MENU

Sunday, 28 de November de 2010 - 23:58Automobilismo internacional

EM INTERLAGOS

SÃO PAULO (vai, filhote!) – E em Interlagos Xandinho Negrão e Enrique Bernoldi ganharam a prova principal da GT1 com uma Maserati XPTO Ultra Plus Master Super.

Por si só o resultado é legal, uma dupla brasileira vencendo em casa e tal. Mas a grande notícia, grande mesmo, foi o público. Mais de 20 mil pessoas no autódromo. E sem grandes projetos de divulgação, promoção, nada.

Há explicações? Uma, fácil, o preço do ingresso, bem baixo. Foi um dos erros do Antonio Hermann quando fez as Mil Milhas com os carros da LMS alguns anos atrás. Preço lá em cima, zero de estrutura, zero de público. Outra, o domingo de sol, um dia lindo em SP.

Mas deve ter mais. Talvez a divulgação tenha sido bem feita, e eu que não percebi. Ou talvez as pessoas gostem mais de corridas do que a gente imagina. Basta oferecer bons espetáculos.

Como sempre faço, pergunto aos que foram ao autódromo: e aí? Contem tudo!

62 comentários

  1. Fargnolli says:

    Fui no domingo com esposa e meu filho:

    -PONTOS FORTES-
    > As corridas foram ótimas, cheguei no final da Superbike e gostei muito do pouco que vi.
    > GT3/GT4, apesar da normal falta de competitividade, poucas disputas, foi legal também.
    > A GT1… sem comentários. Corridassa!!! Os carros são sensacionais, fiquei impressionado com o barulho e a velocidade. Não imaginava tão mais rápidos que a GT3.
    > Acesso ao autódromo, fui de trem e cheguei tranquilo, voltei de ônibus e também tranquilo. Tem quem reclamou de estacionamento, mas abriram para estacionar dentro do autodromo, claro que todos iriam querer, claro que lotou. Não acho ruim o acesso para o autódromo.
    > Muito mais pessoas para assistir do que eu imaginava.

    -PONTOS FRACOS-
    > Faltou um informativo mais detalhado na revista sobre carros e pilotos, pois fiquei meio perdido com quem era quem. Só sabia que a Maseratti n1 estava na ponta da tabela e que a n2 era do Bernoldi e Xandinho.
    > Sobre estrutura… que vergonha! Compra de comidas e bebidas completamente desorganizada e precária. Perdia-se tanto tempo na fila a ponto de não conseguir ver o começo das corridas.
    > Falavam que Ingresso com visitação aos Boxes custavam R$50,00, porém na bilheteria custava R$150,00!!!! Ok, tem quem não ache caro, mas então que informe o preço correto ou que é sujeito à alterações de preço.

    OBSERVAÇÕES: Não sou nenhum expert ultrasônicomaster de automobilismo
    , mas gosto de acompanhar, faço minhas corridinhas de kart no campeonato de aluguel e tals… mas como tem gente desinformada, ignorante… uma grande parte das pessoas estavam lá pq ganharam o ingresso e nem sabiem que corridas teriam… MUITAS pessoas foram embora ao término da GT3, não assistiram a GT1!!! Eu achei ótimo, pois tinha mais espaço na arquibancada, mas fiquei surpreso.

  2. Rosta says:

    FG,
    Fui só no domingo (na arquibancada da Itaipava) e, como sempre, a falta de estrutura foi marcante. Desde a chegada, sem nenhum esquema para melhorar o fluxo de carros, falta de estacionamentos, etc. até a falta de lugares decentes para comer (acabou o lanche na barraca, não tinha água e a cerveja estava quente). Enfim o público foi até razoável, a corrida foi linda, mas faltou divulgação e infra… para variar. Assim fica difícil que o público tenha vontade de voltar.

  3. Marcoi Nisi says:

    A categoria é sensacional. Carros espetáculares, equalização, equilíbrio, bons pilotos. A corrida foi 10, nada a reclamar. Organização: ruim. Divulgação deficiente (tentei achar durante a semana algum lugar aonde constassem os horários completos do final de semana, inclusive o sábado, mas nem no site da organização do evento isso constava. Lá problemas também. Dificuldade para as mulheres acharem um banheiro, comer era uma tarefa qe demandava uma fila gigante para comprar um churrasquinho (a menos que vocë decidisse fazer isso na hora da corrida). Mas pelo menos o preço era justo, porque na F1 você também não tem estrutura (lugar marcado por exemplo, nem em sonho e tente voltar pra arquibancada depois de sair pra ir ao banheiro) e ainda paga uma fortuna. Pra assistir uma ótima corrida, com direito a visitação nos boxes (o que é sempre um atrativo a mais para a criançada, ver um carro de pertinho, pois alguns boxes estavam totalmente abertos), o custo era de apenas R$35. Melhorando a divulgação, ainda que pela internet cujo custo é baixíssimo, e a infraestrutura (deve dar até mais dinheiro montar mais barraquinhas pra vender comida), é um espetáculo que quem gosta de automobilismo não pode perder.

  4. Incrível ! GT1 foi uma das corridas mais bonitas que eu já assisti. Um grid cheio e muito bonito. E carros muito bem equalizados, o que faz todos andarem “juntos” e ter vários “pegas”. Bem diferente da GT Brasil, que passou o ano inteiro equalizando os carros hora um andava mais, hora menos, numa corrida era assim, na outra já era de outro jeito. Ai vinha um carro novo, e levava tudo, já na outra exageravam nas restrições… Mas apesar de tudo, não deixou de ser legal… rsrsrs Voltando pra GT1, os carros andam muito, e o barulho é demais ! Estrutura de algumas equipes é quase no nível de F1. Um show bonito de ver, e diferente do atual automobilismo brasileiro. Só faltou um restaurante, ou uma lanchonete melhor e maior nos boxes. Tinha uma barraquinha com 3 atendentes, para todos que estavam ali, complicado.

    • Capitão Haddock says:

      Esses três atendentes me irritaram MUITO. A mulher que vendia tickets ficava somando toda hora 4 + 2 na calculadora, parava para mandar SMS no celular e não conseguia contar as fichas direito.

      O cara que “atendia” ía pra dentro da cozinha fazer um dogão enquanto milhões de pessoas o esperavam no Balcão. Depois de vender uns 450 cachorros-quentes, ele ainda olhava demoradamente no cardápio para ver o preço.

      A fila tinha uns 100 metros e andava a 1 cm/hora.

      Dica: na próxima, paguem 5,00 para entrar na arquibancada e encham a mochila de lanche e bebida.

      Joguei 50,00 no lixo

  5. Kleber Zonaro says:

    Assisti a corrida com transmissão da Rede TV. Foi ao acaso que encontrei a corrida, estava zapeando no controle e……viva putz corrida, adorei!!!!!. Muito melhor do que a Globo faz com as transmissões da Stock, que é lamentavel!!!!.
    Acredtio que faltou mais divulgações tanto da Rede TV, quanto da organização, caso contrario com certeza estaria em interlagos assistindo esta bela prova.
    Abs.

  6. Marcio Lobo says:

    Foi uma ótima corrida!!!
    Fiquei surpreso com o número de pessoas nas arquibancadas.
    Acho que a organização também não esperava tanta gente, visto a falta de água para vender, cerveja quente e filas imensas para comer……

    Sobre a divulgação, não vi nada sobre a corrida em lugar algum….
    Fiquei sabendo aqui no blog, pelo Gomes…..

  7. Como disse em outro post, fui no sábado, então irei falar sobre o que vi neste dia:

    Estrutura zero, como é comum em eventos que não envolvam a Fórmula 1. A decepção foi o público, não tinha quase ninguém (dava pra contar o número de pessoas nos dedos)… Ingressos muito baratos, por isso achei estranho pouca gente. Eu, meu pai e minha mãe pagamos, juntos, R$ 20,00 (!). Corridas bem legais (GT1 e GT Brasil). Sobre estrutura/evento: Falta alguma lanchonete, ou algo parecido, lá. Tivemos que sair do autódromo pra buscar um refrigerante. /// Divulgação: Fraca, mas não explica o público ridículo no sábado.

    Para quem gosta de corridas, foi um baita programa.

    E fico feliz em saber que no domingo as arquibancadas lotaram.

    Abraços,
    Gabriel.

  8. Carlos Moura says:

    Eu gostei do evento em si, ganhei de um amigo uma credencial de box, cheguei no autodromo no final da GT3 , e assisti toda a GT1, senti falta de um pouco de estrutura de estacionamento e de alimentação ( não tinha ingresso para a area VIP).
    Nao tenho ideia de quantidade de pessoas, mas nao acredito em 20000 como falado, tem imagens da arquibancada.

    Segue um link de umas imagens que fiz la, nao tem edição, apenas juntei tudo.

    http://www.youtube.com/watch?v=HzemAxD1zW8

    Se quiserem ver fotos tambem tirei algumas:

    http://picasaweb.google.com/lh/sredir?uname=carloseduardomoura&target=ALBUM&id=5544889895982177073&authkey=Gv1sRgCLfQmsPJmrXCAw&invite=CLnbrasE&feat=email

    []s

    Carlos

  9. Wagner says:

    Amigo Flávio,

    Adquiri ingressos para o Clube Itaipava, que dava direito a assistir do padock, porém sem direito ao almoço e quetais.

    Dirigi-me ao autódromo no sábado e………

    Surpresa!

    O tal padock não funcionava nos sábados.

    E daí?

    Daí, ninguém soube responder.

    Ou seja, deveria assistir a corrida da arquibancada

    Após muito argumentar com o pessoal da organização, consegui que um bom samaritano, na base do quebra-galho, consegui-se um lugar nos boxes (oba!).

    No domingo, verifiquei que est padock B, estava largado às traças.

    Não havia nenhum representante da Itaipava para orientar qualquer coisa que fosse.

    Resultado:

    Uma terra de ninguém, com os mais “espertos” fazendo o que queriam,

    Além disto, na pretensa lanchonete havia uma pessoa para emitir os tickets e duas para atender.

    E os lanches, para variar eram péssimos.

    Ou seja, a Itaipava, aparentemente se esqueceu que algumas pessoas não querem comer no padock e nem por isso devem ser tratadas como “resto”.

    Além disto, a falta de infra-estrutura, já comentda por outros blogueiros, demonstrada no trânsito, policiamento, alimentação, etc.

    A corrida?

    Um show.

    Abraços

  10. Aliandro Miranda says:

    Eu vi a corrida pela TV (o que também foi um ótimo passo, que a Rede TV! continue mostrando a categoria).

    Foi uma corridaça!

  11. luiz alberto says:

    Corrida de verdade ,com carros de verdade,que qualquer mortal(podre de rico)pode ter na sua garagem,um similar.
    Até lembrou um pouquinho o VELHO e LINDO INTERLAGOS dos grandes pilotos de endurance.Qualquer coisa que não seja “formula´´ ou monomarca já tem um bom crédito para que eu goste,e esta GT 1 foi realmente a melhor corrida que assisti nos ultimos tempos,tanto pelos carros como pelas disputas.Como é bom ver MARCAS de automóveis na competição.

  12. Ricardo says:

    Eu não vi divulgação, estava zapeando com o controle remoto e deixei na redetv que transmitiu a corrida, muito boa.

  13. Capitão Haddock says:

    Gostaria de fazer uma correção: na LMS havia estrutura, e de sobra, ao contrário de ontem. O público naquele evento foi zero devido à falta de divulgação e à ignorância do brasileiro médio quanto ao esporte tratado. Haviam ingressos a R$ 40,00 para ver Pegeouts 908, Pescarolo C60, Aston Martin, Corvette C6R. Isso é caro?

    Quanto ao evento deste final de semana em si:

    1 – Esportivamente: nota 10. Carros espetaculares, desde a Lamborguini com o ronco clássico até o Corvette-terremoto. Tanto a GT3 Itaipava quanto a GT1 foram corridas equilibradas, com várias marcas com chance de vitória e bons pilotos. Excelente.

    2 – Organização do evento: nota ZERO. O tal do Clube Itaipava (R$50,00) é uma verdadeira piada. Três horas de fila para comer uma mini-pizza crua. Cerveja quente ou inexistente, e a partir das 13h00 de domingo, simplesmente acabou a água para vender. Nem no banheiro do “Clube Itaipava” tinha água, literalmente. Torneiras secas. Isso por que o “clube” só abriu no domingo. No sábado simplesmente não se podia entrar.

    Ingressos a R$5,00 é bom? Sim, só falta explicar para quem. Muita gente já bêbada que estava passando em frente ao autódromo e entrou apenas por curiosidade, baderna, gente mijando na frente de todo mundo, maloqueiros mexendo com as mulheres, enfim, nível zero. Nem em estádio de futebol temos ingressos a estes preços (uma arquibancada custa R$ 30,00).

    Enfim, se a Itaipava pretende organizar um evento de GT decente, eles precisam investir no pessoal da infra-estrutura. Esportivamente eles acertaram a mão, mas o suporte para o evento em si está uma verdadeira porcaria.

    • Masson says:

      Desculpa, eu não vi isso ontem… mas não duvido que isso aconteça até porque eu ja vi isso acontecendo nas 2 vezes que eu fui na F1.
      Acho que o preço do ingresso nao justifica, temos mal educados e bem educados em todas as classes sociais.

  14. Vinícius Piva says:

    Gostei das corridas. Mas em termos de estrutura uma vergonha. Flanelinhas de monte, trânsito horrível para chegar ao autódromo, cambistas vendendo ingressos e reclamando de mim porque comprei na bilheteria. Na arquibancada, cheio de gente se amontoando na parte coberta, a maioria mais interessada em ganhar camisetas e lanches. Para comprar, R$ 5,00 a lata de cerveja, R$ 5,00 uma garrafinha de refrigerante de uma marca que nunca via na vida, R$ 4,00 um espeto ou um hot dog. Para quem gosta de corridas mesmo, vergonhoso.

  15. Masson says:

    Eu fui, e vou te dizer… Corrida de GT excelente… a GT1 foi das mais emocionantes e vamos ser sinceros, por 10 reais arquibancada e 50 pra ir nos boxes, perder uma corrida destas é judiação.

    Ganhei meu domingo

  16. ricardo bifulco says:

    Bom dia Flávio! Bom dia pessoal!
    Estive no sábado e no domingo no autódromo.
    Sem dúvida alguma, o público do domingo foi infinitamente superior. Fiz questão de tirar algumas fotos das arquibancadas.

    Finalmente um público digno destas categorias.

    Parabens ao Antônio Herman. Este é um cara que realmente faz isto por que gosta e tem se dedicado muito para mostrar que não é só o trenzinho do tio Bernie que enche Interlagos, (mas ainda assim é injustamente criticado.)
    Parabens à Itaipava pelo incentivo ao automobilismo. (ahh, antes que algum pé de chumbo apareça por aqui para comentar, eu não sou funcionário da Itaipava, ok..?)

    Claro, sempre há o que melhorar e Interlagos precisa melhorar a infra-estrutura para o público das arquibancadas (banheiros, lanchonetes, etc), e isto cabe à administração do Autódromo tratar.

    Adorei ficar quase duas horas parado no trânsito para chegar ao autódromo e tomara que no ano que vem demore cinco horas. O que eu quero ver é aquilo lotado!!.

    Discordo, porém, dos comentários que a maioria do público nas arquibancadas era “corporativo”. O que vi foi muita gente comprando ingressos na bilheteria(afinal tive muito tempo para reparar neste detalhe por causa da fila :)

    Posso estar enganado, mas não recordo de ter visto nas outras etapas do FIAGT1 em outros países, uma quantidade considerável de público como esta.

    Todos sabem que o boteco que funcionava atrás dos boxes não está mais lá. Agora tem uma barraca do lado de fora. (quase a mesma coisa)
    Aliás, era só descer a escada e havia um restaurante self-service funcionando, onde as equipes, funcionários, público, etc estavam fazendo suas refeições. Tive a impressão de que as equipes recebiam alguma espécie de ticket para comer, mas não posso afirmar com certeza.

    Achei as corridas do GT3/GT4 e do FIAGT1 mais disputadas no domingo, mas no geral um espetáculo digno.

    Quando subi para deixar minha esposa na área VIP, ela observou que havia um grupo de crianças da Fundação HOPE, creio, que portadoras de câncer, acompanhadas de monitores e curtindo a corrida. Havia também um posto de reciclagem de vidro e por aí afora. (ótimas iniciativas).

    Os seguranças foram atenciosos e dentro dos limites de suas atribuições (na minha opinião,) trabalharam bem como sempre.
    Faço questão de dizer isto, pois normalmente um ou outro desce a lenha nos rapazes da segurança, pois, afinal, acham um insulto ser vedado entrar nos boxes “sem credenciais”, descer até o S do Senna sem credenciamento para fazer umas “instantâneas”, não poder ficar mexendo nas asas dos carros das equipes e dar algumas “porradinhas” para ver se é resistente, bem como ser vedado abrir as portas dos carros para tirar foto com celular, sem deixar de mencionar o “absurdo ” de ser proibido fumar nos boxes por causa do reabastecimento…ai, ai, ai..

    Eu espero que o que vimos ôntem, seja o recomeço do tão esperado interesse do público para ir à Interlagos, sempre que tiver uma corrida, tal qual como ocorria nos anos 60 e 70 principalmente.

    Que venha 2012.

  17. Dino Dragone says:

    Além da corrida, teve show da banda TIHUANA q ajudou a fazer alguma divulgação, mas fiquei surpreso com os 20 mil q foram. Ainda bem!

  18. Thiago says:

    Muito, muito bom!
    Pra quem gosta de corrida de carros (não de bolhas), foi um prato cheio. Realmente tinha mais gente que na última etapa da GTBR.
    Não é todo dia que se vê Aston Martin, Corvette e Maseratti!
    A organização arrebentou em juntar o melhor do turismo interno com o internacional.

  19. Eduardo says:

    Para mim que tenho automobilismo na veia foi um dia memorável ver esses super carros num “raxa acirrado” ! O problema, sempre o mesmo em Interlagos, banheiros imundos, 3 da tarde, sol a pino, não tinha mais agua nem refrigerantes ! Cerveja de monte ! ! ! ! Quanto ao prêço, simbólico (como esses caras tem lucro?), isto é praticamente de graça para ver esse show ao vivo. E para terminar este lindíssimo domingo que vai ficar guardado em minha memória fui assistir ao show do YES ! Puts que show, os véio tão afinadíssimos! ! Repito um domingo para tirar o chapéu ! Valeu !

  20. Mario Martin says:

    Gomes e galera geral.

    Fui sim a Interlagos. Posso dizer que:

    – Sim, as corridas foram muito boas.

    – Quem estava no Paddock ainda rolou show, bebida, comida na faixa.

    – Estrutura zero para nós da arquibancada. Sem qualquer evento maior, Interlagos é da mesma forma.

    – Ficou cheio porque a cerveja deu os ingressos na compra de um pacote de latinhas. Dúvido que o público ficou sabendo de outra forma.

    – Também duvido de alguém ter pago o ingresso na bilheteria. Tinha até cambista vendendo ingresso VIP na porta e na frente dos policiais.

  21. glauco says:

    sabado a pista estava vazia. otimo para quem queria tirar belas fotos e namorar. as arquibncadas estavam todas abertas e todo mundo podia passear pelo autodromo. foi maravilhoso ver as maquinas de perto e os ingressos eram baratos mas a maioria das pessoas nao sabiam que o ingresso comprado no domingo tambem dava direito ao sabado.

  22. gustavo says:

    Pessoal fiquei sabendo pois sou fã de carteirinha de qualquer corrida de carro até mesmo autorama ou rolemã.
    Acompanhei pelo racetv pois pela rede tv não passa em suas filiais uma M….. , ficam passando anuncios do tipo ligue já ………………..

    Pessoal se tiver alguem ai que trabalha, conhece, ttem conhecido que conhece e etc (FLAVIO POR FAVOR) alguem da redetv, diz pra eles uqe tem muita gente no Brasil que gosta e nao quer ficar comprando nada durante o dia todo.

    veja na regiao de campinas, santos etc que tem a redettv pela rede vtv filial algo assim ………………..
    NOS AJUDEM

    GRD ABRAÇO FG E PARABENS PELOS DEPOIMENTOS.

  23. regi nat rock says:

    Em Santos a rede TV apresentava um canal de compras… Bão né? depois reclamam que o Ibope só dá traço… Assisti pela Internet. Corrida Legal mas nada assim espetacular salvo a ultrapassagem do Xandi na única oportunidade que se apresentou. O resto foi o trenzinho de sempre com um ou outro arriscando uma ultrapassagem na freada do S. As outras, que foram mostradas, geralmente ocorriam por conta de erros de quem ia na frente. Mas valeu pela turma que foi assistir. Como alguém aí em cima destacou, com um tiquinho mais de divulgação até campeonato de xadrez tem audiência. Acertou a mão o Herman. Ufa!!, que levem a receita a sério. Automobilismo de competição está precisando muito.

  24. Ricardo Reno says:

    Fazia muito tempo que não ia a Interlagos. Mas vi um público interessado e entusiasmado com a corrida.

  25. Marcus Vinicius says:

    GT1 = Fórmula 1 dos GT.
    + belos carros
    Divulgação na RedeTV. Estranho é que eles anunciaram a transmissão, mas, pelo menos aqui no DF, ficaram passando propagandas daquelas traquitanas que vc compra e ganha mais uns 10 produtos… Acabei assistindo pelo site da GT1 mesmo. Bela corrida!

  26. Mauricio says:

    Sou de BH e acompanho pela sport tv a GT1 e tendo ido à F1 em SP onde não vi, nem ouvi nenhuma confirmação da GT 1 em Interlagos.Gostaria muito de ter ido e espero que no ano que vem,tenha o mesmo sucesso e divulgação bem antecipada.Abs,Mauricio

  27. Japa says:

    Bom dia Flávio,
    Estive no evento em Interlagos neste final de semana maravilhoso e presenciei 3 provas sensacionais horários bem cumpridos, visitação dos boxes (um espetéculo) e preços acessíveis. Uma crítica é no ítem alimentação nas arquibancadas , era quase impossível comprar algo para se comer (filas enormes), passei o dia todo sem comer nada queria agua e não tinha (só refrigerantes e cervejas) , mesmo assim valeu a pena. Quanto as provas , um parabéns.

  28. Valmir Passos says:

    Flavio, a corrida foi show. Infelizmente a estrutura de Interlagos é bem ruim. Flanelinhas de monte, polícia e CET de menos, mas infelizmente é a realidade. Mas a corrida em si, que é o que interessa foi muito muito boa.

  29. Douglas says:

    Eu gostei muito!
    Me espantei com o preço do ingresso! Havia ganhado 2 ingressos para a arquibancada com um site que expoe uns simuladores lá (GTBR) enfim não tive como chegar cedo e tive de comprar… 2 ingressos por 10 reais, pagando meia!
    O dia foi ótimo, corridas empolgantes, principalmente da arquibancada com vista ao S do Senna, GT1 foi magnifico! o som dos carros…
    Unica coisa contra, organização da arquibancada, meia duzia de gatos pingados na “torcida” do BB e o resto se amontoando lá! ao lado… até uma hora que liberaram…

    Fiquei bem impressionado mesmo, fui na ultima GTBrasil, e não havia nem 1/3 deste publico que foi!

  30. Marcelo Couto says:

    Eu saí do Rio para a corrida e não me arrependi. As pessoas gostam de corridas, falta divulgação e proximidade do público com os pilotos e equipes. Creio que se houver pressão nos dirigentes para taxas menores, teremos mais gente nas pistas e, consequentemente, nas arquibancadas.

  31. EduardoRS says:

    Divulgação? Eu vi só na internet. Na “grande mídia” (jornalões, programas esportivos, etc), NADA. Se eu não lesse o GP, nem saberia da prova.

    Outra coisa, tem algum canal que transmita a GT1? Até hoje eu só vi no Speed, transmissão de provas com 6 meses de atraso, como é a norma para aquele canal.

    Mas que bom que teve público. Imagina se tivesse sido bem divulgado. Se eu morasse na região, iria certo.

  32. Fernando La Ferrera says:

    Fui no sábado com minha esposa, filhos e amiguinhos deles… era uma das 67 testemunhas no autódromo. Não havia banheiros nem 1 lugarzinho sequer para comprar uma garrafa de água dentro do autódromo, mas as corridas foram muito boas… o ronco dos motores da GT1 na largada…absurdo…fantástico. Voltamos no domingo com mais um carro e com mais amiguinhos das crianças, empolgados com a divulgação q os pequenos fizeram. Esperávamos um público um pouco maior, mas o q vimos, foi surpreendente. No setor em q estávamos, perto do “S”, tudo lotado. É certo q muita gente saiu depois da corrida de GT3, o q demonstra uma falta total de conhecimento, pois perderam a pérola da tarde, q foi a GT1, mas as corridas foram muito boas, com bons pegas, alguns toquinhos, e a vibração q só uma arquibancada cheia proporciona numa corrida. Foi a primeira vez dos meus flhos em um autódromo, e já tive q prometer q voltamos no ano q vem. Pela empolgação deles, acho q vou ter q alugar uma van…

  33. André Scudeller says:

    Divulgação: se não fossem os blogs…
    Evento: tempo ótimo, corrida idem…
    Infra: ruim, como sempre…

  34. Fernando Mozart says:

    Se não você vocês do site, na miha opinião o melhor do Brasil, nem saberia desse evento. Tomara que continue assim, bons preços para bons espetaculos. Parabéns também a Itaipava por acreditar na GT3 e trazer a GT1 para o Brasil.
    Impressionante os carros da GT1 atravessando a reta. Foi minha primeira vez em Interlagos e espero que esse exemplo de organização seja seguido por outros.

  35. Adilson Faltz says:

    Eu comprei antecipado pela Internet o ingresso de R$ 50 do “Club Itaipava”, queria um pouco de conforto e uma boa posição para fotografar do lado de dentro da pista, além do acesso aos boxes.

    Perdi o acesso aos boxes, pois cheguei 10:30hs em frente ao autódromo e só consegui estacionar lá dentro as 11:40hs por R$ 20 muito prá lá da Curva da Junção. Quando cheguei ao tal “Club”, depois de caminhar uns 20 minutos dentro do autódromo já era 12:00hs e os boxes já estavam fechando.

    No site do Itaipava GT diziam que o “Club” – uma sala com umas mesas e cadeiras de plástico da Itaipava e duas TVs, mais um terraço com umas tendas ao lado do heliponto – teria uma lanchonete exclusiva. Sim, exclusiva, mas com 3 funcionários LERDOS, fiquei meia hora na fila. O cardápio era hot dog ou pizza, as opções de bebida eram cerveja quente, refrigerantes Itaipava (It Cola e afins e água).

    Bom, valeu ver o GT1, carros lindos, o ronco das Maserati e dos Aston Martin. E o local era mesmo bom para as fotos: http://www.flickr.com/photos/adilson_faltz/sets/72157625489029500/

    No final, indo buscar meu carro lá do outro lado do autódromo, vejo dois caras pulando o muro e um “segurança” nem tomando conhecimento, peguei o carro e logo mais a frente os dois tinham acabado de estourar o vidro de um Corsa, mas tinham sido pegos por outros seguranças.

    Resumindo então, a estrutura podia ter sido melhor, a Itaipava GT é interessante mas depois de 3 voltas já tinha retardatário, e a GT1 foi muito boa mesmo!

  36. Paulo. says:

    Vamos lá: público maior que administração esperava e que eu imaginava. Resultado, parei o carro na rua a módicos 30,00 dinheiros, mais caro que o autodromo que cobrava 20,00. Comprei 04 ingressos de um cambista (que tinha 06 maços de ingressos para venda) a 5,00 cada, mais barato que o autodromo que cobrava 10,00. Sentei no começo da reta que na minha humilde opinião é o melhor lugar em termos de visão. (tirando a torre, claro) Só consegui comer um espetinho mal passado e tomar um guaraná a 9,00 os dois após mais ou menos 30 minutos de fila. Quanto a corrida, duas palavras: legal demais!!! valeu pelo desconforto.

  37. LUIZ STRAFORINI says:

    Bom dia Flávio,fui ao autódromo no Domingo e foi muito tranquilo,estacionei o carro dentro do autódromo em baixo de uma arvore a R$20,00 peguei meu kit da Pirelli com camisa,boné,lanche e tal.Daí foi só curtir as próvas,da TNT SUPER BIKE,O ITAIPAVA GT BRASIL E A FIA GT1,teve muitos pegas em todas as corridas,na visitação dos boxes faltou bastante foram os brindes só consegui um boné dos EBRAHIM,interessante foi que os gringos da FIA GT1 deixaram os boxes totalmentes abertos deixando as pessoas chegarem pertos dos carros,lógico que um ou outro limitava um pouco,mas foi legal pacas.
    Bom parece que no ano que vem vai ter a copa MERCEDES BENZ na GT BRASIL com o sedam C250 CGI.
    Aproveitando, vai participar do pròximo sábado na cup.

  38. Mário Sérgio says:

    Flavio, cheguei lá cedinho e os ingressos para visitação estavam esgotados ( Foi a única decepção) ,entretanto, adorei as corridas, sai de lá por volta das 16:00hs feliz da vida.
    Agora eu aprendi a lição [serve também para os que ficaram chupando o dedo da arquibancada]: comprarei o ingresso antecipadamente.
    Por fim, avistei o sempre luso MIPO-LUSO e o Dú Cardim atravessando a pista e passeando no pit-lane.
    Foi um domingo ótimo.

  39. Patrick Vaz says:

    Eu fui.
    Um amigo ganhou cinco ingressos da Itaipava…
    Faltaram dois otários, digo dois amigos, que não quiseram ir.
    Estava realmente cheio. Lembrou-me o setor G da F1.
    Mas eu acho que é porque os ingressos eram, maior parte, cortesias (uma arquibancada grande da Itaipava outra da Pirelli e outra mais perto do S que não vi de qual empresa).
    Mas tinha bastante pagante também, quando cheguei havia filas na bilheteria.
    Os nossos ingressos de cortesia ainda valeram um lanche (melhor que o da F1, mas não muito) e três bebidas para cada um dos três patetas, graças a um amigo que um dos meus amigos fez na corrida da F1, que tem QI…
    Gostei.
    Agora só me falta ir ver a corrida do Meianov…

  40. Ricardo says:

    A corrida sensacional, me impressionou como mesmo sendo uma categoria multimarcas, os carros andam sempre próximos, alias falandos nos carros, muito lindos todos os modelos, cada um com um ronco particular, o da Corvette perfeito…….em relação ao evento, o de sempre, poucos banheiros, quase nenhum cesto de lixo, o que resulta naquela cena no final da corrida aonde o autodromo parece um lixão……a falta de organização e tanta que eu entrei sem apresentar meu ingresso, o senhor que no momento estava na portaria estava mais interessado em conversar com os outros e eu fui entrando sem apresentar a minha credencial………bom aquilo de sempre, carros e a corrida perfeitos, o resto mais ou menos o que estamos acostumados em eventos no Brasil…..

  41. Fabricio says:

    Fui as outras 2 etapas do GTBR aqui em São Paulo e o autódromo estava com bom público, mas não tão lotado como hj. Cheguei cedo, 9:00hs, estacionei depois da curva do café. O evento foi de primeira. Aos q reclamam de estacionamento, som e etc fiquem em casa. Quem quer muito conforto, não quer esbarrar em ng, quer banheiro vazio e carro estacionado de graça só em casa. Tudo muito bom. Muitas pessoas estavam lá pela 1ª vez e ficavam impressionadas com os carros. A Itaipava está investindo alto neste campeonato e vai caindo na simpatia das pessoas. Interlagos é fantástico, tem alma, tem história, cada canto, cada curva, tudo é histórico. Os pilotos do GT1 foram muito atenciosos durante a visitação, alguns ensaiaram algumas palavras em portugues, autografaram camisetas, cards e tiravam fotos. Algumas equipes permitiam q se entrasse nos boxes. Eu tirei uma foto do motor do Corvette que ficou fantástica, coisa fina. A unica ressalva foi com o Bernoldi. Não sei se com a impressa ele age da mesma maneira, mas com o público sequer olhava para as pessoas. Fui puxar conversa, falar sobre a corrida de ontem e ele ignorou. Bem, foda-se ele. O Sérgio Jimenes e o Zonta ao contrário, pareciam que estavam bem felizes, conversavam bastante e estavam dispostos a fotos. Quanto ao GT3 e 4 o de sempre. Pilotos junto de seus carros dispostos a uma conversa, vide o Rafael Derani, o Pedro Queirolo, Carlos Burza, Marçal Mello e outros. O Otávio Mesquita é outro mala, não me desce aquele sujeito. Enfim, assisti as Motos e o GTBR no Vip, mas o GT1 fui para a arquibancada. Não tem comparação. No VIP tem comida e TV, mas a maioria das pessoas não estão muito interessadas na corrida. Conversas paralelas são o que predominam, nem parece que estamos num autódromo. Na arquibancada é diferente, ali estão aqueles que querem ver os carros, há torcida, as informações se completam, os gostos variam, uns gostam mais do carro vermelho, outros do azul, e todos gostaram muito de um Corvette que vinha lá pelos últimos, mas dava um show na freiada do S. Vinha parando no câmbio e deslizava. Muito bom.
    Ah, um detalhe: a Fiorella Matheis desfilou pelos Boxes, como é linda.
    No demais foi isso. Um evento para a família que vale cada centavo gasto.

    • vitão says:

      realmente as equipes daGT-1 são 10, deu para entrar nos box e conversar sobre deltalhes dos carros,restritores e regulagens. A atenção e educação dos mecanicos é surpreendente.

  42. Eduardo - SP says:

    Impressionante. O trânsito digno de F1 era uma amostra do que estava por vir no autodromo quase lotado. Os carros sensacionais e o sol certamente ajudaram.

  43. nao sei se a sportv, espn ou bandsports transmistiram.

    na tv aberta, so foi divulgado pela RedeTV!

  44. Alan Ruggero says:

    Nunca imaginei que conseguiria um dia parar meu carro ao lado da reta dos boxes, cerca de 20 metros da pista, e com direito a sombra e tudo mais. Neste domingo, recheado de boas corridas, essa vaguinha camarada foi o que mais me animou…

    Em relação ao evento, só tenho que parabenizar aos organizadores (Antonio Hermann e Cia) por – até que enfim – fazerem algo destinado ao público. Os ingressos a preços baixos foram importantes fatores para a casa cheia que se viu e comentou por aí. Até pensei em ficar no conforto do camarote, mas por experiência própria, acompanhar das arquibancadas é muito mais emocionante.

    Foi bem legal a vibração do público com cada ultrapassagem do Maserati #2 de Bernoldi e Xandinho; dupla essa que, por sinal, fez por merecer a vitória. Guiaram muito!

    Nota 10 para o ronco dos carros. Especialmente a Lambo. Eu já acompanho o FIA GT faz um certo tempo e tinha curiosidade de escutar ao vivo o V12 desse modelo, que lembra um pouco o som em baixas rotações a Mclaren MP4/6 que o Ayrton guiou.

    A receita é essa: Carros fantásticos, dia bonito, ingressos baratos e uma vaga camarada ao lado da reta dos boxes.

    Torço para quem em 2011 esse evento volte a ser realizado em Interlagos, pq certamente estarei lá mais uma vez…

  45. Orlando Salomone says:

    Assisti pela Rede TV. Bonita prova, com brigas interessantes, legal de se ver. Parabéns aos envolvidos.

  46. Paulo F. says:

    Fácil: foi bem organizado, a divulgação não foi espetacular mas foi efetiva, estava sol, os carros são competitivos. No final uma experiência positiva.

  47. Roberto Borges says:

    Saí de Santos esperando encontrar meia dúzia nas arquibancadas. Putz!
    Não havia onde estacionar!! Sei que os aficcionados estavam marcando a prova como eu, desde o anúncio, mas tinha muita gente caída de paraquedas (diga-se promoção da Itaipava).
    Se foi a cervejaria, palmas para ela. Mas um bandão de gente saiu depois da GT Brasil. O típico povo que foi só pelo convite.
    O negócio é o seguinte: TV, patrocinador forte, promoção! Aí lota até jogo de botão em São Paulo.
    Foi legal!

    • vitão says:

      isso mesmo, agradecemos a Itaipava por bancar a festa, mas a turma camiseta-boné-coxinha dá uma falsa impressão, tanto que metade do ´publico foi embora da GT3 e perdeu uma das melhores corridas do ano. E o Munch deve ter pesadelos com o morcegão , afinal foram 2 acidentes com as LAmbos nas 2 corridas (sábado edomingo) . Ah, e só para constar, tinha estacionamento dentro , com entrada pelo portão T/L , mas não foi divulgado, e só tinha uma placa. Falha grave do pres-realease ( deve ter sido estagiário) . /a montagem do clube VIP não estava pronta e foi concluída as 9hs. Recado para o Guazzelli : o pra-raios da arquibancada (bem em frente ao heliponto) está pendurado pelo cabo e pronto pra cair na cabeça de alguém . O pessoal da SRO vaga entre arrogante ( tem um japonês que mão apanhou por muito pouco) e educado, mas totalmente despreparado. E no sábado vi i pessoal da Ink -all surtar porque a catraca não liberava com a credencial FIA deles, e ninguem da FAQUI falava o mais rudimentar inglÊs ( nas áreas onde circular mos gringos deveriam ter alguém bi-lingue) ). E quase houve um motim dos mecanicos da Reiter, Hexis e Matech porque o único local para comprar lanche e refrigerantes era uma barraca de quermesse no fundo do paddock, e o restaruante, perto da sala Williams. Até que um iluminado comprou o estoque para as grid girls – 40 lanches, e o estoque acabou. Vergonha por Octavio.
      Se vou de novo ? Claro.

    • vitão says:

      ah, e comprar ingresso foi um drama, porque o camarote só tinha nas lojas da Pirelli, os vendedores não estavam a fim de ajudar, e ainda quiseram me enganar dando a credencial errada, e ainda queriam me convencer que estavam certo. Não é falta de preparo, é falta de ética.

  48. Flavio
    O Hermann sempre é muito criticado por alguns, mas graças a seus esforços tivemos a oportunidade de vermos por aqui a LMS e agora essa etapa sensacional da GT1. A divulgação poderia ter sido melhor, mas graças ao evento da GT3 ter normalmente um bom publico, o evento como um todo acabou sendo muito superior ao esperado. Agora falta só resgatarmos os bons tempos das Mil MIlhas, e se tudo der certo em 2011 teremos o retorno da nossa mais tradicional prova.

  49. Milton says:

    Tem um monte de gente que vai torcer o nariz para alguma coisa, qualquer, que seja.

    Eu só posso dizer, com a autoridade de quem esteve sabado no box da Mad Croc Racing acompanhando a corrida,e domingo no paddock, que foi uma prova EXCELENTE.

    Teve disputa, teve toque, teve ultrapassagem na marra… GT1 deu show. E em todos os aspectos.

    E isso sem falar sobre os carros, que eram verdadeiras maquinas.

    A “nossa” GT3 também não fez feio,e foi bem interessante, a despeito da luneta que o Wagner Ebrahin deu em todo mundo.

    Resumindo: mais provas desse tipo e nosso automobilismo não estaria tão ruim com está. O que é pena é que todos são carros de longe desse pais tropical. É a vida, é a vida…

  50. Flavio,
    Autodromo para o público continua desconfortável. Falta estacionamento (R$20-30 na rua, para os flanelinhas), banheiros e alimentação. Som do sistema interno só para a arquibancada coberta. Telão também.

    A divulgação da corrida na RedeTv e nos sites também ajudou. Mas nada na rua e nos jornalões, máximo uma notinha.

    Vai mal.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *