SÃO PAULO, 1943

SÃO PAULO (o que fomos, o que somos) – Eu tinha visto, mas esqueci de postar aqui. Felizmente o Cássio Missiroli me lembrou e mandou de novo o link. Este filme, de cerca de 15 minutos (veja com calma, portanto), foi feito pelo governo dos EUA durante a Segunda Guerra. A intenção era “apresentar” São Paulo aos americanos e a quem eventualmente quisesse informações by Amerika sobre países alinhados/aliados.

As imagens, de altíssima qualidade, e o texto, laudatório mas sem erros comuns aos americanos — como mostrar o obelisco de Buenos Aires e identificá-lo como o Cristo Redentor, por exemplo —, revelam uma cidade de 1,3 milhão de habitantes, 65 anos atrás, que reluzia de progresso e esperança.

Claro que SP já tinha problemas e pobreza. Mas em outra dimensão. Não dá para comparar com hoje. Mal dá para acreditar que se trata da mesma cidade, do mesmo país, do mesmo planeta. Vejam as casas, os jardins, as escolas, as avenidas, os parques…

A gente, que mora aqui, vê isso e não tem outra reação que não seja o espanto, para depois dizer, educadamente: puta que o pariu, como fomos capazes de fazer tanta merda?

Subscribe
Notify of
guest
46 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Arley
Arley
13 anos atrás

realmente

SAO PAULO nao eh br, MESMO!!!!!!!!!

abraçao Flavio

Daniel Bianchi
Daniel Bianchi
13 anos atrás

Mew, acho São Paulo uma cidade linda, mas em 1943 era MEGA…

Delmar Viana
Delmar Viana
13 anos atrás

Quase chorei. Comparar o que poderíamos ter sido, com o que somos, é cruel…

Luis Antonio
Luis Antonio
13 anos atrás

“… Nasci e vivi por 26 anos em São Miguel Paulista, bairro na Zona Leste de São Paulo, e imaginem a surpresa que tive ao vêr a Fábrica da Nitro Química ( quem é de S. Miguel conhece bem ! ) com 5.000 funcionários e produzindo dinamite, munição para armas e outros explosivos isso em 1943… Acho que por isso quando ainda criança em S. Miguel sempre escutavamos dos mais velhos que se a Nitro pegasse fogo S. Miguel acabaria !!! como eu morava na Vila Alto Pedroso tinha uma vista perfeita de quase toda a fábrica, e quantas vezes não pensei olhando da janela de casa ” Se essa merda pega fogo !!!”

lucianocop
lucianocop
13 anos atrás

Emocionante!

São Paulo perdeu esse charme da década de 40 mas ganhou muitas outras coisas, boas e ruins.

Ainda é possível encontrar lugares lindos, pessoas incríveis. Basta querer, basta curtir!

Rubens Tomaz Conceição
13 anos atrás

Tá certo, eu nasci 22 anos depois que esse filme foi feito. mas mesmo vendo nas imagens daquela época, é possível ver os prédios que estão lá até hoje. Ao mesmo tempo assusta porque muita coisa mudou.

É engraçado ver que a minha cidade (vou dizer minha porque é onde vivo, pago minhas contas, pego trânsito e/ou metrô lotado) cresceu demais. Uma das coisas que me marcou foi a ponte das bandeiras. Passo por ela todos os dias, e pra mim éimpossível vê-la sem aquele monte de carros e caminhões embaixo dela.

Valeu Flávio, amo mais minha cidade depois desse vídeo.

Fabio Ferreira
Fabio Ferreira
13 anos atrás

Muito bom ver imagens em movimento do centro, Pça da Republica, o edifício Ester, os dutos da Henry Border, av. Brasil. Uma cidade, mto menor, em crescimento acelerado, mas bem pouco regrado, ao contrário do que o filme sugere. Aliás, a despeito das coisas boas, a se julgar pelo filme, não havia negros na cidade. Mesmo nas tomadas mais abertas, na multidão, só se vê um ou dois. Uma lição de edição e seleção de imagens a serviço de uma ideologia, típico dos filmes propagandísticos americano dos tempos de guerra.

Pé de Chumbo
Pé de Chumbo
13 anos atrás

Não sou professor de português, longe disso, mas tem uns caras aqui que escrevem num fôlego só.
Ponto e parágrafo se usa, cambada! (e virgula, também)
Fica até difícil de ler, eheheheheh….

Conrado Pimenta
Conrado Pimenta
13 anos atrás

Opa. interessante, já há algum tempo eu havia descoberto também no YT 2 vídeos do mesmo órgão, mas sobre Belo Horizonte, muito interessantes tb.
http://br.youtube.com/watch?v=0e2rUTPPxV4 (1º Vídeo)
http://br.youtube.com/watch?v=UODeUB65LSg (2º Vídeo)

Regi Nat Rock
Regi Nat Rock
13 anos atrás

Sensacional. É a melhor palavra. Minhas lembranças remontam a 1955 por aí (sou de 47), e mesmo 12 anos após o filme, o centro continuava com jeito muito civilizado. Imagens dos bairros, varias igrejas , hj em petição de miséria, a vetusta Faculdade do Largo de São Francisco, o vale do Anhangabaú, putz, a Igreja da Pompéia e a usina elevatória da Traição que está lá até hoje. Pra quem não sabe é aquela que représa o lixo do rio Pinheiros ao lado da alça para a av dos Bandeirantes e que tinha como função inverter o fluxo das águas para tocar a usina Henri Borden no pé da serra do mar, em Cubatão, através dos canos mostrados. Muita coisa histórica preservada, apesar de…
É.. quem viu viu, quem não, não tem idéia.
E, para encerrar o imponente prédio branco dos Matarazzo, hoje a sede da Prefeitura, com o jardim incrível no seu teto. show esse vídeo Cassio. foi pros favoritos.

V. Maghetti
V. Maghetti
13 anos atrás

Enfim, descobri uma das vantagens em ser mais velho! Eu ainda tive o privilégio de viver em uma São Paulo um pouco parecida com a do filme. Menos assaltos, muros mais baixos, crianças (inclusive eu) brincando na rua sem medo de serem atropeladas, assaltadas ou seqüestradas…
E o trânsito? Dou uma idéia de como era: morávamos próximo ao ginásio do Ibirapuera, e meu pai trabalhava no Centro, no Vale do Anhangabaú. Todas as manhãs, minha mãe levava meu pai até o Centro, seguindo pela av. 9 de Julho (a 23 de Maio só existia no papel). Ia buscá-lo lá pelo meio-dia, levava-o de volta lá pelas 14:00 e ia novamente buscá-lo às 18:00, sempre em nosso lindo Chevrolet Bel Air ’51. É isto mesmo, 4 viagens ida e volta até o Centro, cada uma delas levava cerca de 40 minutos! Alguém ousaria fazer isto no trânsito atual?

Bugre
Bugre
13 anos atrás

Muito legal esse vídeo! Interessante os trabalhadores das indústrias antes dos EPI, todo mundo de camiseta regata… Quanto aos erros de americanos chamarem o obelisco de Cristo, não é privilégio deles. Amigo meu passou 1 ano na Alemanha e as pessoas lá estranhavam quando ele dizia ter um cachorro de estimação. Todo mundo questionava: “mas e jacaré, anaconda, macaco, arara, vcs não tem?”. Pra eles somos todos bugres.

Varlei
Varlei
13 anos atrás

Queria ver este pessoal que acha que era uma ÉPOCA MARAVILHOSA entrar em uma maquina do tempo e ficar la uns dias,rs, sem analgesicos,sem antibioticos, sem agua encanada,sem esgoto,sem papel higienico,sem televisao,sem internet,sem gasolina,sem agua ou cerveja gelada,sem respeito, pois o preconceito era muito grande entre ricos e pobres ( ou voces acham que quem estava andando pela cidade no filme são pobres ? ),sem liberdade de expressão,sem motos 125,rs, e uma cirurgia aquela época era uma maravilha , já imaginaram as seringas eram de vidro, as anestesias deviam ser uma paulada na cabeça,( uma maravilha ), não tinha ressonancia magnetica e nem quimioterapia ou outros tratamentos, se a pessoa pegasse ou tivesse uma doença era morte na certa, a expectativa de vida era bem baixa em torno de 55 anos, era tudo muito bonito com a sujeira indo para debaixo do tapete,só familias ricas viviam bem e com certo conforto, se voces repararem bem no filme tem uma cena em uma tecelagem que aparece um garçom no meio da linha de produção a carater levando uma aguinha gelada na bandeija e te garanto que não era para nenhum funcionario que estava se matando naquelas maquinas perigosas sem nenhuma segurança e que não podiam sair nem para ir ao banheiro sem autorização.
O mundo mudou sim, tem muita coisa ruim sim, mas na época do filme tinha muita coisa ruim escondida que o povo não sabia, e os massacres durante a segunda guerra só se deram unica e exclusivamente pela falta de informação que o mundo tinha, e quem fala que a ditadura era boa idem, peguem uma maquina do tempo e acordem cinco da manha para ir na fila do pão e leite como fazia minha mãe.
Gosto muito de objetos antigos e principalmente de carros antigos, me desculpem os saudosistas MAS A VIDA AQUELA ÉPOCA ERA UMA MER…………………CADORIA,RS

cesapar
cesapar
13 anos atrás

A cegonha escolheu um bom lugar para eu nascer,exatamente em 1943. Viveria em um pais de primeiro mundo apesar das dificuldades. Aí os politicos perceberam que o povo estava muito confortavelmente instalado, em terrenos com bom espaço, jardins, condução decente. Mas as campanhas politicas custavam caro; Solução:- Vamos adensar o povo ocupando menos espaço! Vai ter muito mais voto por metro quadrado, e inaugura-se uma torneira ´e é voto garantido !! Vivam as favelas!! Os politicos na ânsia de assumir o “poder” defendiam a ocupação de terrenos públicos e privados para montar os currais eleitorais. TODOS os partidos fizeram a mesma merda, sobre o pretexto da igualdade social. Faltou gente ? Vamos promover migração. Conseguiram distribuir miséria para um povo inculto,que não sabe e nem teve oportunidade de aprender. Que fizemos?? Votamos neles!! Puta que pariu mesmo!!-

Marcos Micheletti
Marcos Micheletti
13 anos atrás

Que bom ver nossa cidade sem muros pichados. O duro, talvez, é saber que daqui a 65 anos teremos saudades da São Paulo de 2008…

Sérgio Hingel
Sérgio Hingel
13 anos atrás

No nosso país, os administradores públicos não melhoram o que está ruim,pioram o que está bom.

cesapar
cesapar
13 anos atrás

Viram a maquininha de embrulhar pneu? Bons tempos mas os valores mudam.

Rodolfo I. Vieira F.º
Rodolfo I. Vieira F.º
13 anos atrás

Um dos vídeos mais legais que já vi . Devia ser uma época maravilhosa.

Marcos Reis
Marcos Reis
13 anos atrás

Putz… Apreciei cada segundo!
E o Carlos Gomes ia ficar orgulhoso (Pra quem não sabe “O Guarani” foi uma das óperas escritas por Antônio Carlos Gomes durante sua estada na Itália, o oásis da òpera na época. E foi escrito a partir do conhecido romance de Peri e Ceci). Teve várias partes instrumentais da ópera mas com algumas canções americanas e brasileiras também.

Gostei também dos aviões da Panair…

Salve São Paulo! ( ou seria “Salvem São Paulo!”????)

Fabio Mantovani
Fabio Mantovani
13 anos atrás

Respondendo a sua pergunta, FG:

http://br.youtube.com/watch?v=wKmRudSqUGo

Alguém duvida?

Pé de Chumbo
Pé de Chumbo
13 anos atrás

Um tio meu trabalhou (e se aposentou) naquela fábrica da Pirelli… Putz, tô ficando véio MESMO…

Roberto Torres
Roberto Torres
13 anos atrás

É, só o Museu do Ipiranga é que está bem parecido com o que é hoje. Trabalhei na Pirelli há vinte anos atrás e a fabrica também não era muito diferente.

Filipe W
Filipe W
13 anos atrás

Flávio fiz essa mesma pergunta quando vi esta filmagem do RJ em 1936 !

http://br.youtube.com/watch?v=Iay9I8lIbdM

realmente alguma coisa saiu muito errada no meio do caminho.

Seu Mário
Seu Mário
13 anos atrás

Se fosse falar o que penso a respeito de nossa situação atual, precisaria de pelo menos uma dúzia de bons palavrões para completar meu raciocínio. Então, em respeito a vcs, farei apenas uma observação:

Ô povo elegante esse de 1944, até lavrador trabalha bem vestido.

Nelson Pasini
Nelson Pasini
13 anos atrás

Como videomaker amador e pessoa que chegou a viver esta cidade ainda provinciana e mais europeia do que americana, fico emocionado ao ver essas imagens e relembrar as manhãs de domingo em que meu pai levava a mim e minha irmã para assistir aos Concertos Matinais Mercedes Bens no teatro Municipal, com transmissão ao vivo da TV Tupi. Iamos de bonde e passavamos pelo Parque Dom Pedro com jardins lindissimos e bem cuidados, coisa de primeiro mundo. As pessoas eram mais educadas e bairro era bairro, todos se conheciam e se ajudavam. Grande filme tirando a bondade norte americana para com o país é um documento histórico fantástico e Interlagos já existia.
Parabéns,
Nelson Pasini

Celso Vedovato
Celso Vedovato
13 anos atrás

Muito legal o vídeo.
De tudo o que mais lamento é onde nós brasileiros deixamos chegar os níveis de violência do nosso país. Claro que existem, muitos e muitos fatores para isso, mas é realmente uma grande pena. Creio que na época desse vídeo o Brasil e São Paulo deviam ter índices de violência comparáveis aos da Suécia.

Tem um erro sim no documentário, não exatamente sobre São Paulo, mas quando citam as principais cidades brasileiras nomeiam Salvador como Baia e, se não me engano sem o h mesmo..

Verde
Verde
13 anos atrás

Limpa, elegante, sem aqueles absurdos de “condomínio Village People com espaço gourmet e apartamentos confortabilíssimos de 56m²”. Não que São Paulo ainda não seja espetacular (Campinas, nesse sentido, é bem mais vulgar e “prafrentex”), mas a diferença é gritante. Bons os tempos do chapéu.

Por fim, esse comercial:
http://www.youtube.com/watch?v=P74yId9-1AA
A cada vez que eu vejo esse comercial, eu rogo mais pragas ao “insosso e eficiente” Santander.

Marcelo Ferreira
Marcelo Ferreira
13 anos atrás

Da mesma forma que te causou o espanto, conosco – do RJ – é o caso do filme rodado em 1936 A CORES pelos americanos. Vc já o postou aqui e o impacto é muito forte. O mesmo PUTA QUE O PARIU proferido por vc ecoa em nossas mentes – dos cariocas – quando vemos aquele filme…

http://www.youtube.com/watch?v=2oAMJKFWF-Q&eurl=http://colunistas.ig.com.br/flaviogomes/2008/12/02/sao-paulo-1943/&feature=player_embedded

Ricardo Beagle
Ricardo Beagle
13 anos atrás

Muito bom!!!! Particularmente me emocionei com as imagens da Pirelli Cabos.

Minha Familia (Bigliazzi) trabalhava nessa época na Pirelli, meu Avo e os meus Tios trabalharam por lá. O meu Tio Mario foi considerado o funcionário da Pirelli com o maior tempo de casa (coisa só possivel em outros tempos). Certamente o meu Avô estava trabalhando quando dessas imagens.

Eram tempos duros, e o meu Pai não tem saudade nenhuma dessa época, se perguntarem para o “Seu Angelo” se aquilo era tempo bom… ele vai falar que tempo bom é hoje… com agua encanada, energia elétrica e saneamento basico… fora os outros “luxos” que ele pode ter hoje.

Eramos uma familia de operarios, todos se formaram… todos criaram os seus filhos e acredito que realmente vivemos melhor hoje do que eles viviam naquela época. Mas uma coisa é certa, os desequilibrios (economicos/financeiros/sociais) eram um pouco menores em 1943.

Acredito que São Paulo sempre foi uma terra de contrastes, Familias Riquissimas e uma classe operaria que prosperava.

Uma coisa engraçada que o meu Pai conta é que na Pirelli Cabos já havia distribuição de Lucros (PLR) muito antes desse conceito ser inventado. Na festa de final de ano o Presidente da Empresa fazia uma breve Palestra descrevendo os resultados da Empresa e mostrando o quanto eles haviam superado a meta. Quando reunimos a “Mafia” da Familia nos Aniversários, é muito normal eles falarem sobre isso e todos afirmam que o “Sindicato” nasceu, cresceu… ficou forte… e estragou todo esse processo.

Detalhes da história… que certamente perderemos com o passar das gerações (eita País sem memória).

Abraços

Ricardo “Beagle” Bigliazzi

Thiago Marinho
13 anos atrás

Concordo com o Anderson Maciel que comentou sobre todas as cidades no começo da década de 50 serem assim.
Teve uma exposição aqui em Santos como fotos restauradas da época.
E o que se via era extamente igual ao vídeo acima.
Ruas bem feitas, calçadas limpas, praças lindas, enfim, a educação era outra e queria muito poder voltar no tempo para ver e presenciar tudo isso, infelizmente ainda não tenho a máquina do tempo, mas vendo vídeos e fotos desse quilate, espero em breve realizar esse sonho.
Abs !

Ellery Souza
Ellery Souza
13 anos atrás

ele viam e falavam! “haa então nao tem só indio lá é?” se duvidar ainda falam.

Cesar
Cesar
13 anos atrás

Entao, o Brasil ia bem, aí inventaram o tal “jeitinho brasileiro” e aí… aí Ferrou tudo….

Eric Py
Eric Py
13 anos atrás

Assistir um filme destes feito por estrageiros é engrandecedor e triste ao mesmo tempo.
Triste pelo q fizemos com a cidade deixando a sua “Memória” a própria sorte.
E tb pela multilação q ela sofreu ao longo dos tempos.

Gustavo
Gustavo
13 anos atrás

Sempre acho interessante esses vídeos antigos, como as pessoas se vestiam bem, todas alinhadas apesar da mesmice das roupas. Uma aura de elegância e civilidade que hoje não se encontra mais; tudo andando de modo organizado, trânsito e pessoas, nada de muros pichados, limpeza e ordem enfim. As coisas pareciam mais claras, honestas e simples naquela época.

Anderson Maciel
Anderson Maciel
13 anos atrás

Flavio, isso nao acontece somente com cidade grande como Sao Paulo, moro em Tubarao/SC e quando vejo as fotos da minha cidade da decada de 30 ou 40 penso estar vendo fotos de uma cidade européia de tão organizada e bonita que era. Por sorte de 2 anos pra ca a atual administração está tentando fazer algo para voltar a imagem que era naquela época mas ainda está longe de chegar o que era. Única cidade que eu vi até hoje que sempre foi bela e agora está destruída é Blumenau, mas tenho certeza que em pouco tempo o povo de lá reconstroi tudo e deixa tudo belo novamente.

Angelo
Angelo
13 anos atrás

Na verdade o video foi feito, pq a intenção era invadir o brasil, caso houvesse alinhamento do país junto a hitler, eles tinham até plano para isso.
Mas acabamos ficando junto aos aliados.

faria
faria
13 anos atrás

Bem feitinho o documentario. SP aparece bem enxuta. As casas eram abertas para o mundo, não horriveis como as de hoje onde mesmo as mais chiques, parecem mocós.
Impressão minha, mas só vi brancos com cara de descendente europeu??? Em 43 era assim mesmo?

Vítor Rodrigo Dias
Vítor Rodrigo Dias
13 anos atrás

Caramba, baita coincidência. Vi dois vídeos semelhantes a esse, mas discorrendo sobre Belo Horizonte e Minas Gerais, com narração impecável daquele cara que sempre fazia as locuções de cinema nos EUA.

Links:
http://www.youtube.com/watch?v=0e2rUTPPxV4
http://www.youtube.com/watch?v=UODeUB65LSg

Pedro Jungbluth
Pedro Jungbluth
13 anos atrás

Acho que o mundo decaiu muito nesses últimos 50 anos. O maior fator de todos é o tráfico de drogas, que tornou o comércio ilegal absurdamente lucrativo, se tornando um mosntro impossível de se combater, e fomentando, mundialmente, vários outros tipos de crimes.
Tudo isso sempre existiu, mas só ganhou enrome força com a proibição nos EUA da venda e consumo de bebidas, o que gerou grande lucro com negócio ilegal delas, que depois da liberação descobriu nas drogas um novo e lucrativo negócio.

Então não acho que seja um problema de Sampa, ou do Rio, ou aqui de Curitiba, mas um lance mundial, onde as crianças não podem mais brincar nas ruas e vivemos aprisionados.

Lionel
13 anos atrás

Não consegui ver o vídeo mas me lembro bem de 1970 para cá pois tinha 15 anos e posso dizer com certeza a vida era mil vezes melhor , agente conhecia o bairro inteiro ( Tatuapé) andava 2 ,3 ,4 ,5,6 horas da madrugada à vontade não tinha Ladrão poder aquisitivo nem se fala quase todos visinhos trocavam de carro todo ano …o carro era caro como hoje só que as importações eram abertas e podia entrar Ok e USADO importados com o mesmo imposto do nacional o Flávio ia gostar tinha uns Skoda que a moçada trazia pequenos era Show ..tinha Mustang, Camaro usadão barato tipo $ 800 reais hoje e ninguém queria só carro OK o Landau era caro acho que custaria no dinheiro de hoje uns $ 120 mil era tudo à VISTA e trocavam todo ano tinha uns que trocavam cada 6 meses Eu só ficava ohando….Hoje o Governo fala que a economia esta aquecida …todo mundo DURO comprarndo em 72 meses e fala que esta bom …a culpa é dos governantes….. tem muita gente ….TEM QUE COIBIR NATALIDADE , na Europa os governantes tomaram essa providencia à mais de 30 anos atrás sobra escolas,médicos,empregos …a França dá $1500 eros por mês para cada filho desde que nasce até acabar faculdade e os casais não querem a Bélgica dá $ 3.500 euros para cada filho que nasce e os casais não querem dizem que o homem ganha $ 8.000 a mulher uns $ 6.000 no fim do ano tiram férias e vão viajar pelo mundo ou comprar um BMW zero ou uma ap na praia..filho é um saco não pode viajar…..AQUI o governo ganha eleição em cima dos pobres disse que ia acabar com a fome …fêz o Fome Zero ..a Marta disse que ia contruir céus ….Eu disse constroi os Céus, as escolas de lata que é baratinho e não se esqueça de construir presidios por que é para lá que vão essas crianças…a empregada do meu pai tem 22 anos tem 4 filhos um com cada marido três maridos estão presos…o que vai ser dessas crianças….o PIOR É O FUTURO PRÓXIMO daqui uns 20 ou 30 anos Você não vai poder por os pés na rua que vai ser assaltado …e não adianta vir 10 fábrica da Fiat ou 10 Volks( que não vão vir…) e dar emprego para toda essa baianada …..por que ai o cara pega uma baianinha monta uma casinha e faz mais 4 ou 5 baianinhos aí em vez de 10 fabricas Fiat iria precisas 40 fábricas O QUE PRECISA É COBRAR DO GOVERNO CORRUPTO PARA COIBIR A NATALIDADE ….mas o Governo vai aprovar amanhã ….uma medida provisória que manda todos processos dos parlamentares para primeira estância ou seja o processo do mensalão e muitos outros vai demorar de 50 anos `100 ANOS para serem julgados e todos processos novos que vem por aí …mas só dos Parlamentares ….é infelizmente governos passados não tomaram PROVIDÊNCIA e hoje os pobres elegem quem mais engana eles…..abraços à todos e parabèns Flávio por tocar nesse assunto tão grave …Lionel

Varlei
Varlei
13 anos atrás

Muito legal este video até porque mostrou bastante o bairro em que moro (Ipiranga),rs, e a qualidade é ótima para época, principalmente mostrando aqueles mapas animados, vi um carro a gasogenio entrando no tunel quase no fim do filme,rs, mas apesar de ser bonito o video, por de tras desta beleza existia muita manipulação politica e de informação, perseguições,discriminação, gasogenio nos carros (argh),e a Lorenzetti deve ter estes kits até hoje,rs, pois fabricavam kits e tinham vastos conhecimentos de gasogenio, resumindo A VIDA AQUI EM SÃO PAULO ESTA ÉPOCA DEVIA SER CHATA PRA CARAMBA,rs, o guarana era de rolha e custava caro pra car………………., e quem não gostou que eu falei que a cidade era chata antigamente, não to nem ai, rs, prefiro hoje,internet, tv a cabo, injeção eletronica,computadores,e a medicina que esta muito avançada, se houvesse toda esta informação de hoje na década de 40 com certeza não aconteceria a 2 guerra.

José Antonio Leme
José Antonio Leme
13 anos atrás

http://noticias.uol.com.br/erratas/2008/11/27/ult4317u3276.jhtm

VOCÊ NÃO FOI O UNICO ENGANADO COM A HISTORIA DE FERRARI ENZO VIRAR TAXI…

You was “Rick Rolled” FG ! hehehe

Abrazzz !

Dú
13 anos atrás

Sensacional ou Alucinógeno?
Fake ou feito na Época mesmo?
O negócio é tão maluco, que o Guarani deixa de ser a chamada da hora do Brasil e vira música.
Cássio e FG, aqui vai o troco agora, http://www.geoportal.com.br/1958
Cliquem em 1958 e comparem as imagens.
Putz, o Sr. Bernadini estava no lançamento do Bird, as imagens da produção da Pirelli ele conhece. FG, se o Geraldo Nunes não der o pitaco vai ser covardia.

Marcos G. Oliveira
13 anos atrás

Chega a arrepiar ver a R. São Bento, naquela época, entupida de gente como ainda é hoje, e ver, ao fundo, o Mosteiro de S. Bento, onde tive o privilégio de me casar há 2 anos.

Ou é o Pátio do Colégio ?

Bernardo Tadiotto Mausa
Bernardo Tadiotto Mausa
13 anos atrás

Flavio,
esse posto não tem nada haver com o assunto.
Como tu tinha falado de um site de carros europeus e soviéticos.
Dei uma olhada, naum sou muito fã, mas sou curioso. Quanta coisa feia, hihi, gosto estranho deles hein!!!
mas achei uma que creio que tu vá gostar, veja logo abaixo!!

http://www.abc.se/~m9805/eastcars/showcar.php?car=1125&lang=en

Gaúcho da Grande Poa
Um abraço!!

Rodrigo Duarte
Rodrigo Duarte
13 anos atrás

Como você disse, São Paulo sempre teve problemas de desigualdade social, saúde e etc. Mas acho difícil medir que naquela época estávamos melhor do que hoje, eu não saberia responder essa pergunta. Em 1943, época do governo Vargas, é verdade que conseguimos saldar a dívida internacional, mas o Brasil vivia um período tenso, com vários tipos de perseguição aos “comunistas” e alguns judeus. Não vou me lembrar das datas, mas conseguimos mais ou menos nesse período fundar a CSN, a Petrobras e o Salário Mínimo, as leis trabalhistas e etc, foram avanços consideráveis. Mas o problema da pobreza no Brasil acredito que nunca foi solucionado, mesmo nessa época, esteve longe de ser resolvido.