MENU

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015 - 18:19Antigos em geral

MUNDO RIDÍCULO

2cvparisSÃO PAULO (pff) – A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, baixou norma que vai exterminar os carros antigos da cidade. Vejam o que escreveu nosso Jason Vôngoli no Facebook sobre o assunto:

Os xiitas verdes venceram: a partir de 1° de julho de 2016, só poderão circular por Paris automóveis produzidos depois 1997 (ou seja, com menos de 20 anos de fabricação). E só estarão liberadas motos pós-2000. As restrições aos modelos mais antigos começa já este ano, para caminhões feitos antes de 2000. Entre 2017 e 2020, serão proibidos todos os veículos a diesel pré-2011. As medidas levam a chancela de Anne Hidalgo, prefeita de Paris, e têm como objetivo reduzir a poluição na capital da França. Adieu 2CV et 4L parisiennes. Também será o fim de tantos Mini e Fiat 500 (dos antigos) que ainda rodam por lá. Se essa onda pega…

É uma arbitrariedade inadmissível. Carros antigos, mesmo esses com mais de 20 anos de fabricação que não se enquadram na categoria de clássicos de coleção, representam um percentual irrisório da frota circulante em países ricos como a França. Mas proibi-los, sem dúvida, é uma plataforma populista que funciona nestes tempos de vilanização do automóvel. O efeito prático de medidas como essa é nulo. Melhor fariam os governos se atuassem diretamente nas montadoras, exigindo níveis cada vez menores de emissão de poluentes dos carros novos. Ou taxando veículos enormes como as SUVs que infestam as ruas do planeta. Ou estimulando a produção de veículos pequenos, leves e econômicos.

Mas não. Mais fácil proibir os antiguinhos.

Na boa, o que será de Paris sem seus 2CV?

O consolo é que, ao que parece, há uma certa movimentação em Paris para que essa lei tenha algumas exceções. Rezemos.

99 comentários

  1. ALBERTO COSTA disse:

    Que notícia triste Flavio. Você está com a razão. O impacto dos velhinhos na frota Parisiense é nulo. Tributar os SUVs ninguém sonha. Medidas populistas como esta nós vemos por aqui também, quando nossos amados governantes diante da crise hídrica mandam a fatura para o pequeno consumidor doméstico, que não representa mais do que 5 por cento de todo o consumo. A indústria e os grandes pecuaristas agradecem. Abç.

  2. Valter Prieto Jr disse:

    Prefeitos idiotas abundam lá e cá.

  3. Vitão disse:

    pra quê uma SUV se uma station wagon é muito melhor ? SUV é para mulher que se sentir poderosa e quer ser imponente, e homem que tem o pinto pequeno. . Outro dia na Oscar Freire uma delas desceu de uma Cruz-credo da Hyundai para o guardador estacionar o carro para ela porque não conseguia . Eita povinho ridículo quem tem uma dessas . E sobre Paris, vão proibir o povo de peidar também ? um peido emite mais gases do efeito estufa do que o 2 CV .

  4. Daniel disse:

    Poderiam liberar aos finais de semana, ao menos, Infelizmente prevejo em poucos anos tal iniciativa sendo implantada nas grandes cidades Brasileiras. O carro banalizou, não encanta mais as gerações novas, virou mal necessário. Vamos ter uma grande lacuna na história dos futuros antigos dos anos 2000 em diante?

  5. Paulo Fonseca disse:

    Prezado F&G :

    Essa ideia só poderia ser de um idiota , os Franceses vão comprar a briga pode apostar.
    Paulo fonseca

  6. Dox disse:

    Acho besteira essa proibição. Para quê isso agora, se a indústria e o automóvel já destruiram o planeta de maneira irreversível, em apenas 1 século?

    • ALBERTO COSTA disse:

      A indústria e o automóvel destruíram o planeta por cá, nos desgovernos, estes que protegem montadoras da concorrência externa e permite que carros poluidores e processos obsoletos e poluidores continuem por aí.

      Um pouquinho mais pra cima as emissões dos automóveis e aviões caem paulatinamente, a indústrias são verdes, a energia é renovável e o lixo reciclado… vide Tesla Motors… Abç…

  7. Thiago Azevedo disse:

    Concordo com o Luiz, é muito mais para a economia girar do que para diminuir a emissão de CO2.
    Verdade, Gomes, se houvesse coerência, eles proibiriam veículos grandes e estabeleceriam prazo para a indústria automobilística vender apenas carros elétricos ou híbridos.
    O Jason só tem que tomar cuidado, porque não se trata de “fanatismo verde”. O que nós temos arrebentado esse mundão não é brincadeira e em relação a isso, nada é feito.

  8. La main verte disse:

    Petite chose à ajouter: les gens sont cons par raison!

  9. Barreto disse:

    É bem provável que a soma da poluição causada pelos velhinhos sobre rodas seja menor do que a dos fumantes franceses.

  10. Vitor disse:

    É o mundo, cada vez mais chato!

  11. Quando será que estes eco-trouxas perceberão que o mau do mundo não são os carros e, sim, os homens?

    Quem polui mais em sua vida útil, um carro ou um ser humano?

    Façam menos filhos que o mundo será bem melhor!

  12. Paulo disse:

    Ninguém tá pensando direito! Se não puder usar lá, vem pra cá! Vai ter um monte de carro no mercado!

  13. Wolfpack disse:

    É verdade, vivemos a época do politicamente correto. Esta onda verde eu entendo como sendo uma barreira tecnologica e nada a ver com ecologia. As mesmas empresas que produzem os Twizes da vida fabricam bombas ambulantes ao redor do mundo. Isso é apenas business. money.

  14. Adilson Faltz disse:

    Em Lisboa já entrou em vigor lei que proíbe carros com mais de 10 anos de circular pelo centro da cidade.

  15. alan disse:

    olha, gosto nao se discute, se lamenta, mas eu prefiro meu hummer do que qualquer fumbica velha!!!!

  16. Luiz disse:

    Vermes!
    Se essa moda pega, vai apressar o fim da era do automóvel! Com esse grau de obsolescência programada ( 20 anos),o carro usado não valerá nada daqui pra frente.
    O motivo oculto disso tudo, é a economia, que vai mal por la, e fazendo do carro um bem de consumo descartável. Eles esperam com isso, dar uma alavancada no setor, que cagada!
    Não vai dar certo, claro. O povo já está desempregado e endividado, fodido e mal pago, e vai trocar de carro como, se nem de entrada o seu usado serve?
    Essa “invenção” de que o automóvel antigo polui mais 4 vezes de que um injetado, já era para ir na direção de apoio do consumidor que ficou pensando: hummm ” carros com injeção não poluem” ou “uma moto polui mais que um carro” Quem nunca ouviu isso? Tudo mentira, um motor carburado pode poluir muito menos, mas os métodos adotados para aferição é que dão vantagem à eletrônica. Mas enfim uma bomba elétrica, dentro de gasolina, e com um positivo e outro negativo ligados, com a linha de combustível pressurizada a 60lbs,é algo seguro?
    Moto explode agora, já viram? carro também, bateu explodiu.

  17. Sr.Spock disse:

    Esse mundo está ficando um porre!

  18. Banana Joe disse:

    Deu bobeira geral nos parisienses.
    Só pode.
    Logo eles, tão zelosos de sua cultura e história.
    Se o Citroen 2CV e o Renault 4L não fazem parte da história recente da França então podem proibir…

  19. Alexandre disse:

    Então coisas lindas como essa que flagrei em Paris:

    https://www.flickr.com/photos/breveglieri/6836786523/in/set-72157634690708395

    Não vão mais acontecer? Que mundo é esse que vamos viver???!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>