MENU

quarta-feira, 6 de agosto de 2008 - 6:27Pequim 2008

SAI DA FRENTE!

PEQUIM (sem buzina, pára) – Apenas um rápido flagra do trânsito pequinês. Ainda bem que inventaram a tal faixa olímpica. Não fosse ela, chegaríamos ao Parque Olímpico em 2012.

23 comentários

  1. Em Atenas, tb tinha faixa olimpica. Acho q é item obrigatorio q o COI pede para a cidade sede.

  2. Alexandre disse:

    Dêm uma olhada no oitavo segundo do vídeo. O FG reclamou de um Palio e eu achei outro. Verde-azulado metálico!

  3. joel cesetti disse:

    Interessante, parece que todo o povo respeita a faixa!

  4. Edison Guerra disse:

    Ah, se fôsse no Brasil!Esta faixa estaria atolada,basta ver os corredoresdos ônibus em São Paulo.

  5. Aliandro Miranda disse:

    Olha aí Rio 2016! Na Av. Brasil já tem a seletiva…

  6. Acarloz disse:

    Faixa de Trólebus da Av Santo Amaro, 18 hs.

  7. Ricardo Bromer disse:

    Isso me lembra muito o PAN 2007. Pois o transito na linha amarela vivia parado. Somente a faixa especial andava.

  8. Marcus disse:

    Me lembra na época do PAN, 8 horas da manhã e eu no ônibus indo para Barra na Linha Amarela, não sei quantos kilometros de trânsito parado e o motorista mandando ver a 100km/h.

  9. Jason disse:

    Legal que o pessoal daqui tenha a oportunidade de ver essas imagens de trânsito em Pequim, como carros iguais ou (quase sempre) melhores que os nossos.

    A maioria dos ocidentais imagina que a frota automobilística da China seja inteiramente formada por aqueles carrinhos de marcas locais (Chery, Geely, ChangAn etc) que tomam pau em crash test europeu…

  10. Cabra disse:

    O comentário mais óbvio: “se fosse no Brasil…”

  11. Rafa disse:

    Imagina uma olimpiada em São Paulo, uma faixa dessa na marginal seria respeitada? Nunca…

  12. Claudio Ceregatti disse:

    Legal demais essa cobertura do cotidiano, do dia a dia que nunca aparece, essas nuances que só se enfiando cultura adentro a gente vê.
    Conto com seus olhos críticos pra mostrar o que a gente dificilmente veria, ou saberia.
    Pra começar: Ou a chinaiada é muito educada (e sabemos que não são tanto assim) ou morrem de medo da repressão. Aqui no Brasil-sil-sil essa faixa já teria virado uma zona.
    Civilidade ou medo?

  13. Ronald disse:

    Noosa, o que tem de Besta nas ruas da China………….tô falando das vans……se bem que os motoristas de lá estão sendo muito bem “” elogiados””……..

  14. Rogério Magalhães disse:

    Ah, mas aí, por via expressa (ou faixa olímpica, como chamam), é fácil… duro é abrir caminho com escolta, como fizemos no Rio, rumo ao Engenhão, hahahahahaha…

    Mas é em cenas assim que se vê a vantagem, por exemplo, de corredores de ônibus em cima dos pobres automóveis que começam a fazer a cabecinha ting-ling-ting dos “made in China”… todo mundo chegaria mais rápido…

  15. Cleber disse:

    Cara, tem até um Polo! Amarelo!! Nunca tinha visto um Polo amarelo…

  16. vivi disse:

    realmente, deve ser horrível estar parada em um trânsito caótico e ver os outros passando em uma faixa livre como esta.

    imaginem aqui no Brasil? carinha olharia pra faixa e pensaria “ah, se só eu entrar não tem problema” rsrsrs dois segundos e tudo parado também

  17. Pedroso disse:

    E é um mar de prata, preto e branco também. Uns poucos verdes, azuis e vermelhos.

  18. Eric disse:

    São Paulo daqui uns 5 anos vai ser quase isso….da-lhe scooters!!!!!!!

  19. disse:

    Passaram no sinal vermelho no viaduto. Imagina uma faixa desta exclusiva na Marginal em Sampa, na Av. Brasil no Rio…….

  20. Joao disse:

    Imaginem o pensamento de cada chines ao ver esta fila infernal e FG com a camera na mão dando tchauzinho. Nem Dalai Lama tem paciencia.

  21. Marcelo Migliorini disse:

    Gomes, aquele palio que aparece aos sete segundos no video, é o mesmo fotografado no post anterior?

  22. Marcelim disse:

    Se você está espantado com Pequin, vá à Indonésia(tem belíssimas praias) às Filipinas ou à Tailândia e veja que trânsito infernal, repleto de motocas.

    A Ásia é assim mesmo, superpopulosa, cheia de hiperlativos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *