FOTO DO DIA

Já que Helmut Marko é um dos caras mais importantes da Red Bull, que acaba de conquistar o tetra, reproduzo aqui a imagem do sempre ótimo “Motorsport Retro”. Assim ficou o capacete do então piloto atingido por uma pedra “lançada” pelo carro de Emerson Fittipaldi no GP da França de 1972. Marko perdeu a visão de um olho no acidente.

markocasco

Subscribe
Notify of
guest
25 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Lucas S.A.
Lucas S.A.
8 anos atrás

Caraca, primeira vez que eu ligo o nome a pessoa… Horrivel o que aconteceu com esse cara, e ainda condenou Clermont-Ferrand. Tragedia dupla.

Tohmé
Tohmé
8 anos atrás

Gomes, depois de anos e anos, ele disse que a pedra não saiu do carro do emerson. Dá um conferida nisso.

Tohmé
Tohmé
Reply to  Flavio Gomes
8 anos atrás

obrigado.

Tiago
8 anos atrás

Mas a viseira era praticamente de papel, parece um EBF-7! hahaha

Renato Powell
8 anos atrás

http://www.youtube.com/watch?v=cXE8hnX9E6w

1972 GRAND PRIX DE CLERMONT-FERRAND FORMULE 1.wmv

Fabio Amparo
Fabio Amparo
8 anos atrás

Nem se o Emerson fosse atirado de elite seria tão certeiro.

Que azar….

Alex
Alex
8 anos atrás

Eu tenho até hoje a Quatro Rodas que fala sobre essa corrida. Era muito legal nessa época porque todo o texto sobre as corridas era (supostamente) de Emerson Fittipaldi. Em um determinado momento ele descreve a corrida em Clermont Ferrand como “andar em uma montanha russa sob uma chuva de pedras”. Fala também sobre a pedra que seu carro arremessou em Marko e também sobre uma outra pedrada que atingiu o retrovisor de seu Lotus e quebrou-o. Imaginem o que era aquilo. É por essas e outras que acredito ser impossível traçar comparações entre pilotos de hoje e de outras épocas.

alfredo zamborlini junior
alfredo zamborlini junior
8 anos atrás

após esse acidente, as viseiras passaram a ser a prova de balas.
mas o tempo mostrou q não à prova de molas.

Eltontoptec
Eltontoptec
8 anos atrás

Taquipariu véio! Que pedrada da moléstia huh?

Diego - Floripa/SC
Diego - Floripa/SC
8 anos atrás

Dessa história eu não sabia, não tem como não lembrar da mola no capacete do Massa, é um perigo real até hoje, mesmo com toda a segurança.

Já devem ter te mandado este link “trocentas” vezes hoje, ou até já saiu aqui, mas gostei da história que não conhecia: http://www.jalopnik.com.br/este-cara-correu-com-um-dkw-pelo-deserto-cercado-por-leoes/

Diego

]Muguello[
]Muguello[
8 anos atrás

Pippo Massa saiu no lucro se formos comparar….

Paulo Pinto
Reply to  ]Muguello[
8 anos atrás

Com esse capacete, Massa não teria resistido ao impacto da mola.
É a tecnologia trabalhando em prol da segurança.

Ernesto Longhi
Ernesto Longhi
8 anos atrás

Foto batidinha para os iniciados. Bom ponto de partida para quem não conhece a história do Dr. Marko (Dr. pela formação jurídica).

ADONIS
ADONIS
8 anos atrás

Baralho!! As viseiras atuais suportam este tipo de impacto?

Allez Alonso!
Allez Alonso!
Reply to  ADONIS
8 anos atrás

Sim, principalmente após o acidente do Felipe.

otavio
otavio
8 anos atrás

Poutz! Antes de ler ia falar que era de um antepassado do Fabio Seixas!!!

Paulo Emilio
Paulo Emilio
8 anos atrás

Isto é uma lenda ! Na revista 4 rodas e no Livro Flying on the Ground o Emerson conta que a pedra foi arremessada pelo March de Ronnie Peterson ! Emerson conta também que fez tudo, como o Stewart , 1º e 2º colocados na prova, para evitar os pedregulhos a margem da pista, fugindo de um furo nos pneus, como aconteceu com o Amon, Ickx , Hulme e outros ! É realmente muito mais provável, que o Ronnie Peterson , buscando tirar tudo de seu March , um carro limitado, com seu estilo arrojado, foi quem atirou mais pedras, espalhadas pelos acostamentos, no antigo e sensacional circuito de Clermont Ferrand , um mini Nurburgring !

Jbchaves
Jbchaves
8 anos atrás

Será por isso que ele detesta pilotos brasileiros?

Vinicius
Vinicius
Reply to  Jbchaves
8 anos atrás

é uma boa explicação…

marcos andre rj
marcos andre rj
Reply to  Vinicius
8 anos atrás

concordo…por isso ele limou um brasileiro da escolinha da red bull

Carlos Roberto da Silva Junior
8 anos atrás

O destino foi cruel com ele na sua época de piloto, mas acabou recompensado quase 40 anos depois como um poderoso consultor da equipe Red Bull na F1.

Thiago Azevedo
Thiago Azevedo
Reply to  Carlos Roberto da Silva Junior
8 anos atrás

Cara, isso não compensa um olho…

Carlos Roberto da Silva Junior
Reply to  Thiago Azevedo
8 anos atrás

Isso foi uma recompensa profissional. Eu aposto que nesse momento glorioso dele na Red Bull, ele nem sente que está cego de um olho!

Guru da F1
Guru da F1
Reply to  Carlos Roberto da Silva Junior
8 anos atrás

É impossível você não sentir falta de uma parte do seu corpo. Não tem como! Só em se olhar no espelho ele se lembra.