Antes tarde | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quarta-feira, 21 de dezembro de 2005 - 1:12Stock Car

Antes tarde

A Volkswagen oficializou ontem sua entrada na Stock Car. A carroceria escolhida foi a do Bora, que se não me engano é importado do México.

São três bolhas agora a decorar o chassi tubular feito na Argentina e empurrado por um V8 americano: Astra (GM), Lancer (Mitsubishi) e o sedã mexicano.

Alegra o grid, sem dúvida. Mas ainda acho que falta um bom Brasileiro de Marcas. GM, Mitsubishi e Volkswagen, da Stock, não extraem absolutamente nada, tecnicamente falando. Não fornecem componentes mecânicos, não desenvolvem picas. São patrocinadoras, apenas. Usam uma categoria para promover carrocerias. Em suas peças publicitárias, porém, não poderão jamais afirmar “VW ganha em Interlagos”, ou “Astra dá show em Tarumã”.

Mas é legal. Pelo menos teremos três caretas diferentes no ano que vem. É a “nascarização” da Stock brasileira. Veja o focinho do Bora clicando aqui.

17 comentários

  1. Jason disse:

    Será o primeiro Volkswagen do mundo com motor Chevrolet, ré, ré, ré…

  2. Itamar disse:

    Acho que cada marca deveria construir seu chassis e seu motor. Aí seria bem mais interessante que a stock é hoje.

  3. Roberto Brandao Teix disse:

    Flávio,

    Ainda sonho com a volta do brasileiro de marcas, sem aquelas “marcações” dos últimos anos daquele campeonato. A fábrica que lançava um modelo novo, investia na equipe e se tornava campeã. Foi se transformando num campeonato de cartas marcadas.
    Atualmente, dá para se sentir nos jovens que essa seria uma iniciativa muito benvinda. Que volte o brasileiro de marcas!

  4. Eduardo S SP disse:

    Alguma coisa poderia ser diferente, os motores poderiam ser V8 de 4.0 ou 4.5 litros (uma configuração que as marcas tem em suas linhas de produção lá fora) cada marca com o seu, poderiam ser importados mas deveriam ser desenvolvidos por aqui, pelo menos para diferenciar um pouco, aí sim seria um campeonato (parcialmente) de marcas, não apenas entre carenagens diferentes

  5. Eduardo S SP disse:

    Alguma coisa poderia ser diferente, os motores poderiam ser V8 de 4.0 ou 4.5 litros (uma configuração que as marcas tem em suas linhas de produção lá fora) ou algo assim, e deveriam ser ddesenvolvidos por aqui, pelo menos para diferenciar um pouco

  6. David_V8BigBlock disse:

    o mais engraçado foi og q fui no jornaleiro, ver se tinha alguma revista nova, e axei a racing com a capa: ” Polo, o novo Stock Car” e davam varios detalhes, de como eles descobriram e de como o carro iria ficar….hahaha, ri mto.

  7. Planeta disse:

    Pelo menos vimos este ano uma competição bem disputada, onde pelo menos 20 carros estavam no mesmo décimo de segundo no grid, tudo bem que o chassi não pode ser lá grandes coisas e que seria interresante a disputa de marcas, mas será que não iria acontecer uma certa monopolização de marcas que investem mais que outras(Ex.: FerrariX instinta Minard) deixando cair a competitividade, disputa de posições, emoção…será? será?

  8. Bola disse:

    O triste da stock é isso, as montadoras do brasil decoram o chassi tubular feito na Argentina e empurrado por um V8 americano. E a engenharia de competição do Brasil não é usada ou desenvolvida. E quem já viu de perto sabe que o projeto de chassi da stock não é lá essas coisas. Falta engenharia.

  9. Arthur Chrispin disse:

    Flávio, por que não podemos ter uma categoria nos moldes da TC 2000 por aqui? Qual a alegação? E por que os carros de turismo brasileiros não correm nas ruas, como os DTM fazem(faziam) em Helsinque? São duas dúvidas de um leigo apaixonado por automobilismo… Se puder me responder ficarei muito grato. Abraços

  10. Eduardo S SP disse:

    O Bora é mexicano, é feito na fabrica de Puebla, fabrica de onde sairam, em 2002 ou 2003, os ultimos “Sedan 1600″ dos quais suponho que Gomes tenha uma unidade bem guardada

    E a entrada do Bora, ou da bolha dele na categoria só pode ser explicada de uma forma, a Volks vai fabrica-lo aqui, ja que a fabrica de Puebla fara o Jetta (nova geração) e os dois serão posicionados em faixa de mercado diferentes

  11. Djalma disse:

    Que frente feia essa do Bora !

  12. Flavio Chinini disse:

    Bora vem da Argentina, se não me engano… Legal a entrada de outras marcas na Stock, mas acho que ela perdeu um pouco a identidade original… Porém, desde que ofereçam um bom espetáculo (fato que é independente da marca, pois todos os carros tem o mesmo equipamento), é bem vinda.

  13. Fabio RC disse:

    Bem, se a GM for mesmo à falência, logo, logo, teremos de novo duas “caras” na Stock.

  14. ROGERIO BH disse:

    Por acaso o BOra não deixou de ser fabricado??

    A Nascar é show de bola, em organização e promoção….a Stock tem que crescer muito para chegar aos pés da Nascar. O problema nosso é a estrutura do automobilismo brasileiro. Alguns autódromos são muito fracos.
    E ainda, existem alguns pilotos no grid que estão lá porque são filhos de alguém, ou porque tem grana pra encardir…etc…

    saudações celestes

  15. Andre disse:

    Também acho que um bom campeonato de marcas seria interessante ! As montadoras podem não extrair nada da Stock Car, mas pelo garantem a sua existencia e a sua evolução.
    O campeonato de 2005 foi muito interessante. quem acompanhou sabe do que estou falando.

    []´s a todos

  16. MArcelo Giachini disse:

    Na Nascar os carros sao realmente diferentes, nao?

  17. diogo disse:

    Flávio ve se não exagera ,nascarização , acho a nascar e todas as categorias americanas com largadas em movimento e que correm em circuitos ovais uma %!@$&@#

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>