MENU

terça-feira, 21 de outubro de 2014 - 17:51Automobilismo internacional

RUIM DEMAIS

SÃO PAULO (ninguém entende nada?) – A Fórmula E é bacana, importante, tem gente grande envolvida, pode ser que pegue, mas… Mas é bom essa gente começar a se preocupar um pouco mais com o esporte em si. E estamos falando de corrida de carro. Para uma corrida de carro ser boa, não basta ter carro. Precisa de pista. E se o padrão dos circuitos da F-E for o que estamos vendo até agora, lamento dizer: não vai pegar. Porque pista ruim faz corrida ruim. Não tem mágica.

O traçado de Miami, palco da quinta etapa do campeonato, foi divulgado hoje. Tem pouco mais do que 2 km e oito curvas. Todas elas de 90°. Um horror.

Corrida, senhores, não é só para expor paisagens bonitas e divulgar tecnologias novas. Corrida é disputa, competição. Num circuito desses, não tem nem corrida, nem disputa, nem competição. E não sei nem se o cenário é bonito, porque acho Miami uma porcaria.

Andei olhando os outros. Malásia (Putrajaya), Uruguai (Punta del Este) e Argentina (Buenos Aires) são legais. Depois de Miami vem Long Beach, e lá também o desenho é uma tragédia. Mônaco, Berlim e Londres ainda não divulgaram seus traçados.

miaminae

71 comentários

  1. A Fórmula E é nada mais do que uma categoria alternativa para os torcedores fanáticos pelo automobilismo de plantão.

  2. Nikolas Spagnol disse:

    Parece até aquela pista de Phoenix, que quase todas as curvas eram de 90 graus.

  3. Rodrigo disse:

    Alguém me explica o porquê daqueles pneus estreitos, daquelas assas que parecem não servir pra nada e daquele desempenho mequetrefe dos carros? será mesmo que toda a tecnologia que temos hoje só conseguimos chegar à isso??? não dá pra colocar um senhor motor elétrico no centro do carro acoplado à uma transmissão descente? putz, não entendo nada dessas coisas, só sei que a F-E tá ruim que dói…

  4. Flavio botelho junior disse:

    Carro elétrico, para amigo Flavio!, já estragaram a F1 com motor roncando que nem mobilete, com os meus 65 anos vejo que a f1 esta tão chata quanto vólei de praia, tinha mais emoção quando eu corria de kart no fim dos anos 60.

  5. Sidnei Magnani disse:

    Tudo agora ‘e politicamente correto corrida de carrinho eletrico , se a pessoa falar que não gosta ele ‘e politicamente incorreto. Coisa de ativista so vale o que ele quer o resto não presta.

  6. Antônio disse:

    O problema é que se fossem correr em pistas de verdade, para carros de corrida de verdade como Spa, Suzuka ou Road América por exemplo esses carros elétricos teriam que ser cronometrados com ampulhetas de tão altos que seriam os tempos de voltas.

  7. André disse:

    Eu tenho achado muito boa a Formula E. E pistas de rua são boas também, o clima das provas é show quando o circuito é de rua. Tomara que continue sendo assim diferente, pois ninguém precisa de mais do mesmo.

  8. Sidney Lombardo disse:

    Tenho 42 anos e desde os 8 me interesso muito por corridas do tipo fórmula. Opinião puramente pessoal: o destaque do lado esportivo foi o fantástico acidente entre o Prost e o Heidfeld, apenas. Prova morna e extremamente sem-graça. Do lado tecnológico achei muito interessante. Acredito que o grande desafio agora seja aliar estes dois lados, proporcionando um melhor show a quem assiste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>