MENU

domingo, 27 de outubro de 2013 - 11:17F-1

RED BUDDH (5)

holycow1SÃO PAULO (simples assim) – Ninguém duvidava que o tetra viria na Índia. Vettel dominou todos os treinos, desde sexta-feira, e qualquer coisa que não fosse mais uma vitória seria uma clamorosa surpresa. E mesmo se não aparecesse no autódromo hoje para correr, depois de, sei lá, passar a noite nos braços de Maya, Alonso preciava ganhar ou chegar em segundo para adiar a bagaça.

Óbvio que não conseguiu.

E Vettel venceu, claro. E comemorou com estilo seu quarto título mundial aos 26 anos da mais tenra idade.

Se por um lado é meio esquisito ver um título sendo comemorado num autódromo quase vazio (só tinha gente na reta dos boxes, uma tristeza) num país sem a menor tradição no automobilismo, ao menos ele veio numa pista boa e depois de uma corrida interessante, a melhor entre as últimas, que foram menos que sofríveis.

Vettel ganhou na base da estratégia, aquela estratégia que só quem está muito confiante consegue levar a cabo. Depois de largar bem e manter a ponta, parou na terceira volta para jogar no lixo os pneus macios e se colocar no meio do pelotão com médios, esperando pelo sofrimento alheio com a borracha.

Alonso também parou no começo, mas por outro motivo. Na largada, bateu rodas com Raikkonen e perdeu um pedaço do bico num toque em Webber. Se suas chances eram apenas retóricas até então, ali passaram a ser inexistentes.

Quem largou bem (eu ia escrever “bonitamente”; não existe, mas vou adotar, porque acho injusto poder escrever “belamente” e não “bonitamente”) foi Massa. Bem mesmo. Passou dois antes de fechar a primeira volta, a dupla da Mercedes, e se estabeleceu em segundo. Quando Sebastião parou, virou líder, algo que não tem sido muito comum nos últimos tempos.

Lá pela volta 8 a turma que largou com pneus macios começou a ir para os boxes dando uma embaralhada na classificação. Webber, que tinha pneus médios, assumiu a ponta e foi assim até a volta 29, quando trocou para os macios só por obrigação, apareceu nos boxes de novo quatro voltas depois, colocou médios outra vez e iria assim até o final se não pifasse seu alternador (por isso gosto de dínamo).

Lá atrás, Alonso se esgoelava, coitado, disputando posições com caras como Gutiérrez, Bottas, Maldonado, Brambilla e De Cesaris. Na verdade, Vettel já disputou a corrida toda como tetracampeão, dada a impossibilidade de Fernandinho de fazer sua parte. Talvez isso tenha tirado toda a dramaticidade da conquista. Ela foi simples e cristalina.

Mais dois pilotos demoraram horrores para fazer seu primeiro pit stop: Ricardão e Sutil. O primeiro fez como Webber, colocou macio, cumpriu o que pede a regra e colocou outro médio. Adrian foi até o fim com seu chiclete por 18 voltas, depois de parar na 42ª. Ambos conseguiram pontos, Sutil em nono, Daniel em décimo. No fim das contas, deu certo.

Mas foram meros coadjuvantes, nem sei porque estou falando deles. A corrida teve alguns com atuações muito boas, excepcionais, em alguns casos. Rosberguinho, o segundo colocado, foi sólido, constante e impecável. Grojã, o terceiro, um assombro. Largou em 17° com pneus macios, colocou médios na 13ª volta e foi até o final com o mesmo jogo, passando gente de baciada, inclusive Raikkonen, que até oito voltas do fim estava todo pimpão em segundo, quando seus pneus acabaram e ele começou a ser passado por todo mundo: Rosberg, Grojã (veja no post abaixo a gritaria pelo rádio; quase bateram), Massa, Pérez, Hamilton e Mahatma Gandhi, este a pé. Na última volta, Kimi parou no box, colocou um pneu novo, fez a melhor volta da prova e terminou em sétimo. Bem também foram Massa, quarto, Pérez, quinto, e Di Resta, oitavo. Hamilton, o sexto, teve um domingo discreto.

E acabou o campeonato. Ou, ao menos, acabaram as disputas por títulos. Entre as equipes, a Red Bull levou a quarta taça seguida ao atingir 470 pontos. A briga pelo vice está boa. A Mercedes voltou a passar a Ferrari e tem 313, contra 309 dos italianos. A Lotus ainda sonha, com 285 — faltam três corridas, não se esqueçam, e cada posição na tabela vale alguns milhões de dinheiros europeus. No Mundial de Pilotos, Tiãozinho bateu em 322 pontos. Alonso estacionou nos 207, Raikkonen foi a 183 e depois aparecem Hamilton (169), Webber (148), Rosberg (144) Grosjean e Massa (ambos com 102, mas Romain leva nos critérios de desempate).

Não esperem muito da próxima corrida, em Abu Dhabi, circuito tão feérico quanto ridículo. As duas últimas provas da temporada, porém, devem ser bem divertidas, porque acontecem em circuitos de verdade. O de Austin é bacana e Interlagos, com toda sua zona atávica, é sempre gostoso de ver e de correr. Com todos relaxados e sem grandes preocupações, quem sabe esses GPs redimam uma temporada que, sendo bem honesto, não foi das melhores. Muito pelo contrário.

vetteltetra005

27 comentários

  1. Emenelsen Marucci disse:

    Bem, e até agora, segunda a noite, nada do Luciano Burti explicar o que é e para que serve o alternador : …..”em carro normal é uma peça do sistema elétrico. Mas num F 1, deve ter alguma coisa com o motor….”. E tome silêncio por parte do Reginaldo Leme e até do Galvão!

  2. Renato F1 disse:

    “Quando Sebastião parou, [Massa] virou líder, algo que não tem sido muito comum nos últimos tempos.”

    “Na última volta, Kimi parou no box, colocou um pneu novo, fez a melhor volta da prova e terminou em sétimo”

    Valeu, Massa! Obrigado, Raikkonen! Graças a vocês, acabou a história dos estatísticos e mediúnicos do domínio total de Vettel (pole, volta mais rápida e vitória) e de que, se houver um novo GP da Índia, irão chamar o Vettel só para ele liderar todas as voltas!!!

  3. Treta com 26 anos de idade. Nessa idade ganhar um ou dois já é de bom tamanho, imagine quatro! Christian Horner, Adrian Newey e o Vettel formam uma trinca perfeita nas conquistas da Red Bull que cinco anos atrás era uma novata que não tinha nada nas mãos! O Fernando Alonso acabou ficando fora de combate logo no início da corrida numa derrota menos dolorida para o Vettel esse ano. O Massa acabou fazendo uma corrida cada vez mais rara na sua atual fase na F1 chegando em quarto. O Romain Grosjean vem com força jogando o Massa para oitavo na classificação, e até o Kimi Räikkönen ele está encarando nesse momento do campeonato. A FIA hoje está seguindo os moldes da Ditadura Nazista proibindo o piloto de comemorar um campeonato e uma vitória que ele tem todo direito!

  4. Leoak disse:

    Seriam, talvez, as últimas voltas do Massa na liderança de um gp de f1?

  5. Paulo Pinto disse:

    Alonso, depois de perder mais um campeonato, ganhou um novo apelido: SUB SEVEN (sete temporadas seguidas sem título).

  6. Niva 27 disse:

    O Massa fez uma boa corrida? Ele não largou em quinto e chegou em quarto porque o Weber quebrou? Boa corrida sempre faz o Alonso, que está carregando a Ferrari nas costa sozinho. Espero que a nenhuma estatal brasileira gaste dinheiro público para comprar uma vaga por Massa no ano que vem.
    O “IV”ettel mereceu mais um título. É um bom piloto, tem talento e carisma. Vai ser divertido ver ele bater os recordes do Schumacher.

  7. Marcelo disse:

    Esta eu rachei de rir: “Alonso (…) disputando posições com caras como (…) Brambilla e De Cesaris.”

    Fora imaginar o Gandhi passando Kimi a pé. :-)

  8. Celio Ferreira disse:

    Adrian,Horner , Vettell …….. Parabéns pelo quarto titulo consecutivo,
    COMPETÊNCIA TEM PREÇO SIM : É A VITÓRIA
    Bela corrida de Grojean e Massa, Rosberg
    Pessima corrida de Alonso e Kimi
    Nota zero pra Fia , multou Vettel ??????????????????????

  9. eduardo disse:

    A temporada do Vettel beira a perfeição,em 2011 a Red Bull foi muinto superior desde a primeira corrida,neste ano o campeonato pode ser dividido em tres parte,no inicio estava tudo embolado e qualquer das quatro equipes poderia dar o pulo pra frente,o Vettel pontuou bem em todas as corridas e com os dois problemas do Alonso abriu vantagem,depois a Mercedes e a Red Bull evoluiram enquanto a Ferrari ficava para traz,enquanto Hamilton e Rosberge dividiam os pontos o Vettel só ia somando chegando em segundo quando não dava pra vencer,não precisava mas a Red Bull deu um salto para frente e aniquilou a concorrencia e o Vettel não deixou sobras para a concorrencia e deve bater as vitorias e os pontos de 2011

  10. Fernando Cruz disse:

    E cada vez mais evidente que ja nao e so nos numeros que Vettel e o melhor da atualidade, com Alonso quase a par. O ano passado sim, o espanhol foi melhor ao ficar apenas a 3 pontos com um carro claramente inferior na maior parte da epoca. Vettel e o unico dos grandes que neste momento e muito forte quer em qualificaçao quer em corrida. Alonso tende a ser muito forte em corrida (hoje nem isso) mas perde para o Massa em algumas qualificaçoes. Creio que Kubica seria o unico capaz de ser neste momento tao completo como Vettel, mas aquele acidente nos ralis deve ter acabado com a sua carreira na F1. O alemao e o polaco sao os dois grandes prodigios da escola da BMW e tiveram sortes distintas na categoria maxima. Mas a cada sucesso do alemao nao consigo deixar de recordar o polaco. Agora tambem me parece obvio que os 4 titulos do Vettel se devem muito tambem ao carro que tem. Alonso teria sido capaz de ter mais do que isso se estivesse na Red Bull no lugar dele. E que o espanhol ja tinha 2 titulos conquistados com a Renault. Simples matematica. Em 2007 ele teria ate conquistado o Tri se nao tivesse aparecido um estreante prodigio ao seu lado na mesma equipa. Hamilton parecia nessa altura estar destinado a ser um muiti-campeao mas nunca teve o melhor carro e tambem mostrou alguns pontos fracos que Alonso e Vettel nao mostram. O Lewis e o Kimi sao dois fora de serie que por vezes nao conseguem tirar o maximo do carro. Um porque tende a desgastar mais os pneus nas corridas, o outro porque nao se adapta bem a todo o tipo de pneus nas qualificaçoes. Portanto os alemaes estao de parabens. Nao so tem o melhor do mundo, o mais jovem tetracampeao, como tambem tem ja um sucessor a altura. E que entre os pilotos novos Hulkenberg e o mais completo, embora hoje tenha sido Grosjean quem brilhou a grande altura. Mas o frances da Lotus tem pontos fracos que o alemao da Sauber nao tem.

  11. Fabiano disse:

    No sportv, saiu mais uma especulação quanto ao futuro do Hulkenberg: segundo o Lito Cavalcanti, ele está cotado para o lugar do Pato no Corinthians!!!

  12. ALEX B. disse:

    Tião alemão de novo…tá começando a ficar chato…de novo! Mas, parabéns ao moço!

  13. Estevão disse:

    A pior temporada desde 2009…

  14. Paulo Pinto disse:

    O garoto é tetra. Subiu no pódio dos campeões, com apenas 26 anos.

  15. Carlo Germani disse:

    Ver o mau-caráter e desagregador nato,El Brochon de Las Astúrias,Fernando Alonso,perder MAIS UM campeonato,não tem preço.

    PS-1-Red Bull,competência,exemplo de organização,melhor projeto,equipe totalmente focada nos campeonatos.
    2-Vettel,exemplo de caráter,de talento indiscutível,de simplicidade.
    Merecem colher o que plantaram.
    PS2-Red Bull 4 X Ferrari 0.
    PS3-O “inferno de 2014″,para Aonso,já está preparado:Raikkonen.

    • Pedro disse:

      Exemplo de carater? Voce o conhece?

    • Allez Alonso! disse:

      Ps1: Exemplo de que grana também faz diferença, se tiver investimento um fabricante de latinhas consegue vencer nomes como Ferrari, Mclaren, Mercedes, Lotus.
      Ps2: Não precisava ter sido tão egoísta na Malásia. Só o fato de ser primeiro piloto na RedBull já é o necessário para que seu carro não pegue fogo, quebre o câmbio ou o Kers. O caráter aí ficou em cheque. Talento sim, mas não pense que metade do grid não faria igual ou melhor. Automobilismo é corrida de carros.
      Ps3: RedBull 4 x Alonso, Mclaren, Mercedes, Lotus, etc., 0.
      Ps4: Vamos ver. Massa foi melhor que Raikkonen que anda levando ferro do Grojã. Alonso foi melhor que Massa e Grojã quando dividiram equipe. Mas uma coisa é certa, vão pontuar sempre.

      • Christian disse:

        Adoro ler seus comentários, vc. é muito engraçado !

      • João Evangelista disse:

        Ps1:Exatamente, grana faz Diferença.E atrai tbm.Haja visto que antes do GP da Italia Don Fernandito deixou um Curriculum Vitae na fabrica de latinhas de energéticos e qndo foi chamado para a entrevista de emprego com o dono da fabrica de latinhas disse que buscava uma nova equipe pq seu carro atual era uma m…e estava louco para dirigir o carro a base de energéticos.Deixou seu celular e email pessoal para contato mas recebeu um “infelizmente dessa vez não pois já preenchemos a vaga” como resposta
        Ps2:Concordo, o caráter ficou em cheque e automobilismo é uma corrida de carros onde ganha-se o melhor e o que esta atrás tem que tentar passar o da frente no braço (GP Brasil 2012(Massa); GP Alemanha 2010(Massa) GP China 2006 (Fisichela) GP Cingapura 2008 (Nelson Piquet Jr, quase morre a anta diga-se de passagem).O Zacarias Massa alias tinha q sair da frente em qualquer circunstancia, se os dois pilotos da Ferrari tivessem com vontade de da um barro 1 só tivesse 1 banheiro o Zacarias Massa tinha q sair da frente e deixar o Don Fernadito passar.Caráter e automobilismo.
        Ps3:Enquanto busca-se argumentos para minimizar Vettel ele mostra o dedo indicador para falar que é o primeiro, enquanto gasta-se neurônios procurando argumentos para defender veementemente Don Fernando,ele esta no seu belo iate com sua mina e apontando o dedo do meio pra todo mundo(inclusive qm defende ele)
        Mas quantas vzs o Vettel já foi vice-campeão??? 1 Só…CHUPA VETTEL ,NUNCA SERÁ TRI.

      • Matteoni disse:

        kkkkkkkkkkkkkkk

      • Matteoni disse:

        Coitadinha da Ferrari, tão pobrezinha. Também, vendendo Uno Mille…

  16. Pedro disse:

    Um dos esportes mais sem graça atualmente…..sem disputas……

  17. Thiago Basílio disse:

    Todos exaltam o título de Vettel mas ninguém comentou ainda o título antecipado de construtores da RBR que fechou a fatura mesmo tendo Webber abandonado pela segunda vez nas últimas corridas.Quarto título de construtores da RBR,para mim Vettel não fez nada mais nada menos do que esperado com melhor carro disparado do grid.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>