro na estatística.

      • ms says:

        a trajetória de vettel na f1 em alguns aspectos me lembra a de alonso foram dois pilotos brilhantes em suas respectivas épocas quando conquistaram seus títulos mas que depois entraram num processo de desgaste e decadência que até hoje não consegui entender…..diferentemente de Schumacher, Hamiltom e fangio que se mantiveram no topo por mais tempo e de modo convincente, vettel e alonso com o passar do tempo “mucharam” pra mim de um modo inexplicável que até hoje não consegui entender….

      • ms says:

        desculpem minha redundância…..

      • Vai Vettel! says:

        Comparando Vettel com Alonso? Bebeu todas!

  5. André Fonseca says:

    E qual a novidade da Ferrada combinar uma coisa antes e na hora da corrida, mudar???

    Tudo normal nas linhas inimigas, ops, linhas vermelhas…

    Por isso sempre digo, TODO CASTIGO PARA QUEM PILOTA NESSA EQUIPE QUE É O CÂNCER DO AUTOMOBOLISMO MUNDIAL É POUCO!!!

    Vettel tinha tudo para ser um “contra” o sistema, pilotando por outras equipes que não a FERRADA, colocava nome em seus carros, tratava com carinho depois de uma pole ou vitória nos tempos da Red Bull, aí trocou de equipe e ficou tudo para trás…

    Sendo justo, no primeiro ano de FERRADA colocou o nome de EVA no seu bólido, depois, não lembro de ter visto nada sobre isso, inclusive aqui no Blog.

    A FERRADA ACABA COM A CARREIRA E O TESÃO DE QUALQUER UM!!!

    • Bola da Vez says:

      Se o Vettel não falou mais nada, é porque ele não trocou de mulher. Continua sendo a Eva.

      Será que o alemão comeu a maçã do amor e ficou apaixonado?

    • Pilau says:

      Comentários precisam começar a ter filtros… Já que o bom senso não tem…

      • Alfredinho says:

        A Ferrari e a Alfa Romeo iniciaram a Fórmula-1 em 1950, juntamente com outras equipes. A Ferrari e a Alfa são as duas únicas equipes da época que restaram nos dias de hoje. Duas equipes que fizeram História e campeões, sendo que a Alfa foi e voltou, foi mais uma vez e mais uma vez, voltou.
        A Ferrari se manteve na categoria, o que faz dela a equipe mais tradicional da f1 e pelos resultados, a mais vitoriosa. Dirigir para a rossa é um privilégio e uma honra e não é você e outros que vão denegri-la com meia-dúzia de baboseiras.

  6. Paul D says:

    Ficou puto e com razão.
    Acha que o cara treina no sábado vai para o hotel e chega domingo meia hora antes da pista abrir para os carros?
    Então… E toda a conversa e estratégia? Faz isso, isso e isso e ganhamos. Aí no meio neguinho muda o combinado… É ruim hein… Eu teria reclamado mais.
    Aí depois de ser ultrapassado sabe que a Ferrari não vai pedir para o Vettel abrir e não vai deixar atacar.
    Agora, sabemos que nessa situação ele ficou puto pq sabe que é muito mais piloto que o Vettel.
    Vettel tem o mesmo nível do Damon Hill, só que com quatro, eu disse quatro, incríveis quatro títulos.
    Velho, o Barrichello com aquela red Bull teria ganho pelo menos um título. Vettel só enganou contra o Webber, enganou naquelas, ganhar do Webber QQ um ganha… Andou na frente do Ruinkokonen, com 60 anos e que nunca foi lá um grande piloto. Título mais na sorte do que o do Raikkonen em 2007 só os quatro do Vettel. Super carro contra piloto abaixo da média. Concorrente real que era muito mais piloto tinha um equipamento inferior…
    Enfim… Pode até ser que a Ferrari não tenha feito de propósito e pqp… Leclerc é muito mais piloto que o Vettel. Russel é mais piloto que o Vettel. Só para fechar, até o Stroll teria mundial (ou mais de um) se corresse com uma daquelas red Bull de 2010 até 2013.

  7. Joel Cabral says:

    Alguma coisa me diz que o vettel vai ter que pilotar mais do que tem pilotado normalmente, o leclerq vai vir com tudo pra cima dele já que sabe a preferência da Ferrari pelo alemão. Que incorpore no leclerq a rebeldia de pilotos campeões atropele vettel e Ferrari se for necessário.

  8. Jeferson says:

    Este Leclerc é um abobado, tem mais é que ficar quieto, chorão e chiliquento, Vettel é o primeiro piloto da Ferrari, quatro vezes campeão mundial, este moleque tem que remar muito para sequer reclamar de alguma coisa.

  9. Rodrigo Vila Verde says:

    Números!!! Após liderar por algumas voltas o GP de Singapura Hamilton igualou um recorde de Michael Schumacher: o número de GPs com voltas lideradas. 142 pra cada um.

  10. fredy says:

    Para mim Leclerc não merece as críticas que lhe foram feitas. Em Matéria de choro Vettel está a anos luz do garoto. Com a informação que tinha de dentro do carro tinha todos os motivos para ficar puto. Depois, dadas as devidas explicações pela ferrari, entendeu o ocorrido e parece ter se conformado. No ano que vem, quando acabarem com o uso de cobertores para pre-aquecer os pneus, esse tipo de situação será mais difícil de ocorrer.

  11. Francisco says:

    Que isso Flávio, vc é véio de F1, vai me dizer que o Leclerc perdeu ba pista e o Vettel foi veloz? Que isso… O Leclerc perdeu porque o time da Ferrari fez o undercut interno, literalmente passou o Vettel ba frente, o vettel teve uma volta a mais de pneu novo, era óbvio que quem parasse na frente voltaria em primeiro. É a Ferrari sendo Ferrari e sacana como sempre.

  12. Welton says:

    Não sei porque o Charles está reclamando. Ele se esqueceu do que ele fez com o Vettel em Monza.

  13. WALLACE EBERT says:

    Boa tarde a todos!

    Vettel mais uma vez quase joga a corrida fora, deu muita sorte em não quebrar nada em seu carro com a refrega em Gasly, se não tivesse levado sorte hoje estaria sendo chamado de idiota de novo.
    Alguem reparou isso ou só eu? Ele ainda está pressionado, tanto que disse estar apenas feliz quando foi perguntado se estava aliviado.

  14. A. Coyote says:

    ““Charles, traga o carro para casa”, falou seu engenheiro. Fosse eu, com minha classe habitual, diria: “Moleque, não enche o saco. O cara te passou, engole o choro e não faz nenhuma merda”. Só que ele continuou a falar. “Não vou fazer nada estúpido, esse não é meu objetivo, mas não é justo”,… ”

    Na primeira corrida da temporada a Ferrari deu ordem de equipe para beneficiar o alemão e assim seguiu prejudicando o LeClerc por mais 5 ou 6 corridas.

    O menino, contra tudo e contra todos mostrou para a Ferrari que “o cara” é ele e não Vettel, muito embora eu concorde com tudo o que foi dito sobre a corrida perfeita que Vettel fez ontem. Então esse é o outro lado da coisa, o que faz com que a conclusão da análise não seja exatamente correta. Para mim o LeClerc fez o que devia fazer: deu o grito e a equipe que se explique e não pense que ele aceitará de novo o monte de sacanagens a que foi submetido no início da temporada.

    É isso aí.

    Abs.

    • Assombração says:

      Tanto faz Vettel quanto Leclerc. Nenhum dos dois será campeão este ano e isso inclui Verstappen.
      E esse papo de que se a Ferrari não beneficiasse Vettel logo no início, Leclerc estaria disputando título… é história para se contar aos netos, já que a garotada não quer mais saber da Branca de Neve.

  15. Flavio padilha says:

    Saudações Flavio Gomes! A Soberba…
    Quando a Mercedes anuncia estar trabalhando no carro de 2020, Formula -E e não mais fazendo atualizações no carro atual, um castigo sem tamanho vem colocar a equipe alemã no seu devido lugar… Um vexame!!!
    Uma vitória pra lá de merecedora da Ferrari, de Vettel, um segundo lugar e terceiro lugares pra molecada e uma derrota para Hamilton e Bottas para nunca mais esquecerem a coisa mais importante no mundo dos esportes, respeitar os adversários …Abs

  16. Ulisses says:

    Ferrari sendo a Ferrari de sempre!

  17. Brabham-5 says:

    A Ferrari, segundo Binotto, cogitou dar ordem de inverter posições no fim da corrida. Que palhaçada absurda seria! Desrespeito medonho!
    Fizeram certo ao não dar ordem de inverter posição.
    Vettel conquistou a posição sendo MAIS RÁPIDO e foi MAIS RÁPIDO QUE LECLERC ATÉ O FIM DA CORRIDA. Esquecem da competência do alemão.
    E basta de desrespeito com um cara que foi QUATRO VEZES CAMPEÃO em favor de um moleque que chegou agora na equipe!
    Que Leclerc fizesse uma volta mais rápida antes de parar nos boxes!
    Tirar essa vitória do Vettel por uma ordem dos boxes seria outro Cingapuragate de tão vergonhoso, injusto e anti-desportivo.
    O Vettel de ontem foi o Vettel dos tempos da RBR. ESSE Vettel não dá espaço para Lecler, Verstappen e engrossa para o Hamilton.
    Esse é o Vettel que a F1 sente falta. Sangue nos olhos, concentração total na corrida, impiedoso como foi na ultrapassagem em cima do Gasly.
    Será que Vettel enfim entendeu que ser “bom moço” com os rivais só o fez perder espaço e acumular derrotas?
    Que continue com sangue nos olhos e abra guerra de vez com o mimadinho Leclerc.
    Chegou a hora de Vettel esfregar aqueles 4 titulos na caras de algumas pessoas da F1 e de muitos palpiteiros na imprensa e nas redes sociais.
    (E a baixada do tom de euforia na voz que deu para ouvir de Reginaldo Leme, Luciano Burti e Luis Roberto quando perceberam que Vettel tomou a posição de Leclerc não tem preço. Impagável. Sim, porque agora a F1 na Globo é só Hamilton, LECLERC, e Verstappen. MODINHAS!)
    Go Vettel, mais do que nunca!!

    • Edu Zeiro says:

      Putz, tem torcedor aqui mais chiliquento que o Leclerc!

    • Felipe says:

      Exato. A Globo tá um puxa saquismo para o Leclerc e detonando o Vettel (magoas passadas?) a ponto do Reginaldo Leme dizer no começo da transmissão que Leclerc este ano teve 3 classificações a menos que Vettel, porque quebrou o carro ou até porque bateu na classificação. Isso é ter claissficação a menos, sendo que ele mesmo bateu? E esqueceu de pelo menos 2 que Vettel não participou, uma que o carro quebrou antes do Q1 e aquela outra que quebrou antes do Q3…isso eles não lembra. Quanta preferencia…

      • Alfredinho says:

        A animosidade com o Vettel tem explicação:

        A Globo, via Galvão, apostou em Alonso devido ao Massa ser seu companheiro na Ferrari. O problema é que tinha um Vettel na Red Bull.
        E todas as apostas dos globais foram para o saco!

  18. Bola da Vez says:

    Gostei da corrida. Foi movimentada! E o inacreditável aconteceu: Giovinazzi, que corre o risco de perder o assento, liderou a corrida com uma Alfa mambembe e ainda beliscou um pontinho.
    Kimi deve ter morrido de inveja!

  19. Ricardo says:

    O que vi foi privilegiar um piloto que vem cometendo erros há muito tempo em detrimento de outro que faz tudo certo. E o pior, ética zero. Leclerc tem toda a razão da ficar puto.

    • Brabham-5 says:

      O CARA FOI MAIS RÁPIDO O TEMPO TODO, ATÉ NA VOLTA ANTES DE PARAR NOS BOXES? Por que Lecerc não foi mais rápido antes da parada?
      ISSO É PRIVILEGIAR?
      VAI TE CATAR!

    • Ricardo says:

      Retificando. Falei merda. Lito Cavalcanti esclareceu (e eu concordei) que não daria pra chamar o Leclerc e, ademais, o Vettel andou muito uma volta antes de parar e na volta de retorno, enquanto o Charles não teve o mesmo desempenho. Acertou a Ferrari.

    • Alfredinho says:

      Ninguém privilegiou ninguém! Leclerc perdeu a corrida no percurso dos boxes. Simples assim.

    • A. Coyote says:

      Eu até acho que ontem não privilegiou, mas que o LeClerc foi vergonhosamente prejudicado por umas 7 ou 8 corridas no início ele foi e se não tivesse sido estaria no calcanhar do Hamilton.
      Qto ao LeClerc, não interessa se ele é pequeno e sim que está correndo igual a gente grande. Então tem de dar o grito sim quanto às preferências e logo logo quanto a dinheiro tbm.
      Abs.

  20. luiz totti says:

    Buenas, Flavio!!! Que bom que houve a tal choradeira! Como dizia a velha marchinha, quem não chora, não mama, e esse “chororô” é a famosa “mijadinha no poste” que o Leclerc está dando. Não nos esqueçamos das milhares de vezes do VEttel chrando no cockpit, o próprio Verstappinho era uma choradeira só no começo. As coisas vão se ajustar, a passagem do bastão é sempre complicada… estilos diferentes, gerações e temperamentos diferentes… Talvez os mais fãs mais tradicionais se emputeçam com o Leclerc, mas essa atitude, como a do Verstappen atrai uma molecada que se vê no moleque…

  21. mario aquino says:

    “não sou de xingar ninguém, sou muito polido”, tem que inscrever esta frase nos Anais do Congresso.

  22. Alfredo Aguiar says:

    Assisti a corrida novamente a noite (aqui eles passam um repeteco integral durante a noite)
    A Ferrari não sacaneou o chiliquento. A ideia era exatamente parar o Vettel antes. para ele, o Vettel, segurar o Hamilton (novamente) O faveladinho de Mônaco perdeu a corrida na entrada dos boxes, foi lento e é óbvio que o alemão não ia deixar ele passar porque o chorãozinho não soube fazer um simples pit stop.
    No mais acho que sua namorada foi muito malcriada chamando o Lek-lek de vagabundo. Tá na cara que o moleque é um filhinho da [email protected]

  23. Fernando says:

    Bom dia Flavio, nessas comunicacoes por radio, o outro piloto tambem escuta realtime ? Ou eh soh entre o piloto que esta falando do carro e sua trupe no box ? abracos

    • Flavio Gomes says:

      O piloto só ouve quem fala com ele. Não escuta tudo, não.

    • Ulisses says:

      O único que escutava as transmissões do companheiro de equipe foi o Piquet, que ouvia tudo do Mansel com a equipe no outro ouvido. Piquet tinha dois fones, um em cada ouvido, em um ouvia as comunicações da equipe com ele próprio, no outro as do Mansel.
      Mas isso foi mais uma daquelas “expertizes” do Piquet, … dentre inúmeras! … kkkkkkkk

  24. Paulo F. says:

    A Ferrari vai ter que lembrar a Leclerc os termos de seu contrato?
    Hamilton deu mole para o holandês.
    Vettel foi Vettel, após a tungada que lhe passaram no Canadá.
    Três boas corridas na Moto GP! Mas o caminhão de dinheiro que a Honda despeja nas motos ( e o Marc Marques) fazem a diferença!
    E teve corrida da Superbike Brasil em Goiânia, onde apesar da idade (e das contusões) Barros mostrou sua fina condução , nem sempre o vitorioso é o melhor na pista!

  25. RAFAEL PIQUEIRA CHININI says:

    depois que aposentarem o Vettel durante semanas, HOJE ele fez uma pilotagem dos tempos de glória.
    em uma pista quase impossível de passar, vários pilotos aliás arriscaram, ele foi um deles. Não ganhou simplesmente nos boxes. Teve que passar os caras pra garantir a vitória. Pelo que sei apesar de mesma equipe, cada piloto tem seu time dentro da equipe, estratégia e pronto. piloto só chora! Não tem do que reclamar.
    Pra quem fala ai que a Lecrerc está certo, imagina a Ferrari manda trocar posição ontem? Ia ser maior humilhação, totalmente desnecessário, iam passar vergonha a toa.

  26. CHAGAS says:

    Depois que Leclerc parou e voltou atrás de Vettel, vimos o alemão impecável. Foi mais agressivo que todos os outros do grid (quase teve um incidente com Gasly). Também arriscada foi a estratégia, porque teve que torcer para nenhuma intervenção do SC, e não houve nada, quando aconteceu já estava muito à frente.
    Sobre Leclerc reclamar de ter perdido a posição nos boxes, totalmente normal, só quem torce por Vettel acha que ele exagerou. Existe muito equilíbrio na disputa interna da Ferrari, e se fosse o contrário Vettel reclamaria também.
    No mais primeiro fim de semana que Giovinazzi foi melhor que Kimi, Gasly outro que foi muito agressivo e fez ótima prova, Hulk eficaz (e quase fora da F1) Norris o melhor do resto.

  27. O povo fala rsrsrrs…
    Semana passada só Leclerc , Esta só Vettel.
    Mas a tirada panela velha é que faz corrida boa, é boa mesmo.
    Panela velha também é a própria Ferrari que a mais de 60 anos continua aparecendo nos jornais na segunda feira. Muitas tem tentado, poucas tem conseguido. O Enzo éra mesmo um bruxo.

  28. Lucas Barbieri says:

    O Vettel tinha que fazer valer a moral dela de tetracampeão enquanto havia tempo, para poder autorizar ou não a chegada de outro piloto. Agora é tarde demais. Se ele tivesse feito questão de manter o razoável Kimi não estaria passando por essa situação.

  29. Lucas Barbieri says:

    Se ele aceitasse ter perdido a posição por causa de uma tática da própria equipe, seria carimbar o passaporte de segundo piloto. Depois de cravar 5 poles no ano, sendo 3 seguidas e duas vitórias, ele tá mostrando que ele, sim, será o primeiro piloto. Ou o Vettel aceita ficar na equipe perdendo quase sempre, ou vai ter que fugir pra outra equipe, igual quando levou ferro do Ricciardo na Red Bull.

  30. Marco Torres says:

    Parece até que Mercedes e a Ferrari fizeram troca-troca de estrategistas nas últimas provas. Impressionante o amadorismo beirando à burrice dos tedescos.

  31. Marcelo Ciarreta says:

    Não concordo em seu comentário que Charles não sabe perder ……. ele ficou insatisfeito com a equipe e diga de passagem corretamente porque solicitou ser liberado potência máxima em seu carro e negado pela equipe, a justificativa poupar equipamento e trazer os carros para casa.
    Está atitude é totalmente na contra mão da essência da F1, privar o piloto de brigar pela vitória é no mínimo ridículo.
    Se fosse o Vettel ou mesmo um Hamilton a equipe teria tomada a mesma decisão …. Claro que não.
    Charles não foi um chorão e sim foi destratado pelo equipe em lhe garantir o direito de brigar pela vitória.

    • Alfredinho says:

      E se os dois carros da Ferrari se enroscassem numa disputa e perdessem a dobradinha? Seriam 43 pontos jogados fora por causa da birra de um novato!
      Tal resultado manteve a chance de ambos os pilotos ainda buscarem o vice, que não está tão longe assim.

      A equipe agiu acertadamente.

  32. CRSJ says:

    Vettel tirou a cereja do bolo do Leclerc, que ficou mal acostumado com suas duas vitórias consecutivas nas duas corridas anteriores.
    O Vettel ficou um ano sem vencer devido os comissários terem penalizado ele no Canadá em cinco segundos, senão essa seria a segunda do ano.
    A Mercedes teve um erro tático, mas o Hamilton ainda saiu no lucro chegando em quarto, apesar de tudo o Hexa ainda está na mão com folga.
    Essa corrida foi melhor no início, no final acabou meio matada por diversas bandeiras amarelas, e a entrada do safety-car.

  33. Gabriel P. says:

    Caramba, bastou elogiar o Lecrerc e dizer que ele seria o bonzinho e o Verstapenn o mau , que o moleque me faz essa ?
    Vettel com um carro competitivo, se tiver 1 chance em mil, ele não perde, foi o que aconteceu.
    Alguém acha mesmo que se Lecrerc tivesse feito o pit antes do Vettel ele seria o vencedor ? Ou certamente ao sair estaria atrás do Hamilton e do Vettel ?
    E tem mais, supondo que Lec parasse antes, Ham e Vettel dariam voltas rápidas antes de entrarem e Lecrerc estaria preso no “trânsito” ao sair.
    Conclusão, Flávio está certo, não passa de mimimi.

    • CHAGAS says:

      Se Leclerc para primeiro ele venceria a corrida.
      Qualquer um dos primeiros que parasse antes, ganharia a corrida.

    • Marcelo says:

      “Vettel com um carro competitivo, se tiver 1 chance em mil, ele não perde, foi o que aconteceu”.kkkkkkkk
      Somando 2017, 2018 e 2019 ,Fettel já perdeu umas 20 chances em bem menos de 1000 oportunidades. Não aguenta pressão de jeito nenhum.

  34. Leandro Batista says:

    O Charlinho pode ser bom, mas ainda nao tem farinha suficiente pra dar esse piti e ficar dando esporro em equipe por algo que nao saiu do jeito que ele esperava. Ele nao está em qualquer equipe e o companheiro dele não é qualquer um. A cupula da Ferrari deveria chama-lo pra uma conversa e coloca-lo no devido lugar.

  35. R/T says:

    é um fake, midiatico, cinico e sonso igual o Rossi, o Hamilton e o Senna

    não por menos ele tem os mesmos admiradores e torcedores destes 3 citados

    autenticidade hoje não vende
    Piquet hoje em dia não teria a mesma base que teve, seria execrado por estes mesmos merdas que idolatram falsos moralistas e bonzinhos de “fachada”

    retrato do mundo atual

  36. Celio Ferreira dos Santos says:

    Não concordo com vc FG , a prioridade de parar é sempre do lider, no caso Leclerc.
    Acho que foi uma ajudazinha da Ferrari , pra levantar o moral de seu piloto nº 1 , que estava em baixa., e sabemos que isso é bem típico da Ferrari.Mas o tiro pode sair
    pela culatra botando mais fogo entre os dois pilotos. Charlinho vai dar o trôco,
    Quanto ao campeonato , vai ficar bom, porque a Ferrari igualou e até passou a
    Mercedes e Cingapura provou isso.

  37. Junior says:

    O Lecrerc tem razão de ficar puto da vida, sim. É preciso lembrar que no início do campeonato, ele foi obrigado a ceder a posição ao Vettel ao menos em 3 ou 4 oportunidades. A Ferrari fez de tudo pra favorecer o alemão e prejudicou o Lecrerc sim. Várias vezes. Porém, mesmo assim, o Vettel não entregou resultados. O Lecrerc, sim. Então, houve a mudança de “foco” pro Lecrerc que entrega resultados. Podem chamar de piti, podem dizer que o que ele fez na classificação de Monza foi desleal com o Vettel. Mas se ponham no lugar dele. Isso se chama personalidade. Ele já mostrou que tá lá pra vencer e não pra ser escudeiro. E já mostrou que, na pista, bate o Vettel com facilidade em classificações e corridas. Então, antes de quererem moldar a imagem do Lecrerc como desleal e mal perdedor, lembrem que rasteira por rasteira, ele foi muito mais sacaneado pela própria Ferrari em prol do Vettel do que o oposto. E lembrem também que, piloto que quer vencer, precisa se impor e demonstrar personalidade forte. É o que ele tá fazendo. E nem sempre isso vai gerar simpatia…

  38. kalil01 says:

    Se todos estivessem em carros mais equivalentes, sem tanto abismo?
    Amilton, Sebá, Charlito teriam essa moleza toda?
    E tinha gente comparando Charlito com SennnnadaSilva… kkk
    FG, relembra aí os pitis de alguns ex-campeões e notáveis do volante

  39. manoel says:

    Ta certo o Leclerc nao pode ser um Rubinho e um Massa da vida .

  40. Ricardo Bigliazzi says:

    Tudo dito, e com esse “piti” o Leclerc vai se consolidando na F-1, com um monte de fãs e um monte de gente que começa a pegar nojo do mimadinho.

    Segue o jogo, é tudo o que a F-1 precisa… “polemicas”… se continuar nessa tocada o Leclerc pode ser tornar o digníssimo sucessor do aposentado Idiota Veloz Espanhol.

    Bem que o Vettel podia ir para a RedBull no ano que vem e o Idiota Veloz Espanhol voltar para a Ferrari…

  41. Paulo Fonseca says:

    Prezado F&G : Domingão legal para F-1, , dobradinha Ferrarista, Tião , mostrou ao chorão Leclerc , como se faz para calar a boca do piloto monegasca ,com uma vitória plural . Hamilton recebeu o plano de corrida dos engenheiros e cumpriu a risca, corre para preencher a tabela de pontos título já decidido.A equipe Mercedes-Benz, corre as últimas etapas jogando xadrez no tabuleiro.Destaque muito positivo da corrida :Albon, Norris . O pior da corrida : Max V. decepcionou , não atacou, não disputou nenhuma posição com os líderes, não falou mal de ninguém .

    • CHAGAS says:

      Estou tentando entender seu raciocínio.
      Max e Albon tem o mesmo carro.
      Max termina em terceiro deixando duas Mercedes para trás e é o pior da corrida.
      Albon termina em sexto, atrás das Mercedes e é destaque positivo.
      ???????????

  42. Micromax says:

    E não é que o SchukruteFakeJr deu uma sorte danada hoje?? Quem fizesse a 1ª parada hoje, dentre os 4 primeiros, ganharia a corrida certamente.

  43. Macario says:

    Não concordo que as reclamações de Leclerc foram exageradas. Acho que elas se encaixam perfeitamente no contexto de enfrentamento interno que ele mantem com Vettel. Ontem mesmo Vettel foi deselegante com a pole de Leclerc, que foi justa e merecida. Além disso, acho que as reclamações apenas reforçam que Charlinho chegou pra ganhar, não para ser escudeiro do alemão. Quando reclama no rádio, ele sabe que não está falando apenas com a equipe, sabe que está se posicionando publicamente, dizendo que o único resultado satisfatório é a vitória. É isso que se espera de um campeão, fora que todos sabem que a estratégia deve sempre privilegiar quem está na frente. Pra mim, o Charlinho tem razão.

  44. Paulo Travaglini says:

    Flávio, sobre os Leclerc “expressar seus sentimentos”: bem interessante comparar a interpretação de Flàvio Gomes com a do Reginaldo Leme (com certeza os comentaristas mais experientes da F1).
    O Reginaldo disse que foi uma tomada de posição do Leclerc, algo como “não vou ser um Barrichelo nem f…); já o Flávio pensa que é mi-mi-mi de burguesinho.
    Eu concordo com o Reginaldo: se o segundo-piloto-de-fato não bater o pinto na mesa nem na hora que está frente, irá ser triturado logo em seguida.
    Duas coisas a acrescentar: 1- os parabéns para o cara da Ferrari que chamou o Vettel na hora certa sem deixar o Binnoto perceber. Quadrinho de funcionário do mês em Maranello.
    2-Quando o Leclerc assistir o tape, vai perceber que se a Ferrari o chamasse antes de Vettel, ele perderia a posição para o Hamilton, pois este alteraria a estratégia para vencer.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *