MENU

quarta-feira, 2 de outubro de 2013 - 11:55MotoGP

MOTO AQUI

SÃO PAULO (tomara) – Sempre de olho em quem vai pagar a conta, e em quanto vai custar, comemoremos a volta do Brasil ao calendário da MotoGP. Saiu hoje, com 19 etapas, incluindo a Argentina. Essa prova não tem erro, a pista de Termas de Río Hondo está tinindo. É linda e podem apostar em casa cheia e entusiasmo acima da média. Na Argentina os caras gostam de coisas que correm.

A etapa brasileira depende, claro, da reconstrução do autódromo de Brasília, decrépito, abandonado e envolvido em denúncias recentes, da Revista WARM UP, de ser o centro de um “autoduto” de desvios de verbas e mal uso de dinheiro público. Além de patetadas técnicas como a lombada que quase matou um piloto da F-3 Sul-Americana no fim de semana passado.

O circuito, histórico, que já recebeu até F-1, fica ao lado do novo estádio Mané Garricnha, construído para a Copa a um custo exorbitante. Se essa corrida servir para, pelo menos, devolver ao esporte a motor brasileiro um autódromo decente, já está legal. Mas, de novo: olho nos custos dessa reforma.

termashondo

17 comentários

  1. Alvaro disse:

    Aqui o site do circuito para quem queira conhecer um pouco mais
    http://www.autodromotermas.com/

  2. Marcus Simões disse:

    E aquela causo do autódromo em Curvelo-MG?

  3. Edu Bassan disse:

    Gomes, quando Brasília recebeu a F1? Imagino que você esteja se referindo a algum evento promocional, pois até onde me lembro, o GP Brazil foi realizado 40 vezes, sendo 30 provas em Interlagos e as outras 10 em Jacarepaguá.

  4. Venax disse:

    Existem governos incompetentes mas o de Brasília é muito acima da média. Gastou uma fortuna no Mané Garrincha o maior elefante branco do Brasil e talvez do mundo e deixou a cidade completamente abandonada.

  5. luiz disse:

    esse autódromo da foto não parece com o finado Jacarepaguá????

  6. Erich disse:

    Parecido com Jacarepaguá até demais…

  7. Max Morais disse:

    Flávio, Li que o Governo do Estado de Goiás, vai iniciar a reforma do Autódromo Internacional de Goiânia. Na noticia cita que a reforma estará finalizada em abril de 2014. Sei não depois de varias promessa, a gente fica meio que com pé atras, né?!?!. Agora o dirigente maior do órgão estadual que comandará a reforma é um cara que gosta de corrida de automóvel e já correu. Quem sabe com esse predicado de ser o homem forte do órgão faça acontecer a reforma. Dizem que vai mudar muita coisa lá, mas não vão mexer no traçado da pista e sim recapeá-la dentro do padrão FIA . Também falam que depois da reforma será o segundo melhor autódromo do Brasil. O que você ta sabendo disso?

  8. paulo disse:

    Flávio, na foto da pista de Termas de Río Hondo não se vê as arquibancadas, o circuito está em construção?

  9. Bruno Naure disse:

    Não sei Flavio acho que essa prova da MotoGP no Brasil vai ser mais uma festa para o desvio de dinheiro público se ela acontecer… mas se servir para alavancar nosso esporte a motor então já está valendo como você disse
    Em tempo: A quantas anda o autódromo que iria substituir Jacarepaguá?

  10. Ulisses disse:

    Está muito difícil construir qualquer coisa que demande dinheiro público no Brasil.
    Sempre foi muito perdulário e ruim, mas atualmente está “demais”.
    Tomara que dê certo.
    Alguém sabe de quem é o direito de transmissão da MOTO GP na TV aberta?

    Deve ser da Globo, pois não transmitem, isso é de uma burrice sem medidas!!!

  11. Frederico Maia disse:

    Dúvido que o governo atual consiga reformar o autódromo pra receber a corrida já em 2014. Desde que retomaram o autódromo do Piquet só fizeram maquiagem. Prometeram construir novos boxes e nem projeto ainda tem, apesar de já estarem quase 3 anos no governo. Quase todas as obras da atual atual gestão foram iniciadas ou planejadas pelos governos anteriores.

  12. Marlo Lemos disse:

    Olhando rapidamente me lembrou Jacarepaguá. Boas lembranças.

  13. Se a gente levar em conta o que já fizeram com o Mané Garrincha pra Copa, o olho não tem que estar aberto, mas arregalado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *