MENU

segunda-feira, 22 de novembro de 2010 - 17:20Automobilismo internacional

JJ

SÃO PAULO (um dos grandes) – Não, não desprezo a NASCAR, não. E muito menos um cara capaz de ganhar um campeonato tão difícil cinco vezes seguidas. Jimmie Johnson conseguiu o feito no fim de semana em Homestead e entrou para a história da categoria de vez. É o primeiro a faturar cinco canecos consecutivos.

O #48 torna-se, assim, um dos maiores de todos os tempos. E a NASCAR é legal pacas. Tem lá suas maluquices, às vezes lembra rodeio no interior, coisa de caipira, os caras correm às vezes em pistas absurdamente pequenas e perigosas, mas não há como negar sua popularidade e a incrível paixão dos americanos por essas corridas.

Palmas para o JJ, pois, que ele merece!

E aproveitem o ensejo para dizer aqui se acompanham a NASCAR regularmente. Talvez a gente precise de um feedback maior dos leitores para começar a dar mais espaço ainda no Grande Prêmio — embora eu não conheça nenhum site no Brasil que tenha alguém contratado só para isso, como é nosso caso com o bravo Felipe Giacomelli, especialista-mor do país no assunto.

180 comentários

  1. RafaelPereia disse:

    Contando as horas pro Gatorade The Duels deste ano. E depois Daytona 500!!!!!
    Dalhe 18!!!!!

  2. Rafael disse:

    A NASCAR é legal pela competitividade. E não é mais só uma categora de caipiras americanos, ela vinha expandindo a variedade do público ano a ano e só está tendo problemas agora por causa da crise econômica americana que afeta todos os grandes esportes de lá.
    Além disso tem ótimos pilotos como o JJ, Jeff Gordon, Tony Sstewart, os irmãos Busch, Denny Hamlin, etc. Geralmente tem no mínimo uns 10 com chance de ganhar por corrida e várias ultrapassagens acontecendo o tempo todo.

    Só discordo dos caras que falaram que as melhores corridas são Talladega e Daytona, pq pra mim essas duas são meio “loteria”.

  3. Ricardo Ferreira disse:

    Não vejo uma categoria no automobilismo melhor que a NASCAR. Sou um fã dessa categoria.

    Ela tem de tudo: grid repleto de carros, vários pilotos com chances de vitória, grande diversidade de pistas, corridas demoradas, muitas ultrapassagens, totós propositais. Não tem ordens de equipe pra ceder passagem ou vitória à outro piloto, piloto retardatário não é punido por ficar bloqueando os líderes.

    Ah…tem Daytona e Talladega.

  4. chico camargo disse:

    Corridas em oval são o maior SONÍFERO do mundo.

    Durmo, acordo, vou ao banheiro, volto, vejo mais um pouco,

    durmo de novo, acordo, como e bebo algo, volto, e os caras lá…, é muito chato…,

    Alias nunca vi piloto de oval se dar bem em outro tipo de autódromo ou outra categoria. Já o contrário é muito comum, desde os tempos de JIm Clark, Grahen Hill, Emerson Fittipaldi, Hélio Castro Neves, etc.etc.etc.

  5. Luiz fernando disse:

    Acompanho todos as provas da Nascas no Canal SPeed…..DÁ DE MIL A ZERO NA estoque….pena, que agora só em Fev/2011. …..

  6. chico camargo disse:

    Não me atrai corridas em ovais. delas a Nascar é a melhor.

    Mas mesmo assim não me interesso pela categoria.

  7. Thomperson disse:

    A NASCAR não merece espaço na imprensa especializada brasileira por um simples motivo: É simplesmente um regional sulista americano, sem nenhuma força internacional.

    A NASCAR não merece mais espaço que as internacionais Fórmula Indy, V8 Supercars, DTM, WTCC, American Le Mans Series…

    E olha que mesmo não acompanhando a Nascar, sei até bastante sobre ela, sobre sua história, sobre o modelo de seu campeonato (totalmente confuso e diferente para aquelas pessoas que partem do conceito Fórmula-1zado). Mas isso é basicamente mera curiosidade pessoal. Não creio que coisas assim façam a Nascar ter mais espaço em um país como o Brasil, que tem pilotos brasileiros na F-Indy e até mesmo uma corrida brasileira nesta categoria americana internacionalizada, que por sinal tem um potencial muito maior ao da Nascar, que apenas vive um bom momento por conta dos longos anos de divisão na Indy.

    Mas a festa na Nascar está perto do fim. Nas 2 últimas temporadas a categoria da família France teve queda de público e de audiência televisiva. Em 2009 foram quedas de mais de 10% e 15% respectivamente. E até os jornalistas especializados americanos já falam que “o melhor da Nascar já passou”. Eles tem razão.

    E um campeonato onde o mesmo cara ganha tudo, vai perdendo a graça também… A Fórmula 1 começou a sua decadência em uma fase de grandeza megalomaníaca onde o mesmo cara vencia todos os campeonatos, isso na 1ª metade da década de 2000. Está acontecendo o mesmo com a Nascar agora. Daqui há alguns anos é montadora saindo, dirigentes quase rachando a categoria, e precisando apelar para artificialismos de marketing para tentar mantê-la ainda com alguma graça.

  8. José Picoral disse:

    Abomino pistas ovais, e por consequência a Nascar.
    Dar atenção a Nascar é o mesmo que a Globo deixar de transmitir o Brasileirão e passar a transmitir o futebol Japones. Lixo.

  9. Lima disse:

    Acho que a importância da Nascar para os fãs do automobilismo no Brasil pode ser vista no twitter durante as corridas que só não supera a movimentação durante as provas da F-1.
    Fiquei surpreso com o post em seu blog, pois no programa de tv do qual participa é notório o desprezo com que a categoria é tratada, não se sabe as regras, os pilotos, noves fora a coça em cima do Montoya.
    Acho difícil que alguém se informe sobre Nascar a partir do GP simplesmente pq as notícias ou chegam muito atrasadas ou não tem. Ainda que tenha melhorado, pois era comum o resultado só vir no dia seguinte a tarde; ainda é mais fácil acessar o site oficial que difetentemente da maioria das categorias é útil.
    Para quem não tem essa possibilidade por conta da língua ou tempo, as notícias chegam via twitter, via blogs de fãs que traduzem noticias estrangeiras e produzem material próprio (Nascar brasil), e o blog do jornalista Rodrigo Mattar.
    Para a cobertura do GP no assunto melhorar, para começar é preciso ter interesse real em cobrir a categoria (coisa que sinto que começa a acontecer por aqui), mais velocidade na entrega das notícias e uma pauta diferenciada que não fique apenas nos resultados, ou seja, que cubra as movimentações na categoria (nem que seja mera tradução) e traga informações curiosas sobre a categoria.

    Cordialmente.

  10. Wallace Roncete disse:

    acompanho a Nascar, assim como a F-1, não perco uma corrida sequer, mesmo não gostando muito dos responsaveis pela transmissão, mas enfim, seria muito bacana se o grande premio olhasse com mais carinho para a categoria do Tio San e o montoyometro

  11. Acho que o Grande Prêmio deveria dar um pouco mais de destaque à tentativa de Nelsinho Piquet na NASCAR e dar mais atenção à Miguel Paludo, que também esta correndo por lá

  12. Acompanho sempre que posso as provas da NASCAR. São, em sua grande maiorias (com exceção das corridas em Taladega), provas muito disputadas e qualquer um pode vencer. É um ótimo exemplo de como o automobilismo deveria ser tratado no Brasil e um modelo que deveria ser seguido pela porcaria da Stock Car. Obviamente é um estilo de disputa diferente do que o brasileiro está acostumado a ver, mas quando se acostuma, vira uma competição extremamente interessante.

  13. Luis disse:

    Olha, Flávio … eu acompanho a Nascar desde a época em que a Cultura passava VTs das corridas narrados pelo Celso Miranda. Ultimamente, acompanho o campeonato pelo Speed Channel

    É um campeonato bastante interessante, dinâmico, à moda e cultura estadunidense. Quando você se acostuma com o formato do campeonato, ao modelo e as estratégias de corrida, é diversão pura.

  14. Anselmo disse:

    Pode escrever sobre a Nascar que tem muita gente que ve e gosta, eu por exemplo. Lá tem imagem de todo lado, e são liberados para o mundo inteiro, não é como a RGT que não passa nem libera imagens da “mini nascar tupiniquin”

  15. Ricardo Onil disse:

    Sempre gostei dos ovais, e este ano consegui acompanhar quase todas as provas no SpeedChannel, muito bom, seria legal termos mais cobertura da NASCAR.

  16. Marcelo disse:

    Flávio olhe mais para a Nascar… se alguma categoria do mundo quer aprender sobre organização, igualdade, profissionalismo, esporte pleno, corrida decidida na pista… é só passar a assistir Nascar. Fazem de cada corrida um show… interessnte para quem está no circuito e interessante para quem está na TV. Conselho: vejam mais Nascar.

    • Ricardo Ferreira disse:

      É isso aí Marcelo!

      Tenho o SPEED CHANEL desde de 2007 e raramente perco uma corrida desde então.

      Assistir NASCAR é pra quem gosta de assistir corridas.

      Quem gosta de ver algo parecido com automobilismo, que assista F1, Stock, F-Indy.

      PS: Eu assisto também assisto essas coisas parecidas com automobilismo, mas sem tanto entusiasmo. Normalmente costumo trocar de canal.

  17. Sandro Patti disse:

    Flávio
    eu já fui a 3 corridas da nascar em Daytona, e posso afrmar com certeza o sucesso de público. O evento é um dos mais completos dentro do automobilismo que já acompanhei, os carros não tem tanta tecnologia, mas são muitos rápidos e todos podem de certa forma ganhar, muito competitiva e bacana de acompanhar. nota 10 para a Nascar!! viva JJ!

  18. rafael disse:

    O mais legal da Nascar é que apesar da categoria movimentar bilhoes eles mantem esse jeito caipira que o Gomes falou o que lembra a F1 de 30 anos atras sem muitas frescurites e distanciamento do publico!

  19. viscondi disse:

    Eu gosto. e sempre que posso assisto.

  20. rafael disse:

    A Nascar só não é popular no Brasil porque não é transmitida pela Globo, cloquem 1 ou 2 brasileiros e o galvão Bueno narrando a corrida nas tardes de Domingo(no lugar do chatissimo faustão) e rapidinho todo mundo esquece a chatissima F1$$$!Infelizmente o rebanho de papagaios brasileiro é assim, vai na onda e engole o que a midia vende!

  21. Alquieres disse:

    Eu assisto de vez em quando.
    Assistia mais quando passava também no BandSports.
    No SpeedChannel, não gosto muito da narração.
    Contudo passei a prestar mais atenção na Nascar por causa do Montoya.
    E de lá pra cá.
    Passei a preferir ela, do que a DTM, que desde que ficou duas marcas, tá um porre…
    Em compesação a Nascar, tem lá seus atrativos, os irmãos Busch, JJ, Montoya, o nr 24…rs; Sam Hornish… é bem feitinha.
    Abraços…

  22. bene disse:

    é chato igual futebol americano.

    só não consegue ser mais chato que baseball.

  23. marcio cordeiro disse:

    A minha preocupaçao com a Nascar é a mesma que os norte americanos tem pelo Brasil.No dia que eles deixarem um brasileiro vencer(coisa que acho bem dificil pois eles sao avessos a sua internacionalizaçao),talvez eu acompanhe.

  24. Armando Vieira disse:

    Fala Flávio,

    Para mim, hoje a NASCAR é a melhor categoria do automobilismo mundial, ao lado do WRC. Pena que a cobertura sobre essa categoria no Brasil é pouca, e as transmissões só para quem tem TV paga, e ainda assim nos “pacotes completos”. Pacote básico, esquece, a gente não vê mesmo.

    Acompanho a NASCAR sempre, pelos meios que temos à mão, como a internet. Se for por falta de manifestações, pode esquecer de não cobrir a NASCAR.

  25. Antônio disse:

    É isso aí (Orlando), temos muito o que aprender, inclusive em termos de viabilidade econômica e técnica das nossas corridas. Os americanos sabem das coisas nesse ponto. Sabem conter custos de administração das pistas (custa muito menos administrar os ovais do que os mistos), não há um único patrocinador para os dois, três ou quatro carros de uma equipe. São muitas corridas porque os custos de cada corrida são baixos e atrai a grande massa de espectadores, o patrocidador sente vontade de anunciar pois sabe que um grande público vai ver a sua marca.

    Os ovais poderiam ser um pouco mais diferentes uns dos outros (no desenho e elevação), incluindo mais pistas mistas de grande porte para comportar os carrões da categoria.

    Resumindo a NASCAR deselitiza totalmente o automobilismo e isso é ótimo.

    Automobilismo, para ser atraente não pode ser coisa apenas de ricaços.

    Teríamos muito a aprender e aplicar à nossa STOCK CAR.

    Valeu!

  26. Orlando Salomone disse:

    Em termos de organização e paixão, temos muito a aprender com os caras. Mas em circuitos mistos, damos de dez.

  27. Jáder, O Pitoresco disse:

    Só acho que na metade dos circuitos ovais os pilotos deveriam correr no sentido horario. Eles passam um campeonato inteiro só fazendo curva pra esquerda!

  28. Marcelo disse:

    Acho a Nascar toda over: são muitas corridas no ano, muitas ultrapassagens, mas todas parecidas, muitos pontos no campeonato para todos. É uma abundância bem americana, X-Burger de 3 quilos. Tudo girando para o mesmo lado. Não gosto, não. Não acompanho.

  29. William Neumann disse:

    Acompanho a NASCAR faz muito tempo (12 anos), é uma categoria totolmente diferente daquelas que estamos acostumados a assistir no Brasil. A competitividade que a igualdade de equipamentos proporciona é muito maior que a fórmula 1 por exemplo. Não existe, jogo descarado de equipe, pois, cada carro tem um patrocínio diferente. É uma categoria, na qual, è necessário entender suas regras.

  30. rubem rodriguez gonzalez disse:

    A NASCAR é a prova cabal que americano consegue fazer espetáculo de tudo e ainda por cima gera bilhões de dólares com isso, se bem que para um país que é aficcionado por Golf e chama aquela idiotice de beisebol de esporte qualquer coisa é válida.
    Respeito quem gosta, mas é a coisa mais sem graça do planeta. lembra você colocar um disco na vitrola -só vale para quem já viu uma na vida – e ficar olhando o disco girar. Os carros são horrorosos, os circuitos são aqueles ovais e tri ovais aonde largam 500 carros e muitas vezes é tão pequeno que o último do grid larga na frente do pole position…..corridas longas, enfadonhas, repetitivas e um sistema de pontuação em que o campeão acumula alguns milhões de pontos. a distribuição de pontos é um capitulo à parte e como todo o esporte “simples”americano deve se dedicar algum tempo só em destrinchar essa parte .
    Provavelmente como os outros dois esportes que citei acima , só deve ser engraçado para quem pratica. Porém como escrevi acima, cada louco com a sua mania e cada um na sua praia e só para constar o JJ deve ser realmente um fenômeno, um cara que é cinco vezes seguidas campeão de alguma coisa não é um cara fraco, mesmo se fosse cuspe a distância e não é esse o caso, de qualquer forma palmas para ele.

  31. Rogério Silva Nacif disse:

    Ol’a Fl’avio,

    eu sempre leio as notícias publicadas no site sobre a Nascar. Acostumei a acompanhá-la quando morava nos EUA, e fui em duas corridas. A cobertura da televisão de lá sobre a categoria é fantástica. O Speed Channel faz uma cobertura super completa. E o fato de ter 36 corridas no ano faz o categoria ser uam coisa bem presente nos finais de semana, tal como o futebol aqui no Brasil. Outra coisa interessante é que uns 4 canais de televisão diferentes transmitem as 36 corridas (cada um transmite umas 9 corridas). Parece que eles vendem os pacotes de corridas separadamente. Com isso, vários canais dão notícias sobre o campeonato.

    Um abraço,

    Rogério

  32. Winston disse:

    Olha acho muito legal, e tem muita corrida.
    E corrida chata tambem tem umas 2 de 36 na temporada.

  33. Carlos Jr disse:

    E lembro que há 2,3 ou 4 anos atrás um piloto da nascar ( Carl Edwards) venceu o Schummy na corrida dos campeões.

  34. Carlos Jr disse:

    Nascar é show de bola, sempre que possível eu acompanho.

  35. Lucas Ribeiro disse:

    Olá Flávio!

    Assim como muitos aqui, além de um grande admirador de você e do seu trabalho, também sou um grande fã da Nascar. Discordo de quem fica bradando aqui que o turismo americano não é automobilismo. Respeito que tem essa opinião, mas acho que ela se deve ao pouco contato do público com a categoria. Assisto à Nascar há uns seis anos, e a cada temporada me vicio cada vez mais.

    Acho as corridas espetaculares, com muitas disputas de posições o tempo todo, carros potentes e relativamente seguros, sem as famosas presepadas de equipe. Pessoalmente, sou fã de carteirinha do Jeff Gordon, companheiro de equipe do JJ, que apesar de não gostar muito, torci pelo seu título pela grande temporada que fez, lutando até o final.

    É muito bom saber que o Grande Prêmio dará mais destaque à categoria. A grande maioria dos fãs por aqui acompanha as notícias por aqui ou pelo Nascar Brasil, além do Facebook do Speed Channel e as grandes transmissões do Lago e do Figueroa. Torço muito pelo sucesso das categorias da Nascar aqui no Brasil, e acho que a presença do Paludo, do Piquet, e quem sabe do Kanaan pode ajudar muito. Abraços!

  36. Leonardo Cavalcante disse:

    O Legal é a manchete do globoesporte.com

    era algo mais ou menos assim “Piloto vence stock car americana pela 5ª vez” PQP STOCK AMERICANA????

  37. Alan Lopes disse:

    Flávio,comecei a acompanhar a Nascar em 2008 e desde de então me apaixonei pela categoria. Acho que a Nascar dá de 10×0 na f1pela sua competitividade e pela emoção e não são um bando de loucos não, a categoria é muito profissional, não tem a palhaçada que estamos acostumados a ver na f1 e na sotck brasil

  38. Kleber Ricardo Scaglione disse:

    Flavio como cada dia que passa a F1 fica mais chata com pouca ultrapassagem, tive o prazer de descobrir a NASCAR no Speed os carros não tem nada eletrônico inclusive com carburador e os pilotos não deixam baratos qdo são “contrariados” tem um monte de toques e trocos isso qdo não sai briga de porrada para todos os lados e isso tudo “incentivado” pelos organizadores ou seja eles não se metem não fica aquela coisa pasteurizada do tio Bernie, aproveitando vc pode fazer o seu quadro do Indiana no Hall da fama em Charlotte lá tem um monte de carros históricos (antigos)

  39. Raphael Eterovich disse:

    Com todo respeito aos adoradores de Nascar, mas não acho a mínima graça ….

  40. Renan Garcez disse:

    Eu gosto da Nascar, porém o blog da Nascar que tem aqui, estava a um tempão sem atualização, nunca mais entrei… mais no inico eu gostei..

  41. Alexandre Lopes disse:

    Legal vc falar sobre a Nascar Flávio, é uma categoria que é 100% competitividade e apesar de ter algumas corridas até monótonas (sim, lá tb acontece disso!) no geral o campeonato é sensacional, não tem frescurada com jogo de equipe e o regulamento não é falho como o da Indy!! Sem falar que teremos um brasileiro já confirmadíssimo para correr a temporada completa da Truck Series (categora de acesso a Sprint Cup)!! Acredito que apartir do ano que vem a categoria terá uma visualização maior aqui no Brasil!! Abraço.

  42. Flávio vou usar as palavras do João seu companheiro do LIMITE………para mim a NASCAR, e UM CAROCEL do Capeta. Corridas em oval, cansa de ficar vendo a corrida na TV, tentei assistir as corridas do Nelsinho Piquet…é um saco, aliás acho que ele vai movar na Nascar como o Christian Fittipaldi e o Montoya. Oval só as 500 milhas de Indianapolis.

    Se você fizer uma busca na NET, tem mais citações da pole do Nico no GP do Brasil do que o 5º titulo do JJ na Nascar…lá é bom só o dinheiro…prefiro a DTM ou nossa Stock.

    É claro que a Fórmula 1 sempre em primeiro lugar.

  43. Luciano Gonçalves disse:

    Flávio, acho que o programa Limite e a imprensa brasileira de modo geral dá pouca cobertura à Indy.
    Apesar de ter lá seus picaretas e algumas patacoadas como a corrida do Brasil, é uma categoria com vários brasileiros e muito equilibrada. As vezes uma prova é muito mais interessante que algumas corridas da F1. Acho que no Brasil há vários fãs da Indy que gostariam de uma maior cobertura

    Grande abraço de um fã.

  44. fabio disse:

    No ano de 2011, vamos acompanhar o brasileiro Miguel Paludo na Truck Series. Este ano o cara fez um belo campeonato e já acertou com uma equipe de ponta para o ano que vem.Talvez tenhamos o Tony Canaã correndo pela equipe do Bushinho. Vamos aguardar e trocer muito pelos Brasileiros que começam a invadir a Nascar.

  45. Narciso Mori Junior disse:

    O Flavio mandei um comentario e vc nã postou falei algo que não devia

  46. Abilio Augusto disse:

    Ah, esqueci: Tem alguns circuitos hiper chatos, como Homestead (onde eu não vi nem corrida de jegue ser boa, num sei por que) e outras que são sensacionais, como Talladega e Bristol, mas com um monte de novos mistos nos EUA, como Barber e Baltimore, queria ver esses pilotos virando a direita algumas vezes mais no ano…

    É a categoria mais disputada na atualidade, com um sistema de pontuação próximo do perfeito (só é ruim no alinhamento do chase) e com carros de muitas marcas que são equivalentes e fazem grandes disputas. Legal pro GP acompanhar a NASCAR, especialmente com os brasileiros no futuro (Paludo, Piquet Jr. e talvez CastroNeves e Kanaan).

  47. Fabio Q R disse:

    Em 1 categoria que tem média de publico de 130 mil fanáticos por corrida e que se preocupa em manter corridas em seus mais tradicionas ovais (Daytona, Talladega, Bristol, Martinsville, Charlotte, Darlington . . . . . . .) o Bernie poderia aprender a respeitar os europeus e parar de colocar corrida em paises “Tilkonista” ( China, Cingapura, Abu Dabhi . . . . )

  48. Abilio Augusto disse:

    Acompanho pelo menos as duas principais. O carrossel do capeta é muito louco. E parabéns ao Keselowski campeão da Nationwide, com mais de 5600 pontos de 7000 possíveis…

  49. Vejo quase sempre. Das 26 deste ano, vi 30.
    O barato é ver o 43º no grid, liderando a corrida. Volta e meia acontece isto.

Deixe uma resposta para rafael Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>