JÁ ERA

SÃO PAULO (claro) – A IndyCar até que tentou, mandou gente para Goiânia, mas agora à noite cancelou definitivamente a etapa brasileira de seu campeonato, que estava prevista para 8 de março em Brasília. O novo governo do DF detectou, graças ao Ministério Público da União, um mar de irregularidades nos contratos envolvendo empresas estatais e promotor do evento, no caso a TV Bandeirantes.

Há multa prevista para o cancelamento. Mas o contrato que fala nessa multa foi assinado entre Bandeirantes e IndyCar, de acordo com parecer do MP. O DF não tem nada a ver com isso.

Vamos ver, agora, se será cobrada. Indy e Band são parceiros antigos. Terão de conversar. Mas sabe como é americano com dinheiro… Além do mais, a categoria já anda brava com a emissora desde o ano passado, quando a corrida do Anhembi também deixou de ser realizada.

Comentários