RED BUDDH (1) | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

sexta-feira, 25 de outubro de 2013 - 9:32F-1

RED BUDDH (1)

holycow4SÃO PAULO (uma peninha) – De todas essas neo-corridas que Bernie Ecclestone inventou para encher as burras nos últimos anos, tendo como marco zero o GP da Malásia, muitas são uma bomba e os circuitos, ridículos. Mas duas pistas, em particular, ficaram muito boas: as da Turquia e da Índia.

A Turquia já saiu do calendário. A Índia sai no ano que vem e duvido que volte — espero estar errado. Ambas por razões semelhantes: público zero, ingressos caríssimos, desinteresse local. Em comum, também, o investimento absurdo nos autódromos (em Buddh, 400 milhões de obamas), mau uso de dinheiro público, contraste absurdo entre a riqueza das obras e a miséria do entorno e da população.

Um pecado, porque aquela pista de Istambul não ser usada para nada é de doer o coração. E o mesmo poderá ser dito da indiana, que provavelmente será abandonada à própria sorte depois de apenas três corridas. Há uma possibilidade de retorno em 2015, mas é bem difícil. A fila anda, na F-1, e quem sai dela raramente consegue o lugar de volta. Hoje mesmo, em Buddh, dirigentes locais garantiram que a corrida de domingo não será a despedida da categoria do país.

Enfim, se não voltar, azar da Índia, da F-1 e das vacas sagradas.

Enrolei tudo isso para dar volume ao post, já que o primeiro dia de treinos em Buddh não mereceria mais do que duas ou três linhas. A Red Bull fez dobradinha nas duas sessões. Os pilotos da Mercedes, que em algum momento do passado remoto chegaram a desafiar Vettel, já avisaram que a pole amanhã é impossível.

Então vamos falar de quê? Vettel ganhou as duas corridas disputadas na Índia e liderou todas as suas voltas. Nas duas, sem tirar de dentro. É capaz de ganhar de ponta a ponta de novo domingo, e assim teremos um estranhíssimo caso, na categoria, de um GP que foi liderado por um único piloto em toda sua história. Imagino que se um dia essa corrida voltar ao calendário e Sebastian já tiver se aposentado, vão chamá-lo para liderar de novo todas as voltas.

Pelo menos o título será definido domingo e não vamos mais precisar falar disso. Vettel precisa de um quinto lugar para fechar o tetra. Isso se Alonso vencer. Se Fernandinho não ganhar, nem ficar em segundo, Tião Alemão pode passar o domingo tomando banho no Ganges.

Apesar da previsibilidade no resultado, é possível que a corrida seja melhor que a do ano passado, quando a maioria dos pilotos fez apenas um pit stop. A Pirelli, desta vez, escolheu pneus médios e macios para Buddh. Button disse que os médios dão a impressão de que vão durar para sempre. Mas que os macios, muito pelo contrário. Tem também a história do “graining”, fenômeno conhecido no Brasil como “macarrãozinho” graças à sofisticada tradução gastronômica de Luciano Burti, que adora um graining a bolonhesa quando bate uma fominha.

67 comentários

  1. Gabriel disse:

    A F1 para nós Brasileiros está chata porque não tem nenhum piloto nacional em condições.
    Se o Vettel fosse Brasileiros todos estariam grudados na Tv durante as corridas e achando muito bom. ( os Alemães é que achariam a F1 chata).
    Por mim a F1 continua ótima, principalmente quando vejo o Espanhol lá atrás.

  2. Rodrigo Lombardi disse:

    Teve um repórter que uma vez substituiu a Mariana na grobo e mandou um “camarãozinho no pneu”.
    Nunca mais voltou.

  3. Flávio Eanes disse:

    Olá Flavio, concordo com a sua avaliação de que entre as melhores pistas planejadas pelo Tilke estão a da Turquia e da Índia, mas também acrescento o circuito do Texas, nos EUA, que você mesmo elogiou bastante no ano passado.

    No entanto, a primeira corrida na Índia foi um sucesso absoluto de público, com aproximadamente 95.000 expectadores, e ano passado, a segunda corrida teve 60.000 pessoas presentes. Ontem, realmente as arquibancadas estavam completamente vazias.

    Obrigado

  4. “estranhíssimo caso, na categoria, de um GP que foi liderado por um único piloto em toda sua história.”

    Estranho, curioso, mas não inédito, pois Senna liderou todas as voltas já disputadas em Donington Park, na F1, não?

  5. Magro Costa disse:

    “Graining a Bolonhesa” foi ótimo…
    Termina domingo então esse campeonato; sou só eu que por ser velho, acabei ficando ranzinza ou essa etapa foi um tanto sem graça demais? Pra mim, um mero admirador leigo, tudo me pareceu tão previsível, tão morno, tão… Chato?

  6. Alan disse:

    Vale apontar o bom desempenho, novamente, do “Grojã”, com o terceiro melhor tempo.

    Seria uma evolução técnica do piloto ou um apoio maior da equipe a ele, já que o Raikkonen tá defecando e andando para as últimas corridas do ano, com malas feitas para a Ferrari?

    Nem sei qual é, mas é legal ver o francês de segunda mostrar que tem velocidade para permanecer guiando em equipe competitiva.

  7. luis disse:

    Anotem aí

    Vettel não será campeão na Índia. Seu carro quebrará na tentativa do alemãozinho de conseguir mais um grand Chelem.

    Webber ganhará comemorando com churrasquinho no espeto de alguma mimosa.

  8. Peter Perfeito disse:

    Essa é para aqueles que “desconfiam” do Vettel…(e que sofrem de “pesadelo alemão” desde 1994).
    Depois de Hamilton, Webber e outros, Fernando Alonso se rende ao talento de Vettel:

    ‘Bom demais para nós’

    Vettel é quase perfeito, mas quero ver se ele vai continuar assim daqui a alguns anos. RBR e Vettel são uma combinação boa demais para nós – afirmou o espanhol

  9. Abdo disse:

    Bem que eles poderiam inventar um problema na classificação, larga em último e vem passando todo mundo…ganha a corrida do mesmo jeito, para as vaias e é campeão de forma mas “dramática” como diria nosso narrador…ao menos o carro iria aparecer mais na TV do que lá na frente esquecido, o que não seria nada mal para uma equipe que o principal negócio e vender energético com ajuda das baratinhas…

  10. moises simoes disse:

    Particulamente gosto um pouco da pista chinesa mas nao eh um primor.
    Na verdade, todas essas pistas do tal Erramao Tilke deveriam vir com chuvinha artificial no projeto original. Aperta o botao e ja era. Abr

  11. Celio Ferreira disse:

    Nos comentários do pessoal, misturando o passado e o presente, gostaria de ver os
    pilotos atuais, chegar ao final de uma corrida com as luvas rasgadas de trocar marchas
    por ex. em Monaco, por isso cada época tem as suas dificuldades as de hoje é
    apertar 22 botões a 300 km ph.

  12. david Oaks disse:

    “A fila anda, na F-1, e quem sai dela raramente consegue o lugar de volta.”

    Que o diga Ímola, que segundo fiquei sabendo, recebeu FIA 1 grade no final de 2011 e até hoje nada.

    Aliás, sabe o pq, Flavio? Ninguém nunca mais ter falado de Ímola, se eles reconstruíram paddock, e tal, do jeito que a frescalhada da F1 gosta.

    Ímola é um circuito muito f@#%!!! Tiraram até aquela merda de variante bassa pra ficar mais pé embaixo o último setor… Ficou lindo!

    Bom mesmo seria se revivessem a Tamburello. Aí sim!

  13. Eduardo Schmidt disse:

    Vettel é Vettel, e o resto é o resto

  14. Honeymud disse:

    Seria esse o final de temporada mais desinteressante de todos os tempos?

    300 corridas, metade delas em lugares que simplesmente não dão a minima para o esporte, um campeão que só não foi coroado ainda porque a pontuação (antes causa semi pétrea) foi mudada mil vezes nos últimos anos, circuitos, na sua maioria, ruins de dar dó e uma meia dúzia de pilotos que em condição normal de disputa com seus pares de geração não deveriam nem ter chego perto da F1…

    Parece que os anos e anos de pirraças do velho Bernie finalmente começam a cobrar seu preço, a categoria vive um momento patético em 2013!

    • Honeymud disse:

      E também o total desinteresse das equipes em lutar por alguma coisa nesse ano, vide McLaren, porque estão todas de olho em 2014.

      Se encerrarem a temporada amanhã e não avisarem, ninguém vai perceber.

  15. Andre Moreira disse:

    O Vettel tem seu mérito sim. É um grande piloto, mas com essa vantagem que a Red Bull tem em relação as “outras” equipes, fica e ficou sem graça o campeonato, chato!
    Vettel vai comemorar o tetra no “sem graça” GP da India, faz sentido!

  16. Alexandre Nascimento e Silva disse:

    O trocadilho do título ficou ótimo, sarcástico!

    A Ferrarri precisa do reforço da Lada para conseguir uma reação, pelo menos aqui a parceria rendeu um Niva para rali equipado com motor Ferrari V8 de 2.9 com 300cv!

    https://www.youtube.com/watch?v=YU5TKxgdUKk

    ps: Momento 1´30″ até 1´50″ é um hit, literalmente!

  17. eraldo disse:

    Massa na Williams: piloto decadente numa equipe decaida.

  18. MMedeiros disse:

    A F1 está uma droga mesmo… a parte mais legal do post do FG é estória do macarrão.
    Domingo Vettel campeão e Interlagos vázio em novembro. Que chatice a F1 atual.

  19. Jr. disse:

    “Tem também a história do “graining”, fenômeno conhecido no Brasil como “macarrãozinho” graças à sofisticada tradução gastronômica de Luciano Burti, que adora um graining a bolonhesa quando bate uma fominha.”

    Hahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha! Boa!!!

  20. RENE FERNANDES disse:

    O graining instantâneo deriva dos Farellis macios e devem ser degustado com legumes ao vapor e regado, generosamente, de um bom azeite extra virgem com 0,2%.de acidez. E desprezar totalmente o sachê de tempero devido ao altíssimo teor de sódio!

  21. Paulo Sousa disse:

    Houston também é bem interessante.

  22. Marcos Alvarenga disse:

    “Macarrãozinho” é de embrulhar o estômago.

    • Xavier disse:

      Marcos, não sei se já disseram isso aqui, mas o Marcelo Courrege, cobrindo a ausência da Mariana Becker conseguiu piorar…foi falar “macarrãozinho” e disse “camarãozinho”..pelo menos continuou na linha gastronômica do Burti, rs

  23. Felipe disse:

    O foda é que esse graining é muito calórico, segundo nosso gastronômico piloto, em 1 volta os carros podem ganhar até 1kg.

    O Burti daqui a pouco está no programa da ana maria brega mostrando mais receitas ahauhauha

  24. Felipe disse:

    É dependendo do circuto o graining é instantâneo, em 3 minutos…. digo em 3 voltas você já poderá saborear a diferença ao pilotar.

    rashei com o “Graining a Bolonhesa” ahauhauahuahauha

  25. Alex disse:

    Acho que os marqueteiros da Vila Olímpia andaram se expandindo para o Oriente e também para Valência…

  26. Lucas S.A. disse:

    Istanbul Park ainda tem corridas da Superbikes, mas sabe-se lá até quando…

  27. Davi Ribeiro disse:

    Vettel já pode ir tomar banho no Gaanges! Não precisa nem correr! Precisaria que Alonso ganhasse? Segundo? Difícil com a carroça rossa!
    Já é tetra. Não tem jeito!

  28. Leon Neto disse:

    O pior de tudo sobre a saida do GP da India ano que vem, eh o Flavio nao poder mais usar o trocadilho “Red Budh” … Esse foi dos melhores.

  29. Juarez disse:

    A própria pista da Malásia é uma boa pista também. Associada com a chuva que sempre cai é legal. Além disso, teve a destruição de Hockenheim que foi o que pior se fez em termos de pista nesses anos do Tilke.
    O Button falou sobre isso, o Davidson também. O erro não é punido. O cara sai da pista, roda e volta e ainda termina pontuando com esta molezinha dos 10 primeiros pontuarem em 22 carros.
    O talento é sempre o mesmo para ser bem sucedido mas se os carros atolassem na brita seria mais divertido. Antigamente os carros quebravam. Sempre houve carros superiores mas eles eram mais frágeis o que equilibrava os campeonatos.

  30. Zeno disse:

    Considerando o custo da reforma de um único estadio (arena?) aqui na bananolândia esse circuito indiano custou uma mixaria!!

  31. Jose Brabham disse:

    “Imagino que se um dia essa corrida voltar ao calendário e Sebastian já tiver se aposentado, vão chamá-lo para liderar de novo todas as voltas.” kkkkkkkkkkk Uma das melhores linhas que li nesse blog.

  32. Tulio Menegoni disse:

    Agora é só esperar se o modelo 2014 do Newey em dupla com Vettel também vai detonar a concorrência e tirar (quase) toda a graça da F1.

  33. alan disse:

    FG, geralmente a Red Bulling inicia os treinos sem muito esforço, depois vai reagindo até estraçalhar na qualificação, aqui ja começou liderando, sera que vai inverter ou vai dominar ja de saida???? Preferencias a parte, mas o Web disse tudo: Um piloto prescisa ser perfeito perfeito (100%) para superar VETTEL, pois ele é 99,9% perfeito!, e obviamente senna e piquet não chegaram nem perto disso!
    Os pilotos sao bonms, guiar um F1 tao sofisticado e veloz, mesmo no caso duma Marussia exige muito, acho até que piloto das antigas como Piquet, Proust. Mansell, Villenueve, senna, Nikki Lauda, etc…. teriam desempenhos pifios nos F1 atuais!, Mas Vettel simplismente é o Melhor dos atuais e deverá ser o maior de todos superando até o Íncrivel M. Schumacher.

    • Daniel Menezes disse:

      Comparar pilotos e épocas diferentes é impossível. Não há como determinar se Vettel seria um gênio das pistas por exemplo na época do Fangio ou nos anos 60 correndo com Clark, Hill, Brabham, enfim…Eram outros carros, outras tecnologias. Vettel tem que ser comparado com os pares dele – Webber, Alonso, Hamilton, Raikkonen, Schumacher, etc. E se comparado a estes aí sim ele é o melhor.

      • alan disse:

        Em termos de competitividade pode sim, porque ele demonstra que tem total capacidade de superar os adversarios…..

      • marcos oliveira disse:

        Com todo o respeito, pilotar também é um dom, uma arte, e quem tiver uma condição diferenciada, certamente se sobressai em quaisquer circunstâncias. Acho que o Tião, (como FG chama) é um desses caras.

    • J Fernando disse:

      Cara, você é novo por aqui, não é mesmo?
      Essas comparações com pilotos do passado devem ser feitas excluindo o nome do Senna, pois este, para seus torcedores, é/seria perfeito em qualquer situação, do passado, do presente e do futuro…

      Brincadeiras à parte, seu comentário tem lógica (o passado se daria mal no futuro (hoje)), mas serve também para o contrário: o futuro se daria mal no passado (carros sem tanta tecnologia).

      • alan disse:

        idolatria a um defunto é algo nefasto….. Coisa de quem tem uma vida vazia e sem sentido, de quem vive no marasmo e mediocridade!

      • Peterson disse:

        Fato senna era bom talvez o melhor mais tinha o alan para rivalizar, o tião tem no máximo um piloto que briga com seu carro usa todo aparato da sua equipe para aparecer em uma posição melhor assim fica fácil senna vez milagre com uma toleman já alonso o que consegui com uma minardi

    • Felipe disse:

      ahuahuahauha cada coisa que escrevem, só dando risada mesmo!

    • Jean Rul disse:

      Ótemo comentário! Simplismente Proust!

  34. Davi Ribeiro disse:

    Vettel não perdeu a liderança nem por uma voltinha sequer, ao entrar nos boxes? Sério?

    • Rodrigo disse:

      Sério! Entrou nos boxes, fez o pit, trocou os pneus, comeu um chucrut, voltou para a pista, em primeiro ainda.

    • Marcelo disse:

      Todas as voltas do GP da Índia em 2011/12:

      http://www.statsf1.com/pt/2011/inde/tour-par-tour.aspx
      http://www.statsf1.com/pt/2012/inde/tour-par-tour.aspx

      Alemão é foda mesmo, não é só o carro! Basta comparar o desempenho de Webber na pista de Buddh! Se o carro de Vettel é superior, o canguru no mínimo tinha que garantir dobradinha, Webber nunca conseguiu mesmo largando em segundo.

      Ou seja, a RBR sempre teve carro forte pra vencer em Buddh, mas só Vettel garante a vitória. Nenhum piloto tirou tanto dos carros de Newey como faz Vettel, dessa vez o projetista pegou um piloto completíssimo ao volante. Nem Mansell, Prost ou Hakkinen com carros fantásticos de Newey conseguiram resultados parecidos…

      • Jean Paul Jones disse:

        statsF1.com é o melhor site do mundo. Quanto aos macarrãozinhos, até no maldito jogo de videogame traduzido em português, o engenheiro com voz de locutor da NativaFM diz quando você sai da pista “seus pneus estão cheios de macarrãozinhos, fique no traçado até que o desgaste resolva o problema”. Depois disso, eu parei com Xbox.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>