MENU

quinta-feira, 2 de julho de 2009 - 14:33Autódromos

INTERLAGOS ARENA

SÃO PAULO (tem volta?) – Notícia enviada pelo Leonardo Engelmann: a SPTuris abriu uma licitação para que sejam feitas obras em Interlagos que transformem o autódromo numa monumental arena para shows, com capacidade para até 300 mil pessoas.

Se não atrapalhar as corridas, razão de existência do autódromo, tudo bem. Se der lucro, melhor ainda. Mas desconfio que acaba de uma vez por todas com qualquer chance de, um dia, o traçado original ser refeito, ou ao menos ter parte dele reaproveitada.

Sejamos honestos, porém. A pista original nunca voltará, mesmo. O que vocês acham?

60 comentários

  1. Jairo N. Dias disse:

    Olha… Um autódromo, para se pagar, nesses dias de hoje, ainda mais no Brasil, tem que ser versátil. Infelizmente, a realidade é essa.
    A proposta “arena” (Pra 300 mil pessoas? Exageraram na maconha! XD) pode coexistir com o autódromo, desde que não inviabilize a área destinada às corridas.

    Já quanto ao traçado antigo, infelizmente só posso falar uma coisa: O jeito vai ser escolher um terreno com a topografia parecida com a de Intrerlagos e fazer o traçado antigo do zero. É a única opção viável.

  2. Magdalena disse:

    Não é possível pensar em megashows sem estragar a vida dos moradores dos alrededores com o barulho e os disabores da sujeira resultante, insegurança, falta de locais para estacionamento, banheiros, etc.
    A praça localizada no Anhangabau foi construída com essa finalidade, por que não a utilizam para os mega shows criando condições para que a entrda seja paga se é renda o que deseja obter nosso Sr. Prefeito?.
    Deixem o autódromo de Interlagos ser o que seu nome indica somente e não criem condições para que as empresas que organizam os megashows lucrem ainda mais.

  3. Muller disse:

    Como alguém escreveu, Interlagos pode e deve coexistir sim, como já acontece com circuitos na Europa há muitos anos.

    Jacarepaguá é um caso à parte. As obras do PAN só serviram de desculpa.

    Agora, sobre o traçado antigo… esse já era, falta só alguém remover a terra para todos nos darmos conta…

  4. Aylton Hoenen disse:

    MONUMENTAL ARENA PARA SHOWS!

    Meu Deus,nossos idolatrados pilotos que já se foram, devem estar se revirando (com todo respeito),em seus respectivos jazigos

    Deus tenha piedade de nós…….

  5. Silvio Rodrigues disse:

    Só para ilustrar…em Donnington tem festival de rock desde 1980. Primeiro se chamava Monsters of Rock e agora Download Festival. Nurburgring tem o Rock am Ring desde os anos 90. Fuji também é usado para shows. Dá pra fazer a Arena e manter o circuito. Não dá para comprarar com o que aconteceu aqui no RJ. Jacarepaguá já havia sido assassinado pelas autoridades antes das obras do PAN, com ZERO de investimento em automobilismo. Interlagos tem contrato com a F1 até 2014 ou 2015 se não me engano. Acho que dá para coexistir.
    Grande abraço.

  6. Zamuner disse:

    Só espero que não acabe, como Jacarepaguá.

  7. ALEX B. disse:

    Querem acabar como o Templo!!!!!!!! Cambada!!! Estão com ciumes do Rio! Parei (by Trajano)!

  8. Claudio Ceregatti disse:

    Eu ainda acredito.
    E já deixei de acreditar em papai noel, em político honesto, em almoço grátis.
    Não nos esqueçamos que, caso Interlagos não pague suas próprias contas, torna-se inviável economicamente, então todos os cidadãos pagam a diferença.
    A verdade é que, graças ao brilhantismo dos dirigentes que há séculos pilotam o automobilismo tapuia, só corridas não mantém em pé uma área pública de 1 milhão de metros quadrados.
    Tenham a certeza que um único show do Iron Maiden proporcionou retorno maior do que 10 provas do Campeonato Paulista para o autódromo. É essa a verdade.
    Gostaria muitíssimo de ser purista, de ter um espaço exclusivo para corridas, de que nosso Templo servisse apenas às nossas missas velozes. Mas não é economicamente viável.
    Dá pra restaurar o circuito original? Claro que sim.
    Dá pra conviver com outras atividades? Isso já ocorre.
    O que não pode é o povo paulistano subsidiar com seus impostos sagrados o divertimento de poucos pilotos e o enriquecimento indecente de meia dúzia de dirigentes.
    Cadê o público? Onde está a divulgação e real incentivo para que o automobilismo e o motociclismo se pague, sem depender de outras fontes de receita?
    O importante é que a festa acabou. Agora tem que dar lucro.
    Caso houvessem categorias com centenas de pilotos, público pagante de milhares de pessoas, aficcionados e centenas de profissionais vivendo de corridas, ñinguem pensaria em outras fontes de receita.
    O modelo está errado, conceitualmente. É isso que precisa mudar.
    A administração cumpre seu papel como jamais foi feito, e isso é um fato incontestável.
    Como poucos, amo muito aquele espaço, sua história e seus fantasmas.
    Por isso, ainda acredito na restauração do circuito e de provas ocorrendo lá.

  9. Luis Gozzani disse:

    Eu acho que o conformismo é o que faz o Brasil ser um país de político corruptos, que fez com que Jacarepagua virasse o que virou, conformismo é o pecado da nação…
    Eu não fico feliz com isso, mesmo sabendo que é uma fonte de dinheiro para o autódromo, por que tenho certeza que o dinheiro arrecadado lá não vai ajudar em nada o decrépto automobilismo brasileiro.

  10. Iverson disse:

    Legal,

    Aí a parada gay poderia ser lá.

    E não no estádio do Morumbi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>