MENU

quarta-feira, 27 de abril de 2011 - 11:10F-1

LOTUS-CATERHAM

SÃO PAULO (seria um bom nome) – A bola tinha sido cantada na semana passada pela imprensa inglesa. Tony Fernandes anunciou hoje a compra da pequena e charmosa Caterham, mas nada se falou em termos de mudança de nome de sua equipe na F-1. Segue sendo Lotus, e continuamos todos aguardando uma decisão da Justiça inglesa sobre o uso da marca Lotus no Mundial. Por enquanto, permanecem brigando pela herança de Colin Chapman a antiga Renault e o time de Fernandes, a “Lotus verde”. Chato, isso de ter duas equipes com o mesmo nome num campeonato tão importante quanto o da F-1. Mas os tribunais são lentos, aqui e acolá.

É claro que o movimento de Fernandes não tem apenas um lado sentimental, esse de comprar uma empresa que faz carrinhos de corrida criados por Chapman. Ele está se preparando para perder o direito de uso do nome, e essa preparação, como revela Victor Martins em seu blog, já tem até site pronto para entrar no ar. Assim, uma Caterham F1 não deve ser descartada para breve, muito breve. Na GP2, a mudança vai acontecer e já foi confirmada.

Sobre a Caterham, empresa que fabrica até hoje o Seven baseado no Lotus 7 da década de 50, um blogueiro aí embaixo mandou este link relatando a presença de um carro desses em provas extracampeonato na África do Sul em 1962. Tem até foto. É o carrinho da frente. Vale pela curiosidade.

4 comentários

  1. foca disse:

    Só quero ver se o Fernandes muda o nome do Team Lotus para Team Caterham como é que os locutores da Rede Globinho vão chamar – Equipe C?!…

  2. Paulo Emilio disse:

    Bom seria se os tribunais ingleses decidissem que nenhum deles poderá utilizar o nome LOTUS ! Descendentes sem talento e preguiçosos e grupos financeiros sabe-se lá de onde disputando o nome de algo que não existe mais ! A equipe LOTUS de FORMULA 1 deixou de existir há mais de 20 anos ! Clark, Hill, Rindt, Peterson, Tony Rudd, Colin Chapman e Peter Warr já morreram ! Deixem eles descansarem em paz , restando para nós as boas lembranças ! Abaixo os aproveitadores !

  3. Claudio R disse:

    O mais impressionante é que os Lotus Seven originais tinham motores ridiculamente pequenos (40 CV), e mesmo assim andavam bem – magias de Colin Chapman.

  4. Rodrigo disse:

    Tenho um carrinho desses no Gran Turismo 5, do PS3. É muito divertido de pilotar! Extremamente leve, com uma excelente relação potência x peso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *