MENU

Saturday, 5 de September de 2009 - 12:15Automobilismo brasileiro

FOTO DO DIA

Enviada pelo Alfredo Gehre, que pretende colocar algumas no seu campeonato. O ano: 1968, parece, mas não tenho certeza. Devia ser bem engraçado ver essas coisinhas na pista, não? Tem até uma sem capota! E juro que não sei que autódromo é esse. Tem cara de Interlagos, mas em qual trecho?

56 comentários

  1. Rogerio Brandao says:

    Autodromo de Interlagos, este trecho é a subida e a reta do boxe atual…

  2. Eudemar says:

    Chego a conclusão que odeio o S do Senna, o sumiço do Sargento e o aterro no Lago. É triste, pelo menos para mim….ver os emplumados F-1.
    Mais um que lamenta a destruição de Interlagos….

  3. Luiz says:

    Falaram do Sr. Orozimbo mas esqueceram do Seu Pedro. Os dois eram funcionários do autódromo.

    Um morava ao lado do lago e minha vizinha era benzedeira e ia benzer a molecada e aproveitava para pescar no lago (embora proibido, eu várias vezes pescava no lago acompanhado da vizinha e no caminho de ida e de volta pegava gabiroba no pomar entre a reta oposta e sargento.Quando? entre 1962 e 1968).
    Eu e esta vizinha morávamos fundos com o autódromo entre as curvas 1 e 2 – minha mãe ainda mora lá.

    O outro até pouco tempo morava numa cazinha dentro do autódromo entre a curva da junção e o Singapura.

    Putz, eta pessoal humilde a familia do “seu Orozimbo e do seu Pedro”.

  4. Essa foto saiu numa daquelas 4 Rodas especiais. Alguém falou aí do tempo de 4 minutos, contestado por outors, outro ainda disse que era no anel externo. 4 minutos de Isetta no anel externo é plausível??

  5. Roberto Fróes says:

    Antônio Luiz Siqueira, tua voz não é solitária mesmo! Pelo menos a minha acompanha…
    Ao Alex B, esses carros não são “motos de 3 rodas”, e sim, Romi-Isetta’s de 4 rodas. O que causa a impressão de serem apenas 3 rodas é a reduzida bitola traseira, para evitar o uso de um diferencial e baratear o veículo.
    E o Flavio errou a época por 10 anos: a foto é de 1958.
    Nas provas de Romi-Isetta corriam 2 carros preparados pelo Claudio Daniel Rodrigues, como monopostos, e outro, bem incrementado, preparado por Comino, representante da fábrica e entusiasta da marca.
    As provas empolgavam, pois eram sempre disputadíssimas, com todos andando juntos, como mostra a foto.

  6. Marcelo says:

    Interlagos com certeza daria para ajudar o FG a fazer mais uns 10.000 posts brincando… essa imagem me lembra a subida em direção a reta dos boxes… Interlagos com certeza é um lugar em que um museu do automobilismos teria um lugar de honra e passaria a ser considerados um ponto turistico obrigatório em São Paulo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *