MENU

domingo, 27 de outubro de 2013 - 10:14F-1

RED BUDDH (3)

holycow3SÃO PAULO (e contando) – Vettel é um campeão que sorri. Isso é legal. Não faz caras e bocas e não transforma um título mundial num dos trabalhos de Hércules. Era o Hércules ou o Asterix que tinha lá um monte de trabalhos a realizar?

Seja como for, se forem sete trabalhos a realizar Tiãozinho já concluiu quatro deles. E como é muito jovem, apenas 26 anos, tem tempo de carreira pela frente para encarar um eventual ciclo vitorioso de outra equipe e, ainda assim, chegar aos sete um dia.

Sete é um número mágico como era o número cinco, até Schumacher igualar o penta de Fangio. Michael esticou as referências, deixando para seus sucessores a tarefa muito dura de chegar às suas marcas. Elas ainda estão distantes, mas é possível acreditar que poderão ser batidas. Eu só não imaginava que seria tão rápido. Schumacher não é um retrato na parede. Até o ano passado estava correndo. Mal saiu, já apareceu outro.

O fato de também ser alemão não é coincidência. Como não foi coincidência a sequência Emerson-Piquet-Senna dos anos 70 aos 90. Sucesso puxa sucesso, estimula a competição interna, mais gente passa a praticar o esporte, e da quantidade sai qualidade.

Vettel é um gênio de sua raça e continua sorrindo como um garoto porque é isso que é, um molecote que começou muito cedo e sempre mostrou ser especial. Já está entre os maiores da história, claro, mas se comporta como se fosse um mero… ganhador de corridas. Talvez essa noção de que é um dos maiores nomes do esporte de todos os tempos só venha a fazer parte de suas preocupações no futuro. Por enquanto, ele quer é vencer corridas, o que é muito gostoso.

São 36 na carreira, dez neste ano e seis seguidas. Com mais uma, iguala os recordes de vitórias consecutivas de Schumacher e Ascari. Michael ganhou sete sem tirar em 2004. Ascari, entre 1952 e 1953. A marca do italiano poderia ser ainda mais ampla se as 500 Milhas de Indianápolis não fizessem parte do Mundial nos anos 50 — uma situação esquisita, a prova era parte do campeonato, mas apenas americanos corriam lá; eram raríssimas as participações de alguém da F-1. Ascari ganhou sete, pulou Indy e venceu mais duas. Na real, ganhou nove em sequência. Para as estatísticas, no entanto, o que vale são as sete. Sete de novo.

vetteltetra004Quando terminou a prova hoje, Vettel foi para o meio da reta, deu zerinhos, saudou o público, jogou suas luvas para a torcida e fez o gesto mais significativo do dia: ajoelhou-se diante de seu carro e fez uma reverência respeitosa ao seu colega de quatro rodas.

Em tempos de culto ao hedonismo, em que ninguém divide méritos e vitórias com ninguém, Vettel repartiu sua conquista com um automóvel — e seu criador, claro, Adrian Newey.

Ele só é campeão porque tem carro, vão se apressar a dizer alguns hoje. O gesto de Vettel diante de seu RB9, nome feio e sem graça para um carro, assim como Red Bull é um nome feio e sem graça para uma equipe, encerra essa discussão. É claro que ele só é campeão porque tem carro. A F-1 é um campeonato de carros guiados por pilotos. Ninguém pode ser campeão sem carro numa competição de carros.

Mas é preciso alguém lá dentro para fazer de um carro um campeão. Vettel fez isso quatro vezes, como Fangio e Schumacher, dois semideuses — até hoje os únicos que tinham conquistado quatro taças seguidas. Por melhor que sejam um carro e uma equipe, poucos são capazes de transformar essa mistura em títulos sem deixar a peteca cair num meio tão tenso e competitivo como é a F-1.

Vettel consegue porque sabe competir e porque deixa a tensão para os outros. É um garoto que sorri quando ganha. Suas vitórias não são sofridas, dolorosas, ressentidas, não são odisseias épicas escritas com sangue, suor e lágrimas. São vitórias, apenas. Simples vitórias em corridas de carros. Esse menino encara seu ofício com simplicidade. Por isso que a conquista de hoje, um tetracampeonato mundial de F-1, um negócio difícil pra burro, parece ter sido tão fácil.

Quando se vive a vida com simplicidade, as coisas ficam mais simples, acho que é isso.

vetteltetra001

126 comentários

  1. Paulo Pinto disse:

    No GP indiano, “Dick Júnior” pilotou uma carroça. Melhor dizendo: car rossa…

  2. Andre Souza disse:

    Com um carro desses até eu!!!!
    Antes que desçam a lenha, não sou “sennista”…
    Agora uma coisa me deixa intrigado, porque que o carro da Webber teve muitos problemas e o do vettel não…

    Parabéns Vettel!!

  3. “É incrível pensar no que aconteceu nos últimos anos, mas nada mudou na maneira que eu amo as corridas. Eu adoro o desafio, ainda fico nervoso quando acordo no domingo, ansioso quando ando pelo grid e tenso na expectativa da corrida. Não desfruto dos números, mas do fato de estar competindo. É o que mais me anima. Adoro troféus então não me importo em colecionar alguns” – Sebastian Vettel.

    Sem mais.

  4. Roberto disse:

    Foi um dos gestos mais legais no esporte, em muitos anos! Eu sabia que a corrida iria ser chata como as outras, mas fiz questao de acordar bem cedo no domingo para assistir essa corrida! Vettel nao é o melhor, e o segundo, e isso era algo muito dificil de ser alcancado!

  5. Akira disse:

    Tá chegando a mudança de regras aí para 2014.
    O Newey desde antes das férias está com os cabelos eriçados (se é que dá pra achar algum fio de cabelo branco naquela careca também branca) reclamando aos quatro ventos sobre as configurações para montar um carro completamente diferente, já questiona o desempenho das equipes para 2014, que os custos de desenvolvimento e manutenção dos carros vai aumentar, que a Red Bull dificilmente vai ser a mesma coisa em 2014…

    Sinto cheiro de uma jogada de marketing nessa história e que o carro V6 já está até pronto, ou pelo menos no forno. E o penta vem aí.

  6. Vettel consegue porque sabe competir e porque deixa a tensão para os outros. É um garoto que sorri quando ganha. Suas vitórias não são sofridas, dolorosas, ressentidas, não são odisseias épicas escritas com sangue, suor e lágrimas. São vitórias, apenas. Simples vitórias em corridas de carros. Esse menino encara seu ofício com simplicidade. Por isso que a conquista de hoje, um tetracampeonato mundial de F-1, um negócio difícil pra burro, parece ter sido tão fácil.

    Quando se vive a vida com simplicidade, as coisas ficam mais simples, acho que é isso.
    Perfeita narração Eu também não gostava muito quando Barrichello chorava ou dansava rsrs, do Senna mais ou menos acho que na epoca o carro acabava com o Piloto, hoje parece que é tudo hidráulico embreagem,cambio,direção repara que ao dar zerinho sòmente com uma mão com outra fica fazem tchau Vcs acham que com carro do Senna dava para fazer isso ? Geralmente jovens não sabem mentir não entende nada de Marketing dai Êle é honesto e sem graça acho que é facil ganhar com um carro desses agora uma duvida se daqui uns meses ou anos descobrirem a falcatrua que fizeram nocarro para andar como a Beneton de Shumi fez em 1994 para ganhar de Senna o Alemão perde os Titulos ? Por que tem uma falcatrua la e das brabas .

  7. Emerson disse:

    4 coisas a dizer:

    1 – Parabéns ao Vettel.
    2 – O Reginaldo Leme ainda não aprendeu a falar “RED BULL” (ridículo, a equipe vai lá ganha 4 campeonatos seguidos e o cara ainda fala RBR).
    3 – Disseram que não tinha público pra F1 na Índia, ou a TV me enganou ou tava cheio de gente lá.
    4 – Esqueci a 4a. coisa.

    • Jairo Fernando disse:

      2 – A globo é um pé no saco e não permite a citação de nomes de empresas (considera propaganda gratuita). Os times de vôlei são o maior exemplo: o SADA Cruzeiro é só Cruzeiro, o UNILEVER é Rio de Janeiro e por aí vai.
      4 – Lembrei para você: o Vettel ultrapassou dois brasileiros em número de títulos: Piquet e Senna.

  8. Paulo Pinto disse:

    As “alonsetes”, lideradas pelo Allez, vivem dizendo (esse papo furado já dura 4 anos) que Alonso tira leite de pedra. Esse leite, além de desnatado, empedrou de vez!

  9. vc e os demais podem achar o que quiser, mas chorei ao ver vettel sagrar-se campeao hoje. do mesmo jeito que chorei ao ler seu artigo e eh com lagrimas escorrendo no rosto que deixo aqui meu comentario singelo. foi uma conquista de alguem que nao acreditava ter sido capaz de ter ganho quatro sem tirar. ele nao acreditava no que tinha feito. foi de uma sinceridade e simplicidade unicas. nunca vi um campeao tao humilde e singelo como vettel. eh como se tivesse pedindo desculpas por ser tao bom. aproveite, garoto, quando vc acordar os recordes serao todos seus.

  10. Mauricio Camargo disse:

    Claro que é preciso ter carro assim como Schmacher tinha e Senna também. Mas vejam só, quando o Senna ganhava o Prost era vice e assim também foi com Schumacher tendo Rubinho como vice mais de uma vez. Para ver como Vettel é bom, quem está em segundo é o Alonso, ou seja, Weber não acompanha. Lógico que a Red Bull é melhor, mas com Vettel parece ser melhor ainda. Eu diria que a Ferrari do Schumacher era proporcionalmente melhor que a Red Bull de Vettel. Eu acho que o Vettel está fazendo melhor que o Schumacher.

  11. samuel.aju disse:

    Comemoração bem adequada do chucrutinho: desenhou rosquinhas na pista, ficou de quatro na frente do carro em posição de reverência, e, no pódio, acariciou a “cabeça lisa ” do Adrian , pro mundo inteiro ver… hehehehehe

  12. Aparecido Rodrigues disse:

    Este menino, tem por habito batizar seus carros com nomes de mulheres…
    Moral da historia: – Ame e seja leais com suas mulheres, que elas sabem retribuir!!!
    Gentileza gera gentileza.
    Alguém duvida que a próxima garota deste amante germânico, será uma fogosa amante?

  13. Mauricio disse:

    O caminho esta aberto para o Vettel bater todos os recordes da F1,afinal os unicos cara que podem fazer frente a ele ja estão mais perto da aposentadoria como Alonso e o Raikkonen, o Hamilton tem idade semelhante mas apesar de rapido tem um parafuso a menos,não é tão constante quanto o alemãozinho,e desses novatos nenhum deu pinta que pode ser genio. Se hoje o Vettel com o grid cheio de feras domina, daqui alguns pode ser mais facil ainda.

  14. Elisandro Porto disse:

    Dois megacampeões na F1, em sequência, e vindo de um mesmo país… Não é coincidência, é planejamento… O investimento tem que ser na base, que o Brasil um dia teve.. Mas não dá só para esperar do privado, a confederação nacional só distribui carteiras…

  15. carlos lima disse:

    Perfeito. Belo texto. Flavio, sentir o quê após ler esse post? Gratidão, somente. É um privilégio a leitura de tão bom jornalismo.

    Bravo!!!

  16. Fernando D'Angelo disse:

    Esse moleque é muito foda! Parabéns para ele e privilégio para quem pode vê-lo.
    A história diante de nossos olhos.

  17. Luis Felipe disse:

    Estatísticas: se Vettel correr por mais 10 anos, com a média atual de 20 corridas por campeonato, mantendo a média de poles e vitórias por GP (36,75% e 31,62%), chegará a 116 poles e 96 vitórias.

  18. Francês disse:

    OS italianos falam, os espanhóis reclamam e os alemães trabalham………….(não posso falar dos franceses, mas acho que fazem tudo isso ao mesmo tempo)………

  19. disse:

    E especulam Vettel na Ferrari. Ele se aposenta na RBR. Casamento perfeito.

  20. Madeira disse:

    O Tião é um gênio o melhor de todos os tempos, de todas as Galáxias existentes no infinito…
    Ta tudo muito bom ta tudo muito bem mas realmente, realmente….Ano que vem será a mesma coisa…..:( Campeonato sem disputa mo-no-to-nia
    Bacana a corrida do francês !

  21. jrg disse:

    O moleque é muito bom e “as viúva chora”!

  22. Ademir disse:

    É uma indireta ao Senna? hahaha não esquece dele

  23. Ademir disse:

    É uma indireta ao Senna? haahhaa

  24. Paulo Pinto disse:

    Os Deuses da Velocidade, pela quarta vez seguida, abençoaram o Herdeiro.

  25. Alexandre Werner disse:

    Precisamos urgentemente ver um carro melhor que a Red Bull no grid. Primeiro para que os campeonatos voltem a ser competitivos. E segundo para ver o Tião mandando bem (com ou sem título) e não termos mais que ler comentários que ainda consideram praticamente pura sorte 4 títulos seguidos, 7 vitórias em sequencia, um número astronômico de poles em poucos anos de carreira, entre outras coisinhas mais. Ninguém é obrigado a achar o Vettel “o melhor de todos os tempos”, mas questionar o talento do garoto é pura ignorância.

  26. Allez Alonso! disse:

    Parabéns a maior dupla de todos os tempos na f1. Os RB5 e seguintes, juntamente com Vettel formaram uma dupla genial desde 2009. Alonso, Hamilton e Button foram os únicos que incomodaram. Parabéns ao Vettel que amadureceu muito e fez uma temporada quase perfeita. Além de bom piloto, mostrou humildade. Sinto pelo Webber que tinha tudo pra ficar pelo menos no pódio, tudo aconteceu com ele esse ano. Mas já estava escrito, eu disse no gp da englaterra que esse ano já era pro Alonso..

  27. Thiago Christao disse:

    Sem desmerecer o grande piloto que é vettel, como foram schummi , ascari e fangio citados nas estatisticas, e sem querer ser viuva tambem, sei muito bem apreciar o esporte sem nenhum brasileiro competitindo, mas o Senna ganhou 4 seguidos tambem, 89 foi garfado dele, para as estatísticas, no entanto, o que vale são os 3.
    Tomara que o Vettel se comprometa a largar em ultimo até o fim do campeonato, e tomara que ano que vem tenhamos pelo menos 2 equipes brigando pelo titulo, porque campeonato de um carro só em que os companheiros de equipe não podem brigar, ja deu …

  28. Luciano disse:

    Ele sorri porque, nessas condições, é fácil mesmo. Quando ele perde ou o Webber não o deixa passar, começa o mimimi na hora, como frangote que é.

    Simples assim.

    Por isso a F1 hoje é um “esporte” em franca decadência.

    Entendo que quem vive disso, como o Galvão e o próprio Grande Premio, tenham que tentar convencer o público de que o Vettel ou o Schumacher são “gênios da raça” . Afinal, é o ganha-pão de vcs. Mas a coisa está chegando num nível que não dá mais para disfarçar.

  29. Edu disse:

    Que me desculpem todos, mas eu ainda acho que esse carro da RBR (como diria o Galvão) é “mandrakado”, pelo menos o do alemãozinho. Tentam disfarçar, depois dos mais de 30s de Singapura, mas não me enganam, não.

    • Carlos Ribeiro disse:

      O seu piloto perdeu?

    • joao disse:

      Claro! é o sistema que os Et´s colocam (só no carro do Vettel) e o pessoal da FIA não consegue pegar. Talves seja o pessoal da FIFA. Tem muito disco voador solto por aí!

    • NaRibriro disse:

      “Webber…para o carro, para o carro!!!” problema com alternador….hmm sei! Queria entender melhor esse alternador da RBR

    • Paulo Travaglini disse:

      Sobre se essa mandrakaria existe, o próprio Vettel já deu a dica ao afirmar que “ninguém vai descobrir”.
      E muita gente testemunhou que o motor do carro do Vettel tem som de controle de tração.
      Na minha opinião, o que se encaixa nisso é o seguinte:
      O Vettel faz uma vibração rápida com o pé no pedal do acelerador de forma que o sistema eletrônico transmite ao motor um sinal análogo ao controle de tração, dando vantagem ao tetra-campeão.

      Como o FG disse, tudo muito simples para a dupla Vettel-Newey.

      • Paulo Pinto disse:

        Esse controle de tração foi presente do Schumacher. Na primeira aposentadoria, Herr Hepta levou para casa o tal CT e o escondeu.
        Quando o afilhado chegou na categoria, Schummy o presenteou com a dita geringonça, que foi camuflada dentro de um urso de pelúcia, no natal daquele mesmo ano.
        A preciosa peça foi entregue ao Adrian, que se desmanchou em agradecimentos.
        Dizem que o alemãozinho, até hoje, não dorme sem o urso de pelúcia.
        Eu fico aqui pensando: o que Papai Noel deve achar de tudo isso?
        Afinal, um presente assim não representa o espírito do Natal…

  30. Marcio sousa disse:

    Você é igual ao Galvão, Flavio. Não perde uma oportunidade para falar no Senna… vai entender…

  31. Brilhante, o texto.

    Anos atrás, eu e um amigo escrevíamos num bloguezinho, quase como uma “piada interna”, mas lembrei de um post que escrevi em 19 de abril de 2009, sobre Vettel:

    http://kart57.blogspot.com.br/2009/04/diferentes.html

    domingo, 19 de abril de 2009

    Diferentes

    Quando eu tinha 12, 13 anos, testemunhei a estréia de Michael Schumacher na Fórmula 1.
    Tive a certeza de que estava presenciando o surgimento de alguém diferente. Igual ao Senna, diferente como ele. E minha certeza foi cada vez mais se tornando real, mesmo que infantilmente torcesse contra.

    Vi Damon Hill, Jacques Villeneuve, Mika Hakkinen, Fernando Alonso, Kimi Raikkonen e Lewis Hamilton. Mas, por mais talentosos que sejam, grandes campeões que são, ao ver seus respectivos inícios de carreira, nenhum deles me impressionou como Schumacher.
    Nem Lewis Hamilton.

    Agora, desde o ano passado, vemos o despontar de Sebastian Vettel. Alemão e Diferente, igual o Michael. Vettel veio pra vencer, venceu e vencerá muito. Tenho certeza.

    Em contra-partida, e aproveitando o termo que dá título à este post, bem ‘diferente’ de Vettel é Nelsinho Piquet. Infelizmente.

    Não tive a oportunidade de presenciar o início de carreira do Piquet-Senior, mas sei que Nelsinho é bem ‘diferente’ do seu pai. E, segundo disse o próprio Nelson Piquet, em tom quase profético:

    “Na Fórmula 1 ninguém melhora. Ou você é, ou você não é.”

  32. Matteoni disse:

    Ve44el!!!!

    Ou seria IVettel!?

    Não sei. Assisti a corrida em Portugal numa emissora alemã. Como é que pode isso? Não entendi nada. Só o Yeah!

    E o Viceonso na corrida que comemorava o récorde de pontos, não pontuou. Hilário isso!!! Não entendi nada.

    Será que está tentando evitar mais um vice!!? Agora é tarde…

    É tetra, é tetra, é tetra!!!

  33. Mauricio MV. disse:

    Caminha a passos largos para se tornar o maior de todos.

  34. Dyego disse:

    A verdade é que está tudo muito fácil pra ele.
    Sorrir pq tem super carro e todo um staff voltado para ele, e isso fica evidente a cada abandono do Webber.
    Nao estou diminuindo o que ele faz, mas tbm o Vettel nunca foi testado sob forte pressão ou com um carro “meia boca” nas mãos.
    Sorrir assim é mto fácil!!

    • Magos disse:

      Quantos abandonos ele teve no ano passado e em 2010? Nunca foi testado? Vc deve ter começado à assistir corridas hoje, não? Que tal Abu Dabhi 2010 e Interlagos 2012…melhor, que tal um garoto de 21 anos fazer pole e vencer no templo de Monza com carros muiiiiito superiores ao dele, debaixo de muita chuva…enquanto certos gênios com um carro que venceu 5 corridas, o mesmo número de SV em 2010, não conseguem se quer chega em 4! e vc ainda vem dizer que não está desmerecendo?

      • Dyego disse:

        Não, meu caro. Acompanho automobilismo a bastante tempo, e não somente F1.
        O que considero correr sob pressão, é uma possível diputa de título em pé de igualdade, ou seja, em que ele tenha adversários com equipamentos em condições parecidas por tda temporada, como já vimos isso num passado nem tão distante, onde o braço fazia um pouco mais diferença.
        Não quero diminuir o feito dele, até pq ngm é tetra campeão a toa. Tem muito talento.
        Mas a grande verdade é que o carro corresponde à maior parte dos feitos.
        2010 -> foi apertado sim. A equipe liberava totalmente as dispustas e houveram muitos erros! A própria RBR assumiu que quase peredeu o campeonato pra si própria. Disputou boa parte do campeonato roda a roda com Webber, e só não perdeu o título pq tinha um super carro nas mão que fez a diferença.
        2011 -> 392 vettel x 270 button: são 122 pontos de vantagem para o button (então vice).
        2012-> ok, a RBR nao teve um grande inicio de temporada, e minha opnião foi a única vez que seu carro se equiparava a Ferrari do Alonso, e ele ficou pra tras. Depois o genio Newey tirou um coelho da cartola e a coisa mudou.
        2013 -> preciso dizer algo? Não teve concorrência.
        Enfim! É um grande piloto? Não restam dúvidas! Mas gostaria de vê-lo em pé de igualdade com outros pilotos em disputa de título, algo que até hoje não existiu.
        Ahh, ele venceu com a Toro, realmente. Em condicoes adversas.. Corrida maluca (loteria mesmo), mas venceu! É grande, mas gostaria de vê-lo mais próximo aos demais. Opnião minha!

    • Glaucio disse:

      Eu a primeira vitória com a toró rosto…?

    • Vinicius Ferreira Batista disse:

      Verdade né? Nunca correu de carro meia boca! Aquela Toro Rosso que ele ganhou até corrida era uma puta máquina!
      E tadinho, nunca correu sob pressão, 2010 e 2012 foram super fáceis pra ele. E aquela corrida de Interlagos o ano passado, rodou na largada, caiu pra último e ainda ganhou o campeonato. Tudo sem pressão…

      • Allez Alonso! disse:

        Abu, aquela corrida que teve um monte se SC e ele estourou um bico na placa de exopor?
        Brasil, que ele freiou 50 metros antes e o Kimi quase encheu na traseira dele? Daí ele voltou com tudo batendo na Williams, sei, choveu um monte, lembro bem.
        E quando vocês vão enfiar na cabeça que o carro da toro rosso foi feito pelo Newey? Era uma rbr com motor Ferrari.

      • Vinicius Ferreira Batista disse:

        Abu Dhabi, aquela corrida que o Alonso ficou atrás do Petrov e deu chilique. Me lembrei…

      • Allez Alonso! disse:

        Em 2010, com pneus Bridgestone, sem DRS e o maior erro de estratégia de todos os tempos, marcaram o Webber e o Vettel correu sozinho. Espero que o Didi ligue para o Hembery agradecendo os novos pneus, pós INGLaterra.

      • Tiago disse:

        Cara esse lance dos pneus que vc tanto fala… Se o Vettel não tivesse abandonado em Silverstone teria enfiado mais 25 pontos na conta, e o título teria sido decidido no Japão com certeza! Até Silverstone ele já tinha 3 vitórias, e uma diferença de 21 pontos para Alonso. Se não tivesse quebrado, a diferença seria de 46, logo na 8ª corrida. Claro que depois da mudança dos pneus, o alemão só não ganhou uma corrida, em que chegou em 3º. Mas mesmo se tivessem continuado com os mesmos compostos, possivelmente ele seria campeão esse ano novamente.

      • Wander Vernillo disse:

        Allez Newey, que tal esquecer um pouco o melhor piloto do grid, e falar um pouquinho da corridinha do Alonso, que só gastou gasolina Shell da melhor qualidade, e não fez nem 1 pontinho, pelo menos não vai precisar de um capacete novo, da pra correr a próxima corrida com o de hoje, o famoso capacete do recorde 1…71.

      • Allez Alonso! disse:

        Se você reparar que ele fez 4 paradas e provavelmente desalinhou o carro, foi uma boa corrida. Não teve chuva nem SC pra ajudar.

      • JULIO CESAR VIEIRA DE CASTRO disse:

        O que é “exopor”?

      • Allez Alonso! disse:

        É isopor escrito errado, não precisa ser muito inteligente pra perceber que uma palavra foi escrita errada, isso acontece nas melhores famílias. Gastar um comentario para corrigir um erro de português em um blog sobre automobilismo é muita babaquice, mas já que você é um babaca espero sua correção nos outros comentários também.

      • JULIO CESAR VIEIRA DE CASTRO disse:

        A intenção era só te deixar nervosa, Alonsita.hehehe

      • Paulo Pinto disse:

        Ela não está nervosa. Apenas um tanto perdida.

    • Allez Alonso! disse:

      Cara isso é fato, mas prepare-se, você será apedrejado, rs!

    • Celso disse:

      Fácil??? Você sabe das dificuldades de ser campeão de F-1?? E tetra então?? Desculpa amigo, mas fácil é falar sentado na poltrona enquanto os caras estão correndo risco de vida a 300 por hora num mundo competitivo e cruel como é a F-1. Se é fácil assim, vai lá, pega o RB09 e ganha do Webber, Alonso, Hamilton e cia.
      Pense em ser campão, o melhor, na sua profissão…. Difícil não???

      • Dyego disse:

        Se vc tem o mínimo de competência, um aporte financeiro, um apoio que te dê espaço para crescer e desenvolver um trabalho, certamente isso tornará as coisas bem mais fáceis, seja em qualquer campo profissional.
        Nao estou estou diminuindo o que ele fez, o Vettel é competente e rápido, mas o carro que ele tem em mãos oferece tdas as condições para ele ser campeão, ou não?? E nem nem vou entrar no mérito qto ao apoio da RedBull em tda sua carreia.. Pq se ele tem é pq mereceu. Entretanto, a disputa chega a ser desigual, e eu gostaria de vê-lo em uma disputa em condiçoes mais próximas aos demais. É opinião minha.

      • Bruno disse:

        Tem nada a ver o que essa babaca falou..
        É a profissão dele, meu amigo! Se é “cruel” ou não, foi o que ele escolheu. Toda profissão tem seus riscos.. paciência!! Assim como na minha profissão (que talvez tenha até mais riscos), um piloto de F1 tem que está preparado.
        Entendi perfeitamente o que o Dyego falou e penso igual. E pelo que entendi não fez analogia a nada…
        Torci mto pro Alonso fechar com a RBR qdo surgiram os boatos (só boatos)… Seria ótimo ver o tião trabalhar um pouco mais.

  35. Adriano disse:

    Flavio,
    É verdade, todos viram o Vettel sorri. A exceção do Galvão Bueno que viu o Vettel chorar, pouco antes do pódio, quando o alemão mostrava um sorriso de orelha a orelha.
    Acho que o narrador da Globo nem dormiu de tanta ansiedade para chegar o momento de gritar: É TETRAAAAA…É TETRAAAAA…

    • boutsen disse:

      Quando o Galvão começou a berrar que o Vettel era tetra ,por um instante eu achei que era a final da copa do mundo de 94 ,e que o Galvão ia tocar o tema da vitória. Mas a tradução team radio foi impagável:”Vettel disse sim sim sim três vezes” se fosse mais uma ia ser quatro.hahahaha

    • João Evangelista disse:

      Cara a ansia pelo chro do Vettel que primeiro ele disse “Vamos ouvir no radio, o Vettel ta chorando amigoooooooos” abri o radio ” Yes, yes”
      Ants do podio ele põe a mão na cara “Agora sim, ele chora, chora muto pelo momento ele ta muito emocionado”. O Vettel tira a mão da cara começa a rir e com os olhos brancos brancos rsrsrs.
      Aí como o diabo do Vettel não chorava de jeito nehum pra dar audiencia sobrou pro Burti “Burti vejo vc com lagrimas nos olhos ao ver o titulo do Vettel”
      Aí o Burti tava viajando, ja pensando no almoço só disse “Ver alguem tão jovem sendo campeão né Galvão, acho q é isso”
      Fora que parecia o chute do Baggio a bandeirada “É TETRA É TETRA É TETRA…

  36. Rogerio disse:

    E para que esse título seja valorizado, devemos considerar que temos mais quatro campeões entre os adversários. Nunca poderá ser dito que Vettel corria sozinho.

    • Clark disse:

      Parabéns! Fechou a opinião do FG perfeitamente.
      Mal começou os comentários e já tem gente que procura insistir em enfatizar negativamente os títulos do Vettel, como é o caso desse tal de Dyego.
      “Procure achar o que há de melhor numa pessoa e diga isto a ela. Todos nós precisamos deste tipo de estímulo; cada vez que uma pessoa é elogiada ela não se sente ignorada ou indesejada. Somos excelentes seres humanos em nosso íntimo, e ninguém é melhor que os outros; aprenda a ver a grandeza de seu próximo, e verá também sua própria grandeza.” (Kahlil Gibran)

  37. PROLETARIORS disse:

    …”e fez o gesto mais significativo do dia: ajoelhou-se diante de seu carro e fez uma reverência respeitosa. Em tempos hedonistas, em que ninguém divide méritos e vitórias com ninguém, Vettel dividiu sua conquista com um automóvel — e seu criador, claro, Adrian Newey.”…

    Gostaria de acrescentar mais um conceito a este gesto, Flavio. Reverência ao trabalho-humano incluido no carro-vencedor :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>