MENU

segunda-feira, 15 de junho de 2015 - 16:38Automobilismo internacional

PORSCHE!

SÃO PAULO (não tenham pressa, o mundo não vai acabar) – Que ninguém diga que não foi uma surpresa. Afinal, desde que passamos a contar os anos com o algarismo 2 à frente, modo de dizer “desde 2000″, a Audi ganhou 13 vezes em Le Mans. Perdeu em 2009 para a Peugeot e em 2003 deu Bentley — mas o carrão verde era um Audi, na prática.

Portanto, depois de cinco vitórias seguidas dos quatrargólicos, 13 triunfos em 15 edições desde 2000, qualquer coisa que não fosse Audi na frente de novo seria uma surpresa. E foi.

Mais ainda porque o trio que recebeu a bandeirada em primeiro em Sarthe não era o mais votado da Casa de Stuttgart. Tandy, Bamber e Hülkenberg faziam parte daquele grupo coadjuvante que todo mundo olha com ternura, mas em quem não se apostam grandes fortunas. E eles ganharam, levando a Porsche ao topo em Le Mans pela primeira vez desde 1998. Foi a 17ª vitória da marca na maior das corridas. Ninguém venceu mais.

E o que contou mais para ganhar pela segunda vez no renovado WEC, e justo em Le Mans? Ritmo de corrida, algo que a Porsche não vinha conseguindo impor desde sua volta aos protótipos, no ano passado — tanto que só contabilizava um triunfo, em Interlagos. E um esforço danado para não errar — a Audi cansou de ganhar em cima das trapalhadas dos outros, especialmente da Peugeot quando os franceses eram seus maiores rivais.

Desde os treinos se sabia que a Porsche iria dar trabalho. Colocou seus três carros nas três primeiras posições do grid e se preparou para copiar o que de melhor seus adversários possuem: organização, estratégia, rapidez para solucionar problemas.

Foi uma vitória bonita e emocionante, merecida e convincente. Ganharam dos melhores, já no segundo duelo. Não é pouco.

Pouco, mesmo, fizeram Toyota e Nissan, que acabaram decepcionando. Os carros dianteiros da Nismo fracassaram redondamente. Os monstrengos da Toyota seguem apanhando em Le Mans, apesar do domínio que impuseram no campeonato de 2014.

Por fim, uma palavrinha para Hülkenberg. Alguma dúvida de que o rapaz tem talento? E de que se apaixonou de vez pelos carrões do WEC? Não se espantem se Nico deixar a F-1 ao final do ano. A sensação de estar perdendo tempo num lugar que não é mais o seu é horrível. E o alemão deve estar repensando muita coisa neste momento.

Ah, e não dá para falar da edição 2015 de Le Mans sem aplaudir de pé o Fox Sports e a dupla Rodrigo Mattar e Hamilton Rodrigues. Um show de informação e conhecimento que entrou para a história das transmissões automobilísticas da TV brasileira.

19hulklemans

47 comentários

  1. Gideon Rosa disse:

    A corrida foi muito boa. Confesso que não vinha acompanhando de perto o WEC, mas LeMans é a maior prova de endurance pra quem, como eu, conhece pouco da categoria, e também para quem conhece muito. Ainda não entendo bem esse negócio dos Mega Joule e tal, mas a corrida foi emocionante e isso que importou para mim.
    A vitoria do “futuro ex” piloto da force india, o retorno da Porche, o acidente do Duval com a bandeira verde-amarela e o Paul Dalla Lana batendo o carro que liderou a GTE-Am durante 23 horas e 20 minutos foram muito marcantes.
    No entanto, o mais marcante foi acordar cedo no domingo, acender a churrasqueira e colocar uma costela no fogo e ir administrando o assado de outras guloseimas enquanto acompanhava uma boa e divertida prova de automobilismo, com direito lagrimas nos boxes de equipes, respeito e competição.
    Nas palavras da patroa: “essa não me deu sono”!
    Parabéns ao WEC, à LeMans, à Porsche e à Foxsports.

  2. Marcus Simões disse:

    Gostei da corrida, dos carros, da transmissão e, principalmente da Porsche ter vencido. Sempre fui fã da Porsche. Interessante dessa corrida é que você tem um carro 2.0 com 4 cilindros a gasolina competindo com outro 4.0 de 8 a diesel. Interessante. Que continue assim. Nada de padronizar os motores. Aí, vira carrossel. Parece que vão fazer isso na LMP-2 pro próximo ano…
    Nota triste ficou com os carros da Nissan. Que trem feio!!!!

  3. Bruno Mantovanelli disse:

    Demorou, mas tudo voltou ao seu devido lugar.

  4. Roberto Borges disse:

    Há que se reverenciar a transmissão da Fox, especialmente o Rodrigo, excelente, e o Hamilton.
    Show!

  5. O Rodrigo Mattar é mesmo mito. Venho acompanhando o blog dele a pouco tempo, mas o suficiente para saber que ele escreve muito bem e sabe muuuuuito de automobilismo em todas as suas esferas.

  6. Z.H.É.H disse:

    PARABÉNS PARA A FOX!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! PARABÉNS PARA Rodrigo Mattar e Hamilton Rodrigues!!!!!!!!!!!!!!!! FOI MUITO BACANA ESTA EDIÇÃO, LE MANS É TOP!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  7. Alfredo disse:

    Porsche Cayenne é o Audi Q7, O Macan é o Q5 e por aí vai, Porsche e Audi são a mesma empresa, fazem corridas de compadres. Correm contra uma Toyota que sequer fez cócegas na F1 e uma Nissan que testa geringonças surrealistas para estampar posters de oficina.
    O Hulkemberg, que é piloto meia boca, foi o que teve a pior performance do trio que pilotava o carro 19. Não corre em equipe de ponta porque não talento pra tal. Se ele é essa coisa toda, porque está atrás do atrapalhado do Perez no campeonato? Com o mesmo carro.
    Hulkemberg só sai da F1 se derem um pontapé no traseiro dele, WEC só tem uma corrida que preste por ano, o resto ninguém vê. Não tem a sombra da importância da F1, quantas vezes o Webber apareceu em algum folhetim depois que saiu da F1?
    Uma corrida com pilotos hybridos e de oportunidade. A F1 não vai catar piloto em outras categorias pra correr Mônaco.
    No mais, quantas pessoas tem “saco” pra assistir uma corrida 24H?

  8. Leandro disse:

    Foi muito bom ver a Porsche ganhando, eu estava torcendo muito para isso.
    Dr. Posche projetou carros leves com motores pequenos, e essa receita rendeu a Porsche na década de 50 o apelido de “matadora de gigantes” principalmente devido ao sucesso dos Porsche 550 Spyder.
    Ontem, a Porsche venceu Le Mans com carro que tinha o menor motor de todo o grid, um motor 2.0 litros.

  9. Boca disse:

    Webber deve tá pensando:
    “Putaqueopariu!!!
    Outro alemão a me importunar na mesma equipe!!!

    Vou correr na Indy porque lá não tem alemão!”

  10. Rafael Chinini disse:

    torcendo pra que volte a ter Interlagos 2016! todo mundo que gosta o mínimo de corridas, tem que ver ao vivo!
    Ganhar as 24h, não deve ter nada mais foda que isso! é uma epopeia!

  11. Alfredo Ramos disse:

    E pensar que Alonso foi convidado para pilotar o carro da Porsche em Le Mans (o que Hulkenberg dirigiu), mas o piloto foi impedido pelos “líderes” da McLaren.

    Um urubu pousou no capacete do espanhol. É a única explicação.

  12. EduardoRS disse:

    Eu fico pensando o que a Ferrari está esperando para entrar na brincadeira. O WEC é muito mais negócio para eles do que a F1. Eles vendem carros de rua, no WEC eles podem aplicar tecnologia de carro de rua, tem liberdade para explorar possibilidades de motor/chassi, tem mídia, tem prestígio… e terá cada vez mais.

  13. Thiago Elero disse:

    Fiquei emocionado com a transmissão da Fox no sábado, primeiro por colocar na Fox 1 e depois por ignorar uma reprise qualquer e continuar a transmissão por mais um pouco, fiquei muito feliz mesmo, com a transmissão que só parou com a Nascar, a dupla da transmissão, muito boa e afinada um verdadeiro show!
    A unica pessoa que não gostou muito foi minha mulher, já que fiquei o final de semana inteiro com automobilismo, com Le Mans, Nascar, Truck, Indy.
    Parabéns Fox, pelo comprometimento com o automobilismo.

  14. Paulo Roberto Guedes disse:

    Concordo plenamente quanto a transmissao da Fox. Parabens

  15. Ernandes disse:

    Venho dizendo que a Fox Sports foi a melhor coisa que aconteceu no automobilismo brasileiro nos últimos anos. Hehe

  16. Felipe Fugazi disse:

    - Parabéns aos alemães da Porsche e Audi, deram um show de competência e garra.
    - Parabéns ao alemão Hulkenberg, vencer em Le Mans para mim equivale a ser campeão do mundo.
    - Que coisa esse japoneses hein? A Toyota foi mera coadjuvante, a Nissan deveria ter esperado para estrear ano que vem, e a Honda na F-1 está arrastando a McLaren para o buraco.

  17. José Carlos disse:

    Sei que esse tópico é sobre outro assunto, mas quero anotar minha indignação pelo término do programa “Vrum”, no SBT, no lugar foi apresentado o programa “Acelerados” sobre o comando do Rubens Barrichello, um TOP GEAR genérico. As avaliações dos carros e motos feitas pelo Vrum eram isentas, ao contrário do programa “Auto Esporte” que faz avaliações rasteiras nos testes. No “Youtube” há pessoas se manifestando de forma negativa, como eu: https://www.youtube.com/watch?v=vi5-Lp0M3qA

  18. Farid Salim Junior disse:

    Muito bom poder ver na tv a maior de todas as corridas! Melhor assistir com comentaristas que conhecem bem o assunto, preparados para dar informações úteis aos novatos e para relembrar os veteranos, da provas passadas. É o que falta hoje na F Indy -exceção ao Celso Miranda, da Band. Na F1, falta tudo tudo hoje, até saco para aturar o ego do Galvão Bueno e suas histórias repetidas.
    Voltando à Sarthe, foi um corridaço da Porsche! Pena não terem transmitido mais tempo, para dar um gosto de doce fino na boca de criança… Ah! E o fair play da Audi, indo parabenizar os vencedores, confraternizando com estes, como se fossem parte da equipe. Ali, o patriotismo falou muito alto. Afinal, são todos alemães! Show!

    • André Scudeller disse:

      Deu para assistir pelo Grande Prêmio e pelo site do WEC (pago).

    • Paulo Franco disse:

      Concordo em gênero, número e grau quanto aos narradores/comentaristas.
      Rodrigo Mattar é um monstro de conhecimento e competência!
      Alem de “entender” o que vê na pista, coisa cada vez mais rara no esporte a motor televisionado no Brasil.
      Celso Miranda é outro narrador que compreende rapidamente o que acontece na pista, sinal de narradores que assistiram muito ou até mesmo, que tem experiencia pessoal na prática de algum esporte a motor.
      Temos também a equipe do Sportv com o sempre simpático Sergio Maurício, o nem tanto assim Lito Cavalcanti (meio pedante, mas conhece do que fala) e o ótimo piloto Max Wilson que sabe tudo de corridas, se comunica MUITO bem na TV (o que não é fácil!) e tem uma postura modesta, ainda por cima.
      Eles são a opção menos energúmena quando o assunto é F1 na tv.
      Na Indy, quando o Felipe Giaffone está por lá, os comentários ficam melhores. Mas, a pentelhação patriótica chega a irritar!
      Bacana é a atuação do comentarista da ESPN + para o mundial de Superbike, Gian Calabreze. Embora tenha pequenos problemas de dicção, ele conhece profundamente a motovelocidade, “entende” a corrida que vê e salva o narrador Luis Largo diversas vezes, com informações técnicas e de bastidores interessantíssimas
      Já na MotoGp, temos as piadinhas meio retardadas do narrador Guto Dejaim (que não entende NADA de motociclismo!!) tentando ser pop e na WSBK, a lastimável atuação do narrador Luis Carlos Largo que insiste em TENTAR traduzir simultaneamente as entrevistas dos pilotos do mundial de Superbikes!!
      Ou seja, se o telespectador entende outras línguas, fica sem saber nada do que o piloto falou, visto que o infeliz fica falando em cima da voz do piloto. Se não entende, tem que engolir a “livre interpretação” do narrador, que corta pela metade o assunto ou resolve inventar umas falas, “já que piloto fala sempre a mesma coisa”.
      Sim, ele disse exatamente isso a umas 3 corridas atrás, durante a entrevista do vencedor da categoria STK1000!!!
      Aliás, nesse assunto, palmas para o Fausto Macieira e Guto “pop” Dejaim, que primeiro ouvem os pilotos e só depois, traduzem de forma fidedigna.
      Até o FG está se saindo bem na F-E!
      Meio informal demais, mas…eu me divirto com isso e pode virar até um estilo pessoal.
      Quem sabe…

  19. Mario Sarot disse:

    Interessante imaginar quão feliz ficou o “favorito” Webber ao perder para o estreante Hulkenberg. Considerando a cortesia com a qual ele costumou tratar seus companheiros de equipe.

  20. wag disse:

    Entenderam o verso da camiseta (challenge accepted) na forma de zerinhos?
    https://youtu.be/_3u_14CXSDg

  21. Paulo fonseca disse:

    Prezado F&G:
    Quando moleque assisti 500 milhas de interlagos, mil milhas também, meu sonho dourado e assistir as cinco corridas mais clássicas do Mundo : GP da Inglaterra , GP Mônaco, GP-Itália ( Monza), Mil Milhas F-Indy e 24 horas de L’Mans. Centenas de livros, filmes, documentários falta você escrever e fazer uma linda matéria . Tá na hora de você fazer um projeto piloto com sua revista sobre essas cinco pistas, em seguida fazer a cobertura em sequência dessas provas e escrever um livro é um desafio para você suplantar. Com imagens, filmes , com fotos, entrevistas de pilotos brasileiros narrando suas aventuras nessas pistas é uma ideia para pauta .Boa sorte
    Paulo Fonseca-

  22. Parabéns aos Fuscas!

    O Grupo VW mandando ver há anos na maior corrida do mundo. Querido por muitos (dos quais me incluo) e odiada por muitos, o Grupo VW é o grupo que tem as marcas que mais entendem de carros de todos os tempos!

    É o que eu digo para os meus amigos: “Carro é alemão, o resto é o resto!”

    Das Auto!

  23. Parabéns aos Fuscas!

    O Grupo VW mandando ver há anos na maior corrida do mundo. Querida por muitos (dos quais me incluo) e odiada por muitos, o Grupo VW é o grupo que tem as marcas que mais entendem de carros de todos os tempos!

    É o que eu digo para os meus amigos: “Carro é alemão, o resto é o resto!”

    Das Auto!

  24. luigi disse:

    Bem , Flavio Gomes ,parece que só no W T C C é que não tem um carro alemão dominando a categoria , isto só me faz ter muita reverência a engenharia alemã ,tamanha demonstração de capacidade em construir carros de corrida vencedores
    Mas o mais importante é saber que se Hülkenberg tiver um carro competitivo é piloto para andar na frente e não no pelotão intermediário ,isto também me leva a ponderar o quanto Mr. Williams , Loco Montezémula e Stupido Dementicali escolheram pilotos e geriram suas equipes de modo equivocado,bom para seus concorrentes tanta incompetência !

  25. Julio Cesar Gaudioso disse:

    Essa prova foi puxada, com os 4 primeiros juntos na mesma volta até umas 9 horas para o final, ninguém aliviando. Por isso não duvido que façam um filme, um novo “Le Mans”. O ator Hollywood já tem, Patric Dempsey, um novo McQueen. Considerando que o carro principal da Porsche era o 17, pintado para lembrar o 23 de 1970, dá até para pegar o mesmo enredo do clássico original, onde quem vence são os “novatos”.

    PS: Não sirvo para avaliações pois sou apaixonado pelo circuito de la Sarthe desde 1969

    • luigi disse:

      Eu não tenho certeza ,mas parece que a AUDI tem que usar uns restritores na sua admissão de ar para o motor a combustão e a Porsche não se isso for real então o motor da AUDI esta sendo pesadamente prejudicado e caso não tivesse o restritor (que beneficia os incompetentes em desenvolver motor, não estou me referindo a Porsche , marca que tenho muito respeito) ai a estória seria diferente ,pois teria no mínimo 150 Hp a mais .
      Eu também acho que deveria ter uma intervenção na FIA nos mesmos moldes da que teve na FIFA pois deve ter gente (peque na estatura ,mas grande na safadeza) levando dinheiro para prejudicar ou prestigiar certas equipes e fabricantes . Me soa muito mal a obrigatoriedade de usar o motor Nissan na LM P2 a partir de 2017 (quando ler Nissan pode-se entender também Renault que é quem tem o controle acionário , que por mera coincidência é da terra do presidente da entidade normalizadora dos campeonatos )

  26. Rodrigo Moraes disse:

    Vi as primeiras horas na Fox Sports, e realmente foi um espetáculo, da parte da TV. A geradora que deu umas pisadas na bola, com imagem congelando, perdendo momentos importantes, mas reconheço que deve ser difícil administrar a porrada de imagens que uma pista desse tamanho deve ter. No domingo, fiquei entre sair pra pedalar ou ficar em casa vendo a chegada. Pois escolhi pedalar (peso na consciência) e acabei sendo atropelado por um carro. Por sorte, prejuízos só na bike. Agora, na dúvida, fico em casa!

    • Amaro - Recife disse:

      Comigo aconteceu o contrário. Deixei a bike na garagem (a desculpa foi a chuva) e fui ver a corrida.
      A transmissão da Fox foi espetacular.

      E deu dó daquele cara da GT que bateu sozinho no fim da corrida.

  27. Alexandre Santiago disse:

    Impagável a cena dos alemães da Porsche chorando após o fim da corrida. Foi tocante mesmo ver a Porsche ganhando.
    Só por isso se um dia eu for rico eu vou comprar uma, feito.

  28. Galvão disse:

    Aplaudir o Fox Sports? Por que não passar a quase íntegra da corrida como a irmã Fox Sports da Argentina faz? Qual a utilidade de reprisar jogos e passar reprises de lutas de telecatch de gosto duvidoso, e não as 24 horas? Se a íntegra é inviável, OK, mas algumas horas a mais de transmissão seriam bem vindas!

    • Marcos disse:

      Concordo plenamente. A transmissão das primeiras 3 horas foi realmente brilhante, gostei muito. Mas não passar absolutamente nada da prova durante a noite (nem que fosse alguns flashes ou resumos) fez com que o público perdesse as partes mais legais da prova (a prova à noite e o amanhecer). Fora que ao retomar a transmissão da última hora a corrida já tinha se resolvido, e não teve graça nenhuma. Perdeu-se a noção da prova como um todo.

  29. Seinfeld disse:

    Só lembrando aos ‘modernos’ ecochatos, que o carro vencedor deste ano FAZ BARULHO É E MOVIDO Á GASOLINA!
    Hulkenberg venceu sem transpirar. Talento. O piloto principal do trio que conduziu o carro.
    E o que prova que os pilotos de F1, são realmente a elite dos pilotos de automobilismo. Webber não estava na equipe que chegou em segundo lugar?
    Sugestão para a McLaren: Dar um tempo na F1 e montar uma equipe de endurance com Alonso e Button.
    E com motor PORSCHE, não Honda!
    Não sobraria nada pra ninguém!

    • luigi disse:

      Tom Kristensen praticamente não correu na F1 e é o maior vencedor em Le Mans , Hülkenberg venceu em Le Mans porque ele é muito bom e não porque seja da F1 , pois já tiveram muitos outros pilotos com algum sucesso na F1 e não tiveram sucesso em Le Mans . Ou você não conhece muito de automobilismo ou é domesticado e doutrinado pela R G T que só reconhece as categorias em que televisiona . Bons pilotos tem em todas categorias é só uma questão de estar no lugar certo na hora certa ,e como já escrevi antes ,mas torno a repetir o que ouvia sempre quando pertencia a uma equipe de competição , dos pilotos da geração dos que abriram as portas do automobilismo mundial para pilotos brasileiros ,que :¬ Piloto bom corre com qualquer carro bom e competitivo e ganha !

    • EduardoRS disse:

      Compare o motor do 919 com o do 917 dos anos 70… é um motor “moderno” e “ecochato” SIM, gasta pouca gasolina, é híbrido e não estoura os tímpanos da plateia. E é uma delícia!

    • Leandro disse:

      Eu assisti 19 horas da corrida. Tá todo mundo falando do Hulkenberg e tals, mas quem carregou o piano foi o Nick Tandy, principalmente no stint triplo ou quadruplo que ele fez no meio da madrugada da prova.
      Pelo que vi durante a prova, o objetivo do carro 19 era terminar a prova, eles não correram riscos desnecessarios(lição aprendida depois da batida besta no inicio da prova de Spa), e tinham o objetivo de manter um ritmo de corrida sem castigar o equipamento.
      E assim foi, o carro correu tranquilo a corrida toda, eles não meteram uma roda sequer fora da pista, não tiveram nennhum tipo problema e venceram. Corrida dos sonhos.

  30. antonio stricagnolo disse:

    Tirando a porrada do numero 7 o resto foi contar com o ovo no uc da galinha!!!! Esqueceram que o concorrente atual é “primo” e por isso mesmo deveriam ter mais atenção,afinal não dá para alegar oponente desconhecido!
    Embora com medias mais altas correram o tempo todo atras do prejuizo.

  31. JOão Paulo Toledo Piza disse:

    A transmissão foi realmente sensacional , assisti o começo, mais de três horas… e o fim no domingo ,show de informações a todo momento e de todas as categorias ……., os Fusquetasss tacaram-lhe pau…………..Marco véio…….opa… Flavinho….

  32. Felipe disse:

    Não desfazendo de seus companheiros no #19, mas Hulk finalmente encontrou um lugar ao sol. Onde sabe que vai ter espaço e equipamento para disputar a ponta, onde é seu lugar!

  33. Fabiaano disse:

    Sem dúvida. No Brasil o Rodrigo é o cara do Endurance, uma enciclopédia viva.
    Agora pra história mesmo foi o que fez o extinto canal SPEED ao transmitir na íntegra e ao vivo pra nós aqui no Brasil, lembram disso?? Só parando para transmissão da Nascar.

    E vejam os senhores, esses caras tinham estrutura para isso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>