MENU

terça-feira, 5 de outubro de 2010 - 15:32Motoland

MOTOLAND

SÃO PAULO (vale a visita) – Começa hoje e vai até domingo,  no Anhembi, o 2º Salão da Motocicleta, que tem entre seus organizadores Emerson Fittipaldi. Todas as marcas presentes e coisa e tal, e o atrativo extra de uma exposição de clássicas, incluindo algumas de corrida. Como não me pediram nada, os visitantes ficarão privados de ver minha Suzukinha de perto…

51 comentários

  1. Fábio José Peron disse:

    Sou absolutamente apaixonado, desde criança, por motos; principalmente pelas japonesas dos anos 70, e em estado original !
    Saúdo todos aqueles que têm o mesmo sentimento e trabalham de alguma forma para divulgar a cultura, preservar a imagem, a história e essas motos MAGNÍFICAS que marcaram a vida de toda uma geração !
    Meus cumprimentos !
    Fábio José Peron, São Paulo

  2. Orlando Salomone disse:

    O ronco do 3×1 deve ser delicioso.

  3. Essa moto tinha 4 escapes e não 3. O escape do cilindro do meio era dividido em 2 menores que saiam embaixo dos escapes dos cilindros laterais que tinham diâmetros maiores. Em termos de performance não era grande coisa, é pesada, mas era robusta e fácil de guiar.
    A que tinha 3 escapes, dois de um lado e um de outro era a Kawasaki H1 500 e sua irmã maior a 750. A 500 Kawasaki batia em todas inclusive na irmã maior e mais pesada. Não fez sucesso, foi importada em pequenas quantidades pelo Luiz Latorre. Apesar da performance a Kawasaki 500 H1 foi escolhida como uma das piores motos fabricadas, quase empata com a Vincent HRD 1000. Não tinha quadro rígido, não tinha freios, não tinha estabilidade direcional para a performance do motor. Dirigi muito uma HRD 1000 do Juca que era meu mecânico junto com o Romeu e era uma traquitana, na freada o banco levantava, pois tinha um monoshock primitivo e tive um Kawasaki H1 500 que emprestava para o Jacaré dar pau nas Honda Bol D´or em frente ao Rick Store. Não deixou a menor saudade, era quase inguiável de tão leve e potente.
    As Suzukis eram bem mais equilibradas e por isso fizeram muito mais sucesso.

  4. Mario H Sanctos disse:

    Linda moto…Corri com uma dessas as 24 Horas de Interlagos em 1976, e ela era muito pesada para as pistas…
    Quanto ao escape 3×1 , foi uma invenção típicamente brasileira. Qualquer foto de moto pluricilindrica de competição de fábrica,o escape é dimensionado por cilindro. Ou seja, 4 cilindros-4 escapes , 3 cilindros-3 escapes e 2 cilindros-2 escapes. E a linha GT era conhecida como Belo Antônio, eram lindas mas não andavam nada ( exceto a GT 750,essa era o “demônio” !!!)

  5. Renato disse:

    Putz que saudades! Andei em uma destas, enrolando o cabo. Que máquina.

  6. Willians disse:

    Fala Flavio blz??
    Estive lá ontem, e pude presenciar essas maravilhas, mas o que mais me chamou a atenção e até tirei uma foto do cel (não sou muito dessas coisas), de uma 750 honda uma dourada, nossa que moto aquela, os detalhes faróis redondos perfeitos, muito completo, nossa ainda vou comprar uma dessa, recomendo msm pra quem gosta !!
    Abraçoss

  7. Acarloz disse:

    Tu não alcança o chão nem fu……. !

  8. marcello baviera disse:

    Gomes,foi esta Gt550 que o Roberto Froes comprou para vc no RJ?Vc tem que fazer uma reportagem com o colecionador guaracy de Petropolis,ele tem toda a linha suzuki anos 70 desde a A50 até a GT750,mais de 50 motos anos 70,impecáveis!

  9. Jason Vôngoli disse:

    Vieste de Suzi ao Rio???

  10. Sérgio Castro disse:

    Adoro essas motos Suzuki, pelo torque, ronco e beleza estética. Só trocaria o escape, pois um 3×4 original, ficaria melhor do que esse 3×1.

  11. Valdir Procopio disse:

    Flavio, não tem jeito de gravar o som (ronco, ruido etc) desse 3X1 (parece ser um Sarachu) e postar aqui pra eu matar a saudade ma minha 380 com M50.
    Grato.

  12. Rodrigo Moraes disse:

    Show de bola essa motoca! O escapamento você usa o que quiser, a moto é sua. Legal o detalhe do Toyotão ao fundo. Dois japoneses de respeito!

  13. L.Georg disse:

    Nada contra o escape, pelo contrário, ese escapamento ( Sarachu ? ) deixa a moto bem “nervosa”, eu gosto quando começa a despejar a potência acima dos 4.000 RPM,e daí a pergunta:
    Flavinho, você sabe tocar a bichinha ?

  14. Felipe Fittipaldi disse:

    Linda a Suzuki…
    Mas eu prefiro a RD 350 da Yamaha.
    Com YPVS.
    Foguete…

    Quero conseguir uma dessas inteira, mas já da Geração 92-93

  15. Minoru disse:

    Dois tempos… bons tempos…

  16. Júlio Previero disse:

    O escape parece um “sarachú “……..bacana..

  17. Ééééehhh, e o cabuloso RAM AIR SYSTEM está presente até hoje (um pouquinho alterado, claroooooooo) nas modernas SRAD… SRAD = Suzuki RAM AIR Direct… Outras pequenas siglas cabulosas que eram novidade na época: CCI e SRIS… Com essas 2 tecnologias, uma GT750 fazia e faz até hoje menos fumaça que uma RD135…

  18. Willian disse:

    Aquele Toyota Bandeirante que aparece no fundo da foto também é seu?

  19. Valente disse:

    Esta é linha Suzuki da época: GT 125, GT 185, GT 250, GT 380, GT 550 e GT 750.
    Flávio, ontem dei um giro de CBX e estou montando a CB750 K1…

  20. YPVS disse:

    Onde foi tirada essa foto?
    Rio?

  21. Wallace Pacheco disse:

    Na minha “infância” eu babava numa destas. Era do dono de uma loja em Itapetininga.

    Depois deste escape ai FG perdeu a moral para falar das rodas do Karman Guia TC do outro tópico. kkk

    • Minoru disse:

      Pelo menos esse Sarachu é acessório “de época”, ao contrário daquelas rodas.
      Agora, encontrar um escape original que, se me lembro bem eram três saídas com silenciadores, com sorte só lá fora.

  22. Fabio Taccari disse:

    O bééérrrro desta Susuki é maravilhoso.
    Um som de competição puro.
    É mais competição do que uma verdadeira de pista.

  23. Maurício MV. disse:

    Maravilhosa Motocicleta. Um amigo tem uma 750 na mesma cor e um escape igual a sua. Sai uma sinfonia pelo escape.
    SHOW.

  24. Andre Decourt disse:

    Rua Rainha Elizabeth, fornteria de Copa com Ipanema

  25. fred disse:

    Gostei daquela Bandeirante picape de caçamba de madeira, motor Mercedes, farol redondo, um clássico também!

  26. Helio Mendonça disse:

    Parabens, isto sim é um moto….

  27. 2 Tempos, design clássico, eu era feliz e eu sabia.

  28. Tohmé disse:

    Opa, vamos arrumar um escape pra ela…

  29. Marcos Antonio disse:

    Eu tenho uma 7 galo 1974, década de 70 é show.

  30. Marcelo Foresti disse:

    bela moto. Pq não aproveitou a matéria com o Dom Diego e arrumou os escapes originais. As flautas deixam o som melhor que o do DKW…..

  31. Sergio disse:

    Parabens! Dá prá mim?

  32. Eugene disse:

    Ram Air System! Seja lá o que os japas quiseram dizer com isso, nos meus tempos de garoto era mais que turbo… Belíssima Suzi GT550, em raro estado de conservação e originalidade, os escapes não a diminuem, pelo contrário.
    Linda também a foto, na qual se vê o medidor de nível de óleo na tampa lateral, feito máquina de costura, aliás a seara de onde vem a Suzuki, originalmente uma fábrica de teares. Há pouco passou um documentário sobre o assunto na TV a cabo.

  33. Ernesto disse:

    Essa moto é fantastica, 2t, um barulho que deixa o cabra meio zonzo quando passa ao lado, Será que o Flavio usa tampão para o ouvido?., um classico, só faltou akeles guidons estilo “clippons”, acho que se escreve assim, rs.

  34. Arthur Jacon disse:

    É refrigerada a ar, logo não é a 750. Mas é maravilhosa a motoca.

  35. Esse escapamento, como está, deve fazer um estrago nos ouvidos dos vizinhos, kkk.

  36. Tá linda…mas vc tem que achar os escapes originais (2)

    ou

    Personalizá-la de vez como uma Café-racer.

  37. disse:

    Não tem banco pedrinho de hd. O conjunto bagageiro e mata-cachorro são show.

  38. chico camargo disse:

    Tive uma GT 380, mas essa 750 só em sonho!!!

  39. ALEX B. disse:

    Putz, me lembrou de quando as Honda eram importadas ainda! Que diferença pras de hoje! Até as 125cc andavam mais que as de hoje!

  40. chico camargo disse:

    Com todo o respeito Flávio, essa não é uma suzuquinha é uma moto LINDA e de muita classe.

    parabéns por esta preciosidade.

  41. Maran disse:

    2 tempos, 2 rodas, 750 cilindradas: números do apocalipse!

  42. Zeduardo disse:

    Tá linda…mas vc tem que achar os escapes originais (com as flautas)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>