MENU

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008 - 15:40F-1

UMA CHANCE

SÃO PAULO (talvez a única) – Se a Honda topar entregar sua fábrica a David Richards, talvez o grid tenha 20 carros no ano que vem, e talvez dois deles sejam honestos e competitivos. O inglês foi o responsável pelo melhor ano da BAR. Entende de corridas. Toca a Subaru no WRC, com competência, há anos. É um “racer”. Há uma pequena luz no fim desse túnel.

Mas neguinho vai ter de cortar gastos no ano que vem. Torrar 400 ou 500 milhões de dólares por ano para colocar dois carrinhos na pista é um absurdo. Que se virem.

36 comentários

  1. Diego disse:

    O Richards vai comprar o que sobrou da HONDA e vai mostrar como é que se dirige um time de F-1. Sem patrocínio, hoje em dia, não dá….

  2. MSM disse:

    É a única maneira de ter 20 carros em 2009. O problema é que eu não sei se o Richards é uma pessoa séria para renovar o que restou da Honda. De qualquer forma, terá que encontrar patrocínio forte e além do Button, colocar outro bom piloto e ter um bom projeto também ,para não ter que se arrastar no campeonato como a Honda fazia.

  3. Roberto disse:

    Eu vou criar minha própria equipe fictícia!
    Vou entrar na F1 em 2010!
    E vocês não vão criar não?

    EQUIPE
    RSF RACING PETROBRAS VALE F1 TEAM BRAZIL
    (NOME OFICIAL – PEQUENO NÃO?)

    NACIONALIDADE
    BRASILEIRA (SEGUNDA EQUIPE BRASILEIRA NA F-1)

    DONO DA EQUIPE
    ROBERTO

    PATROCÍNIO
    PETROBRÁS, VALE, CSN, VOTORANTIN (ESTATAL)

    MOTOR
    AUDI (MELHOR MOTOR DO CAMPEONATO)

    PNEUS
    GOODYEAR (VAI VOLTAR A F-1, PNEUS SLICKS)

    PILOTOS
    BRUNO SENNA, LUCAS DI GRASSI (NÃO PODERIAM FICAR DE FORA NA MINHA ESCUDERIA)

    O MEU CARRO DE F-1 VAI SER INOVADOR.

    -TERÁ PEÇAS NACIONAIS NELE, QUE VAI BARATEAR OS CUSTOS DE PRODUÇÃO DO CARRO.

    -CONSTRUÇÃO ARTESANAL DO CHASSI

    -PEÇAS ECOLOGICAMENTE CORRETAS E RECICLÁVEIS

    -SERÁ MICROPINTURA PARA NÃO PESAR MUITO O CARRO E A COR DO CARRO SERÁ A DA BANDEIRA DO BRASIL, REPRESENTANDO O NOSSO PAÍS NO MUNDO!

    -O MOTOR SERÁ ECONÔMICO E TERÁ ETANOL BRASILEIRO(ÁLCOOL)

    -PESSOAS E FÃS DO BRASIL E DO MUNDO VÃO PODER PATROCINAR O CARRO E OS PILOTOS. A PESSOA OU EMPRESA PODERÁ INVESTIR O QUANTO QUISEREM E SEU NOME SERÁ COLOCADO NA CARENAGEM E NO MACACÃO DOS PILOTOS! E UM PAINEL LUMINOSO PASSARÁ OS NOMES DOS INVESTIDORES NO PADDOCK E VOLTADA PARA A ARQUIBANCADA. VERIFICAR SE O TAL LUMINOSO PODERÁ SER COLOCADO NA CARROCERIA DO CARRO! TAL COMO É FEITO NOS CAMPOS DE FUTEBOL! PAINEL ELETRÔNICO MÓVEL.

    -FUTURAMENTE NO SITE AS PESSOAS PODERÃO ESCOLHER O PILOTO QUE QUISEREM!

    -SORTEAR PRÊMIOS PARA OS INVESTIDORES DA ESCUDERIA. OS PRÊMIOS VIRIAM DAS EMPRESAS QUE PATROCINAM A MINHA EQUIPE.

    -OS PATROCINADORES PODERÃO PREMIAR OS INVESTIDORES CONFORME A ÁREA DE ATUAÇÃO
    GOODYEAR (PNEUS E PRODUTOS), PETROBRÁS (1 ANO DE COMBUSTÍVEIS GRÁTIS E PRODUTOS DA MARCA), AUDI (PREMIAR COM AUTOMÓVEL, MINIATURAS E OUTROS PRÊMIOS)

    SONHAR NÃO CUSTA NADA!

  4. Roberto disse:

    Se duvidar Geraldo, ele vai colocar este nome aqui

    Richards F1 Racing
    Richards Racing F1 Team

  5. Geraldo Netto Cavalcante disse:

    Gomes, se o David Richards comprar as sobras da Honda, como se chamará a nova equipe? Prodrive? Subaru? Aston Martin? Quer pagar pagar quanto para ter seu nome na F1?

  6. Rafael disse:

    O certo é o Richards convidar de sócia a Petrobras, onde ja se viu depois de dez anos na F1 sem ter nenhum piloto brasileiro e quando estava p/ ter ser obrigada a desistir só por causa de um bando de japas otários ??

  7. AM disse:

    FG,

    Está passando meio batido o PENTA do Loeb (11 vitórias em 15 possíveis em um ano), isso merece um (monte) de posts..

    … não sou apaixonado por rallye, mas Loeb é o cara. Ele não é o Schumacher dos rallyes, o Schumacher é que é o Loeb das pistas!

  8. MarcioVS disse:

    Entrega um cockpit para o filho de algum xeique árabe e o outro para o Button, assim arruma a grana para arrumar a casa e o melhor piloto “disponível” no mercado para fazer o carro desenvolver

  9. ANDRE SCHEFFEL disse:

    As vezes a luz no fim do túnel, pode ser o trem vindo sentido contrário!

  10. Mãe do Button disse:

    Na BAR/Honda o Button foi o terceiro no Mundial de pilotos em 2004, so ficou atrás das imbatíveis Ferraris de Schummy e Rubinho(belo feito). E a BAR/Honda ficou em quarto no Mundial de equipes. Terceiro no Mundial de pilotos em 2004 na BAR! Pole e vitória na Honda em 2006, e ainda a “pachecada” diz que Rubinho “faca nos dentes” é melhor…ai ai ai

    A “pachecada” devia fazer a lição de casa, pesquisar as temporadas anteriores no google antes de fazer seus comentários. Na BAR/Honda ou Honda Button foi no geral muito superior que Sato e Rubinho. So de chegar a frente das Mclarens em 2004 ja mostra que Button é sim um ótimo piloto, e o melhor, não fica chorando as pitangas, a Honda fechou e ele continua otimista, se não der não vai ser o fim do mundo…

  11. s_muller disse:

    O que deixa a gente mais puto, é que com esta (h)onda de crise, as grandes corporações, geralmente, economizam no cafezinho e no papel higienico e gastam no champanhe e no caviar. As montadoras, ao invés de cortar o programa de F1 (as que estão na F1) que dá retorno, quando vencem, isto é, alavanca as vendas de seus carros, deveriam cortar os salários polpudos de diretorias que recebem os “tubos” e só sabem decidir atraves de relatórios, e se os números não batem com a cartilha, a ordem é corte.
    Já especula-se que mais uma montadora vá “amarelar”, como literalmente a Honda já fez.. Pelo jeito, o Button vai ter companhia. Se bem que o presidente da Honda, Takeo “pariu” Fukui, disse que vai cuidar pessoalmente da rescisão do contrato do Button; quem sabe ele vá para a STR.
    À nós, só nos resta torcer para que o grid de 2009 não seja de 16 carros!

  12. Rodrigo disse:

    Sei não,e as novas regras que cada equipe vai ter que construir seus chassis?
    Se correr esse ano no vermelho quebra no seguinte.

  13. Bruno disse:

    Honesto sim, competente talvez, mas competitivo é difícil…

  14. Roberto Martinez disse:

    Tomara que aconteça e se acontecer, vai ficar mais feio ainda para Honda. Vem um cara do ramo, encara a “bagaça” , arruma a casa, corta custos, gasta bem (onde e quando necessário) e ainda consegue melhores resultados que a fábrica.

  15. Aliandro Miranda disse:

    Ah, sim, e o recadinho da Williams sobre a debanda de outra montadora?

    Pode ser que Frank vá procurar outro fornecedor de motores.

  16. Aliandro Miranda disse:

    Uma chance, talvez a única, de ter Rubinho correndo.

    Se Richards entende de corridas, seria uma boa entregar um cockpit ao brasileiro. Pelo menos só para 2009.

  17. pauloaidar disse:

    Mas não ele o rotulado pelo fracasso da equipe no seu início e dela despejado soltando cobras e lagartos ? Estou errado ?

  18. Filipe disse:

    Na verdade a questão é justamente se o Richards consegue levantar uns 50 milhões para tocar a equipe durante a temporada (isto somado a grana da divisão do bolo da temporada 2008, que é feita pelo numero de pontos marcados sei que a Force India que zerou recebe 50m, deve garantir o orçamento enxuto do ano). Comprar a equipe qualquer um aqui poderia já que a Honda aparentemente esta disposta a vende-la por um euro para quem poder tocar.

  19. Fernando Passos disse:

    Flávio,

    Com tudo isso, gostaria de tirar uma dúvida.

    Quando falam que as montadoras podem sair da F1 isto inclui a Ferrari e a McLaren?

    Pois, pelo que sei, a Ferrari e a McLaren são garagistas, como a Williams, ou estou errado?

    A Ferrari pertence ao grupo FIAT e a McLaren à Mercedes (grande parte), isso as tornaria “equipes de montadoras” e, conseqüentemente poderiam ter suas portas fechadas do dia para a noite com uma única “canetada”?

    Acho que o Richards vai levar bem esta Honda, caso a compre. Principalmente se mantiver Ross Brawn e o Rubinho, isso se ambos concordarem que a realidade da F1 de hoje é outra, assim como seus respectivos salários.

    O primeiro ano dessa nova equipe, se se concretizar, será difícil, mas com a conscientização de que a Fórmula 1 precisa ser “mais barata”, a nova equipe poderá progredir.

    Compra-se “meia dúzia” de motores da Cosworth, mantém o chassis, bota o Rubinho pra fazer a trapizomba evoluir, pega o patrocínio da Petrobrás e mais algum que o Bruno Senna possa trazer e vamo, que vamo… pior que 2008 não será…

    P.S.: Esse negócio de KERS deve ser prorrogado, quando todos querem reduzir custos inventam essa coisa!

  20. Pé de Chumbo disse:

    Será que o Barrichello não quer ser sócio nessa empreitada? Ganhar dindin como assalariado é uma coisa, apostar na equipe é outra…
    Será que ele põe a mão no bolso, já que quer tanto correr?

  21. Rodrigo Duarte disse:

    Esse negócio de 400 a 500 milhões de dólares sem visar um lucro é um absurdo, e não sei se o David Richards tem essa grana nem sei se ele conseguiria levantar patrocinadores para tanto. Esse negócio parece ser feito para montadoras mesmo, mas to torcendo para a equipe Honda ou o que sobrar dela não desaparecer, porque 20 carros no grid já é pouco na minha opinião, 18 nem se fala.

  22. SSPOK disse:

    Flavio e blogueiros,
    Concordo que o David Richards tem toda capacidade, MAS não sei se ele estaria disposto a construir um chassi.
    Pelo que me lembro, ele se dispunha a voltar “SE” houvesse possibilidade de competir com um chassi de terceiros, tendo feito acordo com a McLaren, desfeito pela manutenção da regra para construção de chassis após 2009, e que agora parece que vai ser revista. Espero!!!
    Ele é considerado como um dos “magos” da preparação, entende de ajustes e tira muita coisa do que recebe das matrizes, Subaru/Aston Martin por ex., e seria interessante se ele, e outros, tivessem a liberdade de construir ou usar chassis de terceiros, medida que poderia, inclusive, diminuir custos, e aumentar receitas de fabricantes de chassis como Ferrari, McLaren, e Red Bull, dentre outros.
    O motor não é livre? Porque não o chassi?
    Tenham todos uma excelente semana!!!!!!

  23. …..acrescentando ai, rsrsrsrs se a F1 não quebrar antes neh F.G.?abç!

  24. Quem vai ganhar terreno novamente na minha opinião é a Willians já “adaptada” as novas regras e com seu orçamento limitado, pode ser que 2009 não seja lá grande coisa para ela, mas a partir de 2010 vejo Sr. Frank de volta pras “Kbças”….abç.

  25. Telo disse:

    FG,

    Sinto muito… Mas como li outro dia em algum lugar a “famosa” luz no fim do túnel esta desligada para corte de custos !!!
    Sério agora !!!!
    Acho que seria uma boa… Os melhores anos da BAR foram nas mãos do Richards…
    Quem sabe isso não vira mesmo uma tendência e o Didi não vende logo a Toro para outro garagista (Jordan, Minardi, etc) e/ou algumas equipes não são promovidas da GP2 para completar o grid…
    Porém tudo isso passa por uma limitação do budget das equipes e liberação de venda de chassis, motores, cambios etc.

    Abraços,

    MARCELO

  26. Marcelo Ivo disse:

    Há anos a Subaru vai mal das rodas no WRC.

    Acho que isso não é um bom sinal.

  27. Guilherme Dorneles disse:

    Concordo plenamente. Richards gosta de automobilismo e entende do assunto. Com certeza, se ele ficar com a equipe, não vai apenas brincar como esses milionários excentricos que por lá passaram. É difícil acreditar que o time possa brigar por vitórias, mas, com certeza, vai ser muito mais competitivo que a Honda, o que não é muito difícil.

    Mas acho que a chegada de alguém ligado ao automobilismo sem ser uma montadora é a coisa mais importante para o futuro da Fórmula 1. Gente que queira tocar a categoria não apenas como um negócio e sim com a paixao pelas corridas.

    Perfeita a frase do diretor da Williams, Adam Parr, no GP. “Para mim, não há nenhuma lógica em falar sobre a Williams fora da F-1. Não escolhemos estar aqui, isso é o que fazemos”

  28. Marcelo SP disse:

    Entendam “cortando o Nick Fry”.
    Desculpem….é a pressa.

  29. Luiz Antonio disse:

    Concordo FG a formula 1 está ficando como o futebol cheia de gente que não é do ramo fazendo besteira e afundando a categoria.
    Abraço;
    Luiz

  30. Hélio Carreira disse:

    Concordo com o Mark Kweirotz,

    Comprar é Fácil, sustentar a equipe é outra coisa.

    Abraços

  31. Marcelo SP disse:

    Se ele assumir mesmo, pode começar conrtanto já de cara o Nick Fry, que é uma figura nociva e grande responsável pela saída da montadora da categoria.
    O Richards é do ramo, sem dúvida.
    Num mundo ideal, aconteceriam uma série de mudanças na F1:
    – Richards assume o espólio da Honda;
    – Paul Stoddart pega de volta a STR e rebatiza de Minardi;
    – Eddie Jordan fica com o que restar da Toyota;
    – E, num momento supremo de romantismo e sobrenatural, Collin Chapman retorna à categoria no lugar do que foi um dia a Renault;

    Vixe, acho que peguei o colírio do José Simão.

  32. Gaspard disse:

    Esqueceu dos Astons Martins que competem na Le Mans Series, que são preparados pela empresa do Richards.

  33. Juliano disse:

    É só o David Richards convencer a Petrobras a entrar de sócia… colocar o Barrichello e o Di Grassi de titulares e o Bruno Senna de pilotos de testes e chamar a Dilma pra tocar o barco, com mãos de ferro…

  34. Mark Kweirotz disse:

    Outra coisa… pra mim esse David Richards é um falastrão.
    O cara pode ser competente, mas é falastrão.
    Ele está querendo mídia para ver se atrai algum árabe otário para lhe comprar um brinquedo novo.

  35. Mark Kweirotz disse:

    O grande problema da Honda é que a equipe que não tem patrocinador nenhum. Comprar a equipe é fácil, pagar a conta pra correr a temporada inteira é outra coisa.
    A Honda é como um quarentão que passou a vida inteira como playboy porque o pai sustentava. O pai, de repente morre e o cara vai ter que aprender a viver por sua propria conta. Pior é sair por aí falando que já está cheio de proposta de emprego… ahan…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *