MENU

Wednesday, 10 de December de 2008 - 16:29Antigos em geral, DKW & cia., Museus & coleções

O DKW FRANCÊS

SÃO PAULO (meus amigos vemagueiros vão ficar doidos) – Eu me julgava um expert em certa marca. Mas toda hora aparece alguma coisa nova, e a gente acaba descobrindo. Neste caso, foi através deste clamor de um museu de carros antigos na Flórida, que está atrás de mais informações sobre Emile Claveau. Trata-se de um designer francês que já em 1926, no Salão de Paris, apresentou um protótipo com motor central e claras preocupações aerodinâmicas, para espanto da indústria e dos transeuntes acostumados com os calhambeques de sempre.

Ao longo dos anos, Claveau desenvolveu muitas soluções técnicas interessantes para suspensões e distribuição de peso, até chegar à conclusão de que tração dianteira era legal, também, e por aí vai.

Nada de tão especial nessa história, já que na primeira metade do século passado designers, engenheiros e projetistas fazendo e propondo as maiores maluquices na indústria automobilística não eram propriamente raros. O que tem de especial na história de Claveau é seu último carro, de 1956. Adivinhem que motor tem? Pois é, três cilindros, dois tempos, quatro argolas, DKW.

Está aí um modelo, simpaticíssimo, que eu nunca tinha visto na vida. Jamais tinha ouvido falar de sua existência. E foi restaurado, meteram um motorzinho de DKW no bicho e tem até vídeo dele andando e pó-pó-zando.

Legal demais. Não sei se visitarei os EUA ainda nesta vida, porque meu visto venceu e não tenho paciência para tirar outro. Mas, se for um dia, agendarei uma visitinha a esse museu para conhecer o simpático Claveau, quem sabe até tirar um retrato ao seu lado.

17 comentários

  1. célia says:

    Bom dia,

    Gostaria de saber se voces tem a miniaura do DKW VEMAGUET ,
    mas que seja de metal, tipo o carro original.

    grata,

    Célia

  2. José Luiz says:

    Modelo muito futurista, deve ter um bom coeficiente de atrito.

  3. Rogério Ferraresi says:

    NOS ANOS 50 EXISTIA UMA EMPRESA NOS EUA QUE TIRAVA PARTE DA CARROCERIA DO DKW, DEIXANDO APENAS O ASSOALHO, O CORTA FOGO E AS COLUNAS DIANTEIRAS. DEPOIS, APLICAVA UMA CARROCERIA DE FIBRA DE VIDRO CONVERSÍVEL. JÁ VÍ UMA FOTO E O CARRO RESULTANTE ERA BONITO. OS AMIGOS OUVIRAM FALAR DISSO?

  4. Conde says:

    Putz . É o carro do Zé Gotinha .

  5. Corcel Bino says:

    É interessante reparar na preocupação com aerodinâmica em um projeto de 1956. Já alguns detalhes estéticos, como a grade, remetem a outros modelos da época

  6. roger says:

    Um daskleine ala Jetson family!!!!!

  7. Fabio Mantovani says:

    Alguma coisa não encaixa entre os franceses e os automóveis….

  8. Gabriel 3 cilindros says:

    cade DKW que aparece viu…hahaha muito interessante meio futurista!!!

  9. Jackie (Futura Fã do # 69) says:

    Prefiro o #96 !!
    É mais simpático !

  10. Rodrigo Duarte says:

    Tem início, meio e fim né, no fim do vídeo eles mostram o motor DKW. O barulho dele é inconfundível né, muito legal. E o carro, parece bem moderno pra época que foi desenhado.
    Mas é isso, vivendo e aprendendo!

  11. Mark Kweirotz says:

    Interessante os projetos do Emile Claveau. Não o conhecia.
    Vi o vídeo e achei esse 56 “uma belezinha”! Parece uma nave espacial!

  12. Belair says:

    E não é que o perfil e a traseira lembram muito um sedan DKW ?

  13. Mark Kweirotz says:

    Já sei! Foi um desses que caiu em Roswell!!!

  14. rique says:

    Fisionomia de “carro conceito”.Projeto bem avançado para a época.
    Detalhes de contrução,fotos do interior e acabamento,estão disponíveis em algum sítio?

  15. Bugre says:

    Esse projeto foi idealizado enquanto o projetista tomava um relaxante banho… Ele olhou para a borda da banheira, viu o sabonetão verde-água e pimba!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *