GRANDE NOTÍCIA

RIO (pelo menos uma…) – Restaurado por um punhado de amantes da marca e dos carros antigos, o Maverick do I Raid da Integração Nacional, que fazia parte do museu de Roberto Lee, em Caçapava (SP), voltou à vida. Por anos o carro foi vandalizado, no longo período em que o museu ficou fechado e abandonado — alvo de disputas judiciais e familiares. É um modelo Super Luxo 1973 amarelo, que em 24 dias percorreu todas as capitais do Brasil. Assim que a epopeia terminou, foi para o museu de Lee.

A restauração foi coordenada pelo Maverick Clube do Brasil em conjunto com o Centro Automotivo Lombardi, a Tio Giuli Garage e a Prefeitura Municipal de Caçapava. Aqui, milhões de parabéns ao meu amigo Rodrigo Lombardi, um apaixonado pela marca e restaurador de mão cheia — líder do projeto que durou três anos. O trabalho foi feito graças à colaboração de dezenas de pessoas, que cederam peças e horas de trabalho de graça para remontar o lindo maveco.

O museu de Caçapava foi reaberto em 2017 e é conhecido, entre outras coisas, por ter em seu acervo o único Tucker do Brasil. Parte do acervo se perdeu, mas o que restou é o que importa. Como diz o Rodrigo Mattar, e agora sem ironia alguma, parabéns aos envolvidos.

O carro voltou ao museu no sábado. Que seja admirado por todos pelos próximos mil anos.

Comentários

  • Tive o privilégio de ver este carro ao vivo, quando passou por aqui, indo em direção à cidade de Chuí, no extremo sul do Rio Grande do Sul, portanto, extremo sul do Brasil. Não posso deixar de dizer que Pumas, VW Sedans, Dart’s entre outros, também eram fantásticos. Claro que nenhum estava “brilhando” como este, assim como este também.

  • Bem legal, que o acervo cresça com outras raridades.

    Anotado mais esse futuro “PI Familiar” (brincamos aqui em casa que “PI” é o famoso “passeio de índio”, onde fazemos um”bate e volta” pelas redondezas aqui do ABC – sempre aos sábados).