MENU

quarta-feira, 10 de agosto de 2016 - 20:09F-1

ADERJ INFORMA

SÃO PAULO (cansa, cansa…) – Na Manor, sai Haryanto, entra Ocon. O indonésio não conseguiu pagar as contas. A equipe pegou o francesinho de 19 anos que, atualmente, corre no DTM pela Mercedes e é piloto-reserva da Renault.

Segundo nossos gurus, o time troca grana por qualidade. Concordo. Campeão europeu de F-3 em 2014 e da GP3 no ano passado, o moleque é uma das grandes esperanças da França de ter alguém de ponta de novo na F-1. Há dois anos, bateu Verstappinho na F-3. A aposta da Mercedes nele é clara. A propósito, a Manor passa a ter dois pilotos apadrinhados por Stuttgart. É uma tranquilidade. Qualidade garantida.

Haryanto vai sumir no limbo da história. Viveu seu sonho. Mas não dura para sempre. Nada dura.

1ocon

16 comentários

  1. Dav disse:

    votei nele na ultima corrida /-:

  2. Valdemir Freitas disse:

    Flávio,

    O Ocon não é apadrinhado da Renault?

  3. Se é para despejar dinheiro em uma equipe nanica para comprar uma vaga e realizar um sonho, acho muito válido. Sonhos não têm preço. Se eu tivesse esse dinheiro deles, talvez pensasse em algo parecido.

    Agora, é muito estranho alguém entrar em uma equipe sabendo que vai andar atrás e que a qualquer momento pode ser sacado. Quantos outros não sumiram neste limbo? Em uma recordação recente rápida: Baumgartner, Ide, aquele malaio, como era o nome dele? Yoong! E muitos outros. Pelo menos estão nas estatísticas da F1.

  4. Carlos Pimenta disse:

    A F1 não perdoa. Está cada dia mais cruel. O cara tem de ter muito sangue frio, foco e o principal, ser um FORA DE SÉRIE, ou como está na moda, FORA DA CURVA, vide nosso campeões e outros mais, senão, é engolido pela onda da grana, do imediatismo, pelo jogo de interesses etc. E vida que segue.

  5. luigi disse:

    E a Itália , com toda uma tradição no automobilismo não tem nenhuma promessa em seu horizonte automobilístico , e isto já a muito tempo .
    Seria um castigo ao país ,pelo deus Mercúrio(Hermes para os gregos) o deus da velocidade ,pelas praticas anti esportivas da equipe do Cavallino Rampante ?
    Vamos ver oque este Ocon consegue numa equipe tão ruim , a França já perdeu Bianchi que também estava no comando de um carro muito ruim de chão , que ele tenha melhor sorte.
    Eu tenho minhas dúvidas sobre a validade de pilotos promissores começarem em equipes muito ruins,onde seus carros verdadeiramente não são um F 1 ,só parecem e participam juntos nos GP´s da categoria ,para preencher grid ,mas posição de largada e chegada ,já seriam conhecidas de ante mão.
    Bem : melhor apostar em novos talentos do que insistir em velhos e “experientes”pilotos que já provaram que que já deveriam estar fora da categoria,pois são mais lentos que seus menos “experientes” companheiros de equipe.
    *Nota: Até na moto G P ,parece que quando Il Dottore deixar o motociclismo o domínio espanhol não terá opositores vindos da Stivale.

  6. Gustavo disse:

    Não foi este tal de Rio Haryanto que andou na frente do Pascal Wehrlein, bancado pela Mercedes-Benz, em alguns momentos de 2016? E o francês Ocon também é apadrinhado da marca alemã?

    Sei… depois da entrevista do Sérgio Jimenez, fico em dúvidas quanto à menor competência do indonésio.

    Haryanto não vai morrer por isso, nem a F-1 ficará mais interessante.

  7. Humberto Athayde disse:

    Pô eu to ficando velho! Eu lembrava da “ADEG informa….”

  8. Renato de Mello Machado disse:

    É na minha opinião as categorias de base não formam mais um piloto para a F1,Pois a F1 de hoje é muito particular.Não troca seis por meia dúzia,porem não entusiasma pois só o Hamilton, Rosberg ou Mercedes ganha,vai ser mais um a figurar.

  9. Zé Maria disse:

    Haryanto?
    Sumir não. . .logo logo vai estar na Fórmula E, aquela que o Christian Fittipaldi acertadamente definiu como “meia-boca”. . .podem apostar!

  10. Paulo F. disse:

    Não era a Suderj informa? Saudades do velho Maraca.

  11. ags disse:

    Desculpe…
    trocaram Bostha por coco..rssss

  12. Toni Casagrande disse:

    E a vida andava boa demais para o Wehrlein! rsrs

    Será bem interessante acompanhar duas feras jovens promessas estagiando em uma equipe pequena.

  13. Henrique disse:

    O piloto vai sumir, mas o apelido “Haryanta” será eternizado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *